Resenhas

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

:: Resenha 454 :: "Não Confie Em Ninguém", Charlie Donlea

Sinopse: O melhor livro de Charlie Donlea - até agora. O destino de Grace Sebold toma um rumo inesperado durante uma tranquila viagem com o namorado. O rapaz é assassinado... e ela é condenada pelo crime. Depois de dez anos na prisão, surge a chance de Grace provar sua inocência ao conhecer a cineasta Sidney. Em um documentário que exibe as falhas do processo, a cineasta questiona se a condenação foi fruto de incompetência policial ou se a jovem foi vítima de uma conspiração. Antes do término das filmagens, o clamor popular leva o caso ser reaberto, mas um novo fato provoca uma reviravolta: Sidney recebe uma carta anônima afirmando que ela está sendo enganada pela assassina. A cineasta começa a investigar o passado de Grace e quanto mais se aprofunda na história, mais dúvidas aparecem. No entanto, agora, o que está em jogo não é apenas a repentina fama e carreira, mas sua própria vida.

Lembra que lá no começo do ano eu fiz a resenha de Deixada para Trás? Pois é, se você não lembra da resenha que fiz lá em abril, eu vou te ajudar aqui, porque nela eu comentei que gostei muito do recurso do autor de intercalar os tempos passados na história e não curti que ele deu pistas falsas. Lembrou? Pois é, peguei mais um livro do Donlea para entra na minha vida e eis a surpresa quando não tem pista falta e a intercalação de tempo e tramas acontece aqui de uma forma ainda mais intensa e já aviso que esse é o melhor livro do Donlea que li, e, com certeza, entra no meu top 3 de romances policiais! Entre na roda e vem ficar tenso com mais esse romance policial do Donlea! 

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

:: Resenha 453 :: Princesa de Papel, Erin Watt

Sinopse: O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo.

É impossível que Princesa de Papel e toda a série The Royals criada pelo duo de autoras Jen Frederick e Elle Kennedy, passe despercebido em uma conversa. As capas são uma graça, o nome desperta a curiosidade, e a sinopse já te dá aquele frio na barriga, já desperta a lombriga da compra de livros. E ai você lembra que ele tem o selo de qualidade Elle Kennedy, se você não é novo aqui no Viciados sabe que eu ADOREI todos os livros que li dela, então obviamente, não poderia não ter esse e não ler, só esperei ter todos os três livros para começar a festa, e já vou avisando que o difícil e parar de ler e também parar de escutar a Lorde cantando Royals na sua cabeça!

terça-feira, 13 de novembro de 2018

[Lançamentos] Editora Arqueiro


Vamos falar sobre os lançamentos da Arqueiro de novembro? Vamos!! Esse mês a Arqueiro lança os já tradicionais romances de época, incluindo mais um volume da aclamada série Outlander (nota mental: terminar de ver a segunda temporada, eu sei, estou mais do que atrasada!), temos romances da Lucinda Riley e um romance policial de ninguém mais ninguém menos que John Grisham, e você talvez não esteja ligando o nome a pessoa, mas vou só dizer que esse cara já teve 19 livros publicados para o cinema (incluindo Tempo de Mater, Dossiê Pelicano e o Juri que fizeram muito sucesso nos anos 90 e começo dos anos 2000, procura nos streaming da vida que você não vai se arrepender, palavra de escoteira!). E sem mais demora, vamos aos lançamentos e prepara a listinha de Natal! 

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

:: Resenha 452 :: “A casa das orquídeas”, Lucinda Riley



Sinopse: Quando criança, Julia viveu na grandiosa propriedade de Wharton Park, na Inglaterra, ao lado de seus avós. Lá, a tímida menina cresceu entre o perfume das orquídeas e a paixão pelo piano.
Décadas mais tarde, agora uma pianista famosa, Julia é obrigada a retornar ao local de infância na pacata Norfolk após uma tragédia familiar. Abalada e frágil, ela terá que reconstruir sua vida.
Durante sua recuperação, ela conhece Kit Crawford, herdeiro de Wharton Park, que também carrega marcas do passado. Ele lhe entrega um velho diário que trará à tona um grande mistério, antes guardado a sete chaves pela avó dela.
Ao mergulhar em suas páginas, Julia descobre a história de amor que provocou a ruína da propriedade: separados pela Segunda Guerra Mundial, Olivia e Harry Crawford acabaram influenciando o destino e a felicidade das gerações futuras.
Repleto de suspense, A Casa das Orquídeas viaja da conturbada Europa dos anos 1940 às paisagens multicoloridas da Tailândia, tecendo uma trama complexa e inesquecível.




Fala aí, meus amores! Que saudade de vocês! Desde outubro, quando eu voltei a trabalhar (graças a Deus!), a minha vida anda tão atarefada que o blog ficou um pouquinho de lado, a leitura um pouco mais lenta, mas nunca abandonados. Ao longo do mês de outubro, nas idas e vindas do trabalho dentro dos BRTs lotados, eu li este livro incrível aí, minha primeira experiência com a Lucinda, A casa das orquídeas. O começo foi devagar, confesso, mas quando a história me fisgou de jeito, eu fiquei encantadíssima com a trama desenvolvida pela autora. Devo dizer também que já têm alguns dias que eu terminei a leitura e eu vinha protelando a escrita da resenha por ser difícil demais falar sobre essa história tão longa, intensa e cheia de segredos e reviravoltas.

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

[Lançamentos] Faro Editorial


Boas minha gente!! Esse mês de novembro a Faro Editorial vem com uma novidade daquelas que promete ser polêmica e para aliviar o clima, um romance bem amorzinho, de crônicas sobre os pequenos detalhes da vida, sobre amores e desamores, um livro sobre viver intensamente.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

:: Resenha 451 :: "Um Acordo e Nada Mais", Mary Balogh


Sinopse: Embora Vincent, o visconde Darleigh, tenha ficado cego no campo de batalha, está farto da interferência da mãe e das irmãs em sua vida. Por isso, quando elas o pressionam a se casar e, sem consultá-lo, lhe arranjam uma candidata a noiva, ele se sente vítima de uma emboscada e foge para o campo com a ajuda de seu criado.
No entanto, logo se vê vítima de outra armadilha conjugal. Por sorte, é salvo por uma jovem desconhecida. Quando a Srta. Sophia Fry intervém em nome dele e é expulsa de casa pelos tios sem um tostão para viver, Vincent é obrigado a agir. Ele pode estar cego, mas consegue ver uma solução para os dois problemas: casamento.
Aos poucos, a amizade e o companheirismo dos dois dão lugar a uma doce sedução, e o que era apenas um acordo frio se transforma em um fogo capaz de consumi-los. No segundo volume da série Clube dos Sobreviventes, você vai descobrir se um casamento nascido do desespero pode levar duas pessoas a encontrarem o amor de sua vida.

Olá pessoal!! Tudo bem com vocês?

A Mary Balogh não deixa de nos surpreender, e em Um Acordo e Nada Mais, segundo livro da série clube dos sobreviventes, vamos nos deparar com um romance emocionante, leve e que traz paz na alma.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

:: Resenha 450 :: “Cilada”, Harlan Coben


Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior.
O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida.
Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente.
Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios.
Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página.


Por conta da segunda edição do nosso evento, Romance meets Fantasy - edição Halloween, que aconteceu no último dia 13 e logo trarei a cobertura para vocês aqui no blog, onde falamos sobre livros policiais, thrillers e terror, eu quis ler mais um livro do careca que tira o nosso sono, estou falando de Harlan - Maravilhoso - Coben. Em Cilada, nós vamos acompanhar dois intrigantes casos, o da jovem Haley que está desaparecida, e o de Dan, que está sendo acusado de pedofilia.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

:: Resenha 449 :: "Que falta você me faz", Harlan Coben

Sinopse: Resgatar um amor do passado nem sempre é a melhor das ideias. Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Foram dois acontecimentos muito bruscos que ela ainda não conseguiu superar totalmente, mas, no dia a dia, prefere não pensar muito nisso. Contudo, de uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas. Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos. Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir. Neste livro, mais uma vez Harlan Coben trata de perigos e riscos que podem estar mais próximos da nossa realidade do que se imagina. O resultado é um romance instigante que traça um cenário verossímil e impactante, fazendo um alerta para ameaças atuais que rondam nosso mundo virtual.

Clarice Starling sorrindo em seu primeiro "Blind Date".   SQN   ( Ô_ô )

Será que o Ex noivo de Kat Donovan ainda faz seu tipo?

Talvez no "VocêFazMeuTipo.com".

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

:: Resenha 448 :: "Sem Escolha", Abbi Glines


Sinopse: Está cada vez mais quente na cidade litorânea de Sea Breeze, e Marcus Hardy encontrou o abrigo perfeito para passar os próximos meses de calor: o frequentado apartamento de Cage York.
As garotas estão sempre entrando e saindo de lá, em sua maioria mulheres lindas que nunca ficam mais de uma noite. Quando Marcus chega, está apenas buscando curar seu coração ferido. Só que uma das frequentadoras mais assíduas da nova casa logo chama sua atenção.
Willow – ou apenas Low – é a mulher com quem Cage pretende se casar. Mas os dois são completamente diferentes, e Marcus não entende como ela pode lidar tão bem com a infidelidade de Cage.
No fundo, Low precisa mesmo é de um homem de verdade... bonito e sensível como Marcus. Porém, as coisas não são tão simples, e esse relacionamento vai se complicar de um dia para o outro, assim que um grande segredo for revelado.
Em Sem Escolha, segundo livro da série Sea Breeze, Abbi Glines continua a atiçar a imaginação dos leitores com personagens sedutores e romances apimentados.

Eu prometi para vocês! Sempre que sair um livro da série Sea Breeze, pode colar aqui no Viciados em Leitura que eu vou trazer a resenha parada vocês, tão logo o livro chegue aqui em casa e eu termine a leitura. Afinal de contas, essa é minha série favorita da Abbi, que tem o meu livro favorito da Abbi (Hold on Tight). E é claro que eu estou empolgada a nível máximo com a chegada de Sea Breeze no Brasil. Dito isso, vamos direto e reto falar do segundo livro dessa série, que como eu avisei, melhora com o passar dos livros. E eu te desafio a não amar Marcos, Willow e a pequena Larissa!

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

:: Resenha 447 :: "Opala", Jennifer L. Armentrout


Sinopse: Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso.

Como eu já comentei numa resenha, esse ano estou muito empenhada em limpar a minha coleção de “Não lidos” do Kindle, afinal, agora posso usar o app no meu celular. Assim, levar o livro para onde eu quiser e quando o meu calendário no trabalho apertar, ler pelo celular vira a minha melhor opção. Foi por isso que quando terminei Bem Safado bem no período de provas das turmas que dou aula, não pensei duas vezes, saquei o celular e fui buscar minha opção de leitura para a semana. Entre os mais de 350 livros disponíveis, quando bati o olho em Opala, logo lembrei do final chocante de Ônix. Me liguei que já tenho Originais (e que Opostos entrou em promoção e eu já estou com ele garantido) e pronto, livro escolhido! Clica aí no "Leia mais" e vem ver o que eu achei dessa leitura de outro mundo!