sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

:: Resenha 544 :: “Amor(es) Verdadeiro(s)”, Taylor Jenkins Reid

 

Sinopse: Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo.

Mas, em vez do tradicional "e viveram felizes para sempre", uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. O helicóptero com o qual Jesse sobrevoava o Pacífico desaparece e, simples assim, o amor da vida de Emma se vai para sempre.

Emma volta para sua cidade natal em uma tentativa de reconstruir a vida e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Emma sente que a vida lhe deu uma segunda chance de ser feliz.

Pelo menos é o que parece — até que Jesse é encontrado. Ele está vivo e tentou voltar para casa, para Emma, todos esses anos que passou desaparecido. Agora, com um marido e um noivo, Emma precisa descobrir quem ela é e o que quer, enquanto tenta proteger todos que ama

Emma sabe que precisa escutar seu coração, ela só não tem certeza se sabe o que ele está querendo dizer.

Depois de ler Daisy Jones e The Six e Os Sete Maridos de Evelyn Hugo, você vai querer ler tudo o que Taylor Jenkins Reid escrever. Tudo bem que Amor(es) Verdadeiro(s), para mim, não chegou aos pés dos livros citados, mas é um belíssimo romance a ser lido.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

:: Resenha 543 :: “Quando o Inverno Acabar”, Andy Collins


Sinopse: Amar sempre foi simples, algo natural. Como respirar!
Foi assim que aprendi.
E por amor ao meu trabalho, precisei me afastar de tudo. Principalmente de todos.
Foram apenas dois anos; o suficiente para mudanças que eu não estava preparada.
Retornei para casa com apenas um desejo: recomeçar de onde parei.
Mas, o destino tem maneiras de tornar realidade algo que você nunca sequer sonhou.
Aos poucos, percebi que o tempo não nos muda apenas fisicamente.
Ele pode transformar nossa alma.


2020 foi tão louco que se encerrou com Andy Collins deixando o dark de lado para lançar uma história fofa. Em Quando o Inverno Acabar nós vamos conhecer Jess, Owen e Alec. Eles são grandes amigos, aquela amizade de anos, até que num momento Jess e Owen começam a namorar.

Anos depois, Jess que é médica está decidida a servir no Afeganistão e fica fora por dois anos. Só que quando ela retorna as coisas estão bem diferentes.

Owen assumiu os negócios da família, se tornando um empresário importante numa vida corrida cheia de compromissos onde Jess não se vê encaixada. Alec, que passou por situações difíceis durante esses dois anos, continua aquele amigo que Jess pode contar a qualquer momento.

E ao mesmo tempo em que ela tenta se adaptar à nova vida e ao novo Owen, ela tem que lidar com os traumas deixados pelos horrores que ela viu na guerra.

Dessa vez Andy Collins não trouxe tiro, porrada e bomba, mas sim uma surra de mensagens tocantes, bonitas e importantes sobre amizade, recomeços, resiliência, autodescoberta e amor. Leiam e se surpreendam. 

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

:: Resenha 542 :: "Alma Sombria", Tillie Cole

 

Sinopse: “Pois almas sombrias são como imãs.
Atraídas para colidirem em uma felicidade impossível...”

Rotulada como uma mulher Amaldiçoada de Eva desde que nasceu, Maddie sofrera apenas dor e repressão nas mãos do ancião mais abusivo da Ordem, Moses. Agora, morando com a irmã no isolado complexo dos Hangmen, ela está finalmente livre. Livre da fé sufocante, na qual não acreditava mais. Livre dos intermináveis anos de tormento físico e mental.

Apenas... Livre...

Aos vinte e um anos, a tímida e envergonhada Maddie se contenta em viver dentro dos limites da sua nova casa; a salvo do mundo exterior, a salvo da dor e, estranhamente, protegida pelo membro mais volátil dos Hangmen: o completamente tatuado, Flame.

Flame.

O homem que a observa incessantemente com olhos ardentes e tão escuros quanto a meia-noite. O homem que a protege com uma intensidade de tirar o fôlego. E o homem que mexe com algo profundamente dentro do seu coração dormente.

Mas quando as circunstâncias conspiram para que Flame precise da sua ajuda, Maddie corajosamente arrisca tudo isso pelo homem quebrado que cativou sua frágil alma.

O membro mais infame dos Hangmen é guiado por uma coisa: raiva. Atormentado por demônios assustadores do seu passado, uma raiva que tudo consome, e isolado por um ódio absoluto de ser tocado, seus dias são preenchidos com uma sufocante escuridão, rompida apenas por um único raio de luz: Maddie. A mulher tímida e bonita que ele não consegue tirar dos seus pensamentos. A mulher por quem ele tem uma necessidade avassaladora de possuir...

... a única pessoa que já foi capaz de tocá-lo.

A missão da vida de Flame é proteger Maddie, mantê-la segura. Até que um acontecimento do seu passado conturbado o manda diretamente para uma espiral de loucura, prendendo-o nos recantos mais profundos da sua mente perturbada.

Os seus irmãos Hangmen temem que ele esteja além da salvação.

Mas Maddie e a sua luz, são a sua única esperança de libertação.

Que livro, meus senhores, que livro!
A série em si já pede um estômago forte, em Alma Sombria onde Tillie conta a história das duas personagens mais quebradas da série, isso se triplica. Tem que ser forte para ler os abusos vividos tanto pro Flame quanto por Maddie ainda quando eles eram apenas crianças.

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

:: Resenha 541 :: “Feitos de Sol”, Vinícius Grossos

 


Sinopse: E se você soubesse que o mundo está prestes a acabar, qual seria o último momento que você gostaria de guardar para sempre? E se fosse sua última chance de seguir seu coração e descobrir um mundo novo de possibilidades? E se você encontrasse o verdadeiro amor prestes a enfrentar o bug do Milênio?

Essas eram algumas das dúvidas que Cícero tinha em mente, no auge de seus 15 anos e prestes a vivenciar a virada dos anos 2000. Mas tudo isso mudou no instante em que Vicente atravessou o seu caminho e colocou tudo de pernas para o ar.

A Faro Editorial lança em julho “Feitos de Sol”, o novo romance de Vinicius Grossos, um dos mais amados autores nacionais de YA. Vinícius incluiu nesta obra cenas que ele próprio viveu: a luta por aceitação em um lar religioso e o medo do fim do mundo.

Neste romance, vamos acompanhar os planos finais de dois meninos que viram suas vidas se entrelaçarem quando um grande desastre estava prestes a acontecer. Vicente, um jovem reprimido por uma família extremamente religiosa e conservadora. Cícero, um garoto criado apenas pela mãe com muito carinho, mas com enormes dúvidas quanto ao seu papel no mundo.

Unidos pelo destino em busca da última edição de uma revista da qual eram fãs, Vicente e Cícero vão descobrir o valor da amizade e do primeiro amor, o peso do ódio e do preconceito, e meio a momentos inesquecíveis em uma das décadas mais fantásticas: os anos 90. Um a história delicada e divertida sobre o primeiro amor e suas consequências.

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

:: Resenha 540 :: "Corrupt", Penelope Douglas


Sinopse: Da autora best-seller do New York Times, Penelope Douglas, chega mais este novo romance dark... 
Erika 
Sempre me disseram que os sonhos eram os desejos do nosso coração. Meus pesadelos, no entanto, acabaram se tornando minha obsessão. 
O nome dele é Michael Crist. 
O irmão mais velho do meu namorado se parece com aquele tipo de filme de terror, onde você cobre o rosto com as mãos, mas espia por entre os dedos. Ele é lindo, forte, e totalmente assustador. Sendo uma estrela do basquete profissional, assim como foi no time da faculdade, ele estava mais preocupado com a sujeira em sua sola de sapato do que comigo. 
Mas eu o notei. 
Eu o vi e ouvi. Todas as coisas que fez, as façanhas... Por anos, apenas roí minhas unhas, incapaz de afastar o meu olhar. 
Agora estava recém-formada no ensino médio e a caminho da faculdade, mas nem assim deixei de observar Michael. Ele é mau, e toda as coisas ruins que vi já não podem permanecer apenas em minha mente. 
Porque ele finalmente percebeu minha existência. 
Michael 
O nome dela é Erika Fane, mas todos a chamam de Rika. 
A namorada do meu irmão sempre frequentou minha casa, desde criança, e sua presença era constante à mesa do jantar. Todas as vezes que eu entrava na sala, ela abaixava o olhar, e mantinha-se imóvel quando eu me aproximava. 
Sempre pude detectar o medo que a rodeava, e mesmo que nunca tenha possuído seu corpo, eu sabia que possuía sua mente. E aquilo era tudo o que eu queria, de qualquer forma. 
Até que meu irmão se alistou no serviço militar, deixando Rika sozinha na universidade. 
Na minha cidade. 
Desprotegida. 
A oportunidade era boa demais para ser verdade, assim como o momento. Porque, sabe... três anos atrás ela colocou alguns dos meus amigos do colégio na cadeia, e agora eles estavam em liberdade. 
Nós esperamos. Fomos pacientes. E agora... cada um de seus pesadelos se tornaria realidade. 
Corrupt, é um romance ÚNICO com final próprio. Adequado para maiores de 18 anos. 

Eu não vou mentir para vocês: Corrupt é de longe um dos meus livros favoritos, então prepara para ler uma resenha bem parcial.

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

:: Resenha 539 :: “Borboleta”, Helena Stein

 

Sinopse: Se você pudesse voltar no tempo, o que faria de diferente?

Para Kate O’Connell seria escolher não morrer.
Para Marco Castellari seria matar seu pai quando teve a chance.

No dia em que Marco mudou para uma nova cidade, disposto a recomeçar sua vida, fazer novos amigos não estava em seus planos. E desde que a ruiva da casa ao lado acertou seu nariz com um gancho de lutador, seria impossível ignorá-la.

Amar um rapaz com tantos segredos e um passado obscuro era um risco que Kate estava disposta a correr, mas ter Marco em sua vida tinha um preço alto demais. Ela precisava ser tão letal quanto um tiro. E tão forte quanto o aço.​

O amor era inevitável.
A separação não era uma opção.
Mas o destino testaria suas escolhas.
As coisas sempre poderiam ficar mais interessantes.

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

:: Resenha 538 :: "Vidas em Colisão", Kristina Beck

Sinopse: O acaso não existe!
Você pode planejar sua vida, mas, às vezes, a vida tem seus próprios planos…
Após viver uma experiência de quase morte na adolescência, Lisa é assombrada pelos olhos verde-esmeralda do estranho que salvou sua vida. Sua única conexão com ele é a jaqueta de couro que fora deixada para trás. Anos mais tarde, ela ainda está se recuperando das consequências de seus ferimentos, convencida de que nenhum homem irá amá-la quando descobrir seu segredo. Vive uma vida de solidão e se esconde atrás de seus dias de monotonia. Até surgir James.
Depois que James ajuda uma jovem garota em um acidente de carro, ele define seu curso de vida, determinando que nada ficará em seu caminho. Uma vez que realiza seus sonhos, um grande imprevisto muda sua existência ordenada para uma onde o caos passa a reinar. Ele se afunda em um abismo do qual não consegue reunir forças para sair. Até que Lisa se torna uma linda distração.
A familiaridade e a sensação de paz acabam por atraí-los um para o outro. Eles logo descobrem que viveram vidas paralelas que se entrelaçaram nos pontos mais cruciais. Será que suas revelações poderão ajudá-los a enfrentar seus medos e seguir em frente, ou a história se repetirá?

Já imaginou esbarrar com o amor da sua vida várias vezes mas só se conhecerem quando os dois estão quebrados?

segunda-feira, 1 de junho de 2020

:: Resenha 537 :: "Viciada em Você", de Kristin Mayer

Sinopse: Ele era meu – até que eu cometi o maior erro da minha vida.
Pensei que se me afastasse, meu coração poderia esquecê-lo.
Mas, eu estava errada.
Drake Foster ainda possui meu coração, todo o meu ser. Sempre será assim.
Quando os cacos do que aconteceu conosco começam a se encaixar, percebo que nosso relacionamento foi sabotado.
Nós fomos peões em um jogo que nenhum de nós sabia que estava jogando, e nosso relacionamento foi o preço que pagamos.
Agora, precisamos encontrar um caminho antes que seja tarde demais.

Quando você olha para a capa de "Viciada em você" pensa logo em um romance bem quente e não vou mentir, tem seus momentos safadinhos, mas não é que o livro me enganou? Ele é um romance, mas também é suspense e no final das contas a mistura ficou bem interessante.

segunda-feira, 25 de maio de 2020

:: Resenha 536 :: “Um Beijo Inesquecível”, Julia Quinn


Sinopse: Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente.

Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga.

Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele.

Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples e de tão complicado quanto um beijo.

sexta-feira, 8 de maio de 2020

:: Resenha 535 :: "Alta Tensão", Lauren Blakely

Sinopse: Prepare-se para se apaixonar por mais um dos personagens da autora Lauren Blakely. Com histórias contadas do ponto de vista masculino, Lauren arrebata leitores pelo mundo e agora nos apresenta o irresistível Patrick.
As mulheres costumam dizer que não é fácil encontrar um homem bom. E, encontrar um homem bom e que só de chegar perto as deixa sem ar, é ainda mais difícil. É por isso que sou um ótimo partido: bom, másculo, bem servido e, NOVIDADE, também estou pronto para largar as noitadas!
Mas eu precisava desejar uma mulher que mora do outro lado do país?
E, como se não bastasse, a irmã do meu amigo! Ponho na cabeça que lidar com isso é simples: tudo que tenho que fazer é resistir, me manter afastado o máximo possível… e eu tento, juro que tento, só que nem sempre funciona.
Então ela resolve contratar minha empresa de turismo para fazer trilhas ao ar livre e meu plano de resistência será posto à prova. À luz das estrelas, no meio de uma floresta e dividindo a mesma barraca, até mesmo um homem focado como eu, pode perder o controle.

Já tá com saudades dessa série da Lauren Blakely, né minha filha?
Pois é, a série que começou lá com Big Rock, que eu recebi em 2017 e foi o meu primeiro livro enviado em parceria pela Faro chegou ao fim e eu não estou sabendo lidar com isso.