Resenhas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

:: Resenha 300 :: "Onze Leis A Cumprir Na Hora De Seduzir", Sarah MacLean





Sinopse: Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.
  Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.
  O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão.




Olá pessoal!! Neste momento acabei de terminar a leitura desse livro, e estou simplesmente com o sorriso mais bobo da face da terra. Amei cada segundo dessa leitura, desde a mocinha louca e inconsequente ao mocinho sério, chato e extremamente arrogante.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

:: Resenha 299 :: "A Conquista", Elle Kennedy


Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

Quem não odeia quando uma série incrível acaba? Dá aquele sentimento amargo de saudade, de que nunca mais vamos ver aqueles personagens que acompanhamos com tanto carinho (a não ser que decida fazer uma releitura, o que dado ao meu enrolamento com leituras novas é uma projeção quase impossível!) e ao mesmo tempo tem aquele sentimento bom de dever cumprido, que conseguimos chegar ao final, que tá todo mundo feliz! A verdade é uma só, Amores Improváveis acabou, o último dos meninos que moravam com o Garreth (aquele lá que fez um acordo bizarro e que amamos no livro 1), finalmente achou o seu par, então nos resta duas coisas: a primeira é a certeza que os quetinhos são sempre os mais safados (né Tucker?) e que eu quero mais. Faz do time todo dona Elle, que ainda vai ser pouco!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

:: Resenha 298 :: “Amos e Masmorras III - A Missão”, Lena Valenti




Sinopse: Desde o momento em que os agentes Markus Lébedev, da SVR, e Leslie Connelly, do FBI, se conheceram nas Ilhas Virgens, durante a missão Amos e Masmorras, algo tinha ficado bem claro: a tensão sexual e o desejo iam acabar com os dois. Agora, eles terão que trabalhar juntos para tentar desarticular uma das principais redes de tráfico humano da Rússia. Essa nova missão, nos Reinos Esquecidos, vai pôr à prova o profissionalismo, a ética e os valores de cada um. Nesse caso, dividido em duas partes, colocar o coração em risco pode significar perdê-lo para sempre. 
Lena Valenti volta a surpreender e a fascinar com uma trama incrível, cheia de sensualidade, amor, bom humor, originalidade e reviravoltas inesperadas e engenhosas, repletas de reencontros e de cenas de tirar o fôlego. Markus e Leslie vão cativar os leitores mais exigentes, em uma história de extremos na qual a violência e a realidade mais vil se contrapõem à ternura e à compaixão, ensinando importantes lições.





Olá, pessoas! A resenha de hoje é de um livro de uma série que eu sou apaixonada! 
Vou começar contando algo que alguns de vocês não saibam. É que assim que eu comecei esse meu vício desenfreado por livros, eu fui apresentada às obras da Lena Valenti - Amos e Masmorras e a Saga Vanir, mas como ela não era lançada aqui no Brasil por editora alguma, eu li tudo em PDF. Sim, eu já li alguns PDFs e isso não é um problema quando você lê somente os autores/livros que ainda não foram lançados por aqui. Fica a dica!

quarta-feira, 14 de junho de 2017

:: Resenha 297 :: "O Bazar dos Sonhos Ruins", Stephen King




Sinopse: Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos – muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas. Temas eletrizantes interligam os contos; moralidade, vida após a morte, culpa, os erros que consertaríamos se pudéssemos voltar no tempo... Muitos deles são protagonizados por personagens no fim da vida, relembrando seus crimes e pecados. Outros falam de pessoas descobrindo superpoderes – como o colunista, em “Obituários”, que consegue matar pessoas ao escrever sobre suas mortes; ou o velho juiz em “A duna”, que ainda criança descobre uma pequena ilha onde nomes surgem misteriosamente na areia – nome de pessoas que logo morrem em acidentes bizarros. Em “Moralidade”, King narra a vida de um casal que vai se despedaçando quando os dois mergulham no que, a princípio, parece um vantajoso pacto com o Diabo.




"Você ficaria surpreso (ao menos, acho que ficaria) com a quantidade de pessoas que me perguntam por que eu ainda escrevo contos. O motivo é bem simples: escrevê-los me deixa feliz, porque nasci para entreter. Não sei tocar guitarra muito bem, muito menos sapatear, mas sei fazer isso. Então faço." (Stephen King.)

segunda-feira, 12 de junho de 2017

:: Resenha 296 :: “Minha Rendição”, Cinthia Freire



Sinopse: Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.
Todos têm os seus fantasmas.

Poliana tem os seus e há seis meses ela tenta se convencer de que ainda é capaz de viver, mesmo que seu coração lhe diga que não há mais esperanças.
Vinicius é um renomado cardiologista que vê no trabalho voluntário uma forma de se redimir dos seus pecados.
Uma mulher marcada pela dor, um homem que carrega em seu coração a culpa por seus atos.
Duas almas feridas encontrando nos braços um do outro uma nova chance para serem felizes.
Um livro sobre culpa, perdão, rendição e a descoberta do verdadeiro amor, mesmo quando não se espera por ele.





Olá, pessoas! Hoje eu venho falar um pouquinho do segundo e maravilhoso livro da série Segredos, da nossa parceira Cinthia Freire, o Minha Rendição. Preciso começar revelando que achei este segundo livro ainda melhor que o primeiro, o Meu Erro. Cinthia a cada livro vai se superando, e com isso, vai cada vez mais arrasando nossos corações.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

:: Resenha 295 :: "Dez formas de fazer um coração se derreter", Sarah MacLean


Sinopse:  Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
  Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
  Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
  Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.


Olá pessoal!!!
Se preparem para mais um livro extremamente engraçado, cativante e... apaixonante.
Se você leu a minha resenha falando sobre o livro 1, viu que eu falei que me apaixonei pelo Gabriel e Callie. Mas, como sou bipolar, tenho um novo casal favorito: Isabel e Nicholas. Se você estiver a procura de uma mocinha cabeça dura e extremamente independente e um mocinho destemido e hiper cavalheiro, acaba de encontrar.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

:: Resenha 294 :: "Ninguém Vira Adulto de Verdade", Sarah Andersen





Sinopse: Um livro para quem não está nem um pouco empolgado com os desafios da vida adulta. As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa. Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.


E a titia Grá está de volta! E dessa vez é para falar desse livro que contém várias tirinhas engraçadas e ao mesmo tempo reflexivas. E quando a nossa parceira, Companhia de Letras, me enviou esse livro que foi lançado pela editora Seguinte, eu fiquei bem feliz, uma vez que adoro as ilustrações da talentosa Sarah Andersen.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Dicas de Livros - Desafios de junho


Oi, oi, gente linda! 
Junho chegou, esse mês delícia que tem dia dos namorados, mas, se você não tiver um cobertor de orelha, tudo bem, porque o mês continua sendo uma delícia porque começam as festas juninas recheadas de pipoca, milho, paçoca, canjica, salsichão e mais um montão de gordices gostosas. Adoooooro!!!
Por conta do dia dos namorados, os desafios de junho vão ser bem românticos, vejam:

:: Resenha 293 :: “Um Amor Conquistado”, Silvia Spadoni




Sinopse: Ainda criança, Sophia foi levada para a Inglaterra para fugir da perseguição e do terror impostos pela Revolução Francesa. Com medo de ser descoberta, nunca revelou sua origem nobre, mas manteve viva a esperança de reencontrar sua família. Após o falecimento da madrinha, Sophia se vê obrigada a buscar trabalho para sobreviver e, por isso, se candidata à vaga de preceptora de Louise, a sobrinha órfã do conde de Buckington, um nobre conhecido pela sua frieza e arrogância. Uma brincadeira do acaso e ela se vê diante da possibilidade de voltar à França sob a proteção do nobre inglês e de descobrir o que aconteceu com seus pais. Mesmo avisada sobre os riscos, ela decide seguir em frente, ainda que isso signifique fingir ser a noiva do conde de gelo. Edward é um homem frio e arrogante, disposto a qualquer coisa para vingar-se do francês que destruiu seu irmão, até mesmo embarcar para a França em companhia de uma desconhecida apresentando-a como sua noiva. Ele conhece os riscos da empreitada, só não está preparado para os sentimentos contraditórios que invadem seu coração.




Olá, pessoas! Quem acompanha o blog deve lembrar que recentemente o Viciados fechou parceria com a Editora Pedrazul. Com isso, o primeiro livro que eu recebi da parceria foi o Um Amor Conquistado, primeiro livro da série Amores, um romance de época nacional, da autora Silvia Spadoni. E é dele que eu vim falar um pouquinho pra vocês hoje.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Top Comentarista de Junho

Oi, oi, oi! Boa noite novamente!
Falei que voltava e cá estou eu nesta noite quente para alguns e muito fria para outros. Eu confesso que queria estar sentindo um friozinho, mas as frentes frias passam aqui pelo Rio tão rápido que nem dá tempo da gente ver e sentir.
Sim, eu estou enrolando, porque o Top de junho é tão MARA, que vou fazer essa introdução aqui sem foto alguma, só pra vocês morrerem de curiosidade, muuuahahahaha. Pra ver, só clicando aí no "leia mais".
Ok, já chega, né? Bora conferir a maravilhosidade que tá o prêmio desse mês.