sexta-feira, 14 de junho de 2019

:: Resenha 499 :: “Imperfeitos”, Lauren Layne



Sinopse: Será que Michael conseguirá encontrar um final feliz depois de ser rejeitado por Olivia? Uma comédia romântica surpreendente sobre como recomeços podem ser a cura para um coração partido. 

Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência. O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento? 




Depois de Em pedaços (resenha) e o prequel, Como num filme (resenha), chegou a vez de Imperfeitos. E Lauren Layne arrasou juntando toda essa turma. Vem comigo, vamos bater um papo sobre essa delícia de livro.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

:: Resenha 498 :: “Prelúdio Sombrio”, Tillie Cole


Sinopse: Pecar nunca pareceu tão bom... Um encontro fortuito, que nunca deveria ter acontecido.
Muitos anos atrás, duas crianças de mundos completamente diferentes forjaram um laço inquebrável que mudaria suas vidas para sempre...
Salome conhece apenas uma maneira de viver: sob as regras do Profeta David. Na comuna que ela chama de lar, Salome não conhece nada além da sua rigorosa fé, nem a vida além da cerca; a cerca que a enjaula, mantendo-a presa em um círculo vicioso de tormento. Uma vida à qual acredita estar destinada, até que um evento horrível a liberta.
Fugindo da segurança de tudo o que conhecia, Salome é jogada no mundo exterior... Um mundo aterrorizante, cheio de pecados e incertezas; e nos braços de uma pessoa que ela acreditava que nunca veria novamente.
River 'Styx' Nash sabe da única certeza da vida — ele nasceu para usar um colete de couro. Criado em um mundo turbulento de sexo, Harleys e drogas, Styx inesperadamente se vê com o martelo do Hades Hangmen pesando sobre seus ombros, e tudo isso aos vinte e seis anos, para o deleite dos seus desafetos.
Atormentado pela impossibilidade de falar, Styx aprende rapidamente a lidar com seus inimigos. Punhos poderosos, uma mandíbula de ferro e a habilidade excepcional com sua preciosa faca alemã, lhe rendem a assustadora reputação de ser um homem que não deve ser incomodado no obscuro mundo dos MCs foras da lei. Uma reputação que mantém, com sucesso, a maioria das pessoas bem afastadas.
Styx tem uma única regra na vida: nunca deixar alguém se aproximar demais. É um plano ao qual se mantém fiel há anos, até que uma jovem é encontrada ferida no seu território... Uma mulher que lhe parece estranhamente familiar, uma mulher que claramente não pertence ao mundo dele, mas que ainda assim, Styx não consegue deixar ir...

Gostei de me aventurar no mundo dos romances darks, ou seja, livros com temas pesados como violência física e psicológica. Faltava, entretanto, ler um livro de MCs, isto é, um livro com um clube de motoqueiros. E foi aí que eu e conheci os Hades Hangmen da autora Tillie Cole.

"Pecar nunca pareceu tão bom..."

segunda-feira, 10 de junho de 2019

:: Resenha 497 :: “Como num filme”, Lauren Layne



Sinopse: As regras são claras... até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan. As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. 

Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?



Quando fica bom, o livro acaba. Vem comigo, vamos conversar sobre Como num filme, o Prequel da Série Recomeços, da autora Lauren Layne, publicado pela Editora Paralela e que nós recebemos de cortesia do Grupo Companhia das Letras.

quarta-feira, 5 de junho de 2019

:: Resenha 496 :: “Vergonha”, Brittainy C. Cherry


Sinopse: Um amor inesperado que surge de forma inusitada e arrebata a vida de Grace Harris. Grace Harris está perdida e sozinha em sua casa em Atlanta depois que o homem que ela pensou que ficaria a seu lado pelo resto da vida traiu sua confiança, partiu seu coração e saiu de casa, deixando seu casamento em suspenso. Grace resolve, então, passar o verão com a família em Chester, sua cidade natal, para respirar, dar um tempo de tudo. Sua vida está uma bagunça e o que ela precisa no momento é de um pouco de gentileza e compaixão.

Por incrível que pareça, Grace encontra isso na pessoa mais improvável de todas: Jackson Emery, a ovelha negra da cidade. Conhecido como a erva daninha de Chester, ele é sinônimo de encrenca, e não faz nada para mudar essa imagem. Tendo perdido na infância o que havia de mais valioso na vida, Jackson se tornou um homem amargurado e não dá a mínima para o que pensam dele. Os caminhos de Grace e Jackson acabam se cruzando de um jeito inusitado e a tristeza profunda que carregam atrai os dois como ímã. Ambos sabem que não foram feitos um para o outro, mas, como tudo vai acabar mesmo com o fim do verão, resolvem deixar rolar e se entregar a uma diversão passageira. 

Porém, o que Grace não imaginava é que seu coração, já destroçado, seria obrigado a aprender que certos relacionamentos são capazes de causar dores muito profundas, e que é sempre preciso fazer uma escolha.

Vamos falar de lindeza? Vamos! Se tem uma coisa que a Brittainy C. Cherry sabe fazer, é livro lindo que te faz suspirar e se emocionar. E não podia ser diferente em seu novo livro, Vergonha.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

:: Resenha 495 :: "Sinceramente, Carter", Whitney G.


Sinopse: Depois do sucesso da série Reasonable Doubt, que chegou ao topo da lista dos mais vendidos da Amazon, do The New York Times e do USA Today, Whitney G. Williams nos lança a dúvida: o que acontece quando você se apaixona por seu melhor amigo?
Apenas amigos. Somos apenas amigos. Não, sério. Ela é só minha melhor amiga. Arizona Turner é minha amiga desde a quarta série, mesmo quando a gente “se odiava”. Acompanhamos a vida um do outro desde o primeiro beijo, a primeira vez, e somos uma constante na vida do outro quando os bons relacionamentos ficam ruins. Até nossas faculdades ficavam a minutos de distância uma da outra.
Com o passar dos anos, e apesar do que dizem por aí, nunca ultrapassamos nenhum limite. Nunca sequer pensei a respeito.Nunca quis. Até que, certa noite, tudo mudou. Pelo menos devia ter mudado…
Apenas amigos. Somos apenas amigos. Só estou dizendo isso até descobrir se ela ainda é “apenas” minha melhor amiga.

Creio eu que não será nenhuma novidade para um seguidor mais antigo desse blog, se eu falar que sou uma pessoa bastante desorganizada com as minhas leituras. Eu acho tão fofo aquelas pessoas que sabem, e anotam quando compraram tal livro, quem enviou o que de presente, que tem a estante organizada, as leituras anotadas em um caderninho ou planner… Porque eu sou tudo, menos isso! Fora as leituras de cortesia que tem “prazo”, as outras leituras acabam sendo esquecidas, e mesmo aqueles livros que quero muito ler, acabam ficando de lado por razões diversas. Esse é o caso de Sinceramente, Carter. Eu sou muito fã da Whitney G. Absolutamente devorei sua série anterior que foi publicada no Brasil, mas isso foi em 2016 e quando em 2017 saiu Carter, eu queria ler, queria muito ler, mas aquele foi um ano complicado e 2018 ainda mais. Então, só agora, dois anos depois, estou lendo e estou mega arrependida de ter demorado tanto!

sexta-feira, 31 de maio de 2019

[Linha do tempo] Irmandade da Adaga Negra - 2019

Tudo começou com um grupo de vampiros grandes, fortes e absurdamente lindos andando de couro e adagas em punho por Nova Iorque, defendendo a sua raça contra os terríveis Redutores. Mas a coisa evoluiu a tal ponto e em tantos livros que se você está perdido na Saga da Irmandade da Adaga Negra, não tenha vergonha em admitir! São muitos livros, muitos machos, muitas histórias, casais, tretas e polêmicas que ao longo de quase 15 anos vêm alimentado essa trama complexa que a J.R. Ward criou e que é publicado no Brasil pela editora Universo dos Livros.

E porque eu estou falando sobre isso agora? No final de janeiro, a Universo dos Livros divulgou em suas redes sociais, algumas informações importantes para os fãs da Irmandade, capaz de aumentar a esperança de qualquer um. Segundo a postagem, no primeiro semestre de 2019 teremos a publicação de Blood Vow, segundo livros da série spin-off, Legados da Irmandade da Adaga Negra (LIAN, para encurtar), e que, apesar de ser uma série derivada, ela tem importância na saga principal, afinal, suas tramas se completam. Além disso ela adquiriu os direitos de publicação de Prisioner of the Night (um conto) e The Savior (próximo livro completo da Irmandade).

Agora, se você não sabe que livros são esses, ou quais faltam da série LIAN, ou se você se perdeu no meio de IAN, esse post é para você! Contagiada por esse post da editora, eu organizei o melhor e mais completo (#humildade) guia sobre a Irmandade, onde eu vou falar a ordem de leitura livro a livro, incluindo a série Legados, explicar sobre os contos que a Ward lançou. Achou pouco? Ainda vou atualizar a ordem de leitura conforme forem saindo novidades! 

quarta-feira, 29 de maio de 2019

:: Resenha 494 :: "Birthday Girl - O presente perfeito", Penelope Douglas


Sinopse: JORDAN
Ele me acolheu quando eu não tinha outro lugar para ficar.
Ele não me usa, me magoa ou se esquece de mim. Ele não me trata como nada, não me despreza, ou me faz sentir insegura.
Ele se lembra de mim, ri comigo e olha para mim. Ele me escuta, me protege e me enxerga. Sinto seus olhos em mim sobre a mesa do café da manhã, e meu coração dispara quando o ouço entrar na garagem depois do trabalho.
Preciso parar isso. Não pode acontecer.
Minha irmã me disse uma vez que, não existem homens bons, e se você encontrar um, ele provavelmente será comprometido.
Só que o comprometido aqui não é Pike Lawson.
Sou eu.

PIKE
Eu a acolhi porque pensei que estava ajudando.
Ela prepararia algumas refeições e daria uma limpada na casa. Era um acordo simples.
Com o passar dos dias, porém, está se tornando tudo, menos simples. Tenho que parar de pensar nela e de prender a respiração toda vez que nos esbarramos pela casa. Não posso tocá-la, e eu não deveria querer.
Quanto mais me vejo cruzando o seu caminho, mais ela se torna parte de mim.
Mas não estamos livres para ceder a essa atração. Ela tem dezenove anos e eu trinta e oito.
E sou pai do namorado dela.
Infelizmente, os dois acabaram de se mudar para a minha casa.

Abre o teu Spotify aí, coloca “Father Figure” do George Michael pra tocar e vem ler a resenha desse livro maaaaaaaravilhooooooooooooooso que eu não estou sabendo seguir a vida depois de terminá-lo. Sério, aperta o play e vem, só vem!

segunda-feira, 27 de maio de 2019

:: Resenha 493 :: "O Chalé das Promessas", Sherryl Woods


Sinopse: O FLORESCER DO AMOR!
Quando Melanie DAngelo chegou ao chalé Rose Cottage, só queria um tempo para curar seu coração partido enquanto restaurava a bela casa que sua avó chamara de lar. A última coisa que desejava era envolver-se com o paisagista Stefan Mike Mikelewski. Ele não pode negar a atração que sente por Melanie, contudo, já tem uma mulher em sua vida: Jessie, sua adorável filha. Apesar de seus passados conturbados, Mike e Melanie conseguiriam superar seus traumas para formar a família com a qual Jessie sempre sonhou?


Com o inverno chegando e o outono já entregando a noite mais fria do ano, nada melhor do que pegar um romance daqueles simples, gostosinhos, leves e com personagens cativantes para a gente ler enroladinha na manta com uma boa xícara de chá, café ou achocolatado, não é mesmo? Foi pensando nesse clima que eu adoro (e eu escolhi o achocolatado), que eu fui lá no meu Kindle e entre tantos livros que se encaixam nessa descrição, fui direto numa autora que é uma rainha, e nem sou eu que estou falando e sim a Harlequin: Sherryl Woods com O Chalé das Promessas e já adianto pra vocês que eu acertei em cheio na minha escolha!

segunda-feira, 20 de maio de 2019

:: Resenha 492 :: “O lado obscuro”, Tarryn Fisher



Sinopse: Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.



Que a Tarryn Fisher não é uma pessoa muito normal, nós já sabemos, não é mesmo? Se você, por algum acaso ainda tem dúvidas, então você precisa ler O lado obscuro, aí sim você vai me entender e vai concordar comigo.

“A vida que você escolhe viver é a essência do que você é.”

quarta-feira, 15 de maio de 2019

:: Resenha 491 :: "Uma Mulher Na Escuridão", Charlie Donlea


Sinopse: Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. 
No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. 
Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. 
Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão. Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade…

Duas mulheres de mentes brilhantes e ao mesmo tempo assombradas por esse jeito de pensar único, são os fios condutores do mais recente livro de Charlie Donlea, publicado no Brasil pela nossa parceira, a Faro Editorial. Separadas por 40 anos, Angela e Rory são mulheres diferente e ao mesmo tempo semelhantes, e se você ainda tem alguma dúvida se deve ler esse livro, vem ler a minha resenha que eu te conto um pouco mais sobre Uma Mulher na Escuridão. Mas aqui vai um spoiler do bem: Se você gosta de livro de suspense policial, compre esse livro e leia o quanto antes! Eu te garanto que você não vai se arrepender e digo mais, pode anotar o nome do Donlea na sua lista de autores a seguir, porque ele já está na minha lista de favoritos.