quarta-feira, 20 de março de 2019

:: Resenha 480 :: "O verão em que tudo mudou", Gabriela Freitas, Thaís Wandrofksi e Vinícius Grossos




Sinopse: A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais.... um sentimento, uma lembrança, um fato que parceria bobo, mas não era... É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente... Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.




Dias atrás eu não sabia o que pedir de parceria para a Faro e do nada tive um estalo e pensei "Aaahhh, vou pegar aquele livro da capa fofinha que tem o Vinícius Grossos!". Dos três autores dessa antologia eu só conhecia a escrita dele, então seria uma boa pegar pra conhecer também a escrita da Gabriela e da Thaís.

segunda-feira, 18 de março de 2019

:: Resenha 479 :: "Ligeiramente Maliciosos", Mary Balogh


Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.


No final de fevereiro eu fiz uma pequena votação no Facebook do Viciados em Leitura onde os nossos seguidores votaram usando uma reação na minha próxima leitura entre as cinco opções que dei. O escolhido foi Ligeiramente Maliciosos, da Mary Balogh, romance de época a muito perdido na minha estante e como avisei lá na votação, o livro mais votado seria o alvo da minha próxima resenha. Então vem comigo que hoje, o livro que vocês escolheram é a nossa resenha do dia. Ah! Se você ainda não segue a gente lá no Facebook, corre e deixa ao seu like na nossa página, além das nossas resenhas, você vai ficar por dentro de muita novidade do meio literário assim como no nosso Instagran que conta com fotos belíssimas feitas pela Bia. Segue a gente que somos bem legais ;)

quarta-feira, 13 de março de 2019

:: Resenha 478 :: “No Badalar da Meia-noite”, Tara Sivec


Sinopse: "Era uma vez, Cynthia, a perfeita dona de casa. Entre ser presidente da Comissão de Eventos da Vizinhança e manter a casa sem um fio de cabelo (ou suas pérolas) fora do lugar, sua vida era o sonho que se tornou realidade. O marido fora seu cavaleiro de armadura brilhante, mas agora ele tinha fugido com todo o dinheiro deles... e com a babá.

Vestida como princesa na festa anual de Halloween do bairro em Farytale Lane, ela conhece duas "princesas" que também enfrentam problemas financeiros: Ariel, a dona de uma loja de antiguidades, e Isabelle, uma bibliotecária. Quando as mulheres são convidadas a vestir suas fantasias em uma festa e são confundidas com strippers, Cindy, Ariel e Belle percebem que uma mudança de carreira poderia ser a melhor maneira de fazer seus problemas desaparecerem."

Mas poderia uma recatada Cindy se aproximar de um pole dancing sem seus paninhos de limpeza? E poderia o “anti-príncipe” de olhos azuis que apareceu no caminho de Cindy, ser seu final feliz? 'No Badalar da Meia-Noite' é uma hilária e empoderada história onde princesas podem salvar a si mesmas, abalando em seus stilettos.


J.R Ward e Colleen Hoover, deem um espacinho aí, pois Tara Sivec acabou de ganhar um lugarzinho em meu coração. Quanto a vocês, preparem-se, pois desde que eu li No Badalar da Meia-noite eu só sei vomitar arco-íris por essa mulher!

segunda-feira, 11 de março de 2019

:: Resenha 477 :: “Hunter”, Andy Collins


Sinopse: "RESGATE"
Foi a primeira palavra que ouvi quando os tiros cessaram.
"ELE ESTÁ FERIDO, TIRE-O DAQUI!"
Foi o que ouvi quando fui levado para cima.
"ARRANQUE ISSO DELE"
Foi a última coisa que ouvi antes de me render a escuridão.

Uma década depois e essas palavras ainda permeiam meus pensamentos.
Antes, elas me causavam medo, mas aprendi a lidar com ele.
Transformei o medo em ódio, em uma motivação. O combustível que precisava e a justificativa perfeita para a escuridão dentro de mim.
Hoje eu tenho um plano, e não vou desviar, nem que isso signifique silenciar a única voz capaz de acalmar os demônios na minha cabeça danificada.
Eles roubaram a minha vida, e não a quero de volta.
Meu único desejo é acabar com a deles.


Fala aí, pessoal. Esse ano tem sido um ano de descobertas e primeiros contatos com diversas autoras. E com a Andy Collins não foi diferente. Hunter foi a primeira obra da autora que li e eu gostei bastante dessa experiência. Vem conferir!

quarta-feira, 6 de março de 2019

:: Resenha 476 :: “O amor nas 4 estações”, Victor Degasperi


Sinopse: O amor nas 4 estações é uma experiência do sentir.
Experimentar a vida em sua essência, valorizar cada momento, cada evento, cada cair de chuva, farfalhar de árvores. Sentir a vida, a alma, o infinito... tudo parece utópico e lúdico demais? Mas é um desafio diário de viver cada momento de verdade e com intensidade, e depois disso, tudo passa a valer a pena!
Um livro de crônicas sobre a vida e suas nuances, permeando as quatro estações do ano. Mais do que celebrar o amor, o autor nos desafia a viver um ano inteiro prestando atenção aos detalhes diários que tornam a nossa vida uma grande aventura, e que muitas vezes, deixamos passar.
Victor aceitou esse desafio, e durante um ano viu a vida com os olhos de quem quer achar beleza em tudo, e isso mudou a forma como ele enxergou o mundo. E agora ele faz um convite para você viver a própria vida com intensidade, olhar o amor de outra maneira, de fazer uma releitura do nosso coração.
Sua proposta é de fazer uma leitura do nosso próprio coração. Este é um convite para viver, em profundidade, as nossas próprias estações.
“Quando a felicidade diz que não há nada que você poderia fazer a não ser ir, o coração já pulou. Os grandes momentos das nossas vidas partem de mergulhos corajosos.”



E mais uma vez eu fui descarada e pedi um livro de parceria, simplesmente pela capa. O primeiro foi o lindíssimo Tudo Que Acontece Aqui Dentro, do Júlio Hermann, agora esta belezinha aqui. A sorte? É que ambos são lindos tanto por fora quanto por dentro.

"Ouço o seu silêncio como um sussurro do seu coração me contando o que te traz luz. Ouço os seus sonhos, gostos e sentimentos enormes que gosta tanto de sentir. Não sei que raridade é essa de nos percebermos inteiros sem precisar de uma palavra, mas essa raridade é nossa. Assim construímos a comunhão de sermos o que somos, porque é no breve gesto de se atentar aos mínimos detalhes e emoções que se constrói o que é o verdadeiro amor."

segunda-feira, 4 de março de 2019

:: Resenha 475 ::"Uma Dama Fora Dos Padrões'', Julia Quinn


Sinopse:
Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados...
Esta não é uma dessas vezes.
Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito... algum dia.
Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria...
Ou não.
Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente.
Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso...

Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de faísca começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.




Olá pessoal!! Tudo bem com vocês??
Por aqui tudo ótimo, ainda mais após a leitura de um dos melhores livros que a nossa musa Julia Quinn já escreveu. Pode parecer clichê, porque eu sempre falo que os livros dela são maravilhosos, mas esse sem dúvida tem seu diferencial. Primeiro que reencontraremos a nossa família favorita de romances de época. E segundo, é um romance tão doce, nada previsível pelos envolvidos e que muitas vezes você vai se pegar rindo horrores, porque a nossa protagonista nada convencional vai nos proporcionar isso.

sexta-feira, 1 de março de 2019

:: Resenha 474 :: “Stalker”, Tarryn Fisher







Sinopse: Deprimida após sofrer um aborto espontâneo, Fig Coxbury passa seu tempo em praças observando as crianças que poderiam ser a sua filha. Até que uma menininha brincando com a mãe desperta uma obsessão. Logo, Fig se vê mudando de casa e de bairro não por necessidade, mas porque a casa vizinha oferece tudo o que ela mais deseja: a filha, o marido e a vida que pertence a 
outra pessoa.








Ela não quer ser igual a você. Ela quer a sua vida. Imagina uma parada dessas? Muito louco, né? Vamos então falar sobre Stalker, da doida da Tarryn Fisher, cortesia da nossa parceira Faro Editorial.

Tarryn divide o livro em três partes, e a primeira delas é narrada pela Fig, a stalker. Como posso definir essa primeira parte...??? MEU. DEUS. QUE. PORRA. É. ESSA???? Como alguém pode ser tão louco assim?

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

:: Resenha 473 :: "Opostos", Jennifer L. Armentrout

Sinopse: Katy sabia que o mundo mudou na noite em que os Luxen chegaram.
Ela não podia acreditar que Daemon deu as boas-vindas à sua raça ou ficou de pé enquanto sua espécie ameaçava destruir todos os humanos e híbridos na Terra. Mas as linhas entre o bem e o mal se misturaram, e o amor se converteu em uma emoção que poderia destruí-la… destruir a todos.
Daemon fará qualquer coisa para salvar aos que ama, inclusive se isto implica em traição.
Eles deverão se unir a um inimigo improvável se quiserem ter alguma possibilidade de sobreviver à invasão. Mas quando rapidamente se torna impossível distinguir o amigo do inimigo e o mundo está desmoronando ao seu redor, eles podem perder tudo - inclusive aquilo que mais amam - para assegurar a sobrevivência de seus amigos... e da humanidade.
A guerra chegou à Terra. E não importa o resultado, o futuro nunca será o mesmo para os que ficarem.

Santos Bebês alienígenas!! Sabe aquela sensação de terminar uma série longa e tem uma coisa no peito que diz nossa era necessário cinco livros para isso? É quase que um sentimento de enrolação, de cansaço e até mesmo de enganação. Sacou qual é o sentimento? Então pode ficar tranquilo que em Opostos não tem esse sentimento, para começar Originais termina de um jeito bem louco e acontece tantas coisas para brincar com o seu emocional aqui em Opostos que quando acaba o sentimento é de saudades e de uma leve esperança de que a Editora Valentina publique The Darkest Star, spin-off focado no Luc. Quer saber mais sobre último livro da Saga Lux? Então vem comigo!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

:: Resenha 472 :: “Explosivo”, Jane Harvey-Berrick


Sinopse: “Esqueça os SEALS, Fuzileiros Navais, Pilotos de Caça… Eu tenho o trabalho mais perigoso do mundo. E eu amo isso.”
James Spears é parte de um grupo de elite que vive e respira o perigo. Enquanto alguns fogem disso, ele caminha diretamente para lá. Calmo, friamente focado. James é especialista em operar EODs, dispositivos de eliminação de explosivos.
Dispositivo…
Eliminação...
Explosivos…
Você o chamaria de especialista em dispositivos explosivos. Ou louco. Um cara que deseja a morte. Ele já ouviu tudo isso e não dá a mínima. Ele é o melhor.
Dizem que não corre sangue em suas veias, apenas gelo. Dizem que ele nunca perde o controle. Tudo isso está prestes a ser testado.
Amira foi recrutada pela CIA para se infiltrar em uma célula terrorista vivendo na área rural da Pensilvânia. Ela é ideal para estar infiltrada, ninguém suspeitaria dela, pois seu irmão morreu quando uma bomba foi jogada em um hospital sírio em que ele estava trabalhando como médico. E agora ódio queima profundamente dentro dela. Ela é perfeita.
Isso foi o que disseram a James quando mandaram que ele a treinasse para ser a melhor criadora de bombas que existe. Em um campo secreto, dentro da floresta, James ensina a ela tudo o que sabe sobre construir bombas. Ele não é do tipo que reza, mas agora realmente espera que esteja fazendo a coisa certa.
Ele pode confiar nela? Ela algum dia irá confiar nele? Quem está jogando com quem? E quem irá pagar o preço final?
Codinome: Hansel e Gretel

Olá, pessoal. Depois de alguns dias tentando absorver essa leitura, estou eu aqui para falar um pouquinho sobre Explosivo, meu primeiro contato com a querida e simpática, Jane Harvey-Berrick.

Tive o prazer de encontrar duas vezes a Jane, nas duas edições do The Gift Day que eu fui (evento organizado pela The Gift Box Editora). A Jane é um doce, super atenciosa com os leitores, mas na hora de escrever… a doçura toda é deixada de lado, porque a mulher pesa a mão bonito.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

:: Resenha 471 :: "Originais", Jennifer L. Armentrout


Sinopse: Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta.
Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema.
Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver.
Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras. Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen?
Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente.
No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro. Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?



Ano passado eu comentei que estava toda trabalhada no objetivo de limpar a minha biblioteca do Kindle, fiz aquela arrumação nos livros, criei coleções organizando tudo por autores e não lidos, uma coisa linda de ver e aquela promessa de não comprar mais até ler uma boa parte de tudo que estava lá. Obviamente que isso não rolou, eu comprei mais sei lá quantos livros, mas a resolução de ler as séries que estão completas e paradas no kindle se mantém, e já vamos falar de uma que falta pouco para terminar (pouco mesmo porque já comecei a ler o livro 5). A Saga Lux mistura romance adolescente com muitos hormônios e alienígenas sexys e brilhantes. Acha a mistura bem louca? Então chega mais na resenha que vou te contar tudo sobre o 4º livro dessa série para lá de original… Com trocadilho!