Resenhas

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

:: Resenha 377 :: “Rush sem limites”, Abbi Glines



Sinopse: Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.
Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.
Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.
Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.



Tirem as crianças da sala! Porque hoje é dia de resenha sacana... 

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

:: Resenha 376 :: “Dear heart, eu odeio você!”, J. Sterling





Sinopse: Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.






Oi, gente! Começo essa resenha com um breve surto, porque nós renovamos a parceria com a Faro Editorial!!! Yeeeyyyyyyyy!!! Vivaaaa! \o/ 
Não é fazendo média, não, mas eu preciso dizer que a parceria com a Faro foi muito legal, toda a galera da editora é muito bacana, daqueles que escutam os leitores, os parceiros, que trocam ideias, que divulgam as resenhas dos parceiros, ou seja, é aquela parceria que funciona. É por isso que estamos tão felizes!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

[Intrínseca] Lançamentos Janeiro 2018


Fala aí, galerinha. Chegou a vez de conferir o que a editora Intrínseca tem pra gente neste começo de 2018. Bora conferir?

:: Resenha 375 :: "A Dança da Morte", Stephen King




Sinopse: Poucos livros merecem ser chamados de fenômeno editorial, mas 'A Dança da Morte' sem dúvida é um deles. Aclamado pela crítica e pelo público, o romance é considerado uma das melhores obras de Stephen King.
Após um erro de computador no Departamento de Defesa, um milhão de contatos casuais formam uma cadeia de morte: é assim que o mundo acaba. O que surge é um árido lugar, privado de suas instituições e esvaziado de 9% da sua população. Um lugar onde sobreviventes em pânico escolhem seus lados - ou são escolhidos por eles. Onde os bons se apoiam nos ombros frágeis de Mãe Abagail, com seus 108 anos de idade, e os piores indizíveis: Randall Flagg, o homem escuro.
Valendo-se da imaginação sem limites que caracteriza sua obra , King criou uma história épica sobre o fim da civilização e a eterna batalha entre o bem e o mal. Com sua complexidade moral, seu ritmo eletrizante e suas incríveis profundidade e variedade de personagens, 'A dança da morte' merece um lugar entre os clássicos da literatura popular contemporânea.




Olá coleguinhas, voltando com mais uma resenha de um livro de um dos meus autores favoritos: Titio King. Sendo assim, A Dança da Morte é, digamos... um cruzamento de fantasia épica, horror e distopia, que na minha humilde opinião, é um uma das melhores obras de sua autoria.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

:: Resenha 374 :: "Hilda e o Gigante", Luke Pearson





Sinopse: Hilda é uma garota esperta e aventureira que consegue fazer amizade com as mais diversas criaturas — de trolls ameaçadores a enigmáticos homens de madeira. Mas ela não está tendo a mesma sorte com um exército de elfos minúsculos e invisíveis que mora em volta de sua casa…
Hilda fará de tudo para defender seu lar e evitar uma mudança para a cidade grande. Mas lidar com os elfos não vai ser nada fácil — cada etapa precisa ser assinada, carimbada e encaminhada às instâncias superiores. Enquanto lida com a burocracia, Hilda ainda terá de resolver o mistério do gigante que aparece toda noite em sua janela. Afinal, os gigantes de antigamente não tinham desaparecido?







Os gigantes gostariam que o Luke fizesse quadrinhos gigantes, mas ainda não foi possível ...

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

[Arqueiro] Lançamentos Janeiro 2018


Já podemos afirmar que 2018 vai ser um ano muito bom em matéria de lançamentos. Não preciso nem de bola de cristal, tarô, numerologia ou astrologia para descobrir isso, basta só olhar os lançamentos dos mês de janeiro e você vai chegar na mesma conclusão que eu: que esse ano vai ser pequeno para a quantidade de livros que queremos comprar e ler!
Hoje vamos conferir os lançamentos da nossa parceira Editora Arqueira e honestamente? Está tão bom... Só vou dizer que guardei o melhor para o final, mais especificamente os dois últimos desse post são livros do tipo AIMEUDEUUUUS!!! 
Mas me diz aí, já leu todos os livros de 2017? Se não, corre para abrir espaço para 2018!!

:: Resenha 373 :: "A Ascensão das Trevas", Morgan Rhodes



Sinopse: Depois de conquistar Mítica inteira, o rei Gaius ainda não está satisfeito: sua nova missão é encontrar a Tétrade, quatro cristais mágicos perdidos, capazes de conferir poderes indescritíveis a quem os reunir. Para isso, ele conta com os conselhos de Melenia, uma imortal que o visita em seus sonhos e que o instruiu a criar uma estrada ligando todos os reinos.
Gaius acredita que está no caminho certo e que Lucia, sua filha adotiva, será a chave para localizar e despertar os cristais. Para seu deleite, os poderes de Lucia estão cada vez mais fortes, e um vigilante exilado aparece para orientar a feiticeira.
Mas o Rei Sanguinário não é o único que cobiça essa magia milenar: vindos de Kraeshia, um império vizinho muito influente, o príncipe Ashur e a princesa Amara conhecem as lendas de Mítica e desconfiam que a Tétrade não seja apenas um mito. Logo eles entram na disputa e buscam seus próprios aliados nessa corrida pelo poder.
Um período de trevas se abate sobre Mítica, e nesses tempos sombrios Jonas, Cleo, Magnus e Lucia precisam descobrir o quanto antes em quem podem confiar.




Bom coleguinhas, A Ascensão das Trevas é o terceiro volume da serie A Queda dos Reinos da autora Morgan Rhodes. Recebi esse livro como cortesia da nossa parceira, a editora Seguinte. Se quiserem dar uma olhada nas resenhas do primeiro e segundo livro, é só clicar aqui e aqui.

Então, nesse terceiro livro, ainda vamos continuar acompanhando esse mundo fantástico, cheio de magia, deusas, feiticeiras, bruxas, profecias e muito mais! E três reinos que estão lutando para tirar parte disso. Além dos quatro personagens centrais que estão também lutando, cada um à sua maneira, para conseguir a tal magia elementar, em um mundo revirado pela guerra, onde imperam traições inesperadas, assassinatos brutais, alianças secretas e claro paixões arrebatadoras.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

:: Resenha 372 :: “Confesse”, Colleen Hoover





Sinopse: Um romance sobre arriscar tudo pelo amor — e sobre encontrar seu coração entre a verdade e a mentira. Da autora das séries Slammed e Hopeless. 
Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.






Olá, pessoal. Terminei 2017 com chave de ouro, lendo a minha diva Colleen Hoover. Quem acompanha o blog e me conhece, sabe que eu sou completamente louca por essa mulher desde que me apaixonei perdidamente por Métrica, Pausa e Essa Garota. E com Confesse não foi diferente, CoHo sempre vem com uma história que toca nosso coração de uma maneira incrível, que só ela faz.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

[Faro Editorial] Lançamentos Janeiro 2018


Em janeiro a Faro Editorial vem com tudo para destruir os nossos corações com dois lançamentos incríveis, ambos falando de amores, descobertas e uma grande variedade de sentimentos que tanto precisamos e desejamos em 2018. Ou seja, nada melhor que abrir o ano com livros que só trazem coisas boas, mas que livros são esses?
O homem de lata é mais do que apenas um romance sobre três jovens vivendo algo muito diferente em suas épocas. Este é um livro sobre amizade, ternura, sofrimento, perda, aceitação, medo. Uma obra sobre as consequências de uma vida que não foi vivida como deveria ter sido. E o que poderia ter sido é a parte mais tocante de tudo... A Faro Editorial lança também Contra todas as possibilidades do amor, de Rebekah Crane. A autora apresenta neste livro os dramas de alguns adolescentes que vão muito além de não querer estudar, de responder aos pais, colar nas provas e namorar ou não. A adolescência é uma fase difícil, e ainda mais quando você tem problemas que não pode controlar ou que não sabe como.
Gostou? Quer saber mais? Então clica aqui no Leia mais e vem descobrir mais sobre esses dois livros!

:: Resenha 371 :: "A Primavera Rebelde", Morgan Rhodes





Sinopse: Depois que o rei Gaius de Limeros conquistou as terras de Auranos e subjugou o povo sofrido de Paelsia, passou a dominar toda a Mítica com seu punho de ferro. A rica população de Auranos parece não se importar com o novo governante, desde que seus privilégios sejam mantidos; os paelsianos, como sempre, aceitam seu destino de exploração. Mas a tranquilidade é só aparente: grupos rebeldes começam a surgir nos reinos dominados, questionando as mentiras e os métodos sangrentos do novo rei. Enquanto isso, Gaius obedece à sua mais nova conselheira e dá início à construção de uma estrada passando pelas temidas Montanhas Proibidas. Mas essa via não servirá apenas para interligar os três reinos: ela faz parte de uma busca pela magia elementar, perdida há mil anos, que conferirá ao tirano um poder supremo. O que ninguém esperava era que essa obra desencadearia uma série de eventos catastróficos, que mudarão aquelas terras para sempre e forçarão Cleo, Magnus, Lucia e Jonas a tomar decisões até então inimagináveis.





Cá estou eu de volta e dessa vez para falar do segundo livro: A Primavera Rebelde da série A Queda dos Reinos. E para quem tiver curiosidade em saber do que se trata o primeiro livro, vou deixar a resenha aqui.

Esse livro foi cortesia da nossa parceira, a editora Seguinte, e vou confessar para vocês que estava pensando novamente em como fazer essa resenha, uma vez que falar de continuações é sempre difícil, pois o medo de jogar spoilers é grande, mas mesmo assim vou tentar falar o necessário hahaha.