Resenhas

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Retrospectiva literária - Feveiro 2014

Então, lembra que eu falei que tive uma DPL braba depois da trilogia O Inferno de Gabriel? Foi por isso que eu só li esses dois em um mês! Claro que pra ajudar (ou atrapalhar), eu só tinha o primeiro há muuuuuuuuuito tempo e depois que li fiquei me perguntando por que eu demorei tanto pra ler, mas vai entender essas loucuras, né?! Daí eu li o primeiro em janeiro (engoli praticamente) e só depois comprei os outros dois livros e putz, parece piada, mas quando a gente mais quer, mais demora. Aconteceu isso com Cinquenta Tons também, eu comprei o primeiro, li e depois sofri esperando os outros chegarem.
Bom, mas aí finalmente os meus livros chegaram, eu li, tentando ao máximo ler devagar o último (sem muito sucesso), e depois veio aqueeeela depressão braba. Ó.ò Fiquei uns bons dias sem ler nada, só ruminando aquela saudade de Gabriel, Julia e Dante. Eu sei que você aí é tão viciada e doida como eu, então você me entende rsrs.

Bora ler as sinopses e ficar com mais saudades:

O Julgamento de Gabriel - Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

Aaaaiiii como eu sofri nesse segundo livro! :’(

A Redenção de Gabriel - Depois do escândalo em que se viram envolvidos em Toronto, Gabriel e Julia se casaram e se mudaram para Massachusetts, onde ele dá aula na Universidade de Boston e Julia faz doutorado em Havard. Agora ela precisa provar que não vive à sombra do marido famoso. Mas parece que Gabriel não está pronto para ver a esposa caminhar com as próprias pernas. Além disso, as coisas entre eles não vão muito bem. Isso porque Gabriel está ansioso para ter um filho, mas Julia quer concluir o doutorado primeiro. Para ver realizado seu sonho de formar uma família, Gabriel terá que enfrentar fantasmas do passado. Será ela capaz de fazer isso? E será que a generosidade de Julia resistirá à ameaça de ver arruinada a carreira que ela tanto se esforçou para construir? "A Redenção de Gabriel" é o desfecho brilhante dessa trilogia que arrebatou leitores no mundo inteiro.

Saca nível pimenta? Que você dá tantas pimentas pra mostrar o quão hot é o livro? Essa trilogia leva o nível lencinhos, e merece dois pacotinhos. *_*

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário