Resenhas

domingo, 7 de dezembro de 2014

Retrospectiva literária - Janeiro 2014

Outro dia eu vi que a EditoraValentina está fazendo uma Retrospectiva Literária, que são encontros em várias cidades para relembrar o que de melhor aconteceu durante 2014, com isso, eu resolvi fazer a minha própria retrospectiva. Com ajuda do Skoob, a maior rede social para leitores do Brasil, e depois de finalmente aprender a usar o histórico de leitura que eles oferecem para você incrementar a sua estante virtual, eu consegui ver certinho cada livro que li durante todo o ano de 2014. (Farei um post ensinando a usar o Skoob!)

Mas então, o primeiro livro que li esse ano foi o maravilhoso O Livro de Noah, da queridíssima Lena Valenti. Lena é uma autora espanhola e infelizmente os livros dela ainda não foram lançados aqui no Brasil. Pra ser sincera eu não entendo como nenhuma editora trouxe as séries dessa mulher pra cá, pois são ótimas e tem muitos, muitos fãs por aqui (depois não querem que a gente leia pdf ¬¬).

Vamos à sinopse para vocês conhecerem um pouquinho desse lorão:

O livro de Noah -
O chamam Noah Thöryn. Ele é o olho direito de As Landin, o melhor amigo do noaiti, e um homem muito importante no clã berserker de Wolverhampton. Disseram que ele era filho de um par de guerreiros, e recém-nascido foi parar nas mãos de As. Agora ele descobriu que tudo não passou de uma mentira, e a única coisa autentica e real em sua vida é a paixão demolidora que sente por Nanna, a valquíria intocável de Freyja. Entretanto aquilo que mais deseja lhe é negado por regras divinas, e Noah está ficando louco pelo desespero. Adicione a isso os estranhos pesadelos que tem desde que foi ferido pelo punhal Guddine, sua vida é tudo menos calma. Não obstante, as runas falam com clareza, e para elas tanto faz se eles são ou não compatíveis. Depois de sobreviver milagrosamente na batalha de Machre Moor, Noah deverá realizar uma viagem para descobrir quem é e o que deve fazer em Mirdgard, e é inegociável que seu par nessa aventura seja Nanna. Como poderá suportar estar próximo a ela e não tocá-la? Nanna sempre foi a menina dos olhos de Freyja. Ela é a escolhida dos deuses para recolher os mortos em batalha, com um grande porém: nenhum homem vivo pode tocá-la. Entretanto, o berseker de olhos amarelos quebrou sua palavra e violou a norma, provocando que a ira de Freyja caísse sobre ela. Nanna não quer saber nada dele, mas a Deusa tem outros planos para ela, que deverá obedecer se quiser o perdão novamente. Ela começará uma viagem única e reveladora, cheia de aventuras, guerra e magia, ao lado do único homem que desejou em sua vida, que dizem ser importante para o destino de Ragnarök. E Nanna não tem ideia de como ignorar a atração que sente por ele, sobretudo quando vem acompanhada da decepção de ter sido traída por ele. O Ragnarök começou. Os clãs se uniram para lutarem juntos. E no meio da batalha iminente, um berserker e uma valquíria deverão viajar juntos para descobrir os segredos reservados para eles, sem saber que o melhor e mais importante será descobrir um ao outro na guerra e sedução. Quando o amor e a coragem brilham tanto como o sol, não se pode tapar somente com os dedos.

Gostaram? Super recomendo a Saga Vanir, vocês vão amar!
Bom, aí o segundo que li foi A Cretina Irresistível, Christina Lauren. Essa série pode ser vista para muitos como “aqueles livros que só tem sacanagem e o povo se pega em todo capítulo”, mas eu adoooooooooro hahaha! Eu acho demais essa turma de amigos, eles são divertidos e adoráveis!

Sinopse:

A Cretina Irresistível - Uma forte atração. Nenhum tempo para ficarem sozinhos. E uma misteriosa disputa entre quatro paredes... O intenso relacionamento entre Chloe Mills e Bennett Ryan de Cretino Irresistível continua ainda mais ardente e sensual. Agora que a carreira de Chloe está decolando, ela não tem tempo para mais nada e insiste em recusar as investidas de Bennett para passarem um tempo a sós. Ele nunca foi do tipo que aceita um não como resposta e essa disputa resulta em uma ardente relação de amor e obsessão.

Em seguida, eu já engatei o próximo da série que é o Estranho Irresistível, do encantador Max Stella. Ah esses personagens com sotaque inglês de mol... deixa pra lá. ;)

Vamos à sinopse:

Estranho Irresistível - Um charmoso playboy britânico. Uma garota determinada a finalmente viver. E uma ligação secreta revelada em cores quentes... Após ser traída, Sara Dillon se muda para Nova York em busca de agitação e paixão sem compromisso. É assim que ela encontra um sexy e irresistível dançarino britânico de uma boate que não deveria significar nada além de uma noite de diversão. Mas a maneira – e a velocidade – com a qual ele acaba com suas inibições está prestes a transformar essa relação em algo arrebatador. A cidade inteira sabe que Max Stella ama as mulheres. Isso não significa que ele tenha encontrado uma que realmente desejasse manter por perto. Apesar de atrair muito com seu charme de bad boy da Wall Street, é só quando Sara aparece em sua vida que ele começa a se perguntar se existe alguém para estabelecer uma relação fora do quarto. Encontrando-se em lugares onde qualquer um pode vê-los, o que assusta Sara mais do que ser pega em público é ter Max muito próximo.

Fechando o mês de janeiro, veio ele, o professor que me deixou deprê depois de terminar a trilogia, porque é tão bom, tão bom, que dá aquela DPL (depressão pós livro) braba!!!! Assim como aconteceu em Cinquenta Tons de Cinza que é recheado de músicas, a trilogia O Inferno de Gabriel também tem um montão e como eu sou daquelas que passa o dia inteiro ouvindo música, eu ia lendo e procurando as músicas citadas, e graças a Sylvain Reynard eu conheci a banda Hem, ao qual eu me apaixonei. Pra quem não lembra, Paul dá para a Julia o cd Rabbit Songs do Hem. <3

Vamos à sinopse:

O Inferno de Gabriel - Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

Ai, ai, bateu até uma saudadinha de Gabriel, Julia e Dante... <3

E esse foi o meu delicioso mês de janeiro. O que será que rolou em fevereiro? ;)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário