Resenhas

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Dicas de livros - Perfil Romântico


Um romance sempre cai bem. Há aqueles que não gostam e dizem: “Não gosto, isso não existe!” Por outro lado, há aqueles que leem justamente por isso, dizendo: “A vida já é dura e difícil demais, me deixa sonhar com um amor perfeito.” Enfim, reais ou não, um bom romance tem seu valor.
Por isso resolvemos reunir algumas dicas ótimas e tem para aqueles que gostam do seu romance com pouco ou muito açúcar. Vamos lá?

Perdida, Carina Rissi
Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos.

Engraçado, leve, gostoso e com a medida certa de açúcar. Você gargalha, chora, e claro, se apaixona por esse casal maravilhoso!



Outono de Sonhos, Adiana Brazil
Outono de Sonhos é o primeiro volume da série Foi Assim que te amei. Nesse romance Helen é uma jovem cheia de sonhos e objetivos a conquistar, filha única de uma família estruturada e feliz. No início da trama ela se vê envolta à expectativa do primeiro dia de aula na faculdade de Letras da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina. O talento para escrever rende a Helen o convite para dar continuidade a um projeto parado na faculdade, terminar um conto de amor entre um príncipe e uma plebeia, iniciado pelo escritor e estudante de teatro, Andrew Gamberini, que sofreu um acidente há um ano e abandonou a faculdade. Conforme entra em contato com a trama, Helen descobre-se apaixonada pelo seu autor e viverá intensamente um romance pelas quatro estações do ano. Outono dos Sonhos é uma obra apaixonante, levando o leitor a mergulhar em uma surpreendente e emocionante história de amor.

Na resenha que eu fiz aqui para o blog eu disse o quanto esse livro me prendeu e me surpreendeu, tanto que eu devorei os livros da série um atrás do outro. Escrita deliciosa!



Meu anjo, Sherryl Woods
Inesperadamente ele começou a acreditar em anjos… Heather Reed achou que fizera a coisa certa quando decidiu criar sozinha sua filha Angel. Três anos depois, percebeu que precisava de ajuda. Sua carreira como atriz havia estagnado. Cuidar de Angel era muito trabalho para uma mulher sozinha. Hora de procurar o pai da criança! O único problema é que ele nem sonhava que tinha uma filha. Todd Winston fica surpreso ao encontrar Heather, sua ex-namorada, em Whispering Wind, mas a perplexidade aumenta quando vê um par de olhinhos angelicais de uma menina que é claramente sua filha. Ainda que ele se recuse a deixar Angel entrar em sua vida, Heather está determinada a não ir embora sem descobrir o motivo. E a pergunta que fica no ar é: será muito tarde para formarem uma família?

Como disse a Talita: Esse é tão doce, tão doce, que devia ser proibido para os diabéticos! rsrs Então sente o nível!



Diário de uma paixão, Nicholas Sparks
A história começa no início de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido.

Tio Nicholas não podia ficar de fora, não é mesmo? Eu sempre digo que ele não sabe brincar, pois nos faz desidratar de tanto chorar a cada livro, mas vamos combinar? Ô homem pra escrever bem um romance! Tudo bem, não me importo quando dizem: "Ai, mas é sempre a mesma coisa e homem assim não existe, nada disso existe." Pfff... não li-go! Eu adooooro os romances do Tio Nicholas e acho que todo mundo deveria ler! U.u

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Amo um bom romance, dizem que sou boba pq homens literários não existem ... mas não me importo, desativo o botão da vida real e mergulho no meu conto de fadas.

    ResponderExcluir