Resenhas

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

:: Resenha 8 :: Tentação sem Limites, Abbi Glines

Sinopse: A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la?
O terrível segredo de Rush Finlay.Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo.Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente.Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.

Eu confesso, fazer resenha de uma sequência é muito complicado! Sabe aquele sentimento de que pode estar se repetindo? Então, estou nele e por isso me perdoem se algo sair estranho. 

Vamos lá! Já falei de Paixão sem Limites e meu amor pela Blaire e pela necessidade do Rush crescer e ser homem. Tentação sem Limites é onde o que eu queria quase, mas quase acontece! Você provavelmente está se perguntando se eu tenho uma pequena implicância com o Rush, e a minha resposta é sim, eu tenho! Mesmo quase perdendo a Blaire uma vez, ele ainda não aprende e por mais que passe o livro todo se esforçando para melhorar, e ele quase me convence que vai, dá vários deslizes graves e tudo é perdido. Temos um terceiro livro, graças a Deus, e como eu li ainda não li Amor sem Limites, existe luz no fim do túnel, então se esforce Rush, não me decepcione! E com o pedaço de passado que temos no início de Tentação, eu estou pegando bem leve com ele, pois no fim de Paixão eu queria dar uns tapas naquela bunda máscula e linda dele. 

“– Venha aqui – chamei, estendendo a mão e puxando minha irmãzinha para um abraço.
Ela envolveu minha cintura com os braços e me apertou com força. Era difícil respirar em momentos assim. Eu detestava a vida que ela tinha. Eu, pelo menos, sabia que o meu pai me queria.
Ele ficava comigo.
– Ele tem outras filhas. Duas. E elas são... lindas. Elas têm cabelos de anjo. E têm uma mãe que deixa elas brincarem na terra. Elas estavam usando tênis. Tênis sujos.
Nan estava com inveja de tênis sujos. Nossa mãe não permitia que ela estivesse menos do que perfeita o tempo todo. Ela nunca sequer tivera um par de tênis.” 
Blaire continua sendo aquela menina que eu quero adotar como irmã caçula. Forte, decidida, responsável e com uma pequena surpresa que eu realmente achei que faria o Rush tomar jeito. 

Agora tenho outra confissão a fazer, sim, eu já li o livro da Bethy que foi o último a sair da série, em inglês. E preciso fazer um anexo conhecendo hoje a história dela, me fez pensar que talvez, (e vou pôr o talvez bem grande) TALVEZ ela tenha planejado ou esboçado a história de Bethy com antecedência, o que coloca a Abbi na categoria genial! 

Voltando ao livro, começamos a história do jeito que terminou a última, Blaire e Rush estão separados, mas dessa vez somos agraciados com o ponto de vista (POV) do Rush e descobrimos um pouco de seu passado e as razões de sua proteção com a Nan, que eu ainda odeio, apesar de achar que ela é o que é, graças a sua mãe. Se Nan é uma vaca, me faltam adjetivos para a mãe dela! Blaire, tem um pequeno problema que dura 9 meses de produção e 18 anos (pelo menos) de preocupação e quando vai no cemitério conversar com sua falecida mãe, em uma das cenas mais lindas do livro, encontra Bethy e quem sabe a resposta para seus problemas. E então ela volta a Rosemary e Rush tem a chance de concertar seus erros. 

“– O problema sou eu. Estou sentindo muita saudade de vocês. Não quero estar sozinha... mas estou. E tenho medo. – O único som ao redor era o das folhas das árvores balançando ao vento. – Uma vez você me disse que, se eu prestasse bastante atenção, encontraria a resposta no meu coração. Eu estou prestando atenção, mamãe, mas estou muito confusa. Quem sabe você pode me ajudar apontando a direção certa de alguma maneira?” 

Foi lindo ver Rush tentando reconquistar ela, podemos dizer que ele aos poucos vai se tornar o homem que Blaire precisa, e por mais que eu implique com ele, eu sei que isso leva tempo. Foi hilário ver a Blaire praticamente atacando o Rush graças aos hormônios e sim, foi lindo ver o Rush falando de forma mais dura com a Nan, coisa que ele deveria ter feito quando essa menina era bem mais nova, mas antes tarde do que nunca! E se você que leu e reparou Grant todo cheio de amor na “irmãzinha” do Rush, segura seu coração que já adianto que isso vai dar drama. Nesse livro temos também uma importante reviravolta sobre o pai da Blaire e principalmente sobre Nan. E apesar desse livro terminar com uma sensação “Yay eles estão bem” ainda precisamos de uma nova história para encerrar tudo. E que venha Amor sem Limites! 

“– Talvez tenha tido tempo suficiente para lidar com os problemas dela. E se ela voltar? O que você vai fazer? – Grant me perguntou.
O que eu faria?
Eu imploraria.”

Nome original: Never too far
Série: Rosemary Beach#02 / Sem Limites #2
Autora: Abbi Glines
ISBN: 9788580412451
Ano: 2014
Páginas: 208
Editora: Editora Arqueiro
Compre aqui: Buscapé
Classificação:


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Amo essa serie.Os personagens vão crescendo a cada livro,menos a vaca da Nan, ai que vontade de da um socode nela,acorda Rush...............Mas seu amor por Blaire se torna sem limites,o que me faz amar mais esse casal é o problena de 9 meses kkkkkque coisa gostosa.

    ResponderExcluir