Resenhas

sexta-feira, 13 de março de 2015

:: Resenha 18 :: Peça-me o que quiser agora e sempre, Megan Maxwell

Sinopse: Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, decide se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai. Desesperado com a partida de Judith , Eric vai atrás de seu amor. Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca. Em Peça-me o que quiser agora e sempre, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. O que ela realmente quer? Viver sua paixão é tudo o que importa?

Comecei esse livro num dia e no dia seguinte já estava fechando. Simplesmente o engoli porque não dá vontade de parar, mesmo os dois sendo os dois mais cabeçudos do mundo dos livros!

Lembra que na resenha passada - a do primeiro livro, Peça-me o que quiser, eu falei que a ex do Eric - aquela cretina, volta e apronta outra e tudo desanda? Então, ela apronta e o cabeçudo rabugento do alemão prefere acreditar nela a acreditar em Jud e é por isso que eles acabam se separando, o que leva a nossa querida espanhola a se demitir da empresa de Eric.

Triste, ela passa uns dias sozinha e depois resolve ficar em Jerez com o pai. Só que é aquilo, a gente sabe que os dois são loucos um pelo outro, mas são tão cabeçudos, tão difíceis, que ficam nessa situação por um bom tempo, mas tudo por conta da teimosia de Judith, pois Eric, depois de ver a besteira que fez em acreditar em Betta, a ex, resolve ir atrás de Jud, mas como eu falei, a espanhola esquentada é difícil pra caramba! Dá-lhe, fúria espanhola!!!

- Minha nossa! Realmente você é pior que ele. Vem cá, vocês são tão idiotas que não veem que foram feitos um pro outro? Bom, enfim... não quer deixar de lado esse teu orgulho desgraçado e dar a vocês a chance que merecem? Ele é um cabeça-dura? Com certeza! Você é uma cabeçuda? Com certeza! Mas, pelo amor de Deus, Judith, você tem que falar! Lembra que ia se mudar logo pra Alemanha? Já esqueceu? – E sem me dar tempo de dizer mais nada, afirma: - Bom, deixa comigo. Até sábado, Jud.
E, com uma estranha dor no estômago pelo que ouvi, me despeço.

No Natal, Eric é convidado pelo pai de Jud e lá ele começa a amolecer a esquentadinha, ainda mais com a pressão da família dela. E aí que finalmente ela resolve dar uma chance pra ele, mas nem tudo é fácil. Mesmo sofrendo também, ela o deixa de castigo e o castigo dele é não poder toca-la rsrs. É cômico ver o quão difícil é pra ela também ficar sem o toque, o beijo e o sexo do alemão, mas ela resiste até onde dá.

Depois de tudo resolvido, pois o amor e a atração não deixam ela permanecer por muito tempo com o castigo, ela finalmente viaja com ele para a Alemanha. E lá, Jud tem de seguir com a nova vida, lidando com a falta que sente de sua família ao qual ela é muito ligada, e o principal, tentar conquistar o coração do pequeno e difícil Flyn. O sobrinho de Eric é uma criança complicada, filho de mãe solteira, a irmã de Eric que morreu em um trágico acidente. Eric, com seu cuidado excessivo, transforma o menino praticamente numa versão mini dele mesmo. E eu ri demais quando a Jud os apelidou de Smurf Ranzinza e Smurf Bipolar.

- Te amo – prossegue ele perto de minha boca. – E te amar assim às vezes me faz ser irracional diante de certas coisas. Sim, tive dúvidas. Tive dúvidas ao ver aquelas fotos suas com Betta. Mas essas dúvidas se dissiparam quando você falou como falou, no escritório, e me fez ver o quanto sou ridículo e idiota. Você não é Betta. Você não é uma mentirosa, uma filha da mãe sem-vergonha como ela. Você é uma mulher maravilhosa, sensacional, que não merece o tratamento que eu dei. Nunca me perdoarei por ter partido seu coração.

Além disso, ela também passa por situações complicadas, tendo de guardar alguns segredos de Eric, pois conhecendo o jeito irritadiço dele, se ele souber vai dar briga, mesmo sabendo que deveria contar tudo, já que prometeram sinceridade e honestidade agora e sempre. O resultado disso tudo não é nada bom, como já é esperado e mais uma vez tudo desanda por conta disso.

Quanto ao sexo, os dois continuam feito coelhos, é claro, mas até que eles passam uma boa parte do livro se curtindo e Eric deixa bem claro mais de uma vez que os jogos - que são mais intensos nesse segundo livro do que no primeiro ao meu ver, são só um complemento na relação dos dois.

Mas antes da coisa desandar como eu falei, Jud consegue conquistar Flyn, mesmo que de um jeito bem ruim, ela também consegue dar uma boa dura na ex cretina, e Eric tem momentos suuuuper encantadores quando não está no modo Iceman ativado, como quando ele aparece com Susto. Não, não vou explicar do que se trata, se você não leu, corre já e vá ler!

- Que gangbang que nada! Você é a coisa mais linda do mundo e juro que eu casava contigo agorinha e de olhos fechados.

Título original: Pideme lo que quieras ahora y siempre
Série: Peça-me o que quiser #2
Autora: Megan Maxwell
ISBN-13: 9788581051796
ISBN-10: 8581051790
Ano: 2013
Páginas: 332
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Amazon, Saraiva 
Classificação: 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário