Resenhas

sexta-feira, 10 de abril de 2015

[Cheiro de livro]

Eu cheiro livros e aposto que você também cheira, não é? Cheiro de livro é algo assim... inexplicável! Não tem prazer maior do que você comprar um livro, tirar o plástico – quando vem embaladinho – abri-lo no meio e... dar aquela, mas aquela cafungada gostosa! Ô delícia!

Acho que quem tem essa mania, tem desde cedo, desde sempre. Ainda mais se você nasceu nos anos 80. Vou explicar! Eu posso dizer com toda certeza que você aí que gosta de cheirar livro, gostava também de cheirar a sua prova, assim que a professora passava ao seu lado e colocava ela na sua mesa. Aquela prova feita no mimeógrafo, regada de álcool. Cara, aquilo era bonzão!! E com certeza, o primeiro entorpecente que todos nós experimentamos! XD

Claro que, cheiro bom é cheiro de livro novo ou de livro limpinho e bem cuidado, porque cheiro de mofo e de livro velho sem cuidado, não rola. É dar uma cafungada num livro mofado e espirrar até 2020. Mas se você é loucão por cheiro de livro, que gosta mesmo se o livro for velho, saiba que há uma razão pra esse cheirinho peculiar. Sim, quando eu resolvi escrever esse post, eu li uma matéria dizendo que cientistas da universidade de Londres explicam o que acontece nas páginas amareladas pelo tempo e consequentemente, aquele cheirinho de livro antigo.

Os químicos da universidade - aqueles cabeçudos - investigaram o odor dos livros antigos e concluíram que esse futunzinho tem origem a reação produzida entre a composição orgânica do livro e uma série de fatores como o calor, a luz, a umidade e principalmente, os produtos químicos utilizados na sua produção. Cara! Já imaginou se os livros fossem rodados no mimeógrafo? Aí sim, hein! Hahaha ô bobeira!

Voltando ao tal estudo dos químicos locões lá de Londres!

Com o passar do tempo, cada livro fica repleto de componentes orgânicos muito voláteis que circulam pelo ar e acabam por ficar impregnados nas folhas dos livros. Estiveram em investigação as propriedades da madeira que fazem o papel (sente o nível!) e também a tinta do texto e das ilustrações. Sob o ponto de vista de um químico, a maior razão do apodrecimento dos livros é a sua acidez, que acelera o processo de deterioração e acentua o cheirinho de nhaca. É muito comum encontrar elevados níveis de acidez em livros impressos no século XIX e XX, pelo que se explica o cheiro associado aos livros mais antigos.

Tá vendo só? Esse lance da acidez eu já tinha visto nesse vídeo aqui. Por isso é importante deixar os seus bebês (bebês = livros u.u), muito bem armazenados, arejados e limpinhos. A poeira é uma arma danada pra deixar o teu livro com aqueles pontinhos amarelados e com cheirinho de biblioteca de escola municipal. o.o

Aqui vai um link bem legal, com várias dicas bacanas pra você remover o cheiro de mofo dos seus livros, caso você não queira espirrar até 2020, claro. U.u

E quanto ao delicioso cheirinho de livro novo e bem cuidado, eu só queria que ele fosse engarrafado e vendido, pra eu poder borrifar pelo ar. <3

*___*

Quando achei essa foto, vi também uma outra que me chamou atenção. Daí entrei no site e descobri que é uma loja do Etsy e eles vendem velas, velas com cheiro de livro velho e tem também a com cheiro da biblioteca de Oxford!!!! Hahaha sensacional isso, gente!

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. eu adoro cheiro de livros rsrs, o problema é que eu começo a expirrar ainda mais quando o livro ja tens uns anos, aí ja viu né, nao posso estragar os livros expirrando neles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah eu tb sou assim, não com os novos e limpinhos, mas os velhos, nossa, dá aquela crise de espirro. XD

      Excluir
  2. Ai, cuidar de livro para não ficar destruidinho é bem tenso, e nem sempre dá resultado. ): Mas o cheiro é muito bom, sou daquelas loucas que cheira livros nas livrarias e bibliotecas! HAHA

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu limpo os meus, um por um, a cada 15 dias. Dá um puta trabalho, mas só de eliminar a poeira já ajuda. Antigamente, quando eu não tinha o mesmo cuidado de hoje, os livros ficavam lá empoeirando e agora estão cheios de manchinhas, aqueles pontinhos amarelos. :(
      Hahaha nas livrarias eu também cheiro, agora em biblioteca não rola por causa da crise de espirro. XD

      Excluir
  3. KKKK, nem lembrava dessas provas em mimeógrafo. Adorava mesmo o cheiro delas. Gostava também do cheiro dos livros do colégio quando eram novos, acho diferente dos livros de romance que compro hj nas livrarias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha. Verdade, os cheiros são diferentes.

      Excluir
  4. geeente, não cheiro livros :o
    Me senti uma estranha agora HUAHUAH
    Mentira
    Vcs que são.

    ResponderExcluir