Resenhas

quarta-feira, 1 de abril de 2015

:: Resenha 26 :: "Como eu era antes de você", Jojo Moyes

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Como eu era antes de você é aquele livro triste, real, pesado, intenso, lindo e perfeito ao mesmo tempo. Aquele livro que te desestabiliza, fazendo você pensar e repensar várias coisas, vários conceitos de vida. Ele mexe muito, muito com você. E eu te digo, não deixe de ler por ser triste e por fazer você chorar. Leia, pois ele te ensina muitas coisas, é sério.


Louisa, com seus 26 anos de idade é uma moleca que fala o que pensa sem filtro algum entre o cérebro e a boca. Com seu jeito único e diferente, até de se vestir, Lou é uma garota simples, despreocupada, que leva sua vidinha sem muitas aventuras e pretensões numa cidade pequena. Ela trabalha num café, mora com os pais que sofrem com grana e tem um namorado que só pensa em corrida e em contagem de calorias.

Will, com seus 35 anos é um homem feito, bonito, bem sucedido, que tem uma belíssima namorada e que adora esportes radicais. Anda de moto e suas viagens de férias não são das mais tranquilas, ele sempre procura aventuras e atividades tipo rafting, bungee jump e coisas do tipo.

São duas vidas completamente diferentes. Até que Will sofre um acidente e fica tetraplégico, e dois anos depois Lou é demitida porque o café onde ela trabalha vai fechar. Sem experiência e qualificações, fica bem complicado pra Lou arrumar um trabalho, até que a oportunidade de cuidar de um tetraplégico, que você já sabe quem é, aparece.

Já passaram inúmeros cuidadores por Will. Ele não é uma pessoa fácil de lidar e você até entende o quanto deve ser difícil pra uma pessoa tão ativa, se ver presa numa cadeira de rodas, dependendo de várias pessoas pra praticamente tudo. Então ele é uma pessoa bem difícil e quando a mãe dele entrevista a Lou pra preencher a vaga, ela meio que já percebe que só pelo jeito dela, ela pode ajuda-lo.

- Sabe, você só pode ajudar alguém que aceita ajuda.

No começo é bem difícil por conta do gênio de Will. A Lou acha que não vai conseguir trabalhar com ele, mas aí é que acontece algo que muda tudo. E que nossa... é punk! Lou escuta uma conversa entre a mãe e a irmã de Will e que faz ela e você, leitor, pensar e repensar mil coisas, mil conceitos e ideais que você já tem na sua vida. Como eu falei no começo, esse livro te faz pensar e você não pode ser radical, você não pode pensar só em si mesmo, você tem que enxergar pelo outro também.

Quando a coisa começa a funcionar entre eles, é muito bacana. É bacana ver como os dois mudam em certos pontos e como eles aprendem um com o outro (muito mais ela do que ele).

Eu vou parar por aqui, porque vocês já sabem que eu odeio resenha que conta tudo do livro e eu quero que seja uma surpresa pra vocês como foi pra mim, pois eu não cheguei a ler resenha alguma antes de ler esse livro. Então leia, leia e leia! Porque ele te toca, ele te emociona, ele te bagunça completamente. Ele é um livro pra você refletir. É a vida como ela é, com todos os seus percalços. 

Foi só quando trouxemos Will de volta para casa, depois que o anexo foi adaptado e arrumado, que encontrei algum sentido em tornar o jardim bonito outra vez. Precisava dar ao meu filho um lugar para onde olhar. Precisava dizer a ele, silenciosamente, que as coisas poderiam mudar, crescer ou fenecer, mas que a vida continuaria. Que todos nós éramos parte de um grande ciclo, algum tipo de arranjo cuja finalidade só Deus poderia entender. Eu não podia dizer isso a ele, é claro - Will e eu nunca fomos muito bons em conversar -, mas eu queria mostrar. Uma promessa tácita, se preferir, de que existe algo maior, um futuro melhor.

Título original: Me before you
Autora: Jojo Moyes
ISBN-13: 9788580573299
ISBN-10: 8580573297
Ano: 2013
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Compre aqui: Amazon
Classificação:


- Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Cada vez que vejo uma resenha publicada desse livro, eu me emociono. Sou super apaixonada por esse livro, ele é meu xodó por dois motivos: foi ele que me trouxe de volta o gosto pela leitura, e pela bela história que é contada. É impossível não se encantar com as loucuras da Louisa e torcer por ela e pelo Will, além de se emocionar com tudo que o Will passa após o acidente.
    Sou super suspeita para falar desse livro, aliás, de todos os livros da Jojo. sou super fã dessa autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Amália! Ele foi o primeiro livro da Jojo que eu li, mas já tenho os outros aqui e não vejo a hora de ler cada um deles, pois gostei muito da escrita dela. Como eu era antes de você é lindo demais mesmo. Bjks

      Excluir
  2. to louca pra ler esse livro, dizem que é bem interessante e uma historia bem bonita, espero ler o livro muito em breve

    ResponderExcluir
  3. EU FIZ A COISA MAIS ERRADA DO MUNDO E TINHA VISTO ESTE LIVRO POR 19,90 E ACABEI COMPRANO OUTRO , AGORA EU QUERO LER MUITO ELE ,RESENHA PERFEITA

    ResponderExcluir
  4. Ele é lindo,e te bagunça completamente.Avida como ela é conto de fadas rarissimos.Mas eu me perco no mundo da leitura pra fugir um pouco da realidade,então não gostei do fim.Mas nós faz refleti sim,

    ResponderExcluir