Resenhas

segunda-feira, 13 de abril de 2015

:: Resenha 29 :: O Segredo de Emma Corrigan, Sophie Kinsella

Sinopse: A vida de Emma Corrigan, não é exatamente um “livro aberto”. Ela tem segredos que não revela para ninguém, muitos deles sobre seu trabalho e seu namorado. No entanto, durante uma viagem de avião repleta de turbulências e acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde ela trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.


Então cá estava eu, com aquela TPM 9,0 (algo como DEVASTADOR, se fosse comparada na escala Richter) e precisando urgentemente resgatar o senso de volta, principalmente a minha serotonina, porque meninas... quando ele cai, o nosso emocional sofre... e como sofre.  Enfim... voltando ao foco, então eu fui ler. 

O livro tinha acabado de chegar, era uma escritora britânica que eu só conhecia pelo nome, e que era a autora da famosa série “Shopaholic”. Aqui no Brasil, o primeiro livro dessa série é conhecida com o nome de “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”. Também foi feito um filme sobre esse livro, que por sinal eu adorei. Sempre tive uma curiosidade para ler algo dela, só que foi passando o tempo, outros livros foram chegando e eu fui deixando de lado essa vontade. Até que eu vi uma resenha desse livro e resolvi comprar, só que para a minha surpresa eu não achava mais esse livro e nem um outro dela que também gostei da resenha e fiquei louca para ter (o livro chama “Fiquei com o seu número”).  

Aí, já viu né? Quando você quer uma coisa e não consegue, a vontade duplica. É impressionante, parecia que eu ia morrer se não tivesse esse livro hahahaha. Foda... Mas estou sendo sincera, era como se eu tivesse perdido algo que sabia que era muito bom. E eu estava certa, mesmo quando eu consegui comprar o livro, porque ele demorou a vir (parecia que era um tipo de aprovação, demorou um longo tempo para achar o livro e quando acho e compro, a Amazon acaba atrasando a entrega). Enfim...a intuição que gritava dentro de mim estava certa, o livro é muito bom e ele chegou na hora certa. Chegou no dia da minha TPM escala 9,0.  =D

Posso dizer que Sophie Kinsella tem o dom de criar personagens interessantes e de nos envolver com a sua fascinante escrita. “O Segredo de Emma Corrigan” é uma história deliciosamente divertida, capaz de emocionar com o romance atraente e inesperado da protagonista Emma. O livro é narrado em primeira pessoa e faz uso da linguagem informal, o que achei bem bacana. A autora também consegue passar as atitudes e emoções de Emma de uma forma única, você tem aquela sensação de entender bem o que ela está passando, porque parece que isso já aconteceu com você.  

Teve partes que cheguei a chorar de rir com a Emma, uma britânica que está na casa dos 20 e poucos anos, trabalha em uma grande empresa e está louca para ter uma promoção. Acho que posso dizer que ela tá tipo mais pra desesperada mesmo. E eu consigo entender seu desespero, um dos motivos que faz Emma querer tanto essa promoção (além do dinheiro para pagar uma dívida que tem com o seu pai), é poder mostrar para a insuportável prima Kerry, que ela também é capaz de ser bem sucedida. Sua prima assumiu o posto de queridinha da família desde que foi morar na casa de Emma. E ela faz questão de rebaixar e competir com Emma todas as vezes que tem chance. Sério gente, ela é uma VACA.

Mas voltando ao foco hahaha... Então, Emma até tem uma chance de ser promovida quando ela é mandada para uma reunião de negócios, representando a Corporação Panther (onde ela trabalha). Ela foi mandada apenas para finalizar um acordo promocional entre a nova bebida esportiva Panther Prime sabor uva-do-monte, e a empresa Glen Oil. E parecia que tudo ia dar certo, Emma estava confiante que conseguiria no final dessa reunião de negócios, voltar para casa com o acordo fechado (já que seu chefe Paul tinha garantido que estava tudo acertado e que no final, só tinha que apertar as mãos deles). Grande engano... A reunião seguiu outro rumo e foi um grande desastre, grande parte claro, culpa da Emma. Não vou contar como ela conseguiu piorar a situação, mas posso dizer que ri muito.

Sabendo que a tão sonhada promoção estava fora dos planos agora, e se sentindo miserável. Emma segue para o Aeroporto com uma hora de folga do seu vôo marcado. Totalmente atordoada de como terminou a reunião, ela resolve ir para o bar e se afogar em vodka-tônica enquanto bebe e chora as pitangas para o barman. Logo depois, vemos uma Emma bêbada, dentro de um avião que está tendo uma turbulência terrível, desesperada achando que vai morrer, agarrando a mão do homem que está sentado na poltrona ao lado e descarregando todos os seus segredos (até os mais vergonhosos). Gente... eu nunca ri tanto em um livro como ri nesse, essa parte é fantástica. Me diverti muito e já reli umas par de vezes.


"Ouço alguém atrás de mim recitando "Ave Maria cheia de graça..." e um novo pânico de causar engasgo me domina. Tem gente rezando. É sério.A gente vai morrer.A gente vai morrer."
(Página 29)


Ela dispara a falar e cada vez que conta um segredo é muito engraçado, é como se ela tivesse que ser absolvida de todos os seus “pecados” antes do “juízo final”. Hahahaha.


“... decididos a achar meu ponto G, por isso à gente passou a semana inteira transando em posições diferentes, e no fim eu estava acabada, só queria uma pizza e assistir ao Friends...“... ele ficava dizendo: como foi, como foi? E no fim eu simplesmente inventei qualquer coisa, disse que foi absolutamente incrível, que pareceu que meu corpo inteiro estava se abrindo como uma flor, e ele perguntou que tipo de flor, e eu disse uma begônia...”
( Página 34)


Quando o avião aterrissa, Emma se apressa em pedir desculpas a seu colega de vôo, aliviada em saber que nunca mais vai ver o tal cara, ela segue em frente. Agora, imagina a cena quando ela volta para o trabalho e descobre que o cara que ela confidenciou até os seus segredos mais íntimos é na verdade Jack Harper, o fundador e presidente da Corporação Panther. 

"Ele vai me demitir. Vou ter uma ficha de desonesta e ninguém nunca mais vai me dar emprego, e vou terminar no documentário sobre os "Piores empregos da Grã-Bretanha", limpando bosta de vaca e dizendo toda alegre: "Na verdade não é tão ruim".
(Página 79)

E aí você entra num mundo da Emma, onde ela desesperadamente tenta contornar as situações em uma série de eventos desastrosos e muito, mais muito engraçados. Emma chega a ser real, e quando vocês lerem esse livro, vão entender o que estou falando. Eu amei em ver o quanto a autora acertou nisso, não tem como você não amar Emma de cara. Quando passamos a conhecer seus segredos, medos, frustrações e desejos, acabamos nos identificando com ela (como disse no começo da resenha). E ainda tem o bônus de tudo isso vir em uma dose incrível de humor! Aliás, todos os personagens estão incrivelmente reais e cada um deles se encaixa perfeitamente na história, não são personagens que você para no meio do livro achando desnecessária sua participação. Pelo contrário, até os que entram e tem apenas uma aparição pequena, você curte e muito. Claro que não posso esquecer-me de mencionar Jack Harper, que faz jus ao seu papel de chefe misterioso, charmoso e provocativo. Você se delicia quando ele provoca Emma e coloca ela em situações engraçadíssimas e você se delicia muito mais quando ele mostra seus sentimentos.



"O Segredo de Emma Corrigan" é um livro que pode ser lido facilmente em um dia, e posso dizer que quando terminou, eu senti que estava me despedindo de uma amiga muito querida. A autora consegue fazer você rir e chorar nesse livro com uma incrível maestria. Uma história de erros e acertos na medida certa. 



Então é isso, se você está em busca de uma história divertida, romântica e emocionante, pode ler “O Segredo de Emma Corrigan” sem medo de errar. Veja bem, lembra que eu falei no começo da resenha que quando eu recebi o livro, eu estava com a TPM 9,0? Então... Emma conseguiu ser a minha serotonina hahahahaha sério! Se a serotonina é um importante componente químico que atua no cérebro e ajuda a melhorar o humor, posso dizer que Emma teve sucesso, quando terminei de ler esse livro eu era outra pessoa. HAHAHAHAHA

Aqui vai minha indicação que é 5 estrelas, claro que esse livro virou um dos meus favoritos. E já comprei outros da Sophie (que pretendo postar as resenhas aqui =D) e que acabou virando outra autora favorita minha.



Título: O Segredo de Emma Corrigan
Título Original: Can you keep a secret?
Editora: Galera Record
ISBN-13: 9788501069573
ISBN-10: 8501069574
Ano: 2005
Páginas: 383
Skoob | Goodreads
Compre aqui: Amazon
Classificação:


 Espero que vocês tenham gostado da resenha, beijos e até a próxima.  =)

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Olá Graziela,

    Conchego das Letras
    Amo essa autora, super engraçada, ainda não li esse livro, mas depois da resenha vou correr para ler.

    beijos
    Blog: http://conchegodasletras.blogspot.com.br/
    Facebook: https://www.facebook.com/conchegodasletras?ref=hl

    ResponderExcluir
  2. Não li nada dela,mas me disseram que é bom,estou um pouco curiosa,não parece ser o melhor livro de todos...MAAAAAAAS,me interessou u.u

    ResponderExcluir
  3. Já li varios livros dela e amei sabe qdo vc tá pra baixo, ou quer rir ou romance leve? Ela tem o dom os livros dela são gostosos de ler.

    ResponderExcluir
  4. eu ainda nao li nada da autora, dizem que os livros dela sao muito legais, quando eu me decidir ler qualquer um dela, acho que foi começar por esse, gostei bastante da resenha.

    ResponderExcluir
  5. eu espero este ano termina a minha lista de leitura e fique com meu numero esta nela kkk espero um dia ler este tambem

    ResponderExcluir