Resenhas

quarta-feira, 20 de maio de 2015

:: Resenha 42 :: "Alta Tensão", Harlan Coben


Sinopse: Um dos autores mais lidos no mundo, Harlan Coben traz uma nova história com seu personagem mais premiado. Myron Bolitar ficará frente a frente com um passado de mentiras e traição. Uma mensagem anônima deixada no Facebook da ex-estrela do tênis Suzze T põe em dúvida a paternidade de seu filho. Grávida de oito meses, ela pede a ajuda de seu agente e amigo Myron Bolitar para descobrir o responsável por essa intriga e trazer de volta seu marido, o astro do rock Lex Ryder, que saiu de casa depois de ler o texto. 
Descobrir o paradeiro de Lex não é tarefa difícil para um ex-agente do FBI. Mas, na mesma boate onde o encontra, Myron é surpreendido ao ver Kitty, a mulher que fugiu com seu irmão, Brad, e o afastou para sempre da família. 

Tentando ajudar a amiga e reencontrar o irmão mais novo, Myron se vê preso numa rede de segredos obscuros que põe em risco as pessoas que ele mais ama. Agora, só a verdade poderá salvá-las. Mas, para que ela prevaleça, nenhuma mentira pode restar – seja ela de Suzze, Lex, Kitty ou do próprio Myron. 

Nesta premiada história, Harlan Coben mais uma vez consegue construir uma trama envolvente, que fala de fama, ganância e rivalidade e surpreende por seu toque humano. Na aventura mais difícil de Myron Bolitar, seu passado vem à tona e, junto com ele, feridas que jamais se fecharão.


Você tem aquele autor que todo mudo leu, fala que é bom, mas você fica com medo? Pois é, esse é o meu caso com Harlan Coben. Eu gosto do gênero policial, já falei aqui no blog sobre John Verdon, um dos novos autores que gosto muito, mas faltava ler o cara que talvez seja apontado como o maior nome do romance policial no momento, e quando encontrei um livro do Harlan por R$ 9,90 na fila do caixa, tive que comprar! Depois de deixar o livro na estante por quase 4 meses, finalmente peguei para ler e foi um tormento!

Eu precisei me lembrar diversas vezes para ser forte e não sair da cama e pegar o livro para ler no meio da madrugada, eu não queria dormir, eu queria ler! Eu li no ônibus, eu li nos intervalos das minhas aulas, eu não tinha como parar. Se você nunca leu Harlan Coben, dois avisos: leia, sem demora e sem falta, leia e esteja preparado para perder seu sono. Dormir vira detalhe quando você precisa saber o que vai acontecer a seguir, quando tem passagens hilárias que te fazem rir em público loucamente ou quando encontra personagens tão complexos e apaixonantes como os descritos por Harlan!
"Estavam no escritório da Park Avenue, sede da MB Representações. O M era de Myron e o B de Bolitar. O "representações" era pelo fato de a agência representar atletas, atores e escritores. Sim, nós somos criativos. (...)
Por fim, percebeu que o "Three" - "três" - significava terceiro andar e que "Downing" era o nome do prédio altíssimo à sua frente. Alguém tinha cursado a escola MB Representações de Nomes Literais para Estabelecimentos"

Alta Tensão é o 10º livro da série Myron Bolitar, e até então, o último. Eu olhei no site do Harlan Coben e lá diz que no momento não existe planos para um próximo livro e não é possível afirmar se terá ou não mais livros do Myron, apesar dele aparecer na série do Mickey Bolitar (sobrinho do Myron). Este livro foi sorteado aqui no blog, e quem não ganhou, corre para comprar! Quem ganhou ou nunca leu Harlan, como eu, não se preocupe, o fato dele ser o 10º - e possivelmente o último - não atrapalha em nada o entendimento do livro, uma vez que cada livro é independente do outro, apesar de fatos anteriores influenciarem no atual, não ficamos perdidos, é claro que, eu vou comprar e ler todos os livros que tenham o Myron. Virei fã e viciada nessa série.

Como de praxe nos livros desse gênero, temos muitos mistérios para desvendar. Inicialmente, parece algo simples, alguém posta no Facebook de uma das clientes do Myron (agente de celebridades e detetive nas horas vagas) uma acusação sobre a paternidade do filho que Suzze T (a cliente). Suzzie procura Myron, que além de ser seu agente é um grande amigo pessoal dela, desde a época em que ela jogava tênis e competia contra a cunhada do Myron, Kitty.
- O Grande benefício da Internet+ todo pode se manifestar. - disse ele. - O grande mal dela: todo mundo pode se manifestar.
- A fortaleza dos covardes e anônimos - concordou Win.
Lex Ryder, marido de Suzzie lê o tal post e sai de casa e é ai que Myron entra em cena, procurado Lex, tentando descobrir quem postou a tal acusação. O problema é que, Kitty, a tal cunhada, está de volta a NY e envolvida nessa história, e para piorar, sua relação com Myron é péssima, para dizer o minimo, e nosso herói não pensa duas vezes antes de se intrometer nessa trama, indo além do que Suzzie pede. Agora, ele quer saber onde que  Kitty e o seu irmão, Brad Bolitar, se encaixam na trama de Suzzie e Lex.
– Então pense: o que foi errado?
Myron não respondeu.
– Responda, estou esperando – disse Win.
– Você quer que eu diga “me intrometer”.
– Muito bem!
– Então talvez esta seja minha oportunidade para me redimir.
Win balançou a cabeça.
– O que foi?
– Como foi que você estragou tudo mesmo? Ah, se intrometendo. E como é que pretende se redimir? Nossa, se intrometendo. 
Confesso que um dos "mistérios" da trama eu adivinhei, mas foi um chute no escuro que acabou sendo certeiro, o que não tira o brilho do livro. Na verdade, apesar de muitas pessoas acharem que ao ler um livro do tipo policial, você tem que ser surpreendido, Harlan prova que o simples é ainda mais surpreendente do que o complexo e o absurdo que alguns autores provocam para surpreender o leitor. Entretanto, é principalmente o envolvimento humano que realmente desponta como o grande fator desse livro, seja nas relações entre os personagens ou os personagens em si, é impossível não amar Big Cindy, as tiradas de Esperanza e o humor fora de hora de Win. Aliás, Win e Myron são os responsáveis pelos melhores diálogos do livro! Perfeitos!
"-Tipo vocês levavam a garota para tomar milk-shake e depois para corrida de submarinos, não era?
- Era - confirmou Myron. - Logo depois do passeio de charrete."
Não é só o humor que mantem o livro, talvez o grande tema de Alta Tensão seja verdade/mentira. E esse tema acaba fazendo esse caso ser muito pessoal para o Myron, dando algumas pinceladas mais dramáticas e pessoais. A relação de Myron com seu irmão Brad, sua cunhada Kitty e seu sobrinho Mickey por vezes me despertou mais atenção que o mistério envolvendo Suzzie e Lex. Aliás, a relação entre Myron e Mickey, que inicia em Alta Tensão e vai se desenvolver na série do Mickey que foi meu ponto alto, e já quero a série, para ontem!
– Posso afirmar o óbvio? – perguntou Esperanza.
– Fique à vontade.
– Esse jeito é todo seu. Poderia ser você na foto.
Myron não respondeu.
– Só que na época você fazia aquele permanente ridículo.
– Não era permanente.
– Tá bom, os cachos naturais que sumiram quando você fez 22 anos.
Eu preciso deixar claro que minha resenha se baseia apenas em Alta Tensão, que infelizmente é o 10º livro da série Myron Bolitar, ou seja, tem 9 livro antes dele que eu ainda não conheço, mas pretendo. Felizmente, cada livro é sobre um caso, então mesmo tendo perdido 9 livros, eu não fiquei perdida na leitura, pelo contrário, Eu me envolvi tanto na escrito, nos personagens, na narrativa que a única coisa que eu penso sobre os livros anteriores é: EU PRE-CI-SO deles!

Título original: Live Wire
Série: Myron Bolitar #10
Autora: Harlan Coben
ISBN-13: 9788580410211
ISBN-10: 8580410215
Ano: 2011
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá, Harlan faz isso com e gente, queremos devorar o livro em minutos kkkk ainda não li essa série , só li livros independentes do autor e amo o jeito frenético que ele escreve.
    Abç,
    Boo Nina
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/05/ate-voce-ser-minha-obsessao-pela.html

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro rápido de ler.
    Não conhecia, mas chegou a me interessar um pouquinho rs'
    Abs

    ResponderExcluir