Resenhas

segunda-feira, 29 de junho de 2015

:: Resenha 51 :: Feche Bem os Olhos, John Verdon

Sinopse: David Gurney sempre foi viciado em resolver enigmas. Mesmo dois anos depois de ter trocado a carreira policial pela pacata vida no campo, sua mente investigativa não consegue resistir a uma boa charada. Foi assim com o caso do Assassino dos Números, um ano antes. Agora, a história se repete quando ele é convidado para trabalhar como consultor e ajudar a polícia a desvendar um instigante homicídio. 
Jillian Perry, uma jovem de 19 anos, foi morta de maneira brutal no dia do próprio casamento. Todas as pistas apontam para um misterioso jardineiro, só que nada mais na história se encaixa: o motivo, o lugar onde a arma do crime foi deixada e, principalmente, o modus operandi.
A princípio, David reluta em aceitar o convite, preocupado em preservar seu casamento, já que sua esposa, Madeleine, é totalmente avessa ao seu envolvimento em qualquer assunto policial. Porém, recusar-se a participar da investigação seria ir contra sua essência e David acaba se convencendo de que não conseguirá dormir em paz enquanto o criminoso estiver à solta.
Quando começa a entrevistar parentes e conhecidos de Jillian e a avançar no caso, fica claro que o assassino é não só mais inteligente e implacável do que ele esperava, como também destemido o suficiente para atacar seu ponto fraco. David terá que pensar além das evidências para desvendar o quebra-cabeça mais sinistro com que já se deparou.

Vocês lembram da minha resenha sobre Eu sei o que você está pensando? Lembram quando eu fiz resenha para Alta Tensão? Então, os dois livros tem quase nada em comum, talvez só o gênero e a editora, mas esses dois livros são os meus livros favoritos (até o momento) no gênero Romance Policial.

Feche Bem os Olhos é o segundo livro da série David Gurney, apesar dessa série não ter ganchos entre um livro e outro, isto é, todos os livros tem começo, meio e fim, é muito melhor ler os livros na ordem para entender profundamente os personagens principais. Verdon é conhecido por suas tramas serem mais psicológicas, então entender o momento do personagem é fundamental para compreender as atitudes que um personagem apresenta. 

Se você leu minha resenha de Eu sei o que você está pensando sabe que foi com Feche bem os olhos que eu descobri esse autor. Se você não leu, deixa eu te relembrar (mas vale a pena ler a resenha e descobrir o livro 1 dessa série!). Um certo dia, procurando livros do gênero suspense policial, encontrei a capa (que é linda, podem me chamar de fútil, mas uma bela capa chama a minha atenção!) e a sinopse de Feche bem os olhos, e eu fui fisgada. Tanto que na Bienal de 2013, eu fui comprar (na verdade eu ganhei ele) e só quando cheguei em casa descobri que tinha um antes, e tive que ler e acabei colocando o Verdon como um dos meus autores favoritos no gênero Policial.
Os perigos que nos provocam maior pavor não são os que são verbalizados, mas o que nossa imaginação invoca. Ficamos aterrorizados não pelo discurso de um homem furioso, mas pela ameaça feita numa voz plácida.
Em Feche Bem os Olhos, você deve fazer tudo, menos fechar os olhos, se permitem o trocadilho! Dessa vez David entra de cabeça no mistério quando a jovem noiva Jillian Perry morre no dia de seu casamento, decapitada em em uma casinha de jardineiro no meio de sua festa com inúmeras câmeras filmando o evento de vários ângulos, mas nenhuma é capaz de registrar o assassino. David é atraído para o mistério, ainda mais quando tudo aponta para o jardineiro do noivo, uma figura envolta em mistério.
O problema é que todo o maldito caso é assim. Todo mundo ligado a ele ou é um gênio, ou um lunático, ou um mentiroso patológico ou não sei o quê. Meu Deus, o vizinho de Ashton, cuja mulher presumivelmente fugiu com o assassino, fica brincando com um trenzinho embaixo da árvore de Natal no porão. Acho que nunca me senti tão sem rumo. (...) Num minuto acho que seio que está acontecendo, no outro percebo que não existem provas do que eu penso.
Maddie ainda é Maddie e com isso quero dizer que por ela, o casal estaria aproveitando a vida bucólica e calma do interior e não entrando em mistérios complexos para descobrir assassinos frios, capazes de arrancar a cabeça de uma jovem de 19 anos e ainda posar o corpo de forma artística. Entretanto, eu ainda vejo nela a grande força que move o David, através de sua inteligência, de seus apontamentos sempre bem colocados. Maddie é uma mulher econômica, ela não vai passar o livro inteiro reclamando com o marido por ele se pôr em perigo, mas quando ela decide dar sua opinião é sempre sobre um fato importante, e várias vezes David a procura em busca de uma luz e ela sabe do que é feito seu marido. 
Você é um homem bom, David. É honesto, brilhante, incrivelmente talentoso, talvez o melhor detetive do mundo. (...) Então como posso dizer para você parar, para se transformar em outra coisa? Não é justo, não é certo. 
Não vou falar muito do caso Jullian Perry, pois em um livro do Verdon, toda informação é importante e descobrir junto do Gurney é que faz a viagem através das páginas ser algo inestimável! Então vou só dar algumas dicas para vocês: não confie em ninguém, entre de cabeça no livro e esteja pronto para ser surpreendido quando a verdade aparecer. O final é alucinante! E muito que do acontece no fim desse livro determina fatos importantes do terceiro livro da série e até mesmo mudanças drásticas no comportamento dos personagens! Corre lá na livraria, compra os três livros dessa série e fica ligado que o quarto livro já está chegando no Brasil!
Se você pensa que existe redenção para os erros do passado, o presente pode mostrar que você está fatalmente enganado.
Título original: Shut Your Eyes Tight
Série: David Gurney #2
Autor: John Verdon
ISBN-13: 9788580410730
ISBN-10:  8580410738
Ano: 2012
Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Americanas
Classificação:

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Olá
    ainda não li nenhum livro dessa serie, mas minha amiga tem o 3º e amou de ais espero gosta tanto quanto ela já que sou fã desse gênero, adoro essas capas
    bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Brinque com fogo é fenomenal! Existem livros bons, ótimos, favoritos e fenomenais, não brique com fogo é fenomenal!
      Um dos mistérios bem mais criados que já li e eu ainda tenho medo da frieza do Bom Pastor!
      Bjs

      Excluir
  2. Eu não li nenhum livro dessa serie. Nem acredito no que eu estava perdendo. Amei toda a historia. Já coloquei na minha lista de leitura.
    Ótima resenha :**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você ficou curiosa com essa série! Não vai se arrepender
      Bjs

      Excluir
  3. gostei de conhecer o livro, nao sabia da existencia da serie, tambem nao lembro se li ou nao as resenhas que tu citou, fiquei bastante interessada e acho que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de conhecer esse livro, é o gênero de livro que eu gosto. Estou bastante curioso para saber mais sobre toda essa historia.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia essa serie, gostei muito da historia. Esse livro parece ser muito bom, eu adoro esse gênero.

    ResponderExcluir
  6. Não é o gênero que eu leio muito, mas gostei muito da historia. Acho que vou amar toda essa serie.
    Também achei a capa bem interessante.

    ResponderExcluir
  7. gostei da resenha me deixou curiosa, não conhecia o livro, mas ja vai entrar pra minha lista de comras *-* bjks

    ResponderExcluir