Resenhas

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

:: Resenha 75 :: "O amor não tem leis" 01 e 02, Camila Moreira

Sinopses: O Amor Não Tem Leis - Alexandre Ferraz é um renomado advogado criminalista apaixonado pelo que faz. Além do sucesso inquestionável na carreira jurídica, também usufrui do impacto devastador que provoca nas mulheres a sua volta. E com a sua nova estagiária Maria Clara não seria diferente.
Recém-chegada de uma temporada fora do país, quando acompanhou o então namorado e cantor pop Dereck Mayer em turnê pelo mundo, a estudante de Direito está determinada a cumprir as horas de estágio para finalmente ganhar o diploma, nem que para isso tenha de resistir aos hipnotizantes olhos azuis do dr. Ferraz. Assim como o seu chefe, a jovem leva uma vida descompromissada, curtindo o sexo oposto sem romantismo ou grandes demonstrações de afeto.
O amor não tem leis traz a arrebatadora história de um homem e uma mulher que buscam, acima de tudo, o prazer, mas que quando colocados frente a frente terão de aprender a lidar com sentimentos até então desconhecidos para eles. O que esperar desses dois? O amor será capaz de transformá-los?

O Amor Não Tem Leis: O Julgamento Final - O destino mais uma vez afasta Maria Clara de seu grande amor.
Um trágico acontecimento obriga a jovem a abandonar Alexandre Ferraz no momento em que ele mais precisa dela. Sentindo-se culpada pelo acidente que pode ter tirado a vida de Diego, irmão de Alexandre, Maria Clara não vê outra alternativa a não ser fugir e buscar consolo nos braços de Derek Mayer, o ex-namorado.
Desesperado, Ferraz não consegue entender como ela teve coragem de desaparecer. Com a tragédia que atingiu o irmão, ele descobrirá que o que sente por sua menina é mais forte do que imaginava.
Em O amor não tem leis: O julgamento final, o dr. Alexandre Ferraz tem em mãos o caso mais difícil de sua vida: conquistar o amor de uma mulher determinada a não amar.

Bem, acho que essa vai ser a resenha mais difícil da minha vida...
Comecei com o intuito de resenhar apenas o primeiro livro, mas acabei sendo obrigada a fazer dos dois e vocês logo entenderão o por quê. Antes de qualquer coisa, gostaria de deixar bem claro que não sou pudica, preconceituosa ou nada do gênero. Vou apenas expressar a minha opinião sobre a leitura, o que ela me transpareceu. Não me odeiem. Por favor, não façam isso com minha pessoa... Por mais que eu tenha me passado de sem coração por não ter chorado em Extraordinário, eu tenho coração sim... eu tenho sentimentos... Me amem!!! Huahuahuahuahu zoeira. Vamos nessa!

Então, como podemos ver na sinopse, o livro trata-se de uma história de amor caliente. Um advogado de sucesso que se acha o picudo das galáxias, pegador irresistível, bambambam do momento, o último biscoito do pacote. Ele conhece uma menina que, olhem só, é fodona, espertona, super cool, mente aberta e a ultima coca-cola do deserto.

Ele é Ferraz, o responsável pelo escritório, uma vez que seu pai está aposentado e curtindo a vida conhecendo o mundo ao lado de sua esposa. Ela é a Clara, amiga da irmã de Ferraz, que após ter abandonado a faculdade de Direito para viver uma aventura fora do país ao lado de um astro do rock, retorna ao país e decide concluir sua graduação, mas para que isso aconteça, precisa de horas de estágio supervisionado. E é nessas condições que seus mundos se chocam e se abalam de maneira avassaladora.

“Mas agora você deve estar se perguntando porque eu, este monumento todo que lhe foi apresentado, estou parado em frente a um prédio, sentado em meu carro, chorando como um bebê abandonado e olhando para este maldito bilhete em minhas mãos, além de ter em minha cabeça pensamentos homicidas. Vai por mim. Eu também estou me fazendo essa pergunta.
Porém, não vou esconder nada. É tudo culpa dela! Maldita! Filha da mãe! Implicante! Arrogante! Dissimulada! Provocadora! Gostosa! Linda! Inteligente! E a boca? Aqueles lábios carnudos... Epa! Epa! Pode parar por aí, Alê, você estava xingando a maldita e agora está elogiando ela? Concentre-se!” – Alexandre Ferraz.

Ele, que é uns 10 anos mais velho que ela, um eterno garotão, se vê totalmente perdido por esse novo sentimento de apego e posse que sente por ela. Já ela, no auge de seus vinte e poucos anos, quer sexo sem compromisso, pois não se permite prender-se a ninguém.

Com esse pequeno prelúdio, eu posso dizer agora o porquê dessa resenha dois em um. Gente, sério! Aaaaaamo de paixão New Adult, vulgo, pornô para mamães. 50 Tons, a série Crossfire, Irmandade da Adaga Negra, sasporra tudo (sic)! Adoro uma sacanagem! E quem não gosta não é mesmo?! Até meu marido que não lê gosta quando eu leio! (garoto esperto... =P)

Gosto de ler as insinuações que a/o autor descreve, fazendo a gente imaginar, embarcar nas sensações e emoções do momento, te deixar excitada só com o fato de imaginar como foi. Só que esse livro não deixa espaço nenhum para isso. É tanto detalhe que eu me senti lendo um roteiro de um filme da SexyHot. E filme brasileiro, porque é tanto palavrão que até eu que uso porra como vírgula fiquei me sentindo levemente incomodada.

“Alexandre seguiu na minha frente. Quando entrei na sua sala, percebi que ele não estava em sua mesa. Olhei ao redor e nada. Confusa, me virei para trás ao ouvir o barulho da porta sendo trancada. Antes que eu pudesse esboçar qualquer reação, Alexandre já estava com a boca na minha, me devorando de uma forma animal. Sua mão foi passeando pelas minhas costas até chegar na cintura. Ele me apertou contra seu corpo e senti seu pau roçando meu quadril. Fui me entregando às caricias maravilhosas daquele homem até que me dei conta de onde estava  e com quem estava. Eita porra! O que está acontecendo aqui?” – Clara.

O livro somente tem 287 páginas e levei duas semanas para concluir a leitura. Aí, ao final do livro eu pensei: “Como, em nome do senhor, eu vou fazer essa resenha???”. Como eu já tinha gasto meu dinheiro suado comprando o segundo e último livro da história, pensei novamente: “O que é um peido para que já está todo cagado? Vamos acabar logo com esse parto!” 

Mas é aí que está a coisa mais maluca do mundo! O segundo livro é bom gente!! Com ação, drama, comédia, até fiquei em certo momento com os olhos marejados! Vejam só?! 

Descobrimos o porque de Clara não querer se apegar a ninguém, o ex-rolo, astro do rock que é citado na sinopse do primeiro livro, finalmente faz sentido existir! Ferraz vira homem e deixa de ser molecão, começamos a conhecer alguns personagens que faz a trama ficar bem mais legal, diminui-se consideravelmente o número de palavrões desnecessários e as cenas de sexo passam a ser menos repetitivas e detalhistas... não sei o que aconteceu com a autora deste livro, mas que mantenha-se assim!

“Passei pela recepção e avisei a Ana que estava indo almoçar. Bruno contava uma piada sem graça e eu ria mais de sua tentativa de parecer engraçado do que da piada propriamente dita. Quando estávamos chegando a porta do elevador estava se fechando. Bruno pediu para o ocupante segura-la. De onde eu estava, podia ver sua mãozinha delicada forçando a porta aberta. Entramos no elevador e, antes de olhar para a dona da mão – obvio, era a Clara –, eu notei a cara de cachorro esfomeado do Bruno e posso garantir: não era fome de comida.
Mais um para o fã clube dessa maldita.” – Alexandre Ferraz.

E aí eu senti vontade de finalmente fazer a resenha. Sei que a comparação que vou fazer será patética, mas foi o mais próximo da realidade que consegui imaginar. Pensem numa baita dor de barriga e você está mega longe do banheiro. Aquelas dores horrorosas, aquele desconforto, fora a agonia. Aí finalmente você chega no banheiro e vive seu momento de Rei/Rainha. Aquele alívio, felicidade, o mundo fica mais bonito e o céu mais azul. Foi assim a leitura dos dois livros para mim. O primeiro foi agonizante, mas o segundo foi super legal!

Sei que provavelmente existem várias pessoas que adoraram o livro, mas pra mim, pelo fato desse início tão arrastado, essa falta de espaço para a imaginação, esse exagero em palavrões, resultou em mim uma péssima primeira impressão. O segundo livro foi ótimo, mas só de pensar no primeiro livro, eu jamais recomendaria a alguém essa leitura.

E aí? Você já leu essa duologia? Gostou? Conta então pra gente! 

Título: O amor não tem leis
Série: O amor não tem leis #01
ISBN-13: 9788581052281
ISBN-10: 8581052282
Ano: 2014
Páginas: 288
Compre aqui: Amazon
Skoob

Título: O amor não tem leis - O julgamento final
Série: O amor não tem leis #02
Autora: Camila Moreira
ISBN-13: 9788581052373
ISBN-10: 8581052371
Ano: 2014
Páginas: 263
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:


Comente com o Facebook:

27 comentários:

  1. Picudo das galáxia kkkkkkkkkkkkkkk #morri
    Eu comprei esses livros em promoção nas Americanas, já estava nos meus planos em ser minha próxima leitura, mas agora depois dessa sua resenha não vou com muita sede ao pote, os livros são finos dá para ler logo e tirar da frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Fran, o primeiro eu peguei numa troca do Skoob, aí como detesto sagas pela metade, comprei logo e segundo e só assim comecei a ler...
      Realmente, eles são finos, mas para mim parecia que cada um tinha mais de 1000 pgs de tão arrastado que ficou...
      Mas assim, lê! vai que você gosta? e se não gostar, é isso aí mesmo, tira logo da fila!;)

      Excluir
    2. Hoje eu termino True, amanhã começo a encarar esses dois.
      Vc já leu o livro dela 8 segundos ? Na página da Camila era só elogio, fiquei tentada comprar estava barato nas Americanas.

      Excluir
    3. Não, Fran, já vi a capa e nem tinha me ligado que era dela.... queroa ler ele, agora fiquei na duvida... huahuauhahua

      Excluir
  2. Achei muito boa sua resenha, dei boas risadas com seus comentários e suas comparações.
    Eu não ainda não li esse livro, mas falam muito bem dessa autora. Eu já vi muitas indicações sobre o primeiro livro, talvez por ter muitos palavrões e sacanagem acabou chamou atenção do povo.
    Eu não sei se leria esse livro no momento, mas quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiago, acho que o mal do brasileiro é esse, ser fisgado por motivos esdrúxulos....
      Obrigado pelos elogios, eu falei serio quando disse que seria a resenha mais difícil da minha vida, nunca tinha feito resenha de um livro que eu não tenha gostado, ainda mais de autor brasileiro, é tipo traição a pátria, saca?? kkkkkk... To com medo de ir a forca... :P

      Excluir
    2. Mas Ana acho que não é porque é brasileiro que nos temos que gostar. Eu a alguns anos não lia livros nacionais porque era tão ruim que eu queria jogar pela janela. Recentemente vi que os livros brasileiros estão tão bons que não perdem nada para autores famosos internacionais.
      Mas sobre esse livro acreditem tem muita gente que lê o livro pra ver isso mesmo. E pelo o que você disse do segundo ser diferente, acredito que deve ter decepcionado muitos.

      Excluir
    3. Pois é Thiago... Mas sei lá.. Sinto que tenho que ler mais nacional... Só que aí leio esse e fico decepcionada,,,, Mas não vou desistir! Dizem que André Vianco é muito bom, e tem outros aí... Vou tentar começar por fantasia, ficção, romance... depois tento novamente o New Adult... :P

      Excluir
    4. Acho que New Adult nacional deixa muito a desejar. Mas de outros gêneros, dizem que Afonso Solano, Rodrigo de Oliveira, Leonel Caldela são muito bons. Eu pretendo ler os livros dele no próximo mesmo.

      Excluir
  3. Olha... Ganhei o livro O amor não tem leis de aniversário da minha irmã e fiquei fula da vida qdo vi q o livro não tinha fim... Corri atrás do segundo! Gostei da história do Alexandre e da Clara mas, quando cheguei no segundo livro, quase desisti!!! É um termina e volta que não tem fim, há estava ficando esgotada emocionalmente rsrsrs. Mas, valeu à pena. O estilo de escrita da autora, sinceramente não me agradou muito, mas a história é boa. Ah... Detalhe: virei fã do lobo mau! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que eu falei com meu marido (que é meu ouvinte forçado..kkk), que a historia tinha tudo, mas tudo mesmo pra ser boa, mas parece que a autora decidiu estragar tudo... ao meu ponto de vista é claro... eu achei uma lastima isso... Você ver uma história com um potencial e tanto, afundar mar a baixo....

      Excluir
  4. Já tinha ouvido falar maravilhas dessa duologia, e apesar dele estar grátis no Kindle Unlimited (que eu assino rs), ainda não li. Talvez porque sempre pensei que seria mais do mesmo de tantos outros de mesmo gênero. Adorei a resenha, ela me deu uma ideia mais clara sobre os livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, mais do mesmo seria qualquer outro livro. menos esse... ele extrapola o limite... de forma negativa, pelo menos para mim...

      Excluir
  5. Porra como virgula foi ótima.. srsrsrrs
    Adoro as resenhas daqui do blog, dou boas risadas.
    Eu não li ainda esse livro porque ele não me chamou muita atenção. Sei que falam muito bem essa autora mas essa premissa realmente não me animou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que nunca havia ouvido falar dela, senão ia me decepcionar mais ainda. rsrsrs... Obrigado Thaísa! :D

      Excluir
  6. Eu gostei tanto da resenha quanto da premissa do livro.
    Não conhecia esse livro mas gostei dessa historia, eu adoro New Adult, quero ler todos. Acho que não li nenhum nacional.
    Já esta anotadinho.
    beijos Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste mais do que eu Kelis!
      Beijinhu! ;)

      Excluir
  7. Tinha vontade de ler esse,mas deixei pra lá.Agora com sua resenha é que não vou ler mesmo.Livro de poucas paginas com leitura arrrastada não dá.Mesmo ele sendo picudo,essa pica eu passo kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk, Elisangela, eu também queria ter passado... juro!! huahuahuahua

      Excluir
    2. kkkkk nem toda pica vale a pena né Ana

      Excluir
    3. kkkkkkk, não mesmo Elisangela!! tem umas que a gente passa de bom agrado!! kkkkk

      Excluir
  8. Ana, comecei a ler ontem !!!! Até agora tranquilo, te mantenho informada !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, quando eu cheguei na 10ª pagina já tinha lido uns 30 palavrões... huahuauhuha

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Pois é Ana, achei meio desnecessário né ? Bom, já tem dois dias que não leio tô trabalhando como looouca !!! Esse final de semana tendo desenrolar.

      Excluir
    3. extremamente desnecessário... Mas termina logo, pra fila andar mais rápido!! huahuauhahu

      Excluir
  9. Não pretendo ler o livro por seu gênero Erótico/Adulto, mas fiquei feliz em saber que você também não gostou do livro, por conta dos seus vários pontos negativos, assim não crio muitas expectativas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No inicio fiquei apreensiva por fazer uma resenha negativa, mas não dá pra mentir né?! Eu não gostei, mas há quem goste!
      Quem bom que te ajudei então!! :P

      Excluir