Resenhas

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

:: Resenha 66 :: Sem Esperança, Colleen Hoover


Sinopse: Assombrado pela culpa e pelo remorso por não conseguir salvar Hope nem Less, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva. Mas, quando finalmente se depara com Hope depois de tantos anos, não poderia imaginar que o sofrimento seria ainda maior após o reencontro. Em Sem esperança, Holder revela como os acontecimentos da infância de Hope, que agora se chama Sky, afetaram sua vida e sua família, fazendo-o buscar a própria redenção na possibilidade de salvá-la. Mas é apenas amando Sky que ele finalmente será capaz de começar a se reconciliar com si mesmo.

DPL, DPL braba! Colleen tem o poder de escrever livros com tanta sensibilidade que você é tomado de emoções, você sente tudo, é impressionante! Depois que eu li a trilogia Slammed (que também me deu uma DPL braba), a Colleen se tornou uma das minhas autoras favoritas; tornei-me fã de carteirinha, daquelas que PRECISA ler tudo o que essa mulher escreve (até a lista de compras ^^)!

Bom, é muito difícil escrever resenha de uma sequência e Sem Esperança é o segundo livro, depois de Um Caso Perdido ao qual vocês podem relembrar da resenha da Grazi clicando aqui. Sabe quando o livro mesmo sendo a versão do primeiro, basicamente a mesma história, ele é tão bom quanto ou até melhor que o primeiro? Pois é, Sem Esperança é desses. E não tem como não lembrar daquele post onde conversamos sobre os livros em série. Lembra que conversamos sobre o pessoal que não vê necessidade de continuações? Que esses livros que são versões dos livros anteriores, só que no POV (ponto de vista) de outro personagem, muita gente acha repetitivo e tal? Então, tem quem ache realmente, mas isso não acontece aqui, mesmo!

Levanto o rosto para dar uma olhada rápida. Queria muito evitar olhar, mas quando tem alguém encarando você é difícil não fazer contato visual, mesmo que seja apenas por um segundo. Mas, no segundo em que o faço, fico paralisado.
Não consigo mais desviar o olhar, mesmo que esteja tentando com todas as minhas forças me desligar da imagem na minha frente.
Meu coração para.
O tempo para.
O mundo inteiro para.

Resumindo, no primeiro livro nós conhecemos a jovem Sky de 17 anos que teve uma vida bem diferente das outras jovens de sua idade. Por influência de sua mãe, Karen, Sky não tem celular, não tem internet, nem televisão elas têm em casa. Seus estudos foram dentro de casa e sua única e melhor amiga, Six, foi sua única fonte de experiência com o mundo exterior. Quando Sky finalmente se matricula na escola para cursar o último ano, Six viaja para a Itália em um intercâmbio e Sky tem a difícil missão de enfrentar o horror que é uma escola americana, com todos aqueles adolescentes que a gente vê nos filmes e seriados. Tudo fica mais fácil quando ela faz amizade com Breckin e quando Holder retorna para a escola depois de meses afastado por problemas que a gente vai descobrindo ao ler o livro. A Grazi foi bem contida na resenha de Um Caso Perdido, até porque a história principal do livro é tão, mas tão... forte, que não dá pra falar, pois estragaria completamente a leitura de quem ainda não leu.


Depois daquele final e de todas aquelas tristes descobertas do primeiro livro, neste segundo, nós vamos ter a mesma história agora contada por Holder. É uma chance de entendermos a cabeça desse jovem rapaz tão tomado por culpas e fardos que não merecia carregar.

Fico a encarando por vários segundos e depois abaixo minha bochecha até a sua mais uma vez. Quero beijá-la, mas continuo pressionando a bochecha com firmeza contra a sua, pois não quero que ela veja as lágrimas nos meus olhos.
Não quero que veja o quanto dói saber que ela é capaz de ficar tão perto de mim... es mesmo assim não se lembrar de mim.

A narrativa é bem legal, pois temos capítulos onde Holder escreve cartas para sua irmã gêmea Less e olha, esses momentos dos dois são tocantes demais! E essa é uma maneira de nós entendermos mais esse menino que é um caso perdido e uma maneira dele se ajudar, o que é bem interessante de ver. Se no primeiro livro nós ficávamos perdidos do mesmo jeito que Sky ficava com as alterações de humor de Holder, neste segundo a gente vê e sabe o porquê de todas as suas reações e ações. Vemos o quanto o pobrezinho sofreu ao descobrir tudo aquilo depois de toda a luta dele, por todos os anos de procura quando finalmente encontra o que tanto procurava, com toda aquela culpa que carregava... sério, não foi fácil pra Holder. Na verdade não foi fácil pra ninguém o que esses dois enfrentaram na vida.

Neste segundo livro nós também vamos conhecer Daniel, um amigo de Holder que é uma figura e que traz a leveza e o riso para essa história tão carregada de sentimentos intensos. E Colleen dá um ótimo gancho quando faz Daniel contar uma parte de sua história, que vamos poder conferir no conto Em Busca de Cinderela.

Um Caso Perdido e Sem Esperança são livros que mexem muito com você. Parece que a Colleen enfia as mãos no teu peito e mexe em tudo lá dentro, dando claro, aquele aperto cruel no teu coração, pois o tema é muito, muito pesado. Daquele que te faz pensar e repensar no mundo e nas pessoas; em como as pessoas são capazes de certas coisas e o que leva essas pessoas a fazerem isso. E pra concluir, como eu falei, mesmo este segundo sendo a versão do primeiro livro pelos olhos de Holder, ele não conta somente a história de amor dos dois, do encontro/reencontro deles; a gente vai saber bem mais da relação que ele tinha com a irmã e vamos poder entender muito mais sobre ela também, o que é fundamental pra essa história.

- Eu amo você, Holder. Tanto. – afirma ela com segurança. – E só pra constar... Hope também amava.
Assim que as palavras saem de sua boca, sou completamente consumido por uma sensação de paz. Pela primeira vez desde o segundo em que ela foi levada de mim, finalmente sinto que fui perdoado.
- Queria que você pudesse sentir o que acabou de provocar em mim. – Tomo sua boca com a minha no mesmo instante em que ela consome completamente o meu coração.

Leiam! Não deixem de ler por ser um romance tão dramático, doloroso e praticamente palpável, pois por mais que você não seja uma pessoa sensível, te garanto que você sentirá muitas coisas lendo essa série, acredite. Vale muito a pena, a Colleen é impecável e de uma sensibilidade impressionante!

Título: Sem Esperança
Título Original: Losing Hope
Série: Hopeless #2
ISBN-13: 9788501065124
ISBN-10: 8501065129
Ano: 2015
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Compre aqui: Amazon
Classificação:

Comente com o Facebook:

25 comentários:

  1. O primeiro livro que li da Colleen foi Slammed e apesar de ter ficado com uma DPL por semanas, eu amei (sempre releio essa trilogia). Ela é uma das minhas autoras preferidas também Bia, ela mexe mesmo com o nosso emocional através de suas historias. Ainda não li Caso Perdido e Sem Esperança, mas pela resenha da Grazi e pela sua Bia, tenho certeza que vou amar e junto vai vir uma DPL braba rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, Marina, leia porque é tão boa quanto Slammed. A Colleen tem o dom!

      Excluir
  2. Realmente uma história de tirar o fôlego, amei a resenha e o conteúdo! Ele mexe emocionalmente com as pessoas e isso faz com que a experiência seja melhor ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Marcela. Livro bom é livro que mexe com a gente, que faz a gente sentir tudo e que faz a gente pensar em várias coisas.

      Excluir
  3. Adorei a resenha porém não me interessei no livro.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Amo Colle!Confesso que sou desse time,que acha um segundo livro cansativo,mas pela sua resenha vi que esse vai ser diferente,amei o primeiro, Holder e Sky me encantaram,essa historia é para os fortes é pior que livros dark kkk.Sorte a sua que vai na bienal BIA, poderá conhecer essa escritora com poderes de nós destrossar por dentro,mas que amamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Elisangela, tem muita coisa nova nele que não o torna repetitivo. Tomara que eu consiga conhece-la! <3

      Excluir
    2. To lendo e amando não é cansativo. To achando o Daniel super legal,posta a resenha dele aqui.VAI CONSIGUI SIM,ELA DEVE SER TOP.

      Excluir
    3. Terminei,tipo Colleen manda muito.Amei a visão do Holder,Les sem palavras.Agora partiu Em busca de cinderela,Daniel figura.Quem sera a cinderela? Sera a amiga de sky que ta viajando,pensei nela.

      Excluir
    4. Uia, já leu? Eu ainda não consegui.

      Excluir
  5. O único livro dessa autora que eu li foi Ugly Love, eu achei a historia muito boa. Eu consegui ficar envolvido no romance, o que eu achava que não iria acontecer.
    Eu não conhecia outros livros dessa autora, estou conhecendo agora. Eu não gosto de pov, mas quem sabe eu acabe gostando nessa série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to looouuuca pra ler Ugly Love!!!!

      Excluir
    2. Eu fiquei sabendo que iria virar filme mas não sei se é verdade. Mas leia Ugly Love, eu gostei bastante Achei que o romance foi bem sensivel.

      Excluir
    3. Eu acho que não vai rolar mais não, por falta de grana. =/

      Excluir
    4. Ah, mas quem sabe depois você consegue comprar e ler. Talvez tenha alguma promoção na bienal.

      Excluir
    5. Hehehe eu digo sobre o filme, acho que o filme não vai rolar mais por falta de grana pra produzir. ^^

      Excluir
  6. Os primeiros livros que eu li foram Slammed, gostei tanto que fui atrás de outros livros da autora. Ai fui ler Um Caso Perdido e Sem esperança. Esses livros são demais, AMEI !!!! Colleen é fodástica, ela sabe como ninguém mexer com nossos sentimentos. Eu chorei, senti toda a dor e me envolvi com todo o drama dessa história.

    Queria muuuuuuuuuito poder ver a Colleen na Bienal :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ela é fantástica.
      Vem pro Rio, Fran!!!!

      Excluir
    2. Ai Bia, infelizmente não vai rolar ... :( Vc não tem noção de como eu queria conhecer a Colleen, mas vou ficar feliz em saber que vc conseguiu chegar pertinho dela !!!! (quero fotos ) hehehehehehe

      Excluir
  7. Eu conheci a autora recentemente mas já pude perceber que ela escreve romances bem sensível e leves.
    Não conhecia esse livro, mas ele já me encantou.
    Gosto muito de ler a resenha esse livro parece ser emocionante. Eu senti um ar meu triste na historia, não sei se é Impressão mas acho que é um daqueles livros em que choramos juntos com o personagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São bem sensíveis e intensos. Há sim uma história bem triste por trás. Leia pq vale muito a pena. ;)

      Excluir
    2. Peguei emprestado o livro Um Caso Perdido e estou no começo mas estou gostando muito.

      Excluir
  8. Que historia bonita, estava mesmo pensando em ler algum livro da Colleen, acho que vou ler esse.
    A historia parece ser emocionante e triste, prevejo lagrimas. Pretendo começar a ler esse livro logo!

    ResponderExcluir
  9. consegui essa semana solicitar Um caso perdido no skoob, agora to esperando chegar, to bem curiosa pra ler já que todos falam tao bem dessa autora, gostei da sua resenha e assim que eu terminar de ler o livro vou correndo ler Sem esperança.

    ResponderExcluir
  10. Essa série, Hopeless, me traz bastante interesse. Apesar de estar bem desapontados com as capas da série, me interesso bastante por sua estória e suas propostas. Creio que deve ser uma leitura bem gostoso.

    ResponderExcluir