Resenhas

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

:: Resenha 79 :: Padma, Kelly Hamiso


Sinopse: Jéssica é uma garota de dezessete anos, estudiosa, bonita e rica, que havia ganhado uma segunda chance. Numa visita à casa de sua avó, em São Paulo, conhece um grupo de amigos e Beto, rapaz rebelde que, entre cigarros, bebedeiras e rock’n'roll, está longe de ser o homem ideal, mas sua indiferença o torna irresistivelmente fascinante. Tinha tudo para ser mais uma história de amor, exceto por um detalhe: os dois não sabiam que essa união os transformaria em peças de um jogo entre membros de uma organização e um homem ambicioso; todos manipulados por Arimã, o anjo corrompido. Para que consigam ficar juntos, Jéssica e Beto precisarão revelar segredos, aprender a perdoar, interpretar sonhos e acreditar que não estão sozinhos. Entre vícios, brigas, uma flor que inspira e seres sobrenaturais, está Padma, em busca da luz.

Assim que terminou a MaratonaLiterária de Inverno e eu acabei de ler OSafado do 105, eu separei todos os livros pendentes das parcerias aqui do blog e o primeiro que eu deveria ler era Padma, que recebi da autora Kelly Hamiso com uma flor de lótus linda em origami.


O começo da história, apesar de diferente (para mim) e interessante, não me prendeu logo de cara e isso me deixou bem apreensiva, pois vocês sabem que eu, quando pego num livro, eu o devoro. O que não foi o caso com Padma, que levei 2 semanas lendo (sério, pra mim é muito rs). Talvez eu não estivesse no momento, talvez por ele ser longo com suas 512 páginas, enfim, não sei, mas o que posso dizer é que só da metade pra frente a história começou a me prender e a ficar interessante.

Então vamos lá. Em Padma a Kelly nos conta a história de Jéssica, uma linda jovem de 17 anos, modelo, que vive em NY e parece uma boneca de tão linda e perfeita. Filha de uma família rica, Jéssica perde o pai ainda criança e desde então se sente completamente sozinha, pois sua mãe é bem distante dela. Com isso, Jéssica mora “sozinha” em NY. Sozinha entre aspas porque na verdade o chofer contratado pela mãe dela quando Jéssica ainda era uma criança, mora com ela sem a mãe dela, a dona Isaura, saber.

Jéssica também não sabe que Sérgio, o chofer, é completamente apaixonado e obcecado por ela, controlando todos os passos e a vida da menina, que inocentemente não vê maldade alguma por confiar e conhece-lo desde pequena.

Quando ela resolve viajar para São Paulo, para visitar sua avó e sua madrinha, as coisas começam a ficar interessantes. Mas antes, deixa eu contar pra vocês que Jéssica tem um sonho recorrente, onde ela vê uma linda jovem de vestido lilás correndo. Esses sonhos, por serem recorrentes, deixam Jéssica bem intrigada, querendo entender a razão de sonhar sempre com a mesma coisa, querendo saber quem é a moça e o rapaz de seus sonhos.

"O feiticeiro puxou as rédeas de seu cavalo, fazendo o animal erguer as patas dianteiras e batê-las fortemente no chão. Era o sinal de que tudo havia acabado.
O jovem rebelde pôs-se como um escudo, lutaria contra o feiticeiro enquanto sua amada escapava. Então, ergueu a barra do vestido e correu alguns metros, mas parou antes de entrar na floresta, ouvindo um grupo do jovem rebelde."

Voltando pra São Paulo. Lá ela vai conhecer os vizinhos de sua avó, os irmãos Bel, Bento e Beto. Bel é uma menina adorável e efusiva e antes mesmo de Jéssica conhecer Beto, ela vê um desenho dele em um caderno de desenhos da Bel e fica completamente encantada por aquele rapaz desenhado. Não preciso dizer que aí tem, né? Pois é! Só que antes mesmo da coisa entre os dois rolar, Bento, o outro irmão, fica encantado por ela, então rola bem um climinha chato entre os três, mas que logo passa, pois Bento vê que não tem chance alguma.

"Jéssica voltou a olhar o rosto do irmão de Bel. Era fascinante. Ela não saberia explicar se era o desenho tão bem-feito ou simplesmente aquele rosto. Algo naqueles traços havia lhe roubado a alma. Poderia ficar o dia inteiro olhando que continuaria fascinante."

Beto é um rapaz completamente diferente da princesinha Jéssica. Ele é rebelde, fuma, se veste de preto, adora sua moto amarela, tem o cabelo comprido e é alérgico, sim, alérgico! Achei muito engraçado esse detalhe que é pouco visto nos livros, por mim pelo menos. E eu me identifiquei bastante, porque quando tenho crise de espirro é um atrás do outro e eu também coço o nariz quase arrancando ele fora rsrs.

Aí você deve estar se perguntando. Ok, mas e aí, o que tem além desses jovens e o romance da lindinha com o rebelde alérgico? Eu vou contar, calma, mas também não posso contar tudo, senão eu entrego o grande lance da história. O que eu posso contar é que Beto e o seus amigos, incluindo Xande (tio de Jéssica, irmão da dona Isaura), guardam um segredo bem complicado, parada séria mesmo! E quando ele e Jéssica começam a se relacionar, o negócio fica enrolado entre eles, porque ele não sabe se conta pra ela, se manda ela embora para poupa-la, ou se fica com ela apesar do que faz com seus amigos.

"Eram tantas omissões, e a primeira vez que mentia para ela. Sentia o peso da culpa, mas teria que se acostumar, pois seria a primeira de tantas. Enfim, aliviou-se ao pensar que enquanto estivesse mentindo, era sinal de que ela ainda não sabia de nada. Fechou o celular e abaixou a cabeça, imaginando os olhos dela, ouvindo-o contar o que fazia."

Bom, mas por trás disso tudo, ainda tem mais! Nós temos Arimã e Gabriel, dois anjos, mas diferente de Gabriel, que tenta guiar da melhor maneira esse grupo de jovens, Arimã é um capeta que só quer fazer o mal, atrapalhando tudo. E é através deles dois que você entende muito do mistério do livro, inclusive os sonhos de Jéssica.

"- Finalmente, vai entender o porquê venho vê-la.
- E por que vejo você? - perguntou ela, não muito certa de que queria ouvir a resposta. Pairou um longo silêncio que incomodou a garota por um momento. Ela estava ansiosa, apertando os dedos. Nasi cheirou os pés do anjo, abanando o rabo. Gabriel sorriu para o cão, voltando os olhos para Sheila.
- Preciso explicar algumas coisas a você, para que possa me ajudar. Acha que está preparada?
- E por que eu?
- Porque você acredita."

O final pra mim foi surpreendente e aquele livro que no começo foi difícil em me prender, me fez derramar lágrimas rsrs, pois é, chorei no final, porque eu sou dessas! U.u

Padma é narrado em terceira pessoa, um ponto ao qual eu gosto muuuito. Nele você vai encontrar amizade, amor, jovens enfrentando os problemas da vida e dos relacionamentos, vai ver também mensagens de fé, perdão e superação em meio a uma trama intensa e cheia de reviravoltas até o seu desfecho. Fora que a capa é linda.

Título: Padma
Autora: Kelly Hamiso
ISBN-13: 9788542801132
ISBN-10: 854280113X
Ano: 2014
Páginas: 512
Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)
Compre aqui: Amazon, Submarino
Classificação:

Comente com o Facebook:

20 comentários:

  1. A capa é linda sim, 2 semanas leitura arrasta sim,quando um livro te prende tu não larga,kkkk.Daya comentou que o fim é triste,leio não,fico depre,e não gosto de livros em terceira pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é um final triste e bonito ao mesmo tempo. Nossa, eu adoro em 3ª pessoa!

      Excluir
    2. Eu fico muito pensativa,quando o final me deixa triste,tipo como eu era antes de você o livro é lindo mas eu não me recupero daquele final.Quanto a narrativa,eu leio,mas curtu mas quando tem até o nome do personagem no capitulo kkkk

      Excluir
  2. A primeira vista o livro não me chamou muita atenção. Quando eu leio um livro demoro no máximo três dias, então acho que realmente essa leitura demorou um pouco. Estou em duvidas se leio esse livro.
    Achei bonito o origami, queria saber fazer essas coisas, nem quando faço barco de papel ele sai certo. rsrs
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk meu barco também fica pessimo,e avião o treco nem voa.

      Excluir
    2. Pois é, a capa me chamou muito a atenção, mas quando comecei foi beeeeem arrastado. Aí como disse, só no meio começou a me interessar.
      Hahahahahaha e tamo junto, eu também não consigo fazer nada. E Elisangela, o meu avião também mal voa hahahahahahaha.
      Beijo procês!

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. kkkk somos pessimos na arte de fazer avião, bjs pra ocê tbm

      Excluir
    5. Bia o fato de ser arrastado e ter um final triste já desanima a leitura.
      E sobre origami, acho que só os asiáticos mesmo que conseguem fazer isso. rsr

      Excluir
  3. Achei a historia muito bonita, eu adoro livros com anjos. Só não gostei de saber que o final é triste, odeio finais que fazem chorar.
    A capa e o origami são lindos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu corro quando já sei que o final é triste kkkk.O personagem de anjo que eu amei foi o Pach,o anjo caido lindo.E o seu Thaísa qual foi?

      Excluir
    2. Gente, mas faz parte, o final apesar de fazer chorar e ser triste, por outro lado é muito bonito. Só lendo pra entender pq não posso contar, né.

      Excluir
  4. Bia parabéns pela resenha, você é sempre bem clara e objetiva. Eu já tinha lido a sinopse desse livro e não me interessei. Mas coloquei ele na minha lista, porque sempre dou uma segunda chance rs, e a historia parece ser boa. Agora fiquei desanimada com esse final Bia, choro pra mim, em final de livro, está sempre ligado com morte ou separação rsrsrs. E depois que a Daya falou que o final é triste, tenho certeza que não será um final muito bonito rsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um final inesperado, sim, mas ao mesmo tempo que é triste, tem sua beleza. Como comentei antes, não dá pra eu falar pq estaria dando um baita spoiler. Dê uma chance e descubra o que acontece. ;)

      Excluir
  5. Não conhecia o livro nem a autora, porém achei interessante o livro, e o titulo bem diferente. Adoro essa coisa de segredos, e a pessoa decide se vai dize-lo ou não, porque ai sempre tem alguma coisa que piora nomeio do paraíso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o título também me chamou muito a atenção e é legal quando você vê o significado no meio da história. Pois é, segredos são sempre complicados e dão o que falar.

      Excluir
  6. Oie
    Eu achava que esse livro era curtinho e não que tinha tudo isso de páginas,e a história parece ser bem empolgante,pelo menos depois que você pega o ritmo.E tudo parece ser uma reviravolta de acontecimentos.Ainda estou indecisa se quero ou não ler o livro,algo nele não me chamou atenção.Porém gosto de livros emocionantes e que façam chorar,se bem que como eu sou qualquer coisa me faz chorar.Um dia ainda me decido se dou oportunidade pro livro ou não.
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, como eu falei, chega um momento do livro que ele te prende por conta de toda a reviravolta dos acontecimentos, fazendo você ler pra saber o que irá acontecer, deixando você curiosa pra saber sobre os anjos e todo esse mistério por trás da história.

      Excluir
  7. Fiquei muito intrigada com a história, mas ainda estou na dúvida se leio ou não pq ñ sou muito fã de finais tristes!
    Parabéns pela resenha! Bjs

    ResponderExcluir