Resenhas

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

:: Resenha 81 :: O Sumiço de Beatriz, Carolina Matsuo

Sinopse: Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militares venezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista e maquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.
Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série de explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta. Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém, antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.
Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo uma rede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo muito além do que ele poderia imaginar.

Sério, eu acho que todo mundo que lê essa sinopse pensa: “Oi? O que uma estilista tem a ver com as FARC? E o que esse chef de cozinha está fazendo aí no meio? Que livro doido é esse?”


Você pensou, não pensou? Porque eu pensei e várias amigas minhas também. Esse livro eu demorei um pouquinho pra ler, justamente por fugir bastante dos livros que estou habituada a ler, mas quando eu vi a autora Carolina anunciando parceria com blogueiros, eu topei, porque tenho em mente que devo ler de tudo (menos terror, vocês sabem =P).

Mais uma vez, como tem acontecido nas minhas últimas leituras, a história me prendeu a partir da metade do livro, quando eu comecei a entender e a sacar a jogada dos personagens e a tentar adivinhar certos mistérios construídos pela autora. Mistérios que ela só revelou no final e eu fiquei: “Geeeente, como assim?!”

Bom, Carolina Matsuo criou uma história bem interessante e um jeito bem bacana de você ler sobre interesses políticos e a ganancia absurda que vemos nesse meio. Logo no primeiro capítulo nós vemos a fuga de Beatriz após ter de criar uma arma, uma roupa na verdade, super poderosa, porém, ao ver o real interesse dessas pessoas gananciosas, poderosas e perigosas, ela a destrói, e aí começa toda a trama do livro, pois essas pessoas querem Beatriz, pois ela é a única pessoa capaz de criar a tal roupa.

"Então imagine uma roupa em que as fibras do tecido, depois de tratadas e reestruturadas, são capazes de suportar elevados esforços e se ajustasse ao corpo através do calor humano. Além de possuir microcâmeras distribuídas estrategicamente por toda roupa, fazendo com que..."

Durante essa fuga, Bia consegue se comunicar com Tomaz, seu amigo de infância, e consegue brevemente lhe contar que está em perigo, que precisa fugir. Ela deixa poucas pistas para ele, mas Tomaz não desiste e pela amiga, ele larga tudo, até o trabalho em seu café para ir atrás dela e saber o que de fato está acontecendo.

Passamos o livro todo acompanhando Tomaz a buscar pistas e informações sobre o sumiço de Bia. É através dele que entendemos o que uma estilista está fazendo metida nesse rolo todo com professores de química, laboratórios, membros do Instituto Químico Nobel, a IQN, e membros das FARC. Doido, eu sei, mas quando você ler e souber o que a tal roupa é capaz, você vai entender o interesse de toda essa gente. Eu não vou contar aqui na resenha porque estragaria toda a graça do livro. Mas não pense você que só temos essa galera aí interessada na tal arma poderosa. Temos até um professor muçulmano interessado, negociando com membros da Al-Qaeda! Sente o poder da tal roupa!

"- Quem diabos é Madij?! - André insistiu.
- Madij é um comprador de armar e um agente intermediador de um grupo terrorista islâmico. - respondeu Pedro.
- Grupo terrorista islâmico? Do que diabos vocês estão falando? - Christian ficou apreensivo.
- Madij e Raed estavam negociando a roupa para ser usada por algum membro da Al-Qaeda."

A história, apesar de parecer doidinha e bem diferente, é muito interessante. É interessante ver toda a investigação feita por Tomaz e nós, junto com ele, vamos montando todo o quebra-cabeça, e somos surpreendidos com super revelações no final do livro. Contudo, eu achei o livro muito, muito rápido! Não sei se eu não estou acostumada com livros tão frenéticos, mas frenética é a palavra. Tudo acontecia muito rápido, num mesmo parágrafo ele estava fazendo uma coisa e já saía de lá, pegava o carro e já estava indo pra outra cidade. Sei que às vezes reclamo de livros extensos e detalhados demais, mas este eu achei tão apressado que eu até brinquei dizendo pra um amigo que eu ficava com falta de ar com a rapidez dos acontecimentos. Fora esse detalhe, eu achei a escrita da autora boa, o livro é narrado em terceira pessoa e somente em alguns poucos momentos, vemos a narrativa sendo feita pela Bia quando ela está tendo uns sonhos bizarros e recorrentes que ela tem.

"O que seria dele sem Beatriz e Giselda, que eram consideradas membros de sua família. Com seu pai cuidando da avó em Portugal, seus amigos, muitos deles casados e constituindo família, e ele administrando o Tradicional Café com Gabriel. Então, por um momento, ele percebeu que a atitude que havia tomado em sair de sua cidade ia além da procura por Beatriz. Era uma busca por felicidade, paz interior e acima de tudo, por amor."

Se você curte um livro de investigação cheio de mistérios, com uma trama que mistura ficção científica com fatos reais num leve romance policial, O Sumiço de Beatriz é ideal pra você.

Assista ao book trailer


Título: O Sumiço de Beatriz
ISBN-13: 9788591756001
ISBN-10: 8591756002
Ano: 2014
Páginas: 340
Editora: Independente
Compre aqui: Amazon
Classificação:

Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. Adorei a resenha e a história parece ser boa! Mais um para minha meta de leituras de 2015 :v

    ResponderExcluir
  2. Oi Bia!!
    Eu eu gosto muito de livros de investigações e de ficção cientifica mas esse livro não me chamou muita atenção, fiquei um pouco confuso com a historia. Acho que não seria uma leitura para mim no momento mas não descarto a possibilidade de lê-lo futuramente.
    Esse efeito da roupa na capa é muito interessante.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, foi interessante ler algo diferente. A capa é bem bonita e a roupa é muito louca mesmo, só lendo pra saber o poder real e o que ela pode causar nas mãos erradas. Quando decidir ler, nos conte o que achou. ;)

      Excluir
    2. Pode deixar que conto sim. Quem sabe eu pegue pra ler nas ferias quando vou ter mais tempo para prestar atenção na leitura.

      Excluir
  3. Uauuuu agora também quero saber da tal da roupa!!! Historias assim eu gosto, adoro sentir essa adrenalina! Vamos la...

    ResponderExcluir
  4. Vai ler terror sim! Eu hein! Que coisa!!
    Tenho esse e-book e está na minha lista de leitura.
    Agora que estou de FERIAS, não é dona bia?!
    Posso ler livros já resenhados tranquilamente....
    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana to com Bia pra que ler terror,vamos ler romances,fabulas.....coisas bem florzinhas.Terror não é pra mim,eu fico encabulada depois.kkk

      Excluir
    2. Meu Deus! então eu sou um homem!! huahuahuahua
      O bagulho é botar um terror pra dar emoção!!

      Excluir
    3. kkkk você é durona Ana,eu me amarro é em romance florzinha kkkk.

      Excluir
    4. Vou ler, dona Ana, eu vou ler hahahaha. Se eu não dormir, vou ficar te enchendo de mensagem no whatsapp e num vou deixar vc dormir. U_u

      Excluir
  5. Eu pensei de cara,como assim uma estilista vai fazer armas kkkkk.não me encanto,acho que não conseguiria ler,esse.Mas se bem que um ropa dessa ia ser maneiro,mais do jeito que sou desastrada eu ia acaba me matando kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah eu pensei nisso enquanto lia. O efeito dela ia ser sensacional, mas em algum momento eu acho que daria mole.

      Excluir
  6. Oie
    Eu achei a história bem diferente do que estou acostumada mas gostei da ideia,e a minha analogia de livros assim rápidos é que parece que você correu uma maratona enquanto o lia por que quando termina a página,já aconteceram tantas coisas que você nem consegue respirar mais.E que roupa poderosa essa,hein.Quero saber o que ela faz mas sei que você não vai soltar nenhum spoiler,o jeito é eu ler e descobrir mas isso só quando eu terminar minhas pilhas de séries inacabadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente essa a sensação, Letícia. Rola até uma falta de ar rsrs. Quanto a roupa, não posso contar, mas é bem interessante e nas mãos de pessoas erradas, putz, é uma baita arma. Boa leitura! ;)

      Excluir
  7. Já conhecia o livro e a autora, mais nunca li o livro e me interessei muito com isso, sim eu curto investigações, mais não achei algo que me atraísse nesta historia. Tudo o que acontece com Bia que é apenas uma estilista. Bem, acho que meu pensamento é talvez.

    ResponderExcluir