Resenhas

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

:: Resenha 82 :: Desaparecido Para Sempre, Harlan Coben

Sinopse: No leito de morte, a mãe de Will Klein lhe faz uma revelação: seu irmão mais velho, Ken, desaparecido há 11 anos e acusado do assassinato de sua vizinha Julie Miller, estaria vivo. Embora a polícia o considere um fugitivo, a família sempre acreditou em sua inocência. Ainda aturdido por essa descoberta e tentando entender o que realmente aconteceu com seu irmão, Will se depara com outro mistério: Sheila, seu grande amor, some de repente, e o FBI suspeita do envolvimento dela no assassinato de dois homens. Apesar de estarem juntos há quase um ano, Sheila nunca revelou muito sobre o seu passado. Enquanto isso, Philip McGuane e John Asselta, dois criminosos que foram amigos de infância de Ken, passam inexplicavelmente a rondar a vida de Will. Para descobrir a verdade por trás desses acontecimentos, ele conta apenas com a ajuda de Squares - seu colega de trabalho em uma fundação de assistência a jovens carentes e proprietário de uma escola de ioga famosa entre as celebridades, o que lhe garante acesso a topo tipo de pessoas e de informações. Mestre do thriller de ação, Harlan Coben se supera nesta eletrizante história cheia de incríveis reviravoltas. Um suspense que mostra a busca pelo assassino, pela vítima e, acima de tudo, pela verdade.

Aviso aos navegantes: Tem crise de ansiedade?! Fica tensa rápido?! Então toma um Maracujina antes de começar o livro e embarque nessa emoção!!

“Uns quatro meses depois do assassinato de Julie, encontrei meu pái no porão com as costas voltadas para mim, exatamente como agora. Ele pensara que a casa estivesse vazia. Aninhada em sua mão direita estava uma pistola Ruger calibre 22. Ele a acariciava ternamente, como se fosse um pequeno animal, e nunca senti tanto medo em toda a minha vida. Fiquei paralisado, congelado. Ele continuou com os olhos no revolver. Depois de alguns longos minutos, voltei depressa, na ponta dos pés, até o alto da escada e fingi que havia acabado de chegar. Depois de me arrastar escada a baixo, a arma tinha sumido.”

Admito, esse é meu primeiro livro de Thriller do Harlan Coben. Sempre ouvi muito desse autor, mas nunca tinha me aventurado. Não tenho uma base sólida para comparar porque nunca tive uma infância regada a leituras com a série Vagalume ou Agatha Christie; sou uma leitora consideravelmente nova e o máximo desse estilo que eu havia lido era Dan Brown.
Quanto tempo perdido....

No início a leitura foi meio lenta... Estava sofrendo de DPL (Depressão pós Livro), após ler Amante Eterno (Acho que ouvi alguns gritinhos?! Huahuahua), e também estava com essa insegurança inicial de mudança de ares com tema e autor, tudo muito novo pra mim; mas depois de algumas doses cavalares de chocolate e algumas páginas lidas, juro gente! Não desgrudei o olho e matei o livro em um dia! Juro! UM DIA!!


“Quando dois garotos saíram atirando em Columbine alguns anos antes, McGuane ficara fascinado pela reação da mídia. O mundo procurava justificativas confortáveis. Os garotos não conseguiam se enturmar. Eles haviam sido constantemente provocados e intimidados. Tinham pais ausentes e jogavam videogames. Mas McGuane sabia que não era nada disso. É verdade que se tratava de uma época diferente, mas aqueles garotos poderiam ter sido eles – Ken, John e McGuane  -, porque a verdade é que não importa se um jovem leva uma vida financeiramente confortável ou se é amado pelos pais ou se vive isolado ou se luta para fazer parte do grupo. Algumas pessoas simplesmente possuem essa fúria dentro de si.”


Esse livro conta a história de Will Klein. Will vivia com sua família numa cidadezinha classe média. Pais amorosos, uma irmã mais velha e seu irmão... Seu herói... Ken Klein. Contudo, há 11 anos Ken desapareceu após ser acusado de matar Julie Miller... Ex namorada de Will e vizinha da família... Há 11 anos a família Klein acredita na inocência do filho... Há 11 anos acreditam que Ken está morto... Há 11 anos atrás, essa harmonia desmoronou.

Agora, em seu leito de morte, Sunny, o apelido carinhoso no qual todos chamam a mãe de Will, revela que Ken está vivo. E tudo, mesmo aquela estabilidade monótona decorrida de 11 anos de sofrimento, se abala, e partir de agora, nada mais será como antes.

“...Eu tinha dois companheiros de cela. Um deles era um travesti que chorava muito e parecia confuso, sem saber se devia sentar ou ficar de pé para usar o vaso sanitário de metal. O outro era um negro que dormia o tempo todo. Não sofri maus-tratos, não fui roubado ne estuprado. A noite foi inteiramente desprovida de emoções.”

De início fiquei um pouco perdida. É muita gente e muita historia paralela que você acha que não tem nada a ver com o tópico central da história. Mas com o decorrer das páginas me encontrei maravilhada com a maestria de Harlan Coben ao fazer tudo! Cada pessoa, cada frase falada, cada história paralela cruzaram de maneira fantástica!

Meio piegas isso que vou dizer, mas esse livro foi um carrossel de emoções! Eu senti empatia com o Will, pela sua dor da perda, pela sua eterna esperança de encontrar sempre o melhor nas pessoas, na sua covardia, às vezes, de enfrentar a vida, Sua vontade de ajudar o mundo...

Eu chorei, me emocionei, tive taquicardia, fiquei tensa, tive esperança, ri de piadas sarcásticas que eu adoro e chorei... juro gente, EU CHOREI!

Desaparecido Para Sempre é um livro que me surpreendeu do começo ao fim. Literalmente até o fim porque aviso logo: quando você acha que acabou e você já descobriu e ficou chocada com tudo que deveria, as duas últimas páginas mudam tudo! Sério gente! É muito bom! Super recomendo esse livro e prevejo novas aquisições do Tio Harlan!!! (Ai meu bolso....)

Título: Desaparecido para sempre
Autor: Harlan Coben
ISBN-13: 9788599296707
ISBN-10: 8599296701
Ano: 2010
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. oi... Só li um livro do Harlan "Quebra de Confiança" que é o primeiro da série Myron Bolitar e tbm me arrependi de não ter lido nada dele antes... Ah, adoro o sarcasmo do Harlan e esse livro já tá na minha listinha...
    bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Andrea, eu tenho dois livros dessa série Myron Bolitar e nem sabia da existência dela.... Resumo?! Falida por ter que completar a coleção! huahuahua

      Excluir
  2. Ai a pessoa já tem uma listinha e ainda fica lendo essas resenhas que deixa a pessoa super curiosa.
    Mds... vou falir! kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruninha, vou te mandar logo a letra.... me fala os que tu quer que natal, aniversário e dia dos namorados tu ganha.... vou só la no pedro, como quem não quer nada e dou as "dicas" pra ele!! huahuahuahuuha

      Excluir
    2. Pode começar pelos livros do Harry Potter! kkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Deu mole! Tinha aqui 4 livros novos do Harry e ele decidiu Dan Brown... Hahahahahah

      Excluir
  3. Eu ainda não li nenhum livro desse autor, mas tenho muita curiosidade de ler as suas obras.
    Gosto muito de livros com esse mistério e com final surpreendente. Vou tentar ler alguma obra desse autor esse mês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só cuidado, Thiago. Pesquisa pra não fazer que nem a bunitona aqui e comprar livros que fazem parte de uma série... Hahahahahah
      Titio Harlan tem uma série, então, da uma olhada pra ver se o livro que escolher, não faz parte dessa série...

      Excluir
    2. Eu estava com medo disso mesmo. Na Bienal vi alguns livros dele e pensei em comprar, mas como sei que ele tem uma serie de 11 livros fiquei com receio.
      Obrigado pela dica.

      Excluir
  4. Harlan é assim,você não dá muito pela historia mas depois não larga,e ele tem um jeito de interliga os personagens com sua historias,depois você pensa como não pensei nisso.
    Eu achei muita informação na sinopsi,assim como você disse,mas pelas suas emocões Ana, Harlan não deixa a desejar nesse livro.E muito bom quando lemos um livro que vai dando um friosinho na barriga a ansiedade não te deixa largar.

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho esse e comprei mais dois na Bienal hahahaha, preciso leeeerrrr!!!

    ResponderExcluir
  6. a senhorita se deu o trabalho de procurar saber se os que vc comprou faz parte da serie Myron Bolitar? pq eu to com dois aqui em casa... um é o 4º e o outro o, sei lá, acho que 7º!!! tomei bunito!! huahuahuhua

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Eu fico super perdida na ordem de livros do Coben,quais fazem parte da série quais são avulsos ,só sei que tenho uns livros dele aqui em casa mas ainda não tive tempo de os ler.E fico imaginando o conteúdo dessas duas páginas que dão uma virada total na história,por isso que eu gosto de livros policiais ,eles sempre me surpreendem já que sou a pessoa mais sem instinto do mundo pra investigações.Eu já enrolei tanto mas acho que agora vou começar a ler os livros dele e vou começar por Seis anos depois :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha, eu também ainda me perco com essas series dele... eu sempre recorro ao Wikipédia...huauhahua

      Excluir
  8. Harlan parece ser um autor totalmente incrível, embora eu não tenha lido nada dele. Porém antes de comprar irei pesquisar e ver qual acho mais interessante, só para o caso de eu não me arrepender, já que será a primeira vez que lerei um livro dele.

    ResponderExcluir