Resenhas

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

:: Resenha 85 :: O Retorno de Izabel, J.A. Redmerski

Sinopse: Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem. 

Hei você que está lendo essa resenha, me desculpa se eu me tornar repetitiva, afinal, se você leu minha resenha de A Morte de Sarai, isso vai soar bastante familiar: eu AMO essa série! Eu AMO absolutamente tudo que envolve a série Na Companhia de Assassinos, a escrita da Redmerski, os personagens maravilhosamente construídos, a tensão, a complexidade dos fatos, eu amo Victor Faust e adoro de paixão Sarai/Izabel, eu estou morrendo de curiosidade de saber mais sobre o Fredrick, eu quero conhecer mais do Niklas, ou seja, se a Redmerski lançar a lista de mercado baseada na série, eu vou ler, eu vou me desesperar e vou adorar.



Vamos falar desse segundo livro em si. Você leu A Morte de Sarai? Não? Então para de ler essa resenha AGORA e vai ler! Anda! Ai, ai, ai! [Saindo do modo professora] Se você não leu o primeiro livro dessa série, lamento te informar que essa resenha talvez tenha alguns spoilers. Como sempre, eu vou tentar não soltar eles, mas fica difícil quando o fato principal desse livro é uma pendência do primeiro. Vai ler logo A morte de Sarai! #FicaDica 

"Só estar no mesmo quarto comigo, só me conhecer , Sarai, já é uma sentença de morte diária. Cada vez que você sai por aquela porta, corre o risco de levar um tiro."
Sarai não se conforma que Arthur Hamburg está vivo. Mesmo longe de Victor, ela ainda alimenta o desejo de se tornar uma assassina apesar de Victor a forçar, de certa forma, a viver uma vida pacata ao lado de Dina Gregory. Ela tentou esquecer, tentou fazer amigos e até mesmo encontrou um namorado, mas logo Sarai percebe que ela não é assim, que nasceu para ser uma assassina e se Victor não vai ensinar como, então ela toma as rédeas da situação e arma um plano para resolver o problema sozinha. Não é spoiler eu te dizer que o plano de Sarai falha. E muito! Sem treinamento e sem disciplina, Sarai mete os pés pelas mãos e Victor Faust, o assassino frio e sem coração que não queria ser herói, aparece para salvar o dia.
Não, nunca vou poder contar que um assassino me ajudou a fugir, ou que testemunhei Victor matando várias pessoas, inclusive a esposa de um empresário famoso e importante de Los Angeles. Nunca vou poder contar que, depois de tudo pelo que passei, depois de tudo o que vi, o que mais quero é fazer as malas e voltar para aquela vida perigosa. A vida com Victor. 
Ai Victor... por que eu te amo tanto? Ele ainda é um dos maiores motivos para eu amar tanto esse série. Mesmo apaixonado por Sarai (e não espere ler uma declaração de amor, não tem espaço para isso nesse série!), Victor continua um poço de disciplina, ainda coloca o trabalho em primeiro plano e ainda é o frio assassino sem consciência ou bússola moral. Ele foi criado para ser assim por Vonnegut desde os 7 anos e apesar de Sarai ter provocado um “defeito” nele, ele aceita que a única maneira de ser ele mesmo e ainda assim ter Sarai, é aceitando treinar Sarai. E tudo bem, não temos declarações de amor, mas quem precisa delas quando se ama um assassino frio e ele abre mão de tudo para ter você na vida dele? 
Por 28 dos meus 37 anos devida, a única coisa que conheci foi a Ordem. Só conheci disciplina e morte. Nunca conheci amizade ou amor sem suspeitas e traições. Fui... programado para desafiar as emoções e ações humanas mais comuns, mas eu... Só quando conheci Sarai me permiti acreditar que Vonnegut e a Ordem não eram minha família, que me usaram como seu soldado perfeito. Eles me negaram a vida toda elementos que nos tornam humanos. E não posso permitir que isso fique impune.
O Retorno de Izabel é todo narrado pela Sarai e pelo Victor, mas Fredrick ganha um capítulo inteiro somente para ele. Não é um momento para os fracos, tem cenas bem fortes e definitivamente todo o passado de Fredrick, que é revelado aos poucos ao longo desse livro serve para despertar bastante nossa curiosidade sobre esse personagem tão enigmático. A boa notícia é que O Cisne e o Chacal já está confirmado para ser lançado no Brasil [Todos pulem e dancem comigo \o/]. Aliás, O Retorno de Izabel te momentos bem fortes e intensos, seja nos momentos íntimos entre Victor e Sarai, que foram maiores que no livro anterior agora que eles são efetivamente um “casal” ou nos momentos de tortura e assassinato, lembrando que esse livro é um romance, mas também é uma intrincada trama de suspense e assassinato, portanto, mortes, torturas e violência não ficam de fora do livro.
Antes de voltar para o carro com Victor, me viro e olho para Fredrik
- Tem alguém que você nunca conseguiu dobrar? (...)
- Minha esposa. Responde ele.
Para resumir e te fazer ler logo essa série, se você quer fugir do tradicional “homem conhece mulher, olhares são trocados e o amor é imediato”, então essa série é para você! Se você quer embarcar em uma trama de amor, traição, suspeitas e desconfianças, essa serie é para você. Se você quer se aventurar ainda mais no lado sombrio dos assassinos profissionais, então esse romance é para você. Se você quer ler um livro tão intenso que mais se parece uma trama de filme? Esse livro é para você! Se você quer tudo isso e mais um pouco? Então essa série é para você. Agora só me resta esperar pelos próximos!
-Você está dormindo com um assassino, fugindo todo dia de homens que querem matar você e acha que vai morrer por falta de conforto. - Ele ri de novo e isso me faz rir.
- É, acho. (...)
- Não vai ser por muito tempo. - responde Victor. - Não podemos chamar atenção até que eu consiga me livrar completamente de Vonnegut. (...)
- Só para constar - digo mudando de assunto -, eu não estou só dormindo com um assassino. Estou muito envolvida com ele.
Título: O Retorno de Izabel
Título Original: Reviving Izabel
Série: Na Companhia de Assassinos #2
Autor: J.A. Redmerski 
ISBN-13: 9788581052960
ISBN-10: 8581052967 
Ano: 2015
Páginas: 232
Editora: Suma de Letras 
Compre aqui: Saraiva / Amazon
Classificação:

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Um livro que é simplesmente fantástico, nos prende do início ao fim. Parabéns pela resenha, ficou um espetáculo! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fantástico, incrível, maravilhoso! Minha série favorita!!
      Bjs

      Excluir
  2. Dooooooooooooooooooida pra ler! Adorei o primeiro!

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Eu também amoo essa série,tá eu só li o primeiro livro mas foi tão bom que já me apaixonei e enquanto esse segundo livro meu não chega,por que as lojas parece que preveem quando você quer demais um livro e demoram o dobro do tempo pra entregar,eu vou acompanhando umas resenhas e uns spoilers básicos ali e aqui.E eu não sabia da idade do Victor,só fiquei sabendo por aquele quote que você mencionou mas isso faz eu ter uma imagem mais clara desse homem na minha cabeça,e que homem ;).E eu li uma resenha super negativa sobre o livro então estava um pouco apreensiva mas é bom ver que não vou me decepcionar.E nem posso imaginar o que tanto vai rolar nesse livro mas sei que vou amar.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia!
      Eu acho que li a mesma resenha que você e não concordei com a pessoa em nada!
      O Livro tem a mesma pegada do primeiro, sem ser repetitivo já que as dinâmicas entre os personagens mudou muito e os personagens que a gente á conhece ganham mais destaque, como o Fredrick dão um novo frescor! Livro IMPERDÍVEL!

      Excluir
    2. É ótimo saber que tudo continua no ritmo contagiante do primeiro e estou mega curiosa pra saber como vai se desenrolar a relação entre a Sarai e o Victor.

      Excluir
  4. Olá,
    A resenha tá muito boa, da pra ter uma bela noção do livro e, sinceramente, não senti resquícios do primeiro. Não sou muito fã de romance, mas esse livro realmente parece uma produção hollywoodiana com todos os elementos de ação e suspense que se poderia ter hahahaa. Não li nenhum da série ainda, mais por falta de tempo do que de interesse. Sua empolgação até aumenta a curiosidade sobre a história hahaahaha, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  5. Já percebi que está série é diferente e que eu tenho que ler está série (dito por você) e também não é só por sua causa, eu também meio que amei conhecer a sinopse do primeiro livro, e tô esperando sair uma oportunidade de comprar ai compro os dois tudo de uma vez.

    ResponderExcluir