Resenhas

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

:: Resenha 94 :: Salem, Stephen King

Sinopse: Ben Mears havia jurado nunca mais pôr os pés em Jerusalem's Lot - ou 'salem, como é conhecida por seus habitantes. A cidadezinha onde passou quatro anos de sua infância foi palco de horrores que ainda lhe tiram o sono. No verão em que, finalmente preparado para exorcizar seus demônios, decide voltar a 'salem, descobre que o mal ainda vive e precisa ser sepultado.
Junto com Ben, chegam à cidade dois forasteiros: o sr.Barlow, portador de um segredo que mudará a vida de todos à sua volta, e Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror. Logo em seguida, uma série de fatos inexplicáveis vem perturbar a rotina provinciana de 'salem: uma criança é encontrada morta; habitantes desaparecem sem deixar vestígios; uma estranha doença começa a fazer vítimas. A morte lança sua sombra gélida sobre a cidade, e Ben e Mark escolhem o caminho que resta aos sobreviventes: fugir.
Mas os destinos de Ben, Mark, Barlow e Jerusalem's Lot estão para sempre ligados. E é chegada a hora do inevitável acerto de contas.


Então, já que estamos no mês de outubro que é o mês do terror, ok... tá certo que vai ter gente dizendo que é o mês das crianças e tal, mas se for ver, tem algumas crianças que são um terror, né? Então se for ver tá tudo certo, o mês do horror vale para os dois hahhahaha... Enfim, deixando a brincadeira de lado e voltando para o foco, nada melhor que contribuir com uma resenha de um livro, de um dos meus autores favoritos: Titio King.

Bom, antes demais nada eu quero dizer que toda vez que eu pego um livro dele eu acabo no final toda borrada de medo, sério. É como eu comentei com a Bia esses dias, eu e o titio King vivemos um círculo vicioso, onde ele lança um livro e eu morro de ansiedade para comprar e ler, aí com o livro em mãos eu já sei que a parada é dura e a bagaça é tensa. Que eu vou ter que pegar na mão da coragem p/ seguir o caminho da história e quando eu tiver no meio do caminho, toda cagada de medo (porque ele é desses) eu vou estar me xingando mentalmente. Sério... Não é a toa que King é chamado de O Mestre do Terror, ele tem o dom de fazer você mergulhar na história e vivenciar todo o horror que ele criou. Os livros dele tem personagens sensacionais, ambientes muito bem construídos que traz a sensação de você estar presenciando tudo ao vivo, tanto os cenários como os momentos e que juntando com a trama, só faz você devorar o livro (mesmo com medo). 

Eu lendo os livros do Stephen King

Nesse livro vamos conhecer Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade Jerusalem's Lot, quando criança e que resolveu voltar para a cidade afim de escrever seu próximo livro sobre a Mansão Marsten. 

Ben e a mansão tem uma história digamos, um pouco traumática e que ainda o assombra bem mais do que ele deseja. Então ele volta para acertar as contas com seu próprio passado enquanto ao mesmo tempo, chega à cidade dois forasteiros, Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade. 

A partir daí a bagaça fica tensa, pois fatos inexplicáveis começam a aparecer e perturbar a rotina provinciana daquela cidade. Um criança é encontrada morta, os habitantes começam a desaparecer sem deixar vestígios ou sucumbem a uma estranha doença. A morte passa a envolver a pequena cidade e chega a um ponto em que é visível e inegável a realidade: Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que lhes é apresentado, se quiserem sobreviver ao mal. Só que esse caminho escolhido não é tão simples assim e o inevitável acerto de contas com a realidade chega com força total, intercalando os destinos de Ben, Mark e Barlow para sempre.

Não vou contar mais nada, porque senão estraga o prazer do medo conta-gotas que titio King solta em nós, meros fãs mortais, com esse livro. Salem faz você sentir o medo aos poucos e quando você percebe, já era hahaha você fica igual eu, presa naquela teia do horror, onde você quer acabar o livro, mas tá se borrando de medo, mas mesmo assim e como disse antes, você pega na mão da coragem e vai até o fim....




‘Salem’s Lot (título original) foi o segundo livro lançado pelo escritor Stephen King, escrito em 1975. Ele se inspirou em Drácula de Bram Stoker para dar vida à história. No Brasil, o livro foi lançado em 2010 com o título A Hora do Vampiro pela editora Objetiva. Em 2013 a editora Suma de Letras relançou o livro com o título Salem.

Uma parada que eu não entendo até agora, é porque a editora Objetiva, quando lançou Salem's Lot, teve que colocar como título A Hora do Vampiro. Sério, isso é um puta spoiler, pois quem lê o livro só vai saber que é de vampiro, depois de trocentas páginas lidas. E isso, na minha opinião foi uma mancada feia. Imagina como seria legal, você comprar o livro com o título Salem, que na sua cabeça já acha que a bagaça é de bruxa, aí você tá lá preparando as "vassouras"  para decolar na história e toma o maior tombo, pois o livro é de vampiro... Cara, isso é que seria legal, a surpresa de achar que você tá indo para o caminho das poções e trabalhos com sapos hahhahaa e na verdade, você vai mesmo é para o caminho dos alhos e águas bentas da vida hahaha.





Não resisti e tive que postar esse gif hahahahaahaha e para os fãs fervorosos de King, eu poderia ter feito uma resenha mais séria, mas no final não seria eu... Então independente das brincadeiras que fiz nessa resenha, eu sei o valor e as qualidades que King tem como escritor, pois também sou fã dele. Sempre considerei sua escrita fascinante e sua inteligencia na construções de suas histórias e seus personagens, só fazem com que eu o considere um ótimo autor. Alguns de seus livros viraram clássicos do gênero teve várias adaptações cinematográficas de sucesso, então para você que nunca leu King, eu recomendo que você comece e descubra o quanto ele é bom no que faz. 

Enfim, voltando ao foco....

A história de King teve duas adaptações para TV, à primeira em 1979, pelas mãos de Tobe Hooper (de O Massacre da Serra Elétrica) e escrita por Paul Monash, Os Vampiros de Salem (título da adaptação) foi adaptada para uma minissérie de seis episódios, pelo canal CBS e mais tarde transformado em filme para lançamento comercial.



A história do filme é basicamente a mesma do livro e poucas modificações foram feitas e a única coisa que eu ri (e não foi pouco), foi quando eu vi o vampiro do filme. Eu sei que o filme é antigo e os efeitos são bem diferentes do que estamos acostumados hoje. Sei também que a atmosfera de terror é muito bem construída no filme, com diversas cenas antológicas, mas isso não me impediu de olhar o vampiro desse filme e achar que ele era o primo distante do vampiro clássico Nosferatu hahahaha e só depois que eu fui descobrir que a intenção do produtor Richard Kobritz, era essa mesma.  Fazer o vampiro mais parecido com o Nosferatu.

Para quem não sabe quem é o Nosferatu, resolvi pegar uma foto dele para apresentar p/ vocês e claro em seguida mostrar a foto do "primo" dele hehehehe:


Nosferatu em momento: Cada mergulho é um flash... 

O primo dele em momento:  Não sei se uso aparelho ou compro uma bicicleta...

Já a segunda adaptação Salem’s lot, foi lançada pela TNT em 2004 e teve Rob Lowe e Donald Sutherland no elenco. Esta versão é ainda mais longa que a primeira e no quesito de efeitos especiais até que tá legal.


Então é isso pessoal, quem quiser ler uma boa história de vampiro pode pegar esse caminho que eu recomendo. Gostei muito de Salem e considero na classificação dos bolinhos hahaha como favorito.

Beijo grande e até a próxima. ;)

Título: Salem
Título Original: Salem's Lot
Autor: Stephen King 
Gênero:  Suspense / Terror
ISBN-13: 9788581050454
ISBN-10: 858105045X 
Ano: 2013
Páginas: 460
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Saraiva
Skoob | Goodreads
Classificação:

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Olá,
    Título Salem's Lot, criança encontrada morta, pessoas desaparecem, uma doença paira sobre a cidade de forma macabra. Nossa que livro de bruxa maneiro. Como meu inglês não tá muito bom, vou esperar ( 35 anos ) para a adaptação brasileira. Hora do vampiro?! Serinho isso? Que sacanagem ahuhauahuauhauha acabou até aquela expectativa que qualquer ser teria, de conhecer o livro original e a premissa. Eu como não gosto de spoiler, evito até acompanhar novidades sobre algo que gosto e tá por vir pra não dar de cara com um, iria me arrasar hahahahaha. Bom quem conhece o King sabe como ele é especialista em te fazer sentir medo, mas olha é muito medo mesmo hahaaa. Ótima resenha ! Bjos

    ResponderExcluir
  2. muito boa a resenha, mas primeiro vou esperar lançar Revival, se eu gostar vou ler esse livro tbm!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Estou louco para ler Salem. Personagens escritores ♥
    Tenho alguns livros do King, mas este ainda não...
    Abraço
    Blog do Ben Oliveira

    ResponderExcluir