Resenhas

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

:: Resenha 95 :: "Caixa de Pássaros", Josh Malerman

Sinopse: Eleito um dos 11 melhores livros de estreia de 2014 pela Kirkus Reviews e uma das melhores obras de 2014 pelo site Book Riot, Caixa de pássaros é o romance de estreia de Josh Malerman. Quatro anos depois de as mortes terem começado, há poucos sobreviventes em Michigan. Malorie e seus dois filhos pequenos estão entre eles. O trio faz parte do grupo que tenta resistir em um mundo no qual abrir os olhos pode ser fatal. Vivendo em uma casa abandonada, Malorie e os filhos não sabem o que se passa do lado de fora. Sempre com as janelas e portas cobertas e sem comunicação com o exterior, o local é uma área isolada no meio do caos. Até o momento em que uma misteriosa neblina atinge a região e Malorie toma uma decisão que adiou por muito tempo. Após quatro anos trancados, Malorie e as crianças fogem da casa em um barco a remo na esperança de encontrar um lugar distante do surto que matou todos ao seu redor. De olhos tapados, os três encaram uma viagem assustadora rumo ao desconhecido. Com uma trama cheia de suspense e terror psicológico, Caixa de pássaros explora a essência do medo em um mundo pós-apocalíptico.

Tá aí um dos livros que me arrependi amargamente de não ter levado para a Bienal e autografar! O autor, pelo que fiquei sabendo, estava todos os dias lá de ‘rolê’ com sua esposa, e autografou fora da data sem problema algum. Sempre muito simpático e brincalhão com todos que o abordavam. O problema é que comprei pela internet e só chegou na segunda após o domingo de autógrafos dele. Uma enorme perda para meu livrinho, pois vou falar para vocês... Sabe tudo aquilo que ouviram por aí desse livro?! Então, somem mais 1000, porque o livro é muito bom mesmo.


“Um Urso-negro, diz a si mesma de novo.
Mas não tem tanta certeza.
Questões assim regeram todos os movimentos de Malorie nos últimos quatro anos e meio. Desde o momento em que decidiu responder ao anuncio no jornal e foi para a casa em Riverbridge. Cada barulho que ouvia desde então criou imagens de coisas muito piores do que qualquer animal terrestre.”

Este livro conta a história de Malorie, no início de uma nova era, na qual somente se vive de olhos vendados. Por que? Vou explicar.
Aos poucos, pelo mundo a fora, pessoas enlouquecem, com impulsos super violentos, podendo matar o que vê pela frente, e depois, se mata. A princípio, ninguém sabe ao certo o que está acontecendo, mas depois se descobre que esses surtos sempre acontecem após se ver algo. O que seria esse algo? Ninguém sabe explicar, pois quem vê, não volta para explicar.


“Criaturas, pensa Malorie. Que palavra boba.
Malorie nunca gostou dessa palavra. De alguma forma parece errada. Acha que as coisas que a assombram há mais de quatro anos não são criaturas. Uma lesma de jardim é uma criatura. Um porco-espinho também. Mas o que se esgueirava por trás das janelas cobertas e a manteve vendada não é do tipo que um exterminador de pestes poderia matar.
Bárbaro também não é bom. Um bárbaro é imprudente. Assim como um brutamontes....
...Demônio.
Diabo.
Vampira. Talvez tudo isso....
...Capeta é bondoso demais. Selvagem, humano demais...
...Será que sabem o que fazem? Será que quererm fazer o que fazem?...
...Se não sabem o que fazem, não podem ser vilões...
...São monstros, pensa Malorie. Mas ela sabe que são mais do que isso. São o Infinito.”

E é nesse mundo apocalíptico que Malorie descobre que está grávida. Grávida, mãe solteira e sozinha. Malorie, que acaba de perder a irmã e já não tem notícia dos pais há certo tempo, vê um anúncio no jornal, de uma casa em Riverbridge, que está recebendo pessoas, para que juntas, possam tentar sobreviver.

Malorie responde ao anuncio e vai, às cegas, ao encontro de seu novo grupo de convívio, onde todos já perderam pessoas que amam para esse ‘ser’. A partir daí, muita coisa acontece e após quatro anos, Malorie decide se aventurar com suas crianças, em busca de um novo recomeço.


“Você diz a si mesma que esperou quatro anos porque estava com medo de perder a casa para sempre. Diz a si mesma que esperou quatro anos porque queria treinar as crianças primeiro. Mas nada disso é verdade. Você esperou quatro anos porque aqui, nesta viagem, neste rio, onde loucos e lobos a espreitam, onde as criaturas podem estar perto, NESTE DIA você terá que fazer uma coisa que não faz há muito mais do que quatro anos.
Hoje você vai ter que abrir os olhos.”

O que eu achei o máximo nesse livro, foi o fato de haver a intercalação entre presente e passado. A leitura se tornou suave sem perder a tensão no ar, que preparem-se! É o tempo todo!!! É impossível parar para respirar lendo esse livro.

Para um livro de estreia, Josh Malerman não deixou nada a desejar. Para quem acha que é um livro de terror, não é. Para quem está esperando um suspense, esse é o livro. Para aqueles poucos que porventura disseram que o livro é ruim, Perdoem! Não sabem o que dizem!

Para esse mês de Halloween, essa é a minha dica!
Está aí um dos livros que eu adorei e vou recomendar a Deus e o mundo!

Título: Caixa de Pássaros
Título Original: Bird Box
Autor: Josh Malerman
ISBN-13: 9788580576528
ISBN-10: 8580576520
Ano: 2015
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Compre aqui: Saraiva
Skoob | Goodreads
Classificação:

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Comecei a ler ontem Ana, de tanto que vc está falando q é bom. Agr eu tbm quero descobrir o que tem na caixa! huashuahus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e aí bruna? o que achou do livro???

      Excluir
    2. Muito bom, sério. Eu engoli esse livro, no começo achei que não iria gostar mas a cada capítulo q eu acabava batia aquela curiosidade, não tem terror é mais suspense e foi isso q deixou o livro com um gostinho de quero mais, me arrependi de não ter lido antes. Mas fique muito curiosa pra saber o que eram essas coisas, de onde vieram, porque faziam isso, mesmo assim continua sendo muito bom!

      Excluir
  2. Eu quero muito ler esse livro, mas estou tão atarefado com a faculdade que to sem tempo.
    Ana me diz uma coisa, o autor conta o que eles veem, ele explica o que acontece no final?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thiagoooo?! sem spoiler né meu querido?! hahuahuahhahua
      agora com essa coisa de facudade, nem me fala... to mega atolada também... a coisa ta feia pro meu lado. mas sou brasileira e carioca.. vou dar meu jeitinho porque não desisto nunca!!!! huahahuahua

      Excluir
    2. kkkkkk É que eu odeio ler um livro e no final o autor não explica nada sabe?
      Eu não li praticamente nada esse mês por causa da faculdade. Parece que os professores adivinharam meus planos de ler o mês inteiro e resolveram me atrapalhar. rsrs

      Excluir
  3. Tá na lista. A Boo Nina já falou tanto desse livro pra mim, já insistiu tanto para eu ler que acho que se não o fizer será uma grande falha na minha vida. kkkkk Logo após de PROIBIDO, será ele.

    Mari
    conchegodasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir