Resenhas

sábado, 21 de novembro de 2015

[Filme] Antes do Amanhecer (1995)


Sinopse: Jesse (Ethan Hawke), um jovem americano, e Celine (Julie Delpy), uma estudante francesa, se encontram casualmente no trem para Viena e logo começam a conversar. Ele a convence a desembarcar em Viena e gradativamente vão se envolvendo em uma paixão crescente. Mas existe uma verdade inevitável: no dia seguinte ela irá para Paris e ele voltará ao Estados Unidos. Com isso, resta aos dois apaixonados aproveitar o máximo o pouco tempo que lhes resta.

Siiim, eu vim falar de filme! Siiim, eu vim falar de um filme veeelho! Um filme que já tem 20 aninhos! (Cacete, talvez ele seja mais velho do que alguns leitores do blog! O_O)
Pois é, vim falar de um filme velho, que muitos de vocês já devem ter visto, outros muitos talvez não rsrsrs, mas que é tão, tão... ai gente, é tão bom e lindo que, sério, quem não viu ainda, veja, por favor!!!

Antes do Amanhecer começa numa viagem de trem, onde um casal muito desagradável discute aos berros, atrapalhando a leitura de Celine (Julie Delpy). Por conta disso, ela resolve mudar de lugar no vagão, indo para perto de Jesse (Ethan Hawke), que também está tentando ler. Curioso com a discussão do casal, Jesse puxa papo com Celine e ao ver que a briga do casal não teve fim e que a leitura de ambos já estava arruinada, ele resolve convida-la para o restaurante do trem, e é aí que de fato as coisas começam a se desenrolar.


Temos dois jovens desconhecidos que começam a conversar com tanta facilidade sobre tantos assuntos diversos desde mundanos e cotidianos, que é muito gostoso de se ver e você se pega querendo estar lá com os dois... Não, ser vela dos dois não seria legal, melhor você se pegar querendo viajar e ter a sorte de conhecer alguém legal com quem possa conversar numa boa. É, melhor assim.

Bom, conversa vai, conversa vem, Jesse precisa descer na estação em Viena, pois na manhã seguinte ele tem de pegar um voo para voltar para os Estados Unidos onde mora, enquanto Celine deve continuar a viagem de trem até Paris, que é onde ela mora.

Só que, animado e interessado naquele diálogo fácil, espontâneo e gostoso com aquela garota, naquela conexão (como ele mesmo diz) que eles têm, Jesse tem a insana ideia de convida-la a descer em Viena também, pois se ele não fizer isso, com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida. Daí ele explica pra ela que vai ser divertido, que como ele não tem dinheiro pra ficar em um hotel até o seu voo na manhã seguinte, ele iria ficar andando por Viena fazendo hora, sendo que se ela fosse com ele, isso tudo seria muito mais interessante, e que, caso ela achasse que ele fosse um psicopata, era só ela pegar o próximo trem e seguir com a sua viagem para Paris rsrs.

O filme pode parecer bem desinteressante e monótono para alguns, pois o filme é basicamente o tempo todo os dois conversando e andando por Viena. Claro que pelo caminho, eles encontram algumas pessoas, como os dois rapazes a fim de pedir indicação do que fazer na cidade e que indicam uma peça teatral para eles irem; uma cigana que Jesse acha que é a maior pilantra (como várias são na realidade); e um “mendigo poeta” que pede uma palavra a eles, para assim, fazer uma poesia em cima daquela palavra.


Como fã de romance, você espera que as coisas se desenrolem e você espera ver os dois ficando e tudo o mais, mas tudo acontece de forma muito sutil. O diálogo que eles desenvolvem é muito mais importante e presente. Não é um romance comum se compararmos com o costumeiro “felizes para sempre” que encontramos nos filmes. Nós não temos cenas tórridas de amor, aos beijos e “finalmentes”, não. Como disse, as coisas são sutis e certas coisas ficam subentendidas, mas claro que há as insinuações de Jesse para Celine. Há as lindas trocas de olhares e sorrisos, os flertes que te fazem sorrir feito boba deixando sua imaginação à mil!

Uma das cenas que eu mais gosto (ok, a minha preferida, na verdade u.u) é uma em que eles estão num restaurante e Celine finge ligar para a amiga em Paris, com quem deveria almoçar dentro de algumas horas. Ela faz Jesse atender o telefone, se passando pela amiga dela e ela começa dizendo que talvez não chegue para o almoço, pois conheceu um cara no trem e que desceu com ele em Viena. É engraçado ver Jesse perguntando “Você está louca?” e ela responde “Provavelmente” rsrsrs. Aí quando ele pergunta o por que dela ter descido do trem com ele... ah gente, só vendo! **____**


Mas, bem, o papo está ótimo, mas antes do amanhecer, Celine tem de pegar o trem e Jesse tem o seu voo. Na hora de se despedirem, eles decidem não trocar telefones nem endereços, combinando de se encontrarem naquele mesmo local daqui a 6 meses. Pois é!!! Isso faz com que você termine o filme com vááárias perguntas do tipo: Por que não trocaram nada??? Será que aquela cena do parque... err... rolou? Será que eles vão conseguir se encontrar daqui a 6 meses? Será que Jesse voltou pra pagar pela garrafa de vinho que ele pediu para “a maior noite da sua vida”? (Veja que você vai entender do que eu estou falando rsrs.)

Todas essas perguntas e toda a ansiedade e expectativa que o filme cria na gente, o torna diferente e único, dando uma cara totalmente nova aos romances, deixando ele mais real como acontece mesmo na nossa vida e não com aqueles clichês e diálogos perfeitos e fantasiosos dos filmes de romance com seus “e eles viveram felizes para sempre”.


Antes do Amanhecer é um filme apaixonante, bonito, doce, cheio de diálogos maravilhosos. As interpretações de Ethan Hawke e Julie Delpy são excelentes, transbordando química e ternura. E sabe o que é melhor? Depois dele ainda temos Antes do Pôr-do-Sol e Antes da Meia-Noite, que com certeza eu falarei aqui pra vocês.

Título: Antes do Amanhecer
Título original: Before Sunrise
Diretor: Richard Linklater
Elenco: Ethan Hawke, Julie Delpy
Gênero: Romance
Ano: 1995
Duração: 1h41
Trailer
Classificação: 

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Esse filme é lindo, conseguimos ver uma conexão entre os personagens, gosto bastante. Fora que adoro o Ethan Hawke, gosto muito dos trabalhos dele!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, lindo demais!!! O Ethan e a Julie são maravilhosos!!! :)
      Bjo

      Excluir
    2. Sou uma fã do trabalho do Ethan, já a Julie não conheço muito bem.

      Excluir
  2. Amo Romance, seja em livros ou em filmes. Não conhecia esse filme, achei muito legal. Espero que seja bom mesmo, pois tem um tempo que não assisto a um romance que possa ser considerado muito bom. Vou assistir, obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste sim, Bruna, é lindo. Depois diz o que achou. ;)
      Bjo

      Excluir