Resenhas

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

:: Resenha 116 :: Um Toque de Vermelho, Sylvia Day



Sinopse: Andrian Mitchell não é um homem qualquer. Além de ser o mais sensual, elegante e charmoso dos seres, também é o grande líder de uma unidade de elite de Operações Especiais dos Serafins. Sua missão: controlar vampiros e licanos. Mas o seu encontro, depois de quase duzentos anos, com a alma da mulher que ama, no corpo da bela Lindsay, os leva a uma proibida paixão que poderá colocar tudo a perder.

Eu já comentei na resenha do livro Amigo Secreto, que encontrei no meu trabalho uma outra professora que é muito fã da Sylvia Day, assim como eu, e ela me mostrou na Bienal, o livro Um Toque de Vermelho e eu lembrei que tinha ele no Kindle e ela me levou o segundo livro da série, Um Desejo Selvagem, porque até hoje eu ainda não havia lido o primeiro. Com os dois livros na mão, eu fiz uma pequena viagem ao Google e descobri algumas informações importantes que eu quero deixar bem claro antes de falar dos livros em si, mas como eu estou fazendo as duas resenhas ao mesmo tempo, vou deixar um aviso em cada resenha, porque vale para os dois e assim a resenha não fica cansativa.

Como eu já disse, eu SOU fã da Sylvia Day. Muito. Eu amo sua escrita e amo suas sequências de sexo, me julguem, não ligo, mas literatura adulta com a frase "Conteúdo Adulto" é para adulto, tem sexo e eu não ligo, pelo contrário, eu gosto. Mas existem alertas muito importantes que eu preciso te passar antes de qualquer coisa. A primeira é justamente sobre sexo. Livros da Sylvia Day são recheados de sexo e se você nunca leu nada dela, ok, você tem direito de reclamar, porque não sabia, mas se você já leu essa mulher e continua lendo e continua reclamando de sexo... Oi? Não existe nada que me faça entender porque alguém que sabe que vai ler um livro erótico, reclama que ele é erótico. Desculpa se eu for grossa, mas amores, aí já é reclamar por reclamar e isso faz de você uma pessoa chata, então fica a dica.

Resumo do alerta: Sylvia Day é uma autora erótica. Ponto. Se você não quer ler erotismo, não quer ver os personagens falando de bocetinhas quentes e molhadas, paus grandes e grossos e etc e tal, leia outra coisa. Porque é isso que a Sylvia escreve, é sexo, é quente, é erótico, eu respeito quem não gosta, mas acho estranho quem não gosta e lê deliberadamente para criticar.




Agora vamos falar do livro em si, enfim! E sim, eu juro que nos próximos livros da titia Day eu não vou falar mais sobre mimimi. O primeiro livro da série Renegade Angels é Um Toque de Vermelho. Nele conhecemos Lindsay Gibson e Adrian Mitchell. O encontro entre eles é aquele esbarrar clássico de romances eróticos, eles se vêem, a atração é explosiva, ele é lindo demais para ser verdade, ela faz uma jogada, ele segue, a sedução começa e... ela atira uma faca na cabeça de um atendente de mercado que na realidade é um dragão disfarçado. Supercomum! (=P) Brincadeiras a parte, Renegade é uma série sobrenatural, onde os nossos protagonistas estão envolvidos em uma batalha secular entre anjos, caídos, lincanos e vampiros.

Minha nossa... aquela voz. Sedutoramente sonora. Lindsay tinha certeza de que era ele. Ele se inclinou em sua direção, e ela sentiu o perfume exótico dele. Não era colônia. Era um cheiro de homem. Natural e viril. Puro e límpido, como o ar depois de uma tempestade.

Existe um livro anterior a Um Toque de Vermelho, não é bem um livro e sim uma novela, uma história curta que se destina a apresentar um pouco desse universo criado pela Sylvia Day. O livro se chama Um Beijo Selvagem e ele é grátis! Você pode pegar ele no site da Amazon, mas ele existe apenas no formato digital, conta a história de Raze e Kim, um caído e uma humana que se envolvem rapidamente num caso de sexo e ação. Existe a promessa de uma nova novela para esse casal, mas não tem data de lançamento, pelo menos tem capa. Agora sim, vamos de Um Toque de Vermelho, de Adrian e Lindsay!

Tamanho nível de ansiedade era uma prova do quanto ele havia decaído. Uma prova de como aquele amor o tinha tornado parecido com um humano. E os céus lamentavam sua fraqueza através do clima — chovia quando ele se entristecia, trovejava quando ele ficava furioso, a temperatura oscilava de acordo com sua disposição.

Lindsay é humana, mas possui habilidades como força e velocidade fora do comum, além de perceber, pela mudança do vento, quando está em perigo, até mesmo perceber quando um humano não é exatamente humano. De cara ela se sente atraída por Adrian, que na realidade é um Sentinela, um anjo criado por Deus para punir os Caídos, anjos que deveriam estudar a raça humana, mas acabaram desobedecendo suas ordens ao se envolverem com os humanos ou caindo na tentação. Eles perderam suas asas e Adrian foi o primeiro Sentinela a retirar uma asa de Syre, um anjo e suas asas são brancas e manchadas com um toque (hã hã hã) de vermelho, enquanto que os anjos que perderam suas asas viraram os Caídos que precisam beber sangue para se manter vivos e alguns criaram os Lacaios, humanos transformados em vampiros, e agora a nova função de Adrian é manter essa nova raça sob controle. O problema é que Adrian também é um anjo e não deveria se envolver com uma humana, muito menos com Lindsay, cujos poderes não são sem razão.
Suas asas se materializaram, abrindo-se em toda sua envergadura. Seu brilho perolado reluziu tão lindamente que os olhos dela arderam. Ela nunca mais tinha chorado depois da morte da mãe, mas Adrian já havia deixado Lindsay à beira das lágrimas mais de uma vez desde que se conheceram. Ele a fazia se sentir importante e querida, e a aceitava da maneira como era sem fazer nenhum esforço... 

O tom do livro gira em torno desse amor proibido entre Adrian, um anjo incapaz de amar, mas que está apaixonada por Lindsay e a própria humana, que não é tão humana assim. Eu não vou entrar em detalhes, mas vou dizer apenas que ela tem uma ligação milenar com Adrian e Syre, o vampiro que eu falei ali em cima que foi o primeiro a perder suas asas e no momento atual é o líder dos Caídos. O livro mescla momentos de ação e luta, uma novidade nas narrativas da Sylvia, pelo menos para mim, que só li os romances dela, com romance e sedução que carregam a sua marca. Mesmo um anjo, Adrian sabe do riscado e esses poderes mentais dele não atrapalham nem um pouco.


Ele a olhava com um desejo sexual quase palpável, intenso e implacável. Como se soubesse exatamente o que fazer para deixá-la toda entregue...

Essa mistura dá um toque dinâmico a leitura, deixando ela ágil e não muito doce. O momento do livro é de grande tensão e até mesmo tem um toque de mistério, afinal, o controle de Adrian está caindo, seus amigos sendo mortos e Lindsay, apesar de ser o amor da vida dele, não poderia ter aparecido em pior momento, já que aparentemente, alguém está armando para que Adrian e Syre se enfrentem e o envolvimento do Anjo com a filha do Caído não poderia acontecer em um pior momento, e assim você não percebe que acabou de ler cerca de 300 páginas dessa história sobrenatural.

Qual é o problema com isso? É melhor do que ser um macho beta. Quer dizer, todo mundo tem sua utilidade. Mas a mulherada na verdade está sempre atrás de machos alfa bonitos e gostosões. Nós gostamos dessa coisa do cara que toma a frente, segura tudo no peito. É uma coisa que tem um efeito poderoso sobre nós, como você deve ter percebido nos seus setenta e tantos anos de vida.

Você gosta de livros eróticos? Curte livros com um toque (tá é meu último trocadilho ruim com a palavra toque, juro!) de sobrenatural? E não se importa em ter que esperar um bom tempo para lançamentos? Então pode investir nessa série, porque além de ser um erótico sobrenatural, temos mistério, ação, romance, sexo, tudo muito bem dosado e distribuído, fazendo a leitura ser rápida e fluida, gostosa mesmo. É bom, é quente, vale a pena investir, mas sintam-se avisados que tem sexo e tem espera!


Título: Um toque de Vermelho
Série: Renegade Angels #1
Autora: Sylvia Day
ISBN-13: 9788565530293
ISBN-10: 8565530299
Ano: 2013
Páginas: 304
Editora: Paralela
Compre aqui: Americanas.com
Skoob, Goodreads
Classificação: 

Comente com o Facebook:

13 comentários:

  1. Amei o RESUMO DO ALERTA, gargalhei !!!! Eu ganhei esse livro mais ainda não li. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que elas fazem um alerta é bem humorado. rsrs

      Excluir
    2. É rir para não chorar porque eu não aguento o mimimi contra livro erótico de gente que lê livro erótico! rsrsrsrs
      Eu só li porque a Adriana me emprestou o segundo, se não teria deixado lá no kindle até lançar o terceiro. É bom, é safadinho rs

      Excluir
    3. Sempre tem esses mimimi, é a mesma coisa de filme de terror/suspense/policial, já vi gente reclamar por ter muita morte. -.-'

      Excluir
  2. Eu não sou fã de livros eróticos mas já li um livro dessa autora e gostei. Ela escreve realmente muito bem.
    Achei essa historia de anjos que viram vampiros depois que caiem interessante. Vou adiciona-lo a minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse até que tem pouca safadeza, mas quando tem, TEM!
      Uma coisa que eu achei desse livro é que a história por trás dos caídos, licanos era muito boa, mas achei que ela explorou pouco, o livro é muito curto para uma trama que tem potencial para mais. Quem sabe no terceiro ela explora melhor o tema?

      Excluir
    2. Conformo muito lendo a resenha até esqueci que era um livro erótico. Achei a historia bem interessante, acredito que a autora vai explorar mais sim nos próximos livros.
      Obrigado pela indicação.

      Excluir
  3. Ainda não li nem um livro da autora acredita?
    Gostei da premissa, mesmo achando meio confuso,rs.
    Quem sabe esse ano eu me arrisque...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro possui um vocabulário de termos, que ajuda bastante a mergulhar no universo criado pela Sylvia. Ajuda bastante a não se perder na trama.

      Excluir
  4. Oi, Talita! Eu li um livro apenas da Sylvia Day, como não me identifiquei com a sua escrita, não li mais nenhum e desde então não li nenhum erótico ainda. Seu alerta é o melhor ♥, risos. Confesso que gostei da personagem de Lindsay, principalmente das suas características sobrenaturais. Mas, com o conteúdo extremamente +18 o livro se tornou desinteressante para mim. Parece uma boa pedida para quem gosta do gênero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ycaro! Adorei a sua atitude! Eu sou totalmente a favor disso, se uma pessoa não curte livros +18 e sabe que isso tira o seu interesse ler algo é melhor não lê ou pegar emprestado, sem expectativas e tentar, mas não embarcar para criticar negativamente.

      Excluir
  5. Outra capa bonita, mas outro livro que não me interessou. Não li nada sobre a autora ainda, mas vamos ver ne.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Amanda, quem sabe no próximo aparece algo mais no seu gosto?
      Bjs

      Excluir