Resenhas

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

:: Resenha 119:: A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda, Alexandra Bracken

Sinopse: Ainda que a Aliança Rebelde tenha ganhado algumas batalhas contra o Império, a esperança está se esgotando. O Império está prestes a revelar a Estrela da Morte, uma estação bélica capaz de destruir planetas inteiros num piscar de olhos. Agora, o destino da galáxia está nas mãos de uma princesa, um cafajeste e um garoto da fazenda…
Esta é uma versão de Star Wars: Uma nova esperança (episódio IV) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Cada parte da narrativa é contada pelo ponto de vista de um dos três protagonistas, se aprofundando nos conflitos desses heróis que se unem para combater o mal que ameaça toda a galáxia.

Eu poderia começar essa resenha falando que sou fã de Star Wars, que vi todos os seis filmes, mas isso é óbvio ou eu não pediria o livro quando a nossa parceira, a Seguinte, mandou a relação de livros para resenhar. Eu sou fã desse série, sou fã de Star Trek, sou nerd, sou geek, sou tudo isso, mas não me escapa a verdade que Uma Nova Esperança, primeiro livro dessa aclamada série, foi lançada em 1977, 10 anos ANTES de eu nascer. O filme tem nada mais nada menos que 38 anos de existência e ainda é um ícone da cultura pop mundial e a coisa só tem a crescer com o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força em dezembro desse ano e não, eu ainda não fui no cinema ver porque não tem ingresso na sala de cinema perto da minha casa. 



Também não me escapa o fato de que, quando eu levei o livro para um colega de trabalho, fã fervoroso de Star Wars, um aluno meu de apenas 16 anos, quase, quase babou (eu não estou exagerando, ele tem aparelho, começou a gritar, voou saliva, dá para imaginar a cena!) quando ele viu o livro na minha bolsa. Mas onde você quer chegar com isso, Tia Tali?

Um único livro de Star Wars uniu três gerações idolatrando uma série em um papo longo sobre os filmes, o universo, tudo! Perceberam a importância desse lançamento da editora Seguinte? E antes que me acusem de puxar o saco da editora, porque é nossa parceira, eu não estou, eu estou absolutamente chocada com a reação do Mateus! Ele tem 16 anos, nasceu em 1999 mesmo ano em que saía no Brasil Star Wars I Ameaça Fantasma e mesmo assim ele conhece a saga, e onde entra a Seguinte no rolo? Essa séria, entre outras tantas lançadas dentro do universo, conquistou, com propriedade os novos leitores, conquistou novos fãs. E eu vou te contar, esse livro é Sensacional!!


O livro é escrito pela Alexandra Bracken, assumidamente fã de Star Wars e logo no começo ela relata a sua ligação emocional com Uma Nova Esperança. Já ali o livro ganhou o meu coração e eu li com mais carinho ainda porque sou dessas, sou mole quando rola família, mas não espalhem que eu tenho uma reputação a zelar. Ela dividiu o livro em três partes e apesar de a narração ser em terceira pessoa, cada personagem tem maior destaque nas partes em que eles denominam, a saber: A Princesa, O Cafajeste e O Garoto da Fazenda, um doce para quem identificar quem é quem? Sim, pequenos padawans!



"Mas, como você bem sabe, os heróis surgem nos lugares mais improváveis, nos momentos mais inesperados. Esta é uma história sobre destino. Sobre estar no lugar errado na hora certa. Sobre coragem. E sim, sobre uma força mais poderosa que a imaginação."

Em A Princesa temos como destaque a Leia, uma jovem princesa que quer provar que é mais que uma princesa, mais que apenas uma menina inexperiente que só se importa com vestidos ou luxos, aliás, ela não quer saber de vestidos, ela quer fazer a diferença na rebelião, quer se opor ao Imperador e deixar a imagem de pequena estrela decorativa para trás. Leia está em uma missão pela Rebelião, missão essa que ela lutou muito para ser a responsável, mas as coisas dão errado e a princesa precisa provar a sua força de uma maneira inesperada. 


"Não importava quantas vezes ela viajasse por toda a galáxia para ajudar quem estivesse sofrendo. Mesmo assim — mesmo assim — a mídia se recusava a ir além do rótulo de “princesa”. Certa vez ela estava atravessando uma aldeia que as forças imperiais tinham reduzido a cinzas carregando um bebê wookiee órfão, e a primeira pergunta que os repórteres do Sistema Central fizeram foi: “Quem desenhou a roupa que está usando?”."

E ai temos a segunda parte, O Cafajeste, o nosso capitão Han Solo que precisa desesperadamente de dinheiro para pagar uma dívida com o Jabba (eu nunca vou achar criatura mais nojenta que o Jabba!), um criminoso cruel que colocou a cabeça do nosso cafajeste a prêmio. Para conseguir essa grana ela aceita transportar uma estranha dupla, o velho Ben e o jovem Luke, e entra em rota direta para confrontar o Império, coisa que o Han não quer, na realidade. Como sempre foi sozinho, ele não quer se importar com uma causa, ou até mesmo com alguém além do seu amigo peludo Chewbacca, mas aos poucos ele se sente cada vez mais responsável pelo jovem e entusiasmado Luke. 


"Aquelas eram as pessoas que estavam arruinando a única chance real do piloto de resolver as coisas com Jabba e retornar o controle da sua vida. A raiva dele o impulsionou como uma onda, agitando o sangue em suas veias. Eles que tentassem impedi-lo, eles que tentassem segurar a sua Falcon. Ou executar a princesa, ou ferir o garota...Espera...não! O garoto e a princesa não tinham nada  a ver com ele. Certo. Aquele ataque era pela Falcon."

E na última parte, e devo dizer logo que temos um momento de grande emoção que não vou revelar em respeito a quem não viu o filme ou não lembra, temos o momento dedicado ao Luke Skywalker. Assim como Leia quer provar que é mais que uma princesa, Luke quer provar que é mais do que um menino da fazenda que só conhece o deserto do seu planeta natal, ele quer ser mais, quer viver mais do que a vida já ofereceu a ele. Como e se ele vai conseguir? Só lendo!


"Talvez realmente fosse apenas um garoto bobo da fazenda precisando muito de um choque de realidade."

Para concluir, Star Wars: Uma Nova Esperança – A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda é um livro que vai além de recontar o filme Uma Nova Esperança. Através da escrita gostosa e fluida da Alexandra vamos conhecendo mais dos personagens principais, seus medos, anseios, suas inseguranças, coisa que não temos chance de vivenciar nos filmes, afinal, filme é filme, livro é livro! Se você é fã, precisa ter. Se não é fã, precisa ter para quem sabe, entrar nesse universo rico e acabar virando um fã. Eu não posso terminar essa resenha sem falar das ilustrações, elas merecem ser aplaudidas de pé! São LINDAS! Eu literalmente me apaixonei por cada uma das ilustrações, em especiais as que vinham entre uma parte e outra. Nossa, perfeitas! Ma-ra-vi-lho-so!


"A princesa, o cafajeste, o garota da fazenda.
A senadora, o contrabandista, o sonhador.
A líder rebelde, o capitão, o piloto.
Eram mais do que eles mesmos acreditavam.
Eram mais do que os outros enxergavam.
Juntos, representavam uma nova esperança para o futuro."




Título: Star Wars: Uma Nova Esperança – A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda
Série: Star Wars Ilustrado # 1
Autor: Alexandra Bracken
ISBN-13: 9788565765770
ISBN-10: 8565765776
Ano: 2015
Páginas: 264
Editora Parceira: Seguinte
Compre aqui: Saraiva, Amazon
Skoob, GoodReads
Classificação: 


Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Ufa!! até que enfim, apareceu um no meu estilo rsrsrs
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Então fica de olho que eu vu começar a ler já já o Estrelas Perdidas também desse universo Star Wars! Só não dou previsão porque sou enroladinha, mas é um breve!

      Excluir
    2. Opa!...desde já agradeço....Obrigado Talita!

      Excluir
  2. Eu quero muito parar e poder ler todos os livros que já foram lançados do Star Wars, sou muito fã mesmo.
    A capa esta perfeita e o titulo foi bem bolado. Gostei muito da informação de que os capítulos mudam de ponto de vista, porque é muito bom saber o que os personagens que eu adoro estão pensando.
    Você me deixou muito curioso para saber como são essas ilustrações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;eu também quero , mas falta dinheiro porque ficaram bem mais caros agora com o filme e tempo! O ponto alto é justamente ver um pouco a cabeça de cada um dos três coisa que não temos oportunidade nos filmes! E eu ainda estou babando na ilustração da Falcon!

      Excluir
  3. Eu adorei a resenha, apesar de não conhecer quase nada da história.
    Eu confesso que comecei a me interessar agora que saiu outro filme.
    Mas já rolaram várias dúvidas na minha cabeça. Algumas sanadas pelos meus amigos, outras não.
    Em relação aos livros, qual é a ordem?
    Existem livros escritos pelo autor dos filmes?
    São inspirados no filme ou vice-versa?
    Entre outras dúvidas, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossas quantas dúvidas, mas é um prazer responder todas!
      A ordem dos livros segue a ordem dos três primeiros filmes que na realidade são os três últimos cronologicamente.
      Star Wars 4 - Uma Nova esperança (filme - 1977) -> A Princesa, o Cafageste e o Garoto da Fazenda (livro capa azul)
      Star Wars 5 - O Império Contra-Ataca (filme - 1980) -> Então você quer ser um Jedi? (livro capa verde)
      Star Wars 6 - O Retorno de Jedi (filme - 1983) -> Cuidado com o lado sombrio da força (livro capa vermelha)

      Existem outros livros, mas nenhum escrito pelo George Luccas, mas alguns são baseados em roteiros e ideias que ele teve para preencher a lacuna temporal entre os lançamentos.

      Esses três livros que citei acima, foram baseados nos filmes e usaram o roteiro original feito por ele. Eles são uma releitura dos filmes clássicos, há ainda o Estrelas Perdidas (resenha em breve) que introduz o novo filme, O Despertar da Força (Star Wars 7!)

      Qualquer dúvida, pode perguntar a vontade!

      Excluir
  4. Eu adorei a resenha, apesar de não conhecer quase nada da história.
    Eu confesso que comecei a me interessar agora que saiu outro filme.
    Mas já rolaram várias dúvidas na minha cabeça. Algumas sanadas pelos meus amigos, outras não.
    Em relação aos livros, qual é a ordem?
    Existem livros escritos pelo autor dos filmes?
    São inspirados no filme ou vice-versa?
    Entre outras dúvidas, rs.

    ResponderExcluir
  5. Oiii... As únicas coisas que sei sobre Star Wars é o que vejo aqui no blog hehe. Eu até que fiquei com vontade de comprar essa trilogia depois dessa sua resenha tão empolgante, mas sei que vou gastar dinheiro a toa, porque vai ficar parado lá na estante e vou dar preferencia a outros livros que já estão na frente. Eu acho esquisito isso dos livros serem escritos por autores diferentes hehe. Esses livros são baseados nos filmes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, Bruna. Pelo que li e pelo que pesquisei antes os três livros são basicamente uma releitura dos filmes, eu até mesmo identifiquei algumas falas. A ideia é apresentar os filmes para uma geração que não era nascida em 1977 através de livros ilustrados. Adorei, mas eu sou nerd! rsrsrs

      Excluir
  6. Nunca li nada de Star Wars, nem vi nenhum filme, acreditem ou não. Acho interessante até, pelo sucesso gigantesco que tem, deve ser o máximo, mas não é um universo que me encanta tanto a ponto de me fazer assistir ou ler sobre.
    E livro realmente é livro hahah graças a Deus!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é o máximo, é responsável por grande parte de várias referências da cultura pop atual, mesmo tendo sido lançado em 77. Exemplo, Toy Story tem muito de Star Wars nele e nem é sutil sobre isso! Eu gosto, sou fã, já fiz maratona, curto mesmo! Experimenta, quem sabe você não gosta?

      Excluir