Resenhas

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

TAG #10 . Cardápio Literário




Quem é meu amigo no Facebook e não me conhece pessoalmente deve achar que sou quase uma obesa mórbida por conta dos inúmeros compartilhamentos que eu faço das gostosuras que a gente só vê por lá. Eu confesso que morro de rir do pessoal me xingando por compartilhar aquelas obscenidades e como sempre respondo, eu só compartilho porque odeio sofrer sozinha! =P

Navegando pela internet eu dei de cara com uma TAG que claaaaro, me chamou atenção e tem tuuuudo a ver comigo e por isso eu tiiiive que fazer. Pelo que eu vi esta TAG foi criada pela Jéssica do blog Valeu a pena esperar. Então, bon appétit!






❤ Bebidas ❤


Chá – Aquele livro que é leve e calmo, ou que te deu sono.

Minhas Para Proteger, da nossa parceira F.P. Rozante é um livro que, apesar de conter fatos delicados, é um livro leve e muito gostoso. Não que ele dê sono, mas é de uma linguagem e uma leitura bem leve e fluida.

Café – Aquele livro que não te deixou dormir.

Cinquenta Tons Mais Escuros, da E.L. James com certeza me causou insônia, principalmente naquela parte tensa onde a Leila invadia o aparamento do Christian. Lembro que eu cheguei até a sonhar com um vulto no meu quarto hahaha.


Cachaça – Aquele livro que deixou de ressaca.

A Redenção de Gabriel, de Sylvain Reynard me deixou arrasada rsrs. Eu li os três e tentei ao máximo ler com calma pra durar, pois é uma trilogia que me encantou por várias razões. No fim a ressaca e a DPL foram tão brabas que eu cheguei a demorar uns dias pra pegar em outro livro.

Água – Aquele livro que foi neutro, sem muita emoção.

Entrelinhas, da Tammara Webber foi tão, tão... Eu cheguei até a comentar na resenha aqui do blog que eu estava super ansiosa e cheia de expectativa já que eu amei Easy e Breakable, mas quando li Entrelinhas... o.o Não senti foi nada!

❤ Comidas ❤


Comida da mamãe – Aquele livro que não se compara a nenhum outro.

Métrica, da Colleen Hoover, assim como qualquer outro livro dela, não se compara a livro algum. A Colleen se tornou a minha autora estrangeira favorita, pois seus livros são lindos, delicados, sensíveis, apaixonantes, humanos e viciantes!  

Especialidade do chefe – Aquele livro bom, bonito e caro.

Drácula, de Bram Stoker que saiu há pouco tempo pela Zahar é lindo, tem capa dura e morceguinhos enfeitando a folha de guarda, e apesar de eu ter e de já ter lido esta versão aqui, eu quero muuuito esse livro, apesar de estar com o preço bem salgadinho por ser capa dura e tudo mais.


Beira de estrada – Aquele livro que não te fez bem.

Tocada pelas sombras, da Richelle Mead, não me fez nada bem. Não, não é de um jeito ruim, mas digo que me causou tantas coisas, tantas emoções, que eu fiquei doida! Nesse livro acontece algo que... eu simplesmente não queria e não conseguia acreditar! Eu fiquei completamente arrasada!

Fast-food – Aquele livro que todo mundo gosta, mas nem sempre é bom.

After, da Anna Todd foi um livro que vocês sabem, eu li por esses dias e não é que ele não seja bom, ele é, ele só não é aquela coisa de outro mundo pra ser essa febre louca de garotas ensandecidas, pelo menos pra mim.

❤ Doces ❤


Torta – Aquele livro com capa bonita, mas sem bom conteúdo.

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner, da Stephenie Meyer já apareceu por aqui também em uma TAG, é só nesses momentos que eu me lembro dele, coitado haha. Então, a capa é linda, eu acho, tem tudo a ver com o título e a história, mas esse livro é tão desnecessário e fraco que... nhe! Pffff!

Trufa – Aquele livro pequeno te surpreendeu.

Não Pare!, da simpaticíssima FML Pepper, com certeza foi um livro que me surpreendeu um monte, talvez por ser de fantasia que é um gênero que não leio tanto, também por ser nacional e por ser tão interessante.


Mousse – Aquele livro extremamente doce.

Uma Longa Jornada, do Titio Nicholas Sparks não é toooodo ele doce, mas o casal Rute e Ira, gente, é uma das coisas mais lindas no mundo literário.

Bis – Aquele livro com gosto de quero mais.

Breakable, da Tammara Webber pode até ser o segundo e a versão de Lucas para o primeiro livro, o Easy, mas quando termina dá aquela tristeza por saber que não vai ter mais sobre esse garoto, na verdade esse homem tão lindo e apaixonante que é Landon Lucas. Amo!

❤ Extra ❤


Fruta – Aquele livro que faz bem, mas nem todo mundo quer.

Como eu era antes de você, da Jojo Moyes é um livro que todo mundo deveria ler, pois tem uma mensagem muito bonita, porém, por ser um livro triste, muitos deixam de ler, o que a meu ver é bobo demais, já que deixam de ler um livro tão, mas tão bom só por causar umas lagriminhas.


E então, gostaram da TAG?? Quem quiser é só responder aí nos comentários. Eu vou marcar as minhas queridas amigas e parceiras do blog Conchego das Letras para elas responderem também. Beijos!

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Adoro TAGS assim, amei essa. O item comida de mãe e cachaça, concordo e assino em baixo rs.

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante da tag e de suas respostas, me identifiquei com algumas inclusive. Entre os livros, os que mais concordo são Drácula, After, Não Pare!, Uma Longa Jornada e Como eu Eura Antes de Você, embora eu queira este último.
    Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal que concordamos em várias, Ycaro. To indo lá no seu blog. ;)

      Excluir
  3. AMEI esse cardápio literário e me identifiquei com alguns livros, vou criar minha lista !

    ResponderExcluir
  4. Chá – Aquele livro que é leve e calmo, ou que te deu sono.

    O Retorno Do Jovem Príncipe, A.G. Roemmers - um livro bonzinho de ler, calmo e a leitura super-rápida.

    Café – Aquele livro que não te deixou dormir.

    A Travessia, William P. Young - Só parei quando terminei, um livro que deixa a pessoa muito envolvida e muito curiosa.

    Cachaça – Aquele livro que deixou de ressaca.

    A Culpa é das Estrelas, John Green - Demorei um tempinho para recuperar todas as lágrimas que perdi com esse livro, muito bom.

    Água – Aquele livro que foi neutro, sem muita emoção.

    As Vantagens de Ser Invisível, Stephen Chbosky - um livro sem emoção, sem ação, sem nada. Não gostei dele, história chata, enrolei muito pra terminar de ler.

    Comida da mamãe – Aquele livro que não se compara a nenhum outro.

    Essencial, Paula Oliveira - A autora estava vendendo esse livro em um grupo no facebook, gostei da sinopse e comprei. Eu simplesmente amei a história, super bem desenvolvida.

    Especialidade do chefe – Aquele livro bom, bonito e caro.

    As Batidas Perdidas do Coração, Bianca Briones - Um livro surpreendente, simplesmente maravilhoso, desda capa até o conteúdo.

    Beira de estrada – Aquele livro que não te fez bem.

    A Travessia de novo, não que ele não tenha me feito bem, mas me fez refletir sobre algumas atitudes.

    Fast-food – Aquele livro que todo mundo gosta, mas nem sempre é bom.

    Cidades de Papel, John Green - Li muitos comentários que o livro era muito bom e tal, mas não achei nada disso, fiquei até revoltada com o final pra falar a verdade, eu esperava mais.

    Torta – Aquele livro com capa bonita, mas sem bom conteúdo.

    Playground, 50 cent - Achei a capa muito maneira, mas não entendi muito bem a história.

    Trufa – Aquele livro pequeno te surpreendeu.

    Caixa de Pássaros, Josh Malerman - Não dava muito por esse livro, mas a cada página lida eu ficava ainda mais curiosa.

    Mousse – Aquele livro extremamente doce.

    Diário de uma paixão- Nicholas Sparks. De todos que li dele, esse na minha opinião foi o mais melado, mesmo assim é um livro bom.

    Bis – Aquele livro com gosto de quero mais.

    A série Belo Desastre, Jamie McGuire - Todos os livros dessa série me deixaram assim, querendo mais.

    Fruta – Aquele livro que faz bem, mas nem todo mundo quer.

    Nesse caso eu concordo com você, Bianca. Todos deveriam ler Como eu era antes de você, da Jojo Moyes. A história é triste, mas é maravilhosa, me ensinou algumas coisas que eu não sabia, e acabou deixando aquela mensagem linda que o livro passa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, eu vi o filme As Vantagens de Ser Invisível e gostei bastante, já vi duas vezes até, mas não li o livro. Que pena ele ser sem graça. Fiquei curiosa com esse Essencial aí da Paula Oliveira. Vou procurar pra ler a sinopse. ;) Mandou bem nas respostas, Bruna!

      Excluir
    2. Obrigada,Bianca. Leia o Essencial é muito bom! Bjs!

      Excluir
    3. Bianca, eu estava no Wattpad procurando 101 dias com ele, da Paula Oliveira. Aí acabei vendo que lá tem o Essencial disponível também!

      Excluir
  5. AHHHHHHHHHHHH VOU TER QUE FAZER!!! Fiquei com vontade agora hahahahha.

    ResponderExcluir
  6. Boa respostas da Tag!
    Eu já li muitos comentários positivos sobre After, mas é uma serie que não me chamou atenção.
    Como eu era antes de você é bom? Me falaram que o final é ruim que não me animei a ler.

    ResponderExcluir
  7. Adorei essa tag!! E dentre todos esses, Como Eu era antes de Você é um dos meus livros favoritos que li esse ano! Adorei suas respostas, queria dizer que estou louca pra ler métrica e todas as outras continuações. Parecem ser bem interessantes. E essa capa do Drácula é maravilhosa mesmo!
    xx owamandab@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Tive a oportunidade de ler Não Pare!, conhecer e tirar fotos com a FML na bienal desse ano.
    O livro é maravilhoso. Sem mais xD
    Ah, roubarei a TAG para postar no meu blog. rs

    http://caixasdsapato.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir