Resenhas

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

:: Resenha 135 :: "A Casa Assombrada", John Boyne

Sinopse: Eliza Caine tem 21 anos e acaba de perder o pai. Totalmente sozinha e sem dinheiro suficiente para pagar o aluguel na cidade, ela se depara com o anúncio de um tal H. Bennet. Ele busca uma governanta para se dedicar aos cuidados e à educação das crianças de Gaudlin Hall, uma propriedade no condado de Norfolk – sem, no entanto, mencionar quantas são, quantos anos têm ou dar quaisquer outras explicações. Assim, ela larga o emprego de professora numa escola para meninas e ruma para o interior.
Chegando a Gaudlin Hall, Eliza se surpreende ao encontrar apenas Isabella, uma menina que parece inteligente demais para sua idade, e Eustace, seu adorável irmão de oito anos. Os pais das crianças não estão lá. Não se veem criados. Ela logo constata que não há nenhum outro adulto na propriedade, e a identidade de H. Bennet permanece um mistério.
A governanta recém-contratada busca informações com as pessoas do vilarejo, mas todos a evitam. Nesse meio tempo, fica intrigada com janelas que se fecham sem explicação, cortinas que se movem sozinhas e ventos desproporcionais soprando pela
propriedade. E então coisas realmente assustadoras começam a acontecer…

 Alguém aqui já ouviu falar do livro O Menino do Pijama Listrado? O Garoto do Convés? O Ladrão do Tempo? Aposto que ao menos um desses vocês já ouviram falar ou até já leram.

A Casa Assombrada é do mesmo autor das obras supracitadas, contudo, é o primeiro livro de suspense do autor; e o motivo de eu ter escolhido esse livro pela nossa parceria, foi o fato de eu ter adorado O Menino do Pijama Listrado. A escrita do autor, a história, tudo me deixou maravilhada e o livro conseguiu me tocar de uma maneira que fiquei semanas pensativa, beirando a depressão. Juro! Logo, não pensei duas vezes em escolher essa como minha próxima leitura. O autor é maravilhoso e numa trama de terror e suspense?! Por que não, não é mesmo? Então fui lá e embarquei nessa!

Iniciei a leitura. A história até prende e tudo mais, mas não tinha nada de extraordinário. Vou explicar:

Eliza tem um trauma que a marcou muito, mas ela cita umas três vezes durante todo livro e de forma superficial. Se o ocorrido marcou tanto a vida dela, por que não explicar direito o ocorrido? Não vi profundidade no lado “terror” da história. Vi coisas extremamente sem importância para a proposta do livro com destaque, enquanto o que deveria ter a devida importância, ser passado assim, de maneira ordinária e com o mínimo de atenção possível.

O livro se passa por volta de 1870 e o autor foca muito no racismo da época, na falta de direitos que as mulheres tinham, na submissão ao qual eram obrigadas a viver e coisas do gênero. Mostra o lado heroína de Eliza se aflorando no decorrer da história fazendo ela se tornar autossuficiente, uma vez que ela é uma jovem, solteira e sem ninguém.

O mais irritante na verdade foi o fato do desenrolar dos personagens. O autor constrói cada um deles, te faz conhecer eles, compreender, dá a entender várias coisas para o futuro deles e depois larga o personagem, faz uma coisa totalmente nada a ver, como se ele estivesse cansado da história e quisesse terminar logo o livro. O final foi extremamente frustrante.

Assim que terminei o livro, pensei: “- Não, Ana! Você tá muito bucha do Stephen King e só acha o terror dele bom!” Mas não é bem assim! Eu li livros do mesmo gênero de outros autores e adorei!
Fiquei tão possessa que escolhi um livro de malemolência pra ler e desintoxicar meu cérebro!

A Casa Assombrada aborda a vida de Eliza Caine, 21 anos, que começa como uma jovem perdida sem nenhuma família para apoia-la e nos faz acompanhar a sua jornada pela descoberta de sua força e perseverança interior em meio a todo esse mundo machista e sem oportunidades a qual vive. E vemos um segundo plano, quase translúcido, uma breve história de terror com fantasmas e eventos inexplicáveis.

Vou concluir essa resenha com a única passagem do livro que me deixou assustada pensando “Agora vai!!”, mas bem, não foi.....

Não tinha sido minha imaginação, pois meus machucados eram reais. Havia uma presença naquela casa, alguma coisa profana; uma noção que eu antes desprezara como fatasia tomou conta de mim e me disse que aquela era a verdade. Mas havia outro fator, algo que eu não tinha cogitado antes.Eram duas presenças.

Tá, peraí, só mais uma passagem! Nessa daqui eu pensei... Jesus! Quando foi que passei de livro de terror pra novela mexicana?? No final da citação veio até aquela musiquinha de quando uma revelação bombástica é feita e em seguida acaba o capitulo... uhahuahuahua.

Levantei do banco em um salto, frustrada, e o encarei com desprezo. “O senhor não está lá, padre”, esbravejei. “Acordo em Gaudlin Hall, passo a maior parte do dia lá, durmo lá. E, durante todo esse tempo, há apenas um pensamento passando pela minha cabeça.”“E qual pensamento é esse?”“A casa é assombrada.”






Título: A Casa Assombrada
Título original: This House Is Haunted
ISBN-13: 9788535925265
ISBN-10: 8535925260
Ano: 2015
Páginas: 296
Compre aqui: Saraiva
Classificação:  






Sobre o autor



John Boyne, nasceu na Irlanda, em 1971, e mora em Dublin. Escreveu diversos romances que já foram traduzidos para mais de quarenta idiomas. Seu livro mais célebre, O menino do pijama listrado (2007), lhe rendeu dois Irish Book Awards, vendeu mais de 5 milhões de exemplares pelo mundo e foi adaptado para o cinema em 2008.

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Vc já está cansada de saber que terror não é minha praia, mas como essa "novela mexicana" não há sustos nem arrepios quem sabe eu encaro né ? kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Fran! tem nem desculpa..... huauhauhahua
      Dessa vez, se não ler, não vai ter como eu te ajudar, amiga!!
      huahuhuauhahua

      Excluir
  2. Oi, eu nunca li nada desse escritor não gosto de livro de terror prefiro um suspense básico rsrsrrs, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, esse tá mais pra suspense do que terror.... Talvez você goste! :)

      Excluir
  3. Oi, Ana!
    Não li O Menino do Pijama listrado mas assisti ao filme e me emocionei bastante, imagina então lendo o livro?! Provavelmente derramaria litros de lágrimas, sou um pouco emotiva por isso evito ler livros nesse estilo...
    Já A casa assombrada é outra coisa, pois amo livros de suspense. Pena que a história deixou a desejar; esse detalhe dos personagens, a forma como o autor os deixa no canto abandonado é com certeza um ponto negativo, sem falar no final frustrante, nenhum leitor merece isso.
    Enfim, vou passar longe de A casa assombrada.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Any, eu fiquei deprimida lendo e assistindo O Menino do Pijama Listrado....
      Mas, ó! Eu achei assim, mas vai que você gosta de A Casa Assombrada?? :D

      Excluir
  4. Nossa, do autor só li O Menino do Pijama Listrado e amei, mas... que horror! Odeio livros cansativos e sem noção, quando o autor realmente abandona sem se importar. Novela mexicana e terror barato não é comigo, passo completamente =D O autor deu mancada, valeu pela dica. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dan, as vezes terror/suspense não é muito a praia dele... Vamos deixar ele no romance mesmo que é melhor... :P

      Excluir
  5. Oi!
    Ainda não li nada do autor e o livro pareceu interessante me fiquei curiosa sobre essa mistura de livro de terror com novela mexicana, mas não é o tipo de livro que gosto de ler !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzana, tenta... Mata a sua curiosidade!! Vai que cola?! :D

      Excluir
  6. Oi Ana!!!
    Putzgrilo hein... Eu tenho esse livro e ainda não li. Que bosta! hahahaha
    Mas seja o que Deus quiser, vou ler ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crika, Leia! vai que você gosta?? Dê uma chance!!
      :P

      Excluir
  7. Oi Ana, Eu ainda não li nada do autor, e terror e suspense não me atrai tanto, então não tenho a menor vontade de ler esse livro, apesar de já ter lido muitos comentários sobre a escrita do autor. Quero muito ler o menino de pijama listrado, não assisti o filme ainda pq prefiro ler o livro primeiro, espero que eu goste da escrita dele. Enfim... esse livro eu passo pq não é muita a minha praia, prefiro os romances e os dramas bem carregados. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, com O Menino do Pijama Listrado, eu achei a escrita dele incrível! Agora já nesse livro, fiquei de cara rachada esperando algo que pra mim não aconteceu....
      Mas Leia sim O Menino.... Você vai curtir muito!

      Excluir
  8. Oi Ana, Eu ainda não li nada do autor, e terror e suspense não me atrai tanto, então não tenho a menor vontade de ler esse livro, apesar de já ter lido muitos comentários sobre a escrita do autor. Quero muito ler o menino de pijama listrado, não assisti o filme ainda pq prefiro ler o livro primeiro, espero que eu goste da escrita dele. Enfim... esse livro eu passo pq não é muita a minha praia, prefiro os romances e os dramas bem carregados. rsrs

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de livros de terror.
    Precisava realmente de uma indicação, o enredo me chamou bastante a atenção, com certerza vou comprar esse livro ainda esse mês.
    Gostei muito dessa resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Marlene!
      :D
      Boa Leitura!! ;)

      Excluir
  10. UAU! Preciso desse livro com urgência, amei a resenha. Me fez lembrar do filme A chave mestra. Com certeza é meu próximo livro a comprar. Fiquei muito intrigada e curiosa.

    ResponderExcluir
  11. Nossa, esse livro parece ser muito bom!! Se jánão bastassem os mistérios nós ainda temos toda essa questão de racismo e tal, pra nos fazer pensar um pouquinho *_*

    ResponderExcluir