Resenhas

sexta-feira, 4 de março de 2016

:: Resenha 145 :: "Coroa Cruel", Victoria Aveyard


Sinopse: Duas mulheres — uma vermelha e uma prateada — contam sua história e revelam seus segredos.
Em Canção da Rainha, você terá acesso ao diário da nobre prateada Coriane Jacos, que se torna a primeira esposa do rei Tiberias VI e dá à luz o príncipe herdeiro, Cal — tudo isso enquanto luta para sobreviver em meio às intrigas da corte.
Já em Cicatrizes de Aço, você terá uma visão de dentro da Guarda Escarlate a partir da perspectiva de Diana Farley, uma das líderes da rebelião vermelha, que tenta expandir o movimento para Norta — e acaba encontrando Mare Barrow pelo caminho.
Esta edição traz, ainda, um mapa de Norta e um trecho exclusivo de ‘Espada de Vidro, o aguardado segundo volume da série A Rainha Vermelha.

Coroa Cruel é composto por dois contos: Canção da Rainha e Cicatrizes de Aço, que pertencem ao universo da série Rainha Vermelha, criado pela Victoria Aveyard. Vocês podem relembrar da Rainha Vermelha clicando aqui e assim ler a resenha da Grazi. Eu vou confessar que quando li a resenha dela fiquei super, mega, ultra, hiper empolgada em ler o livro, mas com as obrigações do blog tive que esperar até janeiro para ler e ADOREI! Eu fiquei completamente apaixonada pelo príncipe Cal, eu sou totalmente #TeamCal e talvez isso explique porque o conto sobre a mãe dele foi o que eu mais gostei, se compararmos com o conto da Farley que me deixou bem frustada, ou seja, essa resenha vai ser complicado para mim, pois são dois livros em um e dois sentimentos bem polares em mim.

Geralmente as resenhas são fáceis para eu escrever. Eu termino um livro, abro o notebook e começo a escrever o que eu senti ao ler. Eu não faço resenhas técnicas, eu falo o que eu gostei e o porque, o que eu senti, vivi, sofri, enfim, eu escrevo as minhas impressões sobre um livro. Mas Coroa Cruel está um pouco complicado de escrever porque em um único livro eu senti duas sensações muito opostas. Enquanto o primeiro conto eu devorei, literalmente engoli, o segundo eu arrastei a ponto de me deixar nervosa achando que não acabaria nunca, até que finalmente ele engrenou e... acabou! Resultado: Talita frustrada, mas vamos por partes.

"Meu tio morreu, ela escreveu. E, de alguma forma, sinto inveja dele."

Canção da Rainha, conto que abre o livro, fala sobre a ida de Coriane Jacos para a corte, intercalando momentos narrados em terceira pessoa com passagens de um diário que a Rainha ganhou de presente do irmão Julius. Mostra como ela conhece o príncipe Tiberias VI e como ambos se apaixonam, além de deixar bem visível que a Cersei Lannister, ops, digo, que a Elara Merandus sempre quis poder. Mas principalmente, mostra a verdadeira face de uma menina que se sentia deslocada e fora de lugar. Lembrou da Mare? Eu também! Cori é muito insegura, não sabe controlar o próprio poder, tendo sido criada por uma prima para poder arranjar um bom casamento e salvar a linhagem dos Jacos que estava em seu último suspiro. Vemos muito do Cal na mãe, tanto que me peguei pensando como seria o príncipe, se ele fosse criado pela Coriane, ou se ele lesse o diário da mãe.

"Os Calore são filhos do fogo, tão fortes e destrutivos quanto suas chamas. Mas Cal não será como os que vieram antes dele. O fogo pode destruir, pode matar, mas também pode criar. A floresta queimada no verão estará verde na primavera, melhor e mais forte do que antes. As chamas de Cal vão construir, vão criar raízes sobre as cinzas da guerra. As armas silenciarão, a fumaça esvanecerá, e os soldados, tanto vermelhos como prateados, voltarão para casa. Cem anos de guerra, e meu filho trará a paz. Ele não morrerá lutando. Não morrerá. NÃO MORRERÁ."

Outro ponto muito bom do conto é ver que a movimentação da Elara pelo poder vem bem de antes dela ser rainha. Se você leu Rainha sabe que ela é capaz de fazer qualquer coisa para garantir poder, e isso se mostra já quando ela ainda era uma jovem de 16/17 anos. Resumindo, o conto Canção da Rainha é incrível, eu li enquanto esperava a minha vez no médico, comecei e terminei lá, precisando me segurar para não chamar Elara de vaca em voz alta.

E aí, começa Cicatrizes de Aço e o meu drama...

"Casei com um príncipe que um dia será rei. Geralmente é aqui que os contos de fada terminam. As histórias não vão muito além deste momento, e receio que exista uma boa razão para isso. Uma sensação de tristeza pirava sobre o dia de hoje, uma nuvem negra da qual ainda não consigo me livrar. É um desconforto bem no fundo do coração, que suga a minha força. Ou talvez eu esteja ficando doente. É totalmente possível."

Eu preciso confessar que desde Rainha Vermelha eu não sou muito fã da Farley, a capitã da Guarda Escarlate. Não é que eu não goste dela, mas também não é que eu goste dela, na verdade eu meio que não dei muita importância para a coitada Farley, então temos um conto todo sobre ela em Cicatrizes de Aço cujos eventos precedem Rainha Vermelha.
Nesse conto, a Victoria inverteu a narrativa, passando para primeira pessoa e todo o conto é narrado pela Diana com pequenos pedaços de comunicações cifradas entre os membros da Guarda Escarlate.

"Porque, afinal, a guerra não é uma guerra.
É um extermínio.
Soldados vermelhos são recrutados, lutam e morrem aos milhares, ano após ano. Dizem-lhes para lutar pelo rei, para defender sua família e o país, que certamente seria dominado e destruído se não fosse pela coragem forçada deles. E os prateados ficam sentados confortavelmente, movendo suas legiões de brinquedos de um lado para o outro, trocando golpes que nunca parecem mudar muita coisa. Os vermelhos são pequenos demais, limitados demais, desinformados demais para perceber. É doentio."

Se por um lado eu gostei de descobrir a verdadeira razão pela Farley lutar, libertar os vermelhos tanto de Norta quanto de Lakeland, por outro o conto foi muito lento! O ritmo dos eventos não fluiu de jeito nenhum, eu sentia que levava um tempo enorme para ler uma página, o que só pareceu mudar quando Shade Barrow, irmão da Mare, apareceu na história e deu um novo gás a trama, mas isso acontece já quase no final, ou seja, quando eu finalmente comecei a gostar, acabou. Triste assim!

"Quase começo a rir dessa vez. Entramos no mercado em busca do ladrão dos ladrões, e meus soldados tão bem treinados acabam vítimas de um trombadinha qualquer. Em outro dia, talvez eu ficasse com raiva, mas hoje esse leve percalço sequer me incomoda. Umas moedas perdidas não são nada no panorama geral. Porque, no fim das contas, apenas algumas semanas atrás o coronel chamou nossa missão de suicida. Mas estamos indo bem. E continuamos muito vivos."

Vale dizer que sim, você que é fã dessa série deve ler os dois contos, talvez meu problema tenha sido justamente por não curtir muito a Farley e se você não tem esse mesmo problema, acabe gostando. De todo caso, ambos são bem curtos. O livro ainda vem com 4, eu vou repetir, QUATRO capítulos de Espada de Vidro que eu estou doida para ler e agora quero muito mais e um mapa de Norta para deixar qualquer fã babando! E apesar de eu quase nunca falar de capa ou diagramação, nesse caso, abro uma exceção. Que capa é essa, meu Deus?! Com marcador embutido no livro! Quer mais o quê? Temos uma capa que vai agregar valor a sua estante, quatro capítulos do livro Espada de Vidro, marcador show de bola, um conto que quebrou o meu coração positivamente e o da Farley, que apesar de arrastado, serve para mostrar o que a Guarda quer. Resumindo: tem que ler!
Título: Coroa Cruel
Série: A Rainha Vermelha # 0.1, 0.2
ISBN-13: 9788565765923
ISBN-10: 856576592X
Ano: 2016
Páginas: 232
Compre aqui: Submarino, Amazon
Classificação: 


Sobre a autora:


Victoria Aveyard é uma autora com formação em Escrita de Argumentos da Universidade do Sul da Califórnia que, tendo verificado que todas as histórias boas para filmes já tinham sido usadas (e as más também), decidiu ela própria escrever uma: Rainha Vermelha. A Universal Pictures já detém os direitos para uma produção a partir do livro. Cresceu em Massachusetts e frequentou a Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles. Formou-se como roteirista e tenta combinar seu amor por história, explosões e heroínas fortes na sua escrita. Seus hobbies incluem a tarefa impossível de prever o que vai acontecer em As Crônicas de Gelo e Fogo, viajar e assistir a Netflix.

Comente com o Facebook:

31 comentários:

  1. Eu estou desejando essa série desde quando fiquei sabendo do lançamento. Sou apaixonada por distopia e estou cheia de ansiedade para conhecer o enredo. Fiquei tentada a baixar os contos gratuitos, mas não adiantaria nada sem ler o primeiro livro - sem contar que também prefiro a versão física, hahah. Fiquei bem empolgada para conhecer a história da Farley como capitã, pena que a autora não conseguiu trabalhar muito bem com isso, enfim... As capas estão maravilhosas, só elas atraem muitos olhares para os livros e ainda vem com marcador embutido?! Maravilha, estou muito ansiosa para ler essa série!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O marcador é tão bonito que eu pedi pro meu pai cortar pq ele trabalhava com isso.
      O conto da Farley tinha potencial mas a autora não conseguiu levar o começo me conquistar aí Deu ruim!
      Já o da Rainha....tem que ler! !!

      Excluir
    2. Uma pena quando isso acontece. Agora eu fiquei muito curiosa para ver como é esse marcador! kkk
      Vou ler A Rainha Vermelha com certeza, obrigada pela dica!!

      Excluir
  2. Estou LOUCA para ler esses livros, principalmente depois da resenha da Rainha Vermelha que li aqui no blog.
    Estou fazendo um esforço tremendo para conseguir ler ainda esse ano (pq a fila da gigante).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li em Janeiro em apenas dois dias de tão bom e intenso que foi o livro!

      Excluir
  3. Oi Talita, nossa, que coincidência, acabei de comprar esse livro na Saraiva ;) Agora é contar os dias para receber. Até pensei em não ler esses contos, mas quando acompanho uma série gosto bastante de ler tudo que diz respeito. Comprei esse e o segundo da série. Eu gostei bastante do primeiro, por isso estou bem ansiosa. A autora é linda né <3 Amo as capas dessa série, principalmente porque é impossível não notá-las nas estante. Apaixonada mesmo!!!! Adorei sua resenha, e é claro que fiquei ainda mais empolgada por essa leitura. Beijos, Fê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não comprei o segundo por que quero esperar o fim do ano quando ficar bem perto do terceiro ou vou morrer de ansiedade.

      Excluir
  4. Oi! Estou super ansioso para ler A Rainha Vermelha, todo mundo está falando tão bem...a ideia distópica é original e me deixa cada vez mais curioso à cada resenha. Ah, sobre os contos, não sei se leria, acho que não me acrescentaria muito, mas se eu virar fã lógico que vou ler :D A resenha ficou ótima, abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei ler foi uma leitura super rápida e fluída. Mas os contos acontecem antes do primeiro livro então pra a narrativa do segundo acrescentou nada só conhecer mais dois personagens

      Excluir
  5. Oi.
    Estou super ansiosa p ler A Rainha Vermelha. Eu comprei esses dias A Espada de Vidro e baixei os contos do Coroa Cruel de graça na amazon. Acontece q eu só pretendo ler essa série quando todos forem lançados, visto que eu sofro muito quando termina um livro q gosto e ele tem continuação, só que ela não ta prevista ainda. Eu sei, sou uma leitura ansiosa kkkk Mas lendo sua resenha me deu uma super vontade de conhecer a história.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi...Então eh também estou esperando para ler Espada de Vidro quando tiver uma data pro próximo eu sou muito ansiosa com continuação ainda mais um livro que votei muito

      Excluir
  6. Olá
    Eu já tinha ouvido falar dos livros, mas o tema não me interessou tanto... não sei explicar. Apenas não tive vontade de ler ao ver a sinopse e as resenhas q já li. A história parece ter pontos interessantes, mas nada que me fizesse ler.
    Já por essa capa eu sou apaixonada desde que a vi pela primeira vez kkkkk ficou linda *-*
    Bem, no momento eu não leria, mas nunca se sabe o que passa na cabeça da gente, não é? kkkkk Uma dia dá uma doideira e eu leio xD
    Beijos! E até mais.

    ResponderExcluir
  7. A série de uma forma geral não me chamou muito a atenção, talvez porque eu nao leia muito distopias ou porque realmente não me instigou. Curti mais a premissa dos contos do que a premissa dos livros e acho que eu poderia ler apenas este aqui, e então me interessar pelos outros livros, mas não e uma leitura que eu faria de imediato.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Ainda não li A Rainha Vermelha mais tenho bastante interesse em realizar a leitura, já que muitas amigas já leram e ficam me incentivando a ler!
    Uma pena que esse livro tenha te dividido tanto! Um conto que você adorou e devorou e outro que se arrastou a ponto de você achar que nunca ia acabar!
    Já tive experiências parecidas coma sua em livros de contos...


    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi doloroso! Porque um conto me empolgou e o outro me murchou no comeco e quando engengrenou acabou! Mas na média o saldo foi positivo!

      Excluir
    2. Foi doloroso! Porque um conto me empolgou e o outro me murchou no comeco e quando engengrenou acabou! Mas na média o saldo foi positivo!

      Excluir
  9. Oii!
    Não li ainda A rainha vermelha, mas é impossível não morrer de curiosidade principalmente por ser um livro tão comentado *-* O enredo me deixou mega curiosa e a capa é tão linda, quero muito!
    Contos geralmente são assim mesmo, um nos prende os outros pode acontecer o contrario. Passei por algo assim em Contos da Seleção :/ Enfim, espero ler logo ♥

    Beijão!
    http://loucaspaginasblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Gente isso é sério? eu estou louca para ler A rainha vermelha e o segundo (que agora esqueci o nome) daí vem você e me apresenta esse livro com os dois contos!!! é pra me deixar louca mesmo kkkk eu acho melhor eu ler os livros antes de ler esse livro com os contos, porque pelo que vi na sua resenha ele tem momentos bem reveladores e é mesmo uma pena essa divisão na sua opinião Eu achei os dois muito bons e que ler

    ResponderExcluir
  11. Não sabia que este livro se tratava de contos, estou louco pra ler A Rainha Vermelha e sua continuação, essa série parece ser realmente ótima, preciso de uma oportunidade pra começar ao menos ou A Rainha Vermelha ou Esse aqui.


    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Ainda não li A Rainha Vermelha, mas quero muito. Confesso que li sua resenha por cima, por medo de spoiler hihihi Mas adoro livros de contos, acho que eles acrescentam muito mais a história. Já ouvi muita gente falando bem e muita gente falando mal dessa série, por isso mesmo quero ler para tirar minhas próprias conclusões...
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá Talita,
    Ainda não li A Rainha Vermelha, mas tenho muita vontade para formar uma opinião.
    A ideia dos contos é bem bacana, em minha opinião, e é uma pena que não tenha funcionado pra você. Quando não curtimos muito um personagem, a leitura parece se arrastar :(
    Fiquei um pouco chateada, mas espero que seja diferente pra mim.
    Beijos!
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi *---*

    Não sou a maior fã da série,pelo contrario achei o primeiro livro uma tremenda salada de fruta de varias series que existem. Não fiquei nenhum pouco empolgada com o lançamento dos contos, creio que ele tenha sido bem razoável pra você. O pior de tudo é que não gostei do primeiro livro e mesmo assim fiquei curiosa ao ponto de comprar o segunda hahah

    Bjos

    rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Adorei a Rainha Vermelha e me encantei com o mundo dos vermelhos e prateados.
    Mas não costumo ler contos entre livros e tal. Nunca me empolgo sabe. Acho que por ser algo meio paralelo demais.
    Mas gostei muito do que você falou dos dois contos e quem sabe dê um oportunidade.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  16. Oie, todo mundo fala tanto de A rainha vermelha que quero conhecê-lo, e obviamente também quero ler esse livro com os contos. Que ppena que o segundo conto não foi tão positivo para você, mas o primeiro compensa, né?
    Os quots ja prendem e Elara parece uma pessoa muito egoísta.
    Acho que eu gostaria do segundo conto também, mas fiquei morrendo de medo de ter pego algum spoiler do outro livro.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Acredita que eu não li Red Queen ainda??
    Eu tenho visto em cada cantinho da internet, sobre a continuação da história. Então tá difícil pra eu não pegar spoiler ou reduzir a minha vontade de ler, PORQUE TA FICANDO GRANDE. Esse livro é o de contos, mas quero muito ler o Red Queen mesmo. Espero gostar de ler Coroa Cruel quando der também, porque contos não é muito minha vibe.

    Enfim, parabéns pelo posst. <3

    ResponderExcluir
  18. Olá, ainda não li A Rainha Vermelha, mas tenha muita vontade ler. Confesso que não entendi muito do que você falou na resenha, já que não coonheço o universo da Victoria Aveyard, contudo, me pareceu uma história com muito potencial e isso só me estimula à ler esses livros.
    Adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  19. O conto da rainha Coriane só não foi tão satisfatório para mim pois não consegui enxergar o nível do poder dela, diferente da Elara que é uma evil queen muito poderosa! Já no conto da Farley eu ficava com vontade de espancar alguém a cada mensagem decodificada! Pelo menos tinha o Shade para aliviar tudo <3

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi! Tudo bem?!

    Eu não li nenhum dos livros da série e descobri recentemente que esse é de contos. Parece que a opinião dos leitores é quase unânime quanto a um dos contos ser lento, etc. Uma pena que quando você começou a gostar, acabou! Que coisa mais triste e frustrante, né?! =(

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  21. Já tinha lido algumas resenhas do Rainha Vermelha e dava aquela torcidinha de nariz, porque distopia realmente não é algo que eu me apaixone loucamente e precise pra ontem. Só que aí rolou um combo de acontecimentos: chegou o Coroa Cruel, o Desafio Literário (livro com cor no título e livro de contos) e EU VI OS LIVROS NA SARAIVA.

    Corri pra reler resenhas, abri meu coração e cá estou eu com Rainha Vermelha, Coroa Cruel e Espada de Vidro na listinha de compras. E o que a Talita faz pra ajudar? Uma resenha que me deixa ainda mais ansiosa pra engolir os livros e, de quebra, ganhar marcadores. rsrs

    Mas confesso que fiquei com uma pontinha de medo, porque é bem capaz de eu me arrastar em um dos contos. Como rola isso de vermelhos e prateados, sei que vou tomar partido de um lado e odiar o outro. Consequentemente vou demorar séculos com o conto do lado que eu odiar. rsrsrs

    ResponderExcluir
  22. Oiiee,
    Eu ainda não li A Rainha vermelha, mas estou super curiosa para ler e a curiosidade só aumenta cada vez, gosto muito quando temos contos para nos dar esse gostinho a mais sobre a série, que pena que achou um dos contos mais lento e até porque não ligava muito para a Farley, espero estar lendo em breve.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  23. Talita,confesso que fiquei um pouco perdida,pois eu não li nenhum dos livros anteriores,pois realmente não faz meu estilo,mas gostei muito do jeito que você expressou sua opinião na resenha.

    Eu já tinha ouvido falar desse livro especificamente,mas não sabia que era uma reunião de dois contos,e nossa,eu acho isso ruim bem dizer por que é muito difícil conseguir criar dois contos muito bons,ou um é melhor do que o outro ou os dois sÃo ruins,e geralmente pelo pequeno espaço do conto,acaba deixando a gente frustada querendo mais...então por isso que nÃo gosto de me arriscar em contos rs Mas quem É fã da série,como você disse,É mais do que recomendado,mas pelo menos com esse aviso ninguém vai com tanta sede ao pote para com as duas histórias rs


    Ah,super te entendo quanto á antipatia com algum personagem,ás vezes nÃo rola mesmo aquela química rs mas o pior é que isso pode interferir na nossa aceitação por um livro/conto apenas por não ter simpatia por ele :/ Complicado!

    Mesmo não sendo do meu estilo os livros,acho lindas as capas desles,super cleans e sofisticadas,não é mesmo?!

    Bjss

    acho lindas as capas desses livros,super cleans e sofisticadas,não é mesmo

    ResponderExcluir