Resenhas

quarta-feira, 9 de março de 2016

:: Resenha 147 :: “Azar o seu!”, Carol Sabar

Sinopse: Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo...
O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor!
Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga...
Azar o seu! vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz.

Em fevereiro aconteceu o 1º Clube de Leitura dos Viciados. Lembra que eu contei aqui que este ano teríamos novidades lá no nosso grupo do Facebook e uma delas seria o clube? Então, nós votamos no gênero e aí chick-lit venceu, depois reunimos uma lista de títulos e Azar o Seu! levou a melhor.

Nós separamos em média 8 capítulos por semana e todo final de semana nós debatíamos sobre os capítulos lidos. Só que aconteceu algo engraçado. Vários participantes do clube não conseguiram parar de ler e teve gente que acabou já na primeira semana! Prova do quanto o livro é leve e gostoso de ler. Então, vamos falar do livro.


Bom, nele nós vamos conhecer a minha xará de apelido, Bia, uma jovem super doidinha e simpática que fala cada coisa e passa por cada perrengue que você irá se divertir e rir aos montes! Pra ter uma noção, logo no começo do livro ela se vê no meio de um tiroteio na Linha Vermelha – uma via expressa aqui do RJ para quem não conhece.

Claro que não é uma situação divertida e sim tensa estar no meio de um tiroteio. Bia, desesperada sem saber o que fazer, acaba saindo de dentro da kombi onde estava – kombi esta da Floricultura de seu pai – e se joga no chão. Só que os tiros estão cada vez mais próximos e ela fica completamente apavorada, até que sente um corpo quente colar no seu, arrastando-a para debaixo da kombi.

O que estava tenso se torna hilário, pois Bia nervosa e alterada, fala pelos cotovelos e acha que o cara que está com ela é um Amparador Espiritual que veio busca-la hahaha. Ela não nota nem que o cara a conhece ao chama-la de Bia, na verdade isso só confirma o que ela pensava, pois se ele a conhecia, era óbvio que ele estava ali para busca-la hahaha.

"- Por favor – insisti, fazendo todo o esforço do mundo em cada palavra anunciada. – Meu tempo está acabando...
- Sim – disse ele. – O Guga está bem.
- Jura?- Eu me emocionei e, com a voz fraquinha, até me empolguei: - Então encontre ele! Encontre o Guga! Entre nos pensamentos dele, na alma dele. Fala para ele que morri pensando naquele beijo e que, no fundo do meu coração, por mais que ele tenha feito questão de me esquecer... ele nunca me ligou, nunca parei de me perguntar por que ele nunca quis saber de mim... Sempre tive um sonho secreto em que ele voltava para o Brasil e me mostrava a explosão sexual do prazer.
- Explosão sexual do prazer?
- É - eu disse. – Aquela de que falam os romances das bancas, as novelas, os filmes como o Titanic, quando o Jack brinca de chofer e pergunta “Para onde, senhorita?” e a Rose responde “Para as estrelas”, e depois desliza a mãozinha pelo vidro suado do carro! Eu nunca deslizei a minha mãozinha pelo vidro suado de um carro, a não ser para desembaçar o para-brisa!"

Mas antes de eu prosseguir, eu preciso falar que o livro é tão dinâmico que ao mesmo tempo que estamos lendo o que está acontecendo naquele momento, Bia narra vários acontecimentos de sua vida, de seu passado, de sua infância. É nesse momento que nós conhecemos Raíssa e Guga, seus amigos de quando era criança.

No desespero achando que vai morrer e desabafando para o seu Amparador Espiritual, Bia solta que sempre foi apaixonada por Guga e que só quer saber se ele está bem e vivo antes de morrer, pois ela não o vê há 10 anos. Meio chocado com todas aquelas revelações de Bia e aquela pergunta, o cara responde que sim, que Guga está bem e vivo, e toma uma atitude, eles têm de sair dali, então vai até o carro que estava, pega as coisas dele, mete na Kombi de Bia e os dois saem fora, rumo a Juiz de Fora, que era para onde eles estavam indo.

Sacaram, né? O cara sabia o nome dela, sabia quem era ela, disse que Guga estava bem e estava indo para o mesmo lugar que Bia. Preciso desenhar? Pois é, não. Mas calmaaa, não precisa ficar nervoso aí achando que isso é spoiler, ok, pode ser um spoiler de leve e algo que vocês vão ver logo no primeiro capítulo do livro e o que faz toda a história se desenrolar.

Guga está tão diferente que Bia não saca quem ele é, que acabou de se declarar para o próprio amor e Guga – pra piorar a coisa toda – não diz quem ele é.

No decorrer do livro nós vamos conhecendo cada vez mais sobre Ana Beatriz. Bia, que aos 25 anos acabara de ser demitida por justa causa da empresa onde trabalhava por ser vítima de uma armação de colegas de trabalho, se vê num aperto danado e por isso está de volta à Juiz de Fora morando com o pai, o ajudando em sua floricultura. Ela se julga uma completa azarada e realmente, como eu falei antes, ela passa por um perrengue atrás do outro, só que, conforme a gente vai lendo o livro, a gente vai descobrindo que ela também não colabora muito. Ela é beeem difícil, bem cabeça dura e bem imatura pra certas coisas, o que dificulta a própria vida.

"Pendurei as roupas atrás da porta (muito bem trancada) do banheiro e liguei o chuveiro no modo inverno. A água quente no cabelo e nas costas era relaxante e eu aproveitei o vapor para depilar melhor as pernas e a virilha. "Nunca se sabe, nunca se sabe." Eu ri com a impossibilidade de ele ver a minha virilha naquela noite. Tudo bem. A sorte tinha dado algum sinal a meu favor. Mas eu ainda era a mesma azarada. Como já ouvi por aí, se eu comprasse um circo, o anão cresceria."

Quando e como Bia vai descobrir que o cara do tiroteio é Guga, eu já não vou falar, óbvio, e vou parar por aqui porque já falei demais. Saibam só que essa história gostosa de ler, pode irritar em certo momento por causa do jeito de Bia, mas que vale super a pena. Os personagens são ótimos! Guga é gato, divertido e romântico, Raíssa é super pra cima, super amiga e tem um ótimo caráter, seu Valter, o pai da Bia é um senhor inteligente e bondoso que faz tudo pelo bem da filha; além de ser um divertido romance que fala sobre amizade e sobre como é importante valorizar as verdadeiras amizades. Enfim, é um chick-lit perfeito pra quem curte o gênero.

"...Você não é azarada, não é triste, nunca foi, nunca será. Você é feliz. Só precisa se lembrar disso..."

A capa é uma ilustração super lindinha que casa totalmente com a história, a diagramação é ótima, a fonte é de um tamanho ótimo que não cansa, agora, a editora Jangada tem de verificar a costura da lombada, pois a minha primeira e última folha meio que deram uma soltada como vocês podem ver nas fotos a seguir. Na verdade elas estão coladas, elas só saíram da costura. O da minha amiga Fran – e nossa top comentarista de janeiro cof cof – estava pior que o meu, soltou o livro todo! Então, editora Jangada, dê mais atenção as suas brochuras.


Este foi o primeiro livro da Carol que eu li e eu gostei muito da escrita dela. Quando vi o outro livro dela, o Como (quase) namorei Robert Pattinson, eu ri horrores e fiquei super curiosa pra ler, pois tem tudo pra ser hilário!

E você, já leu algum livro da Carol Sabar?

Título: Azar o seu!
Autora: CarolSabar
ISBN-13: 9788564850361
ISBN-10: 8564850362
Ano: 2013
Páginas: 368
Editora: Jangada
Compre aqui: Amazon, Submarino
Classificação:



Sobre a autora:


Carol Sabar é mineira de Juiz de Fora. Engenheira por formação, Carol é viciada em literatura chick-lit, gênero em que se encontrou como escritora. Como (quase) namorei Robert Pattinson, seu primeiro livro de ficção, foi aclamado pelos blogs de literatura e ganhou um fã-clube na internet.

Comente com o Facebook:

34 comentários:

  1. Bianca,
    Já anotei a dica, esse mês o gênero do desafio literário nacional é chick lit e estava pensando em qual título leria, problema resolvido.
    Gostei da resenha e quero ter minhas conclusões também .
    Beijos Ju

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Carol Sabar. Na Bienal do ano passado a Cris comprou esse livro, falou sobre o "Como (quase) namorei Robert Pattinson" e até coloquei na minha lista de "talvez..quem sabe um dia", mas ainda estão por lá mesmo.

    Parece ser bem divertido e merece subir uns degraus na minha listinha só pelos trechinhos que você colocou aqui. rsrs

    Ah, e quando você diz "pode irritar em certo momento por causa do jeito de Bia", leio "Mari, vc vai se irritar bastante, pq ela é aquele tipo de personagem que sempre te irrita". hahaha

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já vi esse título em alguns blogs, mas não é um gênero que me agrada muito. Sou desses que não gosta de um gênero específico, mas acaba gostando de alguns, então quem sabe um dia? Ótima resenha! :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Sabe o que esse livro me lembrou? O Segredo de Emma Corrigan de Sophie Kinsella. Um livro divertido com uma personagem que com a morte a espreita decide falar pelos cutuvelos! Simplesmente amei a resenha, esse com certeza vai pra minha lista de leitura de 2016 a qual eu denomino "Ao infinito e além" kkkkkk

    Beijinhos da Mady.
    http://mdl-magodoslivros.blogspot.com/2016/03/resenha-jovem-alessia-louise-benett.html

    ResponderExcluir
  5. Já tinha escutado falar nesse livro, mas ainda não tive o prazer de ler ele.
    Adorei sua resenha, beijos

    ResponderExcluir
  6. Os personagens parecem ser super bem construídos e envolventes, amo chick-lits e esse parece ótimo! Gosto muito de histórias divertidas e leves, nunca li nada da Carol mas quero fazê-lo o quanto antes. Abraços ;)

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Já tinha ouvido falar desse livro. Até que é legal, mas não sei se o leria, por ora procuro algo mais forte. Porém, como gosto de chick-lits, então vou deixar anotado na minha lista.

    ResponderExcluir
  8. Nossa!! Eu conheço a autora pelo livro Como (quase) namorei RP, mas acredita que ainda não tinha me tocado que esse livro era dela tmb? Hahahha
    Tenho muita vontade ler, amo chick-lits <3

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, mas fiquei bem interessada na trama. Deve ser bem interessante esse encontro dos dois, assim como quando ela descobrir a verdade. Já fiquei curiosa para conferir essa história \o?
    Bjks!

    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oii... Eu estou doida para ler um chick-lit e essa parece ser uma boa escolha. A sinopse chamou muita atenção, Não conhecia os livros da Carol Sabar, mas já estou muito ansiosa para conhecer a escrita dela. Adorei a ideia do Clube de leitura, uma pena que não tenho como participar por morar longe! :( Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  11. Oiee

    Acho essa capa tão fofa!!! Pena que descolou um pouco da lombada.
    Achei legal, eu sempre tive vontade de participar de um grupo de leitura.
    Gostei bastante da resenha e é muito bom quando a gente não consegue parar de ler um livro.
    Eu já estava de olho nesse livro, agora que vai para fila mesmo.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Bia,
    Já faz um tempinho que li esse livro e foi bastante divertido. Amei a escrita da autora e pretendo ler mais livros.
    Impossível ler só 8 capítulos por semana, assim que comecei não quis mais parar e olhe que ele é grossinho rs.
    Muito legal a ideia do clube, quem sabe ano que vem participe rs
    beijos e amooo suas resenhas.

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada da autora, na realidade acabei de conhecê-las através do seu blog (rs). Eu amei essa capa, achei uma graça. Não é meu gênero de leitura preferido, mas todos que li até hoje fora bacaninhas. Gostei da indicação. Pena que aconteceu isso com seu livro. Não tenho nenhum da editora, então não tenho como comparar se as edições tem problemas. Mas espero que eles revisem isso.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  14. Amei a sua resenha, esse é um livro que eu sou louca para ler, já tem um tempo, mas infelizmente ainda não consegui compra-lo, até porque terá que ser pela internet, percebesse que ele é muito divertido, e que vou amar, gosto muito de chick lit, e imagina só, você estar no meio de um tiroteio, falar para um estranho que gosta de um certo rapaz e por um acaso esse estranho é o rapaz, mas você não o havia reconhecido hahahaha.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  15. Eu torci tanto para esse livro ganhar no clube de leitura, fiquei tão feliz que foi o mais votado. A pena foi não ter conseguido participar pq tive que devolver meu livro pq as folhas estavam todas soltando :( Em vááááários momentos me irritei com a Bia, mas no final eu AMEI a história.

    Bia, sua resenha como sempre linda !!!! (faz a troca do seu livro, o meu veio em perfeito estado) :D

    ResponderExcluir
  16. Oi, o livro parece ser ótimo e a capa muito fofa, parece ser um livro mais leve. É uma pena que a costura do livro esteja se desfazendo, falta de atenção da aditora, deveriam da mais atenção a esse tipo de coisa.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Parabéns pelo clube de leitura, que bom que está dando certo e que as pessoas devoraram o primeiro livro. Não conhecia o livro e nem a autora e achei bem interessante a história ser ambientada na cidade de vocês. Vou dar uma olhada no texto depois.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Olá! Ok, você me convenceu, vou ler este livro! Eu garagalhei só de ler o quote acima. Fiquei imaginando toda a situação rsrsrsrs e depois que ela descobriu?? Que situação!! Amei sua resenha, beijos!
    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oieeee
    Tudo bom?
    Eu me diverti hirrores lendo essa história. Coitada da Bia, passou por poucas e boas e quando descobre que Guga estava ao seu lado, é demais!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Deve ser muito interessante esse clube do livro. Falar sobre as nossas leituras é sempre muito bom. Esse livro parece ser uma graça, fiquei bem encantada. E que bacana que algumas pessoas não conseguiam parar a leitura. Eu acho muito gostoso quando isso acontece. Às vezes até atravessamos a madrugada lendo. Isso é sinal de que o livro vale muito a pena. Parabéns pelo clube e pelo post.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  21. Nossa, que história gostosa..... Fiquei com vontade de ler. Parece leve e divertida....
    Além disso tua resenha está ótima.... Mais um pra lista.....
    Esse clube do livro é muito interessante.... Adorei a idéia....

    Bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  22. Nossa, que história gostosa..... Fiquei com vontade de ler. Parece leve e divertida....
    Além disso tua resenha está ótima.... Mais um pra lista.....
    Esse clube do livro é muito interessante.... Adorei a idéia....

    Bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir


  23. Ahhhhh,faz tempos que eu adicionei esse livro no Skoob e uma amiga me falou que É muito bom,e lendo sua resenha só confirmou isso!! Adorooo um chick-lit,mesmo nÃo sendo um gênero que leio sempre (Não por não gostar,mas é que tô mais na vibe dos históricos) eu gosto desse gênero pois eles trazem um romance leve,com tramas recheadas de situações divertidas e descontraídas!!

    Estou super ansiosa para ler esse livro,pelo visto vou dar muita risada,pois só por esse quote,dela falndo que nunca desembaçou o livro com a mão kkkkkk rachei o bico...adoro mocinhas divertidas,e essa parece ser bem lelé hahaha Mas espero que a autora nÃo tenha exagerado nessa característica para nÃo acabar ficando infantilizada a personagem.

    Eu achei super fofa essa capa <3 e nossa,que chato esse negócio aí que tá descolando,espero que a editora tome providência quanto á isso,por que ler um livro com a capa "caindo" não dá kkkk

    Ah,eu já tinha ouvido falar do outro livro dela,Como Quase Conquistei Robert Pattinson kkkk quando eu era mais novinha estava seca para ler o livro,mas agora que estou com 19 anos,creio que seria muito juvenil para mim..

    Bjs e ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Eu ainda não li esse livro, mas ganhei ele na Bienal do ano passado. Pelo que você falou é uma história maravilhosa e bem engraçada. Toda as resenhas que vejo do livro são bem positivas. Espero poder lê-lo em breve.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Find top packing and moving companies for national and international relocation at Dealkare.
    packers and movers in bokaro
    packers and movers in cochin

    ResponderExcluir
  26. Are you looking for Software Development Company in Lucknow ? If yes, them ITSWS technologies is the best for software development.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir