Resenhas

segunda-feira, 9 de maio de 2016

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd



Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades?

Quem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei a sentir dó dele. Pois é gente, isso aconteceu de verdade. Vem que vou contar como foi.


"Enquanto dirigia, comecei a me perguntar: em algum momento da minha vida eu não fui um cretino egoísta?"

Magiiiiiiiiiiiina!


Tessa já está morando, estudando e trabalhando em Seattle. O cabeça dura do Hardin não foi com ela como a gente já sabe. Eles acham (tá, eu sei, só ela acha)  que essa distância vai ser boa pra eles, para o relacionamento muito impulsivo e de certa forma, obsessivo, que eles têm, e realmente funciona, é visível como esse espaço, essa distância faz diferença e ajuda tanto Hardin, quanto Tessa a amadurecerem.

Na verdade, cada um está numa cidade, mas eles se falam pelo celular todos os dias, por horas até estarem juntos nos finais de semana. Porque né, claro que Hardin não aguenta e vai até Seattle.

Enquanto está longe de Tessa, Hardin encontra um meio de extravasar seu estresse e sua raiva, e é na academia, socando e chutando o saco de areia sem dó, em vez de paredes e móveis. Ponto pra Hardin, porque isso o ajudou bastante, mesmo!

""Tem alguém de mau humor", ouço Richard dizer quando chego à porta.
"Ignora... Ele está com saudades", Landon diz depressa.
Para não mandar os dois irem se foder, eu bato a porta o mais forte que consigo.
Landon tem razão. Sei que tem. Eu pude sentir enquanto saía daquela maldita cidade, enquanto me afastava dela. Senti todos os músculos e tendões do meu corpo ficarem tensos enquanto ia para longe dela. Cada maldito quilômetro aumentava o abismo dentro de mim. Um abismo que só ela consegue preencher."

Nesse livro eu passei dois momentos de pura raiva! Aqueles momentos After ao extremo que você só quer dar na cara da Anna Todd. O primeiro foi ainda no começo, quando a songamonga da Tessa ainda dá trela pro chato do Zed. Tudo bem que foi ele que a salvou daquela treta bizarra que a Steph aprontou pra ela no livro anterior, mas cara... na boa? O cara não te acrescenta nada, o teu namorado detesta o cara e já te pediu bilhões de vezes pra você se afastar do cara. Porra, porque não deixa pra lá pra ficar tudo bem? Vocês já não têm problemas demais? Porra, Tessa! Dá um desconto! O bom é que nesse encontro de Tessa e Zed em Seattle ela fiiiiinalmente se dá conta de que é melhor se afastar. Finalmente, senhor!

Não adianta fazer essa cara, Anna Todd... Hunf! ¬_¬

O segundo lance que me deu raiva foi quando Hardin encontrou Steph enquanto fazia compras. Caaaaaaaaaaaara, a féla fez o que fez com a Tessa, aí vai e fala um monte de merda pro Hardin e...... e.... e ele fica posseeeeeeeeeeeeeeeeesso!!! Porra, Hardin! Ouvir e acreditar nessa bruxa? Sério, mesmo? Grrrrrrrrrrrr, que ódio!!!!! Maaaassss, ele respira, liga pra Tessa, ela dá aquela chorada óbvia perguntando se ele vai mesmo acreditar logo naquela filha duma égua e ele no fundo, no fundo sabe que era tudo mentira e invenção da cobra, mas, Hardin é Hardin, né, o faz merdinha da Estrela que primeiro tem que quebrar tudo pra depois pensar direito.

"Eu deveria ter ficado em Seattle mais uma noite. Merda, eu deveria ter me mudado para lá para começo de conversa. Todos os motivos que eu tinha para não querer ir parecem tão sem sentido agora. Todos os medos que eu tinha, e ainda tenho, só estão vivos por causa da distância entre onde ela mora e onde eu moro."

Além da estressante vida desses dois, ainda temos o Richard, pai de Tessa que continua no apartamento com Hardin. O cara está passando por uma fase bem complicada de abstinência, e pra completar tem um “amigo” mal encarado cobrando uma grana dele por conta das drogas, enfim, como se a vida de Hardin e Tessa já não tivesse problemas, ainda tem essa complicação.

E como complicação e treta são duas coisas que Anna Todd adoooora, é claro que temos mais neste livro. Trish, mãe de Hardin, irá se casar e o doido não conta pra Tessa, porque sabe que ela vai querer ir pra Inglaterra pro casamento. E sabe o que é mais doido? Muitas vezes ele pensa que é certo que quando ele voltar pra Inglaterra, a Tessa irá com ele, mas quando a mãe está pra casar, ele não quer ir pra lá por medo do passado dele que Tessa pode encontrar. Cara, sério... haja paciência com esse garoto. Claro que Tessa fica sabendo, claro que ela vai pro casamento e acaba que Hardin também vai, porque né... enfim. E lá... lá na Inglaterra acontece O bafão!!! Sério, o que é o final desse livro?


Depois de quatro livros querendo socar o Hardin, ao ler o final desse livro eu fiquei com dó, sério! O cara é perturbado pra caramba, passou o livro todo se esforçando, passando horas e horas na academia gastando toda sua fúria, pra vir uma bomba em cima dele desse jeito.

"As coisas foram ficando mais fáceis para mim conforme cresci. Quando me tornei adolescente e percebi que podia machucar as pessoas, tudo ficou mais fácil. Pude me vingar da minha mãe por me deixar sozinho enquanto trabalhava chamando-a pelo primeiro nome e negando a ela a alegria de ouvir seu único filho dizer "eu te amo". Pude me vingar do meu pai parando de falar com ele. Eu tinha um objetivo: deixar todas as pessoas do meu convívio tão tristes quanto eu me sentia; assim, eu finalmente me encaixaria. Usava mentiras e sexo para machucar garotas, e fiz disso um jogo."

Olha como o cara é perturbado! Aí me vem a Anna Todd e me apronta essa no final do livro. É muita sacanagem! Agora só me resta pegar o quinto livro pra ver no que diabos essa treta toda vai dar.

Ah! Como eu comecei a resenha com uma frase de revirar os olhos, vou fechar com outra pior ainda! Sente só!

"Eu já causo muitos problemas, e se tem alguém que vai causar estresse na vida dela, esse alguém serei eu."

Qual o seu probleeeeemaaaa, garooootooooo?????

Título: After – Depois da Esperança
Título original: After Ever Happy
Série: After #4
Autora: Anna Todd
ISBN-13: 9788584390069
ISBN-10: 8584390065
Ano: 2015
Páginas: 352
Editora: Paralela
Compre aqui: Amazon, Fnac
Classificação:


Sobre a autora:


Anna Todd é uma escritora estreante que vive em Austin, no Texas, com seu marido, com quem se casou um mês depois de se formarem no ensino médio. Entre os três períodos em que ele serviu no Iraque, ela teve empregos em quiosques de produtos de maquiagem e escritórios da Receita Federal americana. Anna sempre foi uma leitora ávida, fã de boy bands e de romances. Está vivendo um sonho desde que conseguiu combinar as três coisas.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Mermão, essas suas resenhas... É de chorar de rir!!!! hahahahaha melhores gifs!!!
    Então, o casal já é difícil e esses secundários que só atrapalham, olha.. Complicado!!! Mas é tão gostoso de ler rsrs. O final é mesmo bombástico! Tadinho, ele vai ficar como?! Seguuuuura hahaha, ainda bem que vc já tem o 5 ;)

    Considerações importantes:
    Vc sentiu pena do Hardin e chamou a Tessa de songamonga, ta vendo? A verdade sempre aparece! hahahaha
    Vc ta fechando junto bonito hein, gostei de ver, tô tão orgulhosa! <3

    Esse #GrupoDeApoioAfter é mesmo poderoso hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Parabéns pela resenha, ficou incrível. Sempre vejo as pessoas falando desse livro e até tenho muita curiosidade para ver como é a história, mas tenho medo de me decepcionar, mas, quem sabe eu não pego ele para para ler esse ano? :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oii Biana, tudo bem?
    Que resenha maravilhosa é essa gente do céu :o fiquei completamente apaixonada e rindo dos gifts que escolheu. Vou pular a dica, porque eu não consigo me agradar dessa série.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Juro que eu tentei ter simpatia por esse série, mas mão dá ... eu não consigoooo.

    Sua resenha como sempre está linda. :D

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Incrível como isso fez sucesso não? Toda livraria que vou ele está lá! Parece ser bom mesmo, mas eu não me interesso por esse tipo de livro... Quem sabe um dia não é?
    E sua resenha <3 =D
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Sabe que vou sentir falta de odiar os personagens? ahahah Ao mesmo tempo que eu gosto da história, os personagens sempre aprontam algo que me deixam irritada. Mas no fundo, eu gostei da trama ahahha
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não li essa série mas morro de raiva mesmo sem ter lido!!! quero muito ler, mas acho que vou sentir raiva de tudo desde o primeiro livro. Achei a foto lá de cima no post muito bonita. Tanta gente fala tão bem da série que a cada resenha que vejo, fico mais curiosa

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Adorei sua resenha, você escreveu a história de uma forma divertida e interessante, deu até vontade de conferir. Mas como já li muita coisa sobre a série que realmente não me agrada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi..
    Eu tenho muita curiosidade em ler essa série..
    Mas, vou sempre deixando passar, rrs.
    gostei da resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, sempre vejo divulgações e resenhas da série, mas confesso que não tenho muito interesse em ler. Sua resenha ficou muito boa, parabéns!

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. hehe

    caramba, que resenha divertida e gostosa de ler!!!!

    eu não li nenhum livro dessa série, não sou muito chegada ai gênero, mas olha....se dependesse da sua resenha eu leria com certeza, está ótima!!!!

    bjs

    ResponderExcluir