Resenhas

segunda-feira, 13 de junho de 2016

:: Resenha 177 :: "A Casa Negra", Stephen King e Peter Straub


Sinopse: Hoje, Jack é um detetive de Los Angeles aposentado e mora no vilarejo de Tamarak, no estado norte-americano de Wisconsin. Um estranho acontecimento forçou-o a deixar a polícia há algum tempo, e ele vive tranqüilo, protegido das recordações perigosas. Mas sua tranqüilidade está prestes a acabar.
Uma série de assassinatos macabros no oeste de Wisconsin faz com que o chefe de polícia local, amigo de Jack, lhe implore para ajudar a polícia inexperiente a encontrar o assassino. Em algum ponto do universo parece estar escrito que Jack terá de voltar aos Territórios. Atormentado por mensagens enigmáticas que lhe aparecem como que em sonhos, Jack decide enfrentar o desafio e acertar as contas com seu próprio passado.…

Então, lembram-se da resenha de O Talismã??
Lembram que falei sobre uma continuação?!
Então, cá estamos nós com A Casa Negra, a supracitada continuação, onde podemos ver um Jack Sawyer adulto, policial aposentando no auge de seus 32 anos e totalmente esquecido de todo aquele passado terrível e assustador, ao qual aquele menino de 12 anos, o Jack Viajante, precisou viver.

“... estamos á procura de nosso velho amigo, e o mais próximo a que podemos chegar de um herói, que vimos pela última vez como um garoto na costa do oceano Atlântico. Não estamos para perder tempo, estamos seguindo, aqui e agora. Os quilômetros voam embaixo de nós,e ao longo da Rodovia 93 os campos se estreitam e as colinas se elevam dos dois lados.
Apesar de toda a nossa pressa, precisamos ver isso, precisamos ver onde estamos.”

Nesse livro, nós somos como entidades.... Somos o vento... O olho que tudo vê... É difícil explicar. Somos onipresentes, podemos mudar de um lugar para outro e assim saber o que acontece ao oeste de Wisconsin, onde Jack reside agora.
Sabemos de tudo, porém não podemos interferir no caminhar da história. Não podemos ajudar as criancinhas que andam sumindo, vítimas de um terrível Serial Killer chamado O Pescador. Não podemos auxiliar a polícia nem os pobres pais desolados por suas perdas....

“É a Casa Negra que você está sentindo, só que não é bem uma casa. É um buraco de verme na maçã da existência, que vai dar direto nas terrs-de-fornalha. É uma porta. Talvez estivesse só encostada antes de hoje, mas agora está escancarada e deixando entrar uma correnteza danada. Aquela porta precisa ser fechada. Antes que sabe Deus que coisas horríveis venham rosnando por aí.”

Assistimos de camarote todo o desenrolar dessa história que no início ficou meio monótona, devido a grande riqueza de detalhes dados pelos autores, mas que no caminhar da trama, te faz querer consumir toda a história em segundos.

Jack procura paz em sua aposentadoria sabática, porém a paz não está a sua procura. Devido aos ataques do Pescador, o Chefe de Polícia local, suplica pela ajuda do famoso Ex Detetive de Los Angeles e seu atual amigo, Jack. Contudo, Jack se recusa a ajudar, assim como se recusa a entender os recados deixados por um velho amigo, Speedy Parker, a lembrar de seu passado nos Territórios.

Mas essa negação dura pouco, pois o Pescador não é um Serial Killer qualquer... E sua onda de raptos e assassinatos brutais pode afetar não só a Terra, mas outros mundos também.

Eu confesso que gostei muito mais desse livro que do primeiro. O primeiro, embora não seja uma história de crianças, mesmo com seu personagem principal sendo uma, é meio fantasioso demais e não me fez ter tanto medo ou sustos como o de praxe nas histórias de terror.

Já em A Casa Negra, talvez pelo fato da trama girar em torno de adultos e transformar as crianças em vítimas, transformou a história em algo mais chocante, mais assustador, mais dark. O início foi bem lento, mas depois que engatou, foi simplesmente difícil parar de ler.

“... essa tristeza nunca vai deixa-lo. Isso o deprime?-Não dá para ser de outro jeito.Desde que você saiba. Aonde quer que vá, o que quer que faça. Em toda porta por onde pase. Com cada mulher. Se tiver filhos, com seus filhos. Você vai ouvi-la em todas as músicas que escutar, vai vê-la em cada livro que ler. Ela será parte da comida que você comer. Estará para sempre com você. Em todos os mundos. Na Casa Negra.-Eu Sou ela, e ela sou eu.”

Existem rumores de uma nova reunião entre Stephen King e Peter Straub para a criação da continuação de O Talismã e para quem já leu ou ainda vai ler, o final do livro deixa totalmente aberto a essa continuação.


Título: A Casa Negra
Título original: Black House
ISBN-13: 9788581050331
ISBN-10: 8581050336
Ano: 2013
Páginas: 703
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Saraiva
Classificação:



Sobre os autores:


Stephen Edwin King é um escritor americano, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Os seus livros venderam mais de 350 milhões de cópias, com publicações em mais de 40 países.








Peter Straub nasceu em Milwaukee, Wisconsin em 2 Março, 1943, o primeiro de três filhos de um vendedor e uma enfermeira.O escritor é mais conhecido por escrever livros do gênero horror, mas também tem trabalhos de ficção e poesia. Straub é conhecido no mundo inteiro por criar thrillers fora do comum, literalmente. Straub já publicou com o Stephen King duas obras: O Talismã e A Casa negra. "Ninguém na indústria do horror pode se igualar a ele", King em referencia a Straub.

Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Oi, ainda não li nada do King, mas sempre vejo elogios sobre suas obras, o que me deixa muito curiosa em conhecer a escrita do autor. Não conhecia essa série, e nem sabia que ele já havia escrito um livro com Peter Straub, mas achei super legal. Espero poder ler essa série em breve.

    ResponderExcluir
  2. Senti falta de vc aqui !!!! :D

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Que legal que o segundo livro já te agradou mais, eu já vi que esse livro tem uma coisa que sempre vai me atrair Serial Killers, adoro. Espero que ver mais livros de king sendo lido e que as pessoas tirem o preconceito de que ele só escreve terror.
    Beijinhos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Putz que livro interessante. Todo enredo policial/mistério me prende muito e quando envolve crianças deixa a história mais curiosa.
    Não sabia que Stephen King tinha escrito um livro com outro autor , adorei a ideia.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu ainda não conhecia os livros mas não sou fã do gênero. Até tenho dado uma chance e tenho procurado uns mais leves, esse mês eu li um que não me arrependi. Mas livro eu não acho que me agradaria, talvez, quando eu já estiver mais familiarizada com o gênero eu possa ler para ver o que vou achar da leitura.

    ResponderExcluir
  6. King ♥ Meu divo master ♥
    Acho que foi aqui mesmo que li a resenha do livro que eh sequencia desse livro e desde que fiquei sabendo que esse aqui era o primeiro eu ja estava babando. Estou começando minha coleçao do king e ja namorei varias vezes esse livro para comprar, mas nunca criei coragem ate porque eu comecei a coleçao pelos pockets, que sao lindos e com o texto na integra e tal, e quero ele no mesmo formato pra ficar tudo em um unico padrao na minha estante ♥

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?
    Já tive oportunidade de ler alguns livros do King, e como não pode faltar esse que tu resenhastes está na minha lista de compras a bastante tempo já, sua resenha está fabulosa <3 lerei com toda certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana
    Que bom que esse apresentou mais elementos do terror, e se tornou mais chocante.Eu já morro de medo de alguns livros rs
    O autor têm tantos livros que fico até perdida e esse eu ainda nem conhecia.
    Que bom que gostou. Quem sabe eu me anime a ler, queria perder o medo.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu estou na metade de um livro do King tem quase 2 anos... Livros grandes me assustam um pouco, assim como a escrita dele hahaha'
    Não pretendo ler outros títulos com essa temática, não é a minha praia, mas é cada sinopse que eu vejo que dá vontade de comprar tudo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Ainda não li nada do autor mas conheço bem a sua fama (quem não?) e fiquei intrigada com essa trama que parece bem angustiante. Não sei bem o que achar dele e não sei se o leria por agora, mas mais pelo fato de andar numa vibe de romances que parece não passar nunca haha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi,

    Comecei a ler livros do King a pouco tempo, não sabia que ele tinha escrito um livro com outro autor, gosto muito dos novos livros dele, mas quero conhecer as suas obras mais antigas. Gostei da sua resenha, e com certeza o livro entrou para minha lista do king que eu quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana
    Até que não demorou para trazer a resenha desse livro, quando li na resenha do primeiro livro que você não sabia a existência dele.. fiquei com pena de você rsrs Livros tão grossos!!
    O bom que vc gostou mais do segundo e a leitura flui com muito mais facilidade.
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Tudo bem? Eu não conhecia esse livro é assumo que fiquei bastante curiosa. Porém, não sei se leria porque tenho medo tipo de gênero e quando envolve crianças, meu coração vai na boca kkkk
    Beijos
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  14. Nossa, já estou doida para ler esse livro. Não li o anterior, mas já botei os dois na minha lista. Eu gosto muito do King e, embora o texto tenha sido meio monótono no início, estou apostando nessa leitura. Adorei a dica.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  15. Oioi! Tudo bem?
    Até hoje nao li nada do Stephen King, morro de medo e mesmo os livros dele de suspense eu nao tenho coragem.
    Adorei ler a resenha de "A Casa Negra, pq é uma forma de conhecer mais do livro sem ler, hahaah.
    E como nao pretendo ler, ja tive uma geral da historia.
    A capa está linda, chama bem a atenção, valeu pela dica.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  16. Embora admire o trabalho do King - até mesmo porque tem que ter alguma coisa para ter tantos livros e tantos fãs - eu não gosto do estilo. Morro de medo dele - pois ele consegue ser assustador até com as coisas mais normais, então imagino que um serial killer com crianças? Macabro!
    Mas, quem sabe mais para frente eu arrisque alguma de suas obras. Tão bom quando a continuação consegue ser melhor que o primeiro, né?
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  17. Ola Ana lindona ainda não li nada do autor acredita menina? Mas confesso que a sinopse desse livro não chamou muito minha atenção, pode ser que estou em um momento fantasia e por isso a leitura não seria para esse momento. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Ana,
    Confesso que o King não é o meu tipo de leitura. Por isso, apesar da sua resenha estar muito boa, esse livro não me chamou a atenção não.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  19. Olá Ana!!!
    Eu tenho que lhe admitir uma coisa e isso eu falo em todas resenhas quando vejo alguma obra do King...
    Eu só tenho interesse em uma obra dele que é "O Cemitério" fora esse livro não tenho interesse em ler outros livros do autor.
    A premissa do livro é interessante e a capa instigante, mas apesar de todo esse pacote e da sua resenha maravilhosa os autores não me chamam atenção :(

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir