Resenhas

segunda-feira, 20 de junho de 2016

:: Resenha 179 :: "Amos e Masmorras - O Torneio", Lena Valenti





Sinopse: Chegou a hora de encarar o tão aguardado torneio Dragões e Masmorras DS. Entregue-se aos combates. Liberte seus desejos. 
Na busca pela irmã desaparecida, a agente Cleo Connelly conseguiu se infiltrar no ultrassecreto torneio de práticas BDSM, o Dragões e Masmorras DS. Tudo o que ela sabe é que está prestes a mergulhar numa experiência única que vai afetar todos os seus sentidos – e mexer com seus mais profundos desejos e medos.
Após o excitante treinamento como submissa do agente Lion Romano, parceiro de sua irmã no FBI e sua paixão de infância, Cleo está pronta para enfrentar os desafios que a esperam… ou pelo menos é o que ela pensa.






Vem...bora começar a resenha.


Dragões e Masmorras DS não era um torneio simples. Eram diversas combinações possíveis de cartas, objetos e personagens; combinações que podiam salvá-los das garras dos Orcs, dos Macacos Voadores, dos Homens Lagarto e da Rainha das Aranhas. Mas, às vezes, as combinações não eram o suficiente. Lion tinha consciência de que Cleo era uma agente infiltrada, e sabia que, se tivesse que jogar com eles, ela jogaria.

Cá estou eu de volta, dessa vez para falar da segunda parte do "primeiro livro" da série Amos e Masmorras. E para quem ainda não entendeu o que eu estou falando, o negócio é o seguinte. A série Amos é toda ela dividida em duas partes, vocês vão ver isso nos próximos livros/histórias, caso a Universo faça como foi lá fora, claro. Então, a primeira história, da Cleo e do Lion é dividida em Amos e Masmorras - A Submissão (que para facilitar eu vou deixar a resenha aqui) que é a parte I, e Amos e Masmorras - O Torneio, que é a parte II. Sacou? Ok.

Esse livro foi cortesia da nossa parceira, a Universo dos Livros, e vou confessar para vocês que eu pensei muito em como fazer essa resenha, uma vez que falar de continuações é sempre difícil, pois o medo de jogar spoilers é grande. Todos sabem o quanto bato na tecla que o legal é você mergulhar na história sem saber nada, e assim, consequentemente, ter o prazer de descobrir o que aquele livro tem guardado para você.  

Mas é claro que isso não me impede de dizer que se na primeira parte eu já fui absorvida pela história, a segunda parte então, é como se eu tivesse experimentado com êxtase um mundo totalmente diferente do meu. Quando digo isso, eu não quero dizer só na parte sexual da história e sim pelo quadro geral dos acontecimentos em relação às ações dos personagens. Lena Valenti, como já falei antes, tem uma narrativa cativante e viciante e a coisa flui que é uma beleza. Ela consegue equilibrar os momentos e situações com os sentimentos de cada personagem, sem cair naquela chatice mimimizenta que alguns autores fazem.

Pra você Lena, que conseguiu escapar das narrativas chatas da vida....


Ok, vamos lá, na segunda parte do livro, vamos direto para a ação no qual Cleo passou os últimos dias “treinando”, o tal grande torneio de BDSM que se chama: Dragões e Masmorras.

Ahhh pera! Antes de começar a falar desse livro e para você que não tem ideia do que eu estou falando, que não sabe nada desse torneio com nome de jogo de RPG, eu vou explicar rapidamente. Está certo que o legal seria você ler a minha resenha que postei o link  ali no começo, mas a titia Grá não vai achar ruim de resumir (muito bem resumido a parada hahahaha).

Certo, na primeira parte do livro sabemos que Cleo Connelly é uma mulher com uma personalidade forte, sincera, impulsiva e totalmente cativante, que sonhava em ser uma agente do FBI, eeeeeee que consegue a chance do "sonho realizado" de uma maneira nada legal e normal como deveria ser. Sendo assim, ela acaba passando por um rigoroso treinamento com o seu superior, Lion (além de fazer parte da vida dela, desde a infância e ter um lugar reservado em seu coração), para pegar os responsáveis pela parada do tráfico de humanos e drogas, e claro resgatar a sua irmã Leslie, que foi pega enquanto investigava a coisa toda, bem antes da própria Cleo sonhar em descobrir e participar desse mundo.


Pronto. Com uma pequena e rápida apresentação, voltamos a resenha da segunda parte.

Agora, Cleo terá que provar se ela realmente aprendeu tudo sobre o mundo BDSM e o torneio, se a guria vai dar conta da situação e ainda pegar os vilões sem derrapar na maionese, até porque agora a coisa pega literalmente, o jogo não é para iniciantes e quem leu a primeira parte, sabe que o final foi tenso e decisivo e as futuras ações da agente nesse livro não vão ser nada fáceis quando as emoções à flor da pele saírem gritando para todos os lados. Nós vamos ver uma Cléo passando de submissa para dominadora, mostrando para o Lion que mesmo ferida depois daquele final tenso da parte I, ela está determinada a salvar a irmã.

Eu não posso falar muito, até porque o ideal é ler antes o livro anterior, óbvio! Mas posso dizer que a primeira parte foi necessária, até porque a introdução da Cleo para o torneio e o mundo BDSM é o ponto de partida para a trama e para os futuros livros com os outros personagens que vamos conhecendo neste livro, como por exemplo, o russo Markus (Ah Markus, quero o seu livro pra ontem!).

Uma hora depois, Cleo estava com os músculos doloridos, dor nas costas, suando sem parar e com dores nos joelhos e nas palmas das mãos; mas nada disso era tão importante quanto saber que ela havia presenciado uma conversa essencial para a resolução do caso.
Não parava de pensar na "mercadoria" que Markus tinha lá embaixo, no porão. Seriam as mulheres que ele treinava? De onde elas vinham? Era consentido ou não? Elas estavam desaparecidas de seus respectivos países ou não? Até que ponto o cara do moicano estava envolvido naquele negócio sujo? E onde estava Leslie?

Mesmo eu não gostando de livros repartidos, pois sei bem o quanto é duro controlar a minha bendita ansiedade em saber quando o próximo livro vai ser lançado e assim poder saber como afinal a porra da parada vai terminar, nesse caso eu achei válido. Porque enquanto a primeira parte é a introdução, a segunda é pura ação! É quando vamos ter a chance de entender que além dos jogos do torneio, nem todas as pessoas são o que parecem ser. As imagens construídas por alguns personagens são frutos de suas experiências no mundo das emoções passadas e presentes. Aquele mundo, que por mais que nós não admitimos, muitas vezes somos os seus “peões”. Sendo assim, nem todos são confiáveis e nem todos são o que realmente dizem ser. E sim, tem uma diferença bem grande entre esses dois nesse livro.

Ninguém era Deus, entretanto todos podiam ser demônios.

Outra parada que vou confessar aqui é que gostei de como a Lena construiu os cenários, de como o enredo é totalmente diferente da primeira parte e de como ela nos dá a chance de conhecer melhor alguns personagens que são importantes para a trama. A distinta personalidade de cada um é um dos pontos altos da história. Gostei também dos momentos decisivos entre Cleo e Lion, são momentos tensos, daqueles que as feridas ainda estão abertas e doloridas, mas necessárias para a capacidade de se adaptar às diferentes situações que ambos têm que lidar durante o torneio. Digamos que não é um trabalho nada fácil, mas é legal ver o andar da carruagem entre os dois, onde o caminho do amor está lá, paciente, esperando eles aparecerem.

Antes nos diziam que só podia existir amor entre homem e mulher. Hoje, o amor é entre homem e mulher, mulher e mulher, e homem e homem. Antes nos diziam que o verdadeiro e único sexo era o suave e amável. O BDSM demonstra que também existe outro tipo de sexo.






Diferente de tudo o que você já leu que contém BDSM, eu falo, corra e compra logo os dois livros! Leia o treinamento maravilhoso de Cleo e Lion e depois veja como a parada desse torneio BDSM é pesada!!! Descubra como esses dois vão terminar, e claro, preparem-se porque ainda tem muita treta pela frente.

Então é isso coleguinhas, aqui a coisa pega! Aqui não tem a parada da baunilha, não! Aqui você precisa ter a mente aberta e entender que certas cenas fazem parte da trama que a autora criou. Entããããooo, nada de ficar toda trabalhada no preconceito. Leia e saiba a diferença entre: apenas uma história e não uma “tentativa” de induzir vocês a um tipo de preferencia sexual, como se vocês não tivessem cérebro e nem vontade própria. E digo isso apenas por estar totalmente no momento preguiça de gente mimimizenta para certos tipos de livros. Gosta desse tipo de gênero? Beleza, leia! Não gosta? Beleza! Nunca leu e vai ler para ver se gosta? Beleza também! O que não dá é ter que ler certos comentários de pessoas rezando o mantra que não gosta, mas lê e que precisa expressar toda a sua indignação quanto ao livro. Cara... tão cansativo isso, só acho!  #paraummundomenosmimimizento 

E para você que não é mimimizenta(o) e apenas sabe o que curte e pronto, um grande beijo e minhas melhores considerações.


Ah!! E uma dancinha do Ian Somerhalder com um beijinho no final, até porque não faz mal p/ ninguém hahahahha.




Só mais uma coisa! A diagramação da editora continua impecável!



Título: Amos e Masmorras  -  O Torneio
Título original: Amos Y Mazmorras  -  El torneo
Série: Amos e Masmorras #1 - parte 2 
Autora: Lena Valenti
ISBN-13: 9788579309656
ISBN-10: 8579309654
Ano: 2016
Páginas: 464
Compre aqui: Saraiva
Classificação: 



Sobre a autora:

LENA VALENTI nasceu em Barcelona em novembro de 1979. Leitora assídua, principalmente de romances, escreve desde que se conhece por gente. Trabalhou como assessora de imprensa da livraria Casa del Libro e, graças à sua saga Vanir – cujo o sucesso atravessou fronteiras e chegou a diversos países europeus e americanos -, elevou-se ao ponto de uma das escritoras mais reconhecidas e aclamadas de romances da atualidade nos gêneros erótico e sobrenatural. Tornou-se famosa também por causa da série Amos e Masmorras, que conta com seis volumes até o momento.

Comente com o Facebook:

23 comentários:

  1. Oiiii

    Eu amo erótico mas o teor desse livro não me agrada muito, mas acima de tudo eu respeito, dentro do erótico existe várias categorias, e admiro cada uma, sua resenha está fantástica, parabéns pelo trabalho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de literatura erotica, mas detesto conteudo BDSM. Ja vi esse livro e corro as leguas dele.Que bom que vc gostou, eu passo a dica.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  3. Que resenha mais... quente. kkk Adorei a criatividade! Amos e Masmorras não faz muito meu estilo, porém super leria, se tivesse a chance. Dica anotada!
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Já li bastante BDSM, incluindo uns bem Hardcore e acabei enjoando, então ainda estou na indecisão sobre a série.
    Preciso dizer que adorei sua resenha ficou ótima e bem divertida, aiai esse povo mimizento cança demais né, tenho minha sorte deles também mas por causa do medinho (terror)
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Adorei sua resenha e penso até em passar ele na frente do que já estou lendo kkkk
    Eu estava ansiosa para continuar a história e fiquei mais curiosa ainda.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Eu sou louca por essa série. Li esse livro rapidinho e fiquei chocada com a cena em que a rainha das aranhas participa :O gente, do céu, o que foi aquilo???? #Choquei

    ResponderExcluir
  7. Gra, suas resenhas são sempre cheia de humor, me divirto sempre !!!
    Estou paquerando esses livros já faz um tempinho, logo menos coloco no meu carrinho de compras kkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Oiii menina, como vai?
    Eu achei incrível a sua resenha e os gifts que escolheu, mas infelizmente esse livro não despertou meu interesse, não faz parte dos gêneros que leio, então pularei a dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Post ficou muito original e interativo, mas confesso que esse livro eu passo a vez, livros eróticos tipo 50 tons não faz muito meu estilo, fora isso, sua resenha está sensacional.

    ResponderExcluir
  10. Oi,tudo bem?
    Adoro esse gênero, essa série sempre me pareceu um pouco pesada demais. Admito que ru não sabia muito bem do que se tratava mas acabei ficando curiosa por conta da sua resenha, que aliás eu achei super bem humorada e adorei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Resenha maravilhosa! Passou bem tudo o que tinha para dizer! Livros eróticos não são minha praia. Já tentei ler alguma coisa, mas foge um pouco da minha zona de conforto. Mas é um gênero que muita gente gosta e esse pelo visto deve agradar muita gente.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Estava procurando um livro bom desse gênero e parece que encontrei. Adorei sua resenha e fiquei muito curiosa para ler a obra.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Titia Gra,
    Eu lembro que fiquei DOIDA lendo a sua resenha do primeiro livro aqui no blog e quase comprei logo depois, mas a Bia me avisou que eu precisava da continuação em mãos pq acabava tenso e eu sou do tipo que se desespera com alguns finais hahahaha. Mas enfim, eles estão na minha listinha de leitura pq adorei as resenhas. E eu não tenho preconceito nenhum com essas coisas, leio de boa, desde que a história seja bacana ;)

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Ganhei o primeiro livro da série no evento de blogueiros na bienal do RJ, mas ainda não tive oportunidade de ler. Confesso que depois de ler a resenha fiquei bastante curiosa, espero da uma chance para essa série em breve!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  15. Oi, Grá!
    Então, eu li o primeiro livro e confesso que estava bem receosa quanto a escrita da autora. Na maioria dos livros eróticos acabamos sempre por encontrar cenas e mais cenas de sexo sem que o autor se preocupe com a caracterização, a maioria deles acabam se mostrando rasos e com quase nada de conteúdos. Mas não foi o que encontrei na escrita de Lena Valenti. A autora conseguiu escrever algo extremamente erótico, mas com personagens que possuem profundidade, sem falar que o enredo não gira apenas sobre o sexo pelo sexo, tem muita coisa por trás disso. Não vejo a hora de conseguir ler a segunda parte, pois o primeiro livro me deixou bem tensa quando acabou.

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu gosto muito de livros eróticos, mas esse não me agradou ..
    já li o primeiro e não gostei, depois pretendo reler, e quem saber continuar a série..
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Tive a oportunidade de ler esse livro no ano passado quando ele foi lançado e gostei muito da leitura. Acho que a Lena, como diz o Z: é uma lacradora.
    Estou ansiosa para a história do terceiro livro já.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  18. Oi, Grazi
    Eu não tenho a mente tão aberta, devido a isso, nunca li nada dessa autora. Já sabia que a "coisa" pega nessa série. Mesmo essa autora ser acompanhada por tantos fãs, eu não gosto e então, não leio rsrs
    Mas, imagino para quem gosta desse tipo de leitura, deve amar essa autora.
    beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu estou de olhos nesses livros dede que vi o lançamento. Todos falam super bem da história e isso me deixa mais intrigada ainda em ler. Cleo e Lion parecem ser personagens fortes e vão passar por poucas e boas né?
    Sua resenha está maravilhosa e me motivou mais ainda a ler o livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  20. Adorei o beijinho e a dancinha do Ian! hahaha Olha, o livro não é um gênero do qual eu goste, mas vou anotar a dica porque conheço gente que curte muito, e é sempre bom estar por dentro para poder indicar livros quando solicitado, né? Adorei a sua resenha, você tem um jeito leve de escrever.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  21. Eu não leria porque não é o tipo de leitura que me atrai, mas acho que pra quem gosta do gênero, essa deve ser uma boa leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá, adorei a resenha, mas confesso que não sou fã do gênero e por isso não tenho muito interesse em ler.

    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Olá,boa noite muito boa a resenha,queria dizer que acabei de ler os dois primeiros livros e estou completamente apaixonada amei a história o amor que ele sente por Cléo,os cuidados dele, perfeito. Para quem nunca leu eu indico. bjussss.

    ResponderExcluir