Resenhas

terça-feira, 5 de julho de 2016

Livros que deveriam virar filme [3]


Então, caros amiguinhos, titia Grá voltou trazendo dois livros que deveriam virar filmes. Sendo assim, dispenso aquela baita introdução sobre esse post que vocês já conhecem. Enfim...

Bora começar...




Sinopse: Ambrose Young é lindo - alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas - perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.




Já falei desse livro um par de vezes e nunca, nunca me canso. Quem me conhece já sabe que esse livro mexeu comigo de uma maneira inexplicável. Então, a parada é o seguinte: Beleza Perdida deveria virar filme porque além da história nos emocionar, ela também é uma lição de vida. A amizade é retratada com uma veracidade que não tem como você não se emocionar, onde ambas as partes preocupam-se e zelam pela outra pessoa, independente do momento. E você aprende tanto nessa hora, que você se questiona várias vezes porque na sua vida você reclama tanto por tão pouco. Sem contar a parte onde o amor e a superação entram em cena. Sem contar o destaque, que vai para um dos meus personagens preferidos: Bailey. Amei ele desde o início e ele é único em muitos sentidos. Sério... Nunca vi um personagem como ele, além do que, as maiores lições que tiramos nesse livro, vem por ele. Bom... quem quiser dar uma conferida na resenha que fiz, é só clicar aqui. Enfim... O livro é foda!



É muito amor por esse livro...






Sinopse: Sydney e Ridge se conheceram de suas respectivas varandas. Ele tocava violão todos os dias, e ela gostava de ficar ouvindo.
Um dia, Ridge descobriu que Sydney tinha escrito uma letra para sua música. Ele pediu que ela lhe enviasse por  SMS e, depois de muita relutância da garota, viu que a letra era perfeita para aqueles acordes.
Sydney era uma ótima compositora. E Ridge precisava do seu talento.
Depois de uma reviravolta na vida dela, os dois têm a chance de compor juntos. Mas vão acabar descobrindo uma atração muito grande surgindo entre si. E suas vidas não estão prontas para que sejam um do outro, agora.
Bem, talvez um dia.





O que dizer desse livro, além de dizer o quanto eu amei essa incrível história? Ah... E não podemos esquecer que o livro é da Colleen Hoover, uma das minhas autoras favoritas que me fisgou completamente pela sua narrativa cativante. Sim... A dona Colleen tem aquele dom em contar histórias impactantes, que faz com que você ande por uma montanha russa de emoções sem se arrepender no final. Isso mesmo! Ela tem o dom de nos envolver de uma maneira tão intensa, que mesmo depois que você termina de ler as histórias, elas ficam com você por um bom tempo. E a parada não é diferente com Talvez Um Dia, pois a narrativa fluida, saborosa e instigante faz você se apaixonar do começo ao fim. Com certeza é um livro que deveria virar filme, pelo simples fato da história não ser mais um clichê, pelo contrário. A sensibilidade desse livro é de arrepiar e fazer o seu coração ir às alturas. E ele ainda tem um bônus! Sim coleguinhas... O livro já vem com uma trilha sonora apaixonante pela voz do maravilhoso Griffin Peterson. Enfim... se vocês quiserem conferir a minha resenha para vocês saberem um pouquinho do que eu estou falando, é só clicar aqui. Sendo assim, é mais um livro fodástico que deveria ganhar uma adaptação... só acho!

É muito amor por esse livro também...

Então é isso, coleguinhas! Espero que comentem o que acharam, pois titia Grá adora ler a opinião de vocês.  =D

Até a próxima e que a força esteja com vocês...

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Oi, Graziela!
    Li Beleza perdida e amei, e concordo com você, esse livro deveria virar filme!! Seus personagens são apaixonantes, o Bailey então nem se fala, até hoje não me conformo com o desfecho que a autora deu para sua história :(
    Mas o livro é lindo sem dúvida nenhuma!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gra!
    Só sei que se um dia lançarem esses filmes, eu saio correndo pra assistir no lançamento mesmo, rsrs
    Bailey melhor pessoa, com ensinamentos pra gente levar pra vida. Eu fiz os mesmos questionamentos que vc. Nunca vou esquecer aquela alegria dele de viver.. aimeucoração!
    E Talvez um Dia.. Ahhhh Colleen, aquela maravilhosa que sempre arrebata meu coração, não importa o livro que escreva pq ela é simplesmente INCRÍVEL!!! Livro lindo, com uma particularidade pra lá de especial. Qq dia quero reler, amei!!!

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da Colleen, então tenho que fazer a Glória Pires e avisar que não posso opinar sobre a sua segunda sugestão de filme.

    Mas a primeira... Ah, a primeira...
    Beleza Perdida é um livro lindo. Lindo, lindo, lindo e lindo. Um dos meus preferidos na vida,tipo Sr. Daniels e Na Ilha.
    Merecia virar um filme daqueles com quase 3 horas de duração, sabe? E foda-se que é muito tempo, pq ele merecia.

    ResponderExcluir
  4. Oi Graziela!
    Eu li Beleza Perdida e amei, quando terminei queria muito ler outros livros do mesmo tipo e você até me indicou esse Talvez Um Dia, já comprei o meu, porém não li ainda. Já sei que vou adorar, a Colleen sempre arrasa! Estou muito ansiosa, tomara que tenha filme desses livros. Vou ser a 1º da fila para comprar o ingresso! Rsrs

    ResponderExcluir
  5. oi Gra.

    Quando li a sinopse quase tive um ataque de ansiedade, ainda não li o livro, mas ele já está prontinho para isso. Pelo que ouvi e li sobre o livro ele é do babado! E se virar filme melhor ainda.

    ResponderExcluir