Resenhas

segunda-feira, 18 de julho de 2016

:: Resenha 187 :: "Beijo de Sangue", J.R.Ward


Sinopse: Os guerreiros da Irmandade da Adaga Negra marcam presença em uma nova série, repleta de aventura e romances muito quentes...
Paradise, filha do Primeiro Conselheiro do Rei, está pronta para se libertar da vida restritiva imposta às fêmeas da aristocracia. Sua estratégia? Entrar no programa do Centro de Treinamento da Irmandade da Adaga Negra para aprender a lutar por si mesma, a pensar por si mesma... ser ela mesma. É um bom plano, até tudo dar errado. As aulas são inimaginavelmente difíceis, seus colegas de sala são mais inimigos que aliados e está bem claro que o Irmão encarregado, Butch ONeal, também conhecido como Dhestroyer, está atravessando sérios problemas em sua vida particular.
E tudo isso antes mesmo de ela se apaixonar por um colega de turma. Craeg, um cidadão comum, que não se parece em nada com o que o seu pai desejaria para ela, mas que é tudo o que ela poderia pedir em um macho. Quando um ato de violência ameaça pôr fim ao programa, e a atração erótica entre eles fica cada vez mais irresistível, Paradise é testada de maneiras que ela sequer poderia ter imaginado, o que a faz ponderar se é forte o bastante para reivindicar seu próprio poder dentro do campo de batalha e fora dele.

Com certeza já falamos aqui no blog que possuímos uma certa relação bem próxima com a J. R. Ward. Tanto eu, quanto a Bia e a Grazi somos muito fãs da autora ao ponto que já fizemos nossas loucuras pela Ward e eu posso dizer que, se hoje estou escrevendo, foi em grande parte devido ao tempo em que passei escrevendo pequenas cenas (algo como uma fanfic) de uma personagem da Ward, que faz parte da série Irmandade da Adaga Negra. Portanto, resenhar um livro da Ward, de uma série derivada da Irmandade da Adaga Negra, é de uma emoção sem tamanho. Claro que a minha resenha vai ser honesta, óbvio, mas eu só preciso que vocês entendam que eu vou rasgar seda. Ela é uma das minhas autoras favoritas, se não a favorita e Beijo de Sangue é a Ward em sua melhor forma: SENSACIONAL!

Beijo de Sangue faz parte da nova série da Ward, que ainda vai se ambientar dentro do universo que ela criou com a Irmandade da Adaga Negra (IAN). Para explicar o surgimento da série Legado da Irmandade da Adaga Negra (o nome é enorme, vou chamar só de Legado mais para frente, beleza?) temos que voltar até o lançamento de Os Sombras nos EUA, no começo de abril de 2015. Quando a Ward lançou Os Sombras, ela fez uma postagem no seu perfil no Goodreads falando que sentia falta de escrever sobre os irmãos originais, sobre aqueles personagens lá do começo, que já ganharam os seus finais felizes, mas que ainda habitam os nossos corações. Ao mesmo tempo, como o universo criado por ela expandiu tanto, que os livros da IAN hoje possuem múltiplos pontos de vistas. Ainda que foquem em um casal principal, existem várias tramas se desenrolando, e ela sentia falta dos livros mais simples, como os do começo da série.

"O passado de alguém é como a própria pele: permanece com você por toda a vida, tanto as proverbiais marcas de beleza… quanto as cicatrizes."

Foi por isso que ela decidiu escrever Beijo de Sangue, primeiro livro da série Legados que conta a história de Craeg e Paradise. Personagens novos que conhecemos brevemente em Os Sombras e também temos Butch e Marissa, que foram o casal principal do quarto livro da série (só para lembrar, esse ano sai o 14ª livro da série!).

Desculpa, é batida, mas me peguei cantando essa música o tempo todo!

Mas Talita, temos então dois casais protagonistas, isso deu certo? Deu! De verdade, isso deu muito certo, porque a Ward é diva, é mestra, e as duas histórias de amor são muito semelhantes, apesar de serem diferentes, pois Craeg não é uma versão nova do Butch, assim como a Paradise não é uma nova Marissa, mas os quatro tem semelhanças e a trama vai casando, até literalmente se entrelaçarem e nós, leitores, ficamos de queixo caído com a maestria dela em levar a história!

"Paradise sentiu o corpo começar a esquentar, e foi nesse instante que ela deveria, pelo menos para si mesma, confessar que viera até ali para oferecer a veia porque queria mais daquilo… o que quer que fosse aquilo… com ele. Aquela conexão. Aquela… descarga elétrica.
Aquele ardor sexual."

Paradise é considerada uma verdadeira joia entre a raça. Linda, elegante, única filha de Abalone, primeiro conselheiro do Rei Vampiro e membro de uma das famílias fundadoras. Se espera, socialmente de Paradise, que ela seja uma especie de “Bela, Recatada e Do Lar”, que se emparelhe com um macho da aristocracia, viva em casa, dando festas e reuniões entre os ricos. Só que, Paradise não quer isso, pior, ela sente que não se conhece de verdade, ela não quer viver esse destino que colocaram sobre sua cabeça, mas também não sabe o que quer fazer da vida. Ela decide, então, se inscrever no programa do Centro de Treinamento da Irmandade da Adaga Negra, onde basicamente os Irmãos vão treinar os mais novos em guerreiros.

Uma novidade para você: só porque eu tenho um par de ovários, não significa que eu não tenha um cérebro, ou o direito de pensar por mim mesma.

Pausa para a explicação! Quem são os Irmãos? Nesse universo criado pela Ward, temos os vampiros que vivem entre os humanos e temos os Redutores, seres criados com o único propósito de destruir os vampiros. Então, entre a raça dos vampiros existem aqueles que são os mais fortes, mas não basta ser forte, para ser Irmão tem que ser filho de um Irmão com uma Escolhida, ou seja, são poucos e para defender toda uma raça. Quando que para ser Redutor, basta o Ômega (a entidade do mal da parada) pegar um humano cruel e converter ele. Solução? Os Irmãos treinam os machos da raça para que os ajudem na guerra. Antes, só poderiam ser treinados os homens e filhos de aristocratas, mas Wrath, filho de Wrath, pai de Wrath (também chamado de Rei Cego) mudou as regras e agora eles aceitam treinar mulheres e plebeus.

"– Sabe a dor que está sentindo agora? Essa no meio das suas pernas?
– Sei… – ela sussurrou.
– Vou te mostrar como cuidar dela sozinha. E você vai me fazer gozar quando eu ouvir o som disso. – Endireitou-se e recuou um passo, apontando para a saída com a cabeça. – Vá. Antes que alguém te encontre aqui dentro."

É por isso que agora um macho como o Craeg pode entrar no Programa de Treinamento. Filho de um instalador de carpetes, Craeg é um plebeu, ou seja, é pobre e perdeu toda a sua família durante um atentado que matou muitos vampiros. Em especial, a morte da família do Craeg teve um detalhe bem cruel que evidencia a desigualdade social que a raça vampira possui e aos poucos a geração mais nova vem tentando mudar. Não vou entrar em detalhes porque o legal é descobrir lendo. #NãoVouDarSpoiler

"Você e eu não vamos sobreviver no longo prazo, a despeito do nosso amor e da nossa vinculação, se você continuar diminuindo a importância das coisas. Se eu continuar a fazer isso. Essa não é uma boa estratégia para nós, e isso o faz sentir como se estivesse na berlinda? Pouco me importo com isso. Se alguma coisa atrapalhar o nosso relacionamento, qualquer coisa, eu passo por cima como um rolo compressor… mesmo que seja você."

Em paralelo ao romance entre uma aristocrata e um plebeu, temos Butch e Marissa, que agora estão casados, mas já enfrentaram dilema parecido ao do casal mais jovem. Entretanto, mesmo depois de anos de casados e felizes, Marissa, que deixou seus dias de festas, bailes e espartilhos para trás e hoje administra um abrigo para as mulheres da raça chamado Lugar Seguro, percebe que seu hellren (marido) e ela estão se distanciando pelas não tão pequenas coisas que deixam de contar um ao outro. Para piorar, uma jovem fêmea aparece no Lugar Seguro brutalmente espancada e violada, e Marissa decide que essa jovem merece justiça e cabe ao Butch, ex policial de Caldwell (desculpa, esqueci de falar que tudo isso acontece em Caldwell, NY) ajudar a sua shellan (esposa) e isso pode ou afastar o casal de vez ou quem sabe, reafirmar o amor dos dois.

Ok, respira, eu sei que falei muito, mas estou quase acabando, juro!
A melhor definição que posso dar para Beijo de Sangue foi que a Ward estava em sua melhor forma quando escreveu o livro. Talvez por ser um livro que ela escreveu por desejar voltar as origens, ela fez com aquele toque extra de amor e construiu uma história sólida, sem pontas soltas e que fica quase impossível não torcer para que Craeg e Paradise se acertem ou que o Butch e a Marissa finalmente se abram um para o outro. O livro está tão bom, que Butch e Marissa ganharam a minha torcida e isso quando eles eram um casal que passava longe de ser um dos meus favoritos e principalmente a Marissa passava ainda mais longe entre as personagens que eu realmente curtia. E nesse livro eu torci para ela, muito! Ela ainda ficou abaixo da Paradise? Ficou, mas ela subiu pra caramba no meu ranking! 

"Quando ele retribuiu o beijo, ela refletiu sobre o significado de “felizes para sempre”, e concluiu que o amor verdadeiro não pressupunha uma passividade, e que “para sempre” nada tinha a ver com controle de velocidade. Você começava com uma atração, e depois abria o coração e a alma – mas tudo isso, que já não era pouco, só representava as “preliminares”. (...) E o “para sempre” era o esforço que você estava sempre disposto a empenhar para permanecer próximo, para aprender, e para crescer em uma união."

Vamos ao serviço? Se você nunca leu nenhum livro da Irmandade, eu até acho possível que você entenda o que está acontecendo em Beijo de Sangue, mas eu recomendo fortemente que leia a série original, por que é umas das séries paranormais mais incríveis que eu já li. Merece ser lida por muitos e todos. Não se assuste pela quantidade e tamanho dos livros, é uma série de leitura rápida e viciante, você não consegue parar de ler, sempre arruma uma desculpa para ler mais um capítulo e vale a pena! E não preciso dizer que é exatamente isso que acontece em Beijo de Sangue. Você não larga o livro por nada! Mas se quiser ler só ele, cai dentro. Existe um glossário no começo do livro para os termos que a Ward criou, os acontecimentos passados são explicados e o melhor, você vai amar esses personagens e eu duvido que não queira dar uma chance a série toda! 


Título: Beijo de Sangue
Série: Legado da Irmandade da Adaga Negra # 1
Autor: J. R. Ward
ISBN-13: 9788579309755
ISBN-10: 8579309751
Ano: 2016
Páginas: 416
Compre aqui: Amazon
Skoob | Goodreads
Classificação:


Sobre a autora:


J. R. Ward vive no Sul dos Estados Unidos com o seu marido incrivelmente generoso e o seu amado golden retriever. Depois de se ter formado em Direito, começou a sua vida profissional na área da saúde, em Boston, tendo passado muitos anos como chefe de equipe de um dos centros clínicos do país. A escrita foi sempre a sua paixão, e a sua ideia de Céu é um dia inteiro com mais nada além do seu computador, o seu cão, e a caneca de café.

Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Oi, Talita!
    Também compartilho de seu gosto pelas histórias da IAN. Gosto muito, muito mesmo. Nem considero que leio, acho mesmo que devoro toda a saga e estou ansiosa pelo último livro.
    Adorei Beijo de Sangue e fico feliz demais por saber que a autora não põe um fim nessa irmandade que tanto amo. Tem muitos personagens que quero muito ver as suas histórias sendo contadas.
    No entanto, fico com um pé atrás em relação a história dos redutores. Não sei bem, mas acho que a parte deles poderia ser um pouco mais bem amarrada, assim como a das investigações dos policiais (o amigo do Butch e o novo policial que apareceu).
    Enfim, tirando isso são simplesmente perfeitos todos os livros!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu não li nada da autora ainda, gosto muito de vampiros, e vejo que nesses livros eles são bem organizados e tudo, mas acabei pegando um medo por causa da modinha, tem uns que mudaram tanto o vampiro, que nem sangue eles estão tomando mais, fiquei meio traumatizada, mas mesmo assim tenho essa série na lista para algum dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Eu simplesmente amo a série Irmandade da Adaga Negra. Ainda não terminei mas estou quase lá!! Já estava pensando o que seria quando acabasse. Fiquei feliz em saber desse livro e adorei a resenha!!
    Apesar dos livros serem enormes, as histórias são viciantes demais e a leitura flui muito bem.
    Adorei mesmo Beijo de Sangue. Agora não vejo a hora de chegar nesse!!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii! Eu tenho um livro dela aqui! Fallen Angels, mas acredita que nunca li? E sua resenha me fez querer conhecer a escrita dela. Eu amei saber que tem vampiros, gostei bastante da premissa. Ah, muito legal você explicar direitinho esses detalhes, não me senti perdida. Bela resenha, beijos!


    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  5. Vendo uma resenha assim dá até vontade de dar uma chance, mas eu muito não gostei de IAN #julgueme rssrrsrsrs
    Mas imagino que para quem gosta como vcs é mais do que um prato cheio, é tipo ambrosia né?

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Adoro IAN, mas andava meio chateada com a Ward. E desanimei um pouco, apesar de ler e ter todos livros publicados da série. Eu até compro ebook logo que sai lá fora pq fico ansiosa hehe
    O Beijo de sangue me surpreendeu de uma forma boa. Adorei :)
    Sua resenha está muito legal!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Talita, sou completamente alheia a esse universo, nunca li um livro, mas compreendi o que você quis passar na resenha. Ter dois casais como protagonista é um risco entanto, mas pelo que pude perceber, a autora sabe o que faz, tem confiança e por isso se joga.
    14 livros! É muita história para conhecer! Mas pelo sua opinião, com certeza deve valer a pena.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Ja tinha visto esse livro, mas nem me atinei que poderia ser relacionado com a Irmandade. AMO esses vampiros criados pela Ward e ja estou me flagelando aqui por estar tao desatualizada dos Adagoes. Vou correndo comprar esse livro para a minha coleçao.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  9. Sou apaixonada pelos livros da J. R. Ward claro não tem nem como não gosta de IAN né *-*

    Ainda não tinha lido nem a sinopse de Beijo de sangue mais mesmo assim já estava na minha meta de leitura desse ano, e depois de ler sua resenha só me deixo querendo pular alguns livro pra começa a ler ele agora mesmo.
    Não gosto da Marissa desde o começo mais ainda não sei ao certo porque, mesmo lendo esse livro não acho que vou mudar de opinião...então estou querendo ler mais pro causa do Craeg e Paradise :)

    ResponderExcluir
  10. Oie
    não sou fã desse gênero mas bem legal sua resenha e dica, sempre ouço falar bem e adorei vc citar Paradise, é minha musica favorita de todos os tempos

    Beijo
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Não conhecia a série e nunca li nada da autora, infelizmente.
    Não curto o gênero, mas a premissa é interessante e o que mais chamou minha atenção é o fato de haver 2 casais protagonista, queee bom que deu certo hahah, fiquei beeem curiosa mesmo.
    Amei os quotes.

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Sempre tive muita curiosidade por essa série da autora. A história realmente parece ser consistente e os personagens cativantes, além da pegada mais hot que sem dúvidas iria me agradar. Gostei muito da sua resenha e em breve pretendo começar essa história.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu nunca li nada da autora, mas escuto fala muito bem dos livros dela.
    Eu preciso ser sincera e dizer que tanto a série quanto esse livro não me atraem. Não gosto muito de livros com essa temática (tô meio saturada), então essa é uma dica que vou deixar passar.
    Mas gostei bastante do fato de ter dois casais protagonistas e da sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Minha nossa. Me dá um tempo! Tipo uma meia hora para eu tentar me recompor aqui.
    Que resenha é essa gente? MARAVILHOSA....

    Não há mais o que dizer.

    Eu li até o quinto livro, portanto entendi tudo perfeitamente. Mas quem não leu, com essa explicação tão detalhada, é impossível não entender tudinho.

    Caramba... Parabéns pela resenha.

    Amei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Minha nossa. Me dá um tempo! Tipo uma meia hora para eu tentar me recompor aqui.
    Que resenha é essa gente? MARAVILHOSA....

    Não há mais o que dizer.

    Eu li até o quinto livro, portanto entendi tudo perfeitamente. Mas quem não leu, com essa explicação tão detalhada, é impossível não entender tudinho.

    Caramba... Parabéns pela resenha.

    Amei.

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Ward em sua melhor forma? Sério?
    Isso me faz ficar com a maior dor na consciência de ter parado de acompanhar a série. E não foi por não gostar. Até que fiquei com raiva da Ward por causa de alguns acontecimentos na série, mas como li do primeiro ao 8 em uma paulada só e na época demorou para sair o 9 - e eu fiquei bem chateada com algumas coisas nesse livro pq o V é meu queridinho e ele merecia mais do que a shellan que ele conseguiu. (não pela Jane, eu até gosto dela, mas ele merecia mais e mesmo o livro sendo da irmã dele, ele ainda merecia mais!) Então eu meio que dei um tempo e agora estou toda atrasada.
    Sua resenha me deu a maior saudade dos Irmãos, e mais ainda, me pareceu que a Ward conseguiu voltar um pouco ao estilo que eu tanto gostei nos primeiros livros mas que com tanta coisa acontecendo e o mundo crescendo tanto ela meio que se perdeu um pouquinho.
    Eu já queria o livro pois mesmo não tendo terminado de ler todos eu sempre dou um jeitinho de comprar. Mas agora, quero ele e quero colocar a leitura da série em dia!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  17. Preciso ler essa série urgentemente. Ouço falarem muito bem dela e morro de vontade de ler. Pretendo ler ainda eesse ano. Queria mesmo ler todos esse ano. Espero conseguir.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Ward e seus livros me perseguem, tenho muita vontade de conhecer as obras dela, mas por algum motivo nunca coloquei nenhuma de suas publicações na estante. Ainda assim, a autora possui um enredo que muito me interessa.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir