Resenhas

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

:: Resenha 203 :: "O Livro de memórias", Lara Avery





Sinopse: Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho - nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano.
É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância e de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.



Bora começar a resenha....





Quando a nossa parceira, a Companhia das Letras, mandou a prova antecipada de O Livro de Memórias para resenhar, eu corri pra providenciar uma caixa de lenços. Essa minha atitude foi por causa da sinopse que me fez ter a certeza que lágrimas iriam rolar.


E apesar de eu estar certa quanto à caixa de lenços, também posso dizer que esse livro é muito mais que uma história com uma premissa triste. É um livro repleto de mensagens importantes, sim! Que faz você sair um pouco da sua bolha de conforto e faz você vivenciar uma experiência única. Sendo assim, o livro não é só uma história com conteúdo reflexivo. Não! O livro também é inspirador.

Samantha McCoy (Sammie, para os íntimos) é uma protagonista inteligente, forte, guerreira e totalmente apaixonante. É uma adolescente que apesar de estar vivenciando uma parada difícil, ela continua dando tudo de si e continua vivendo da melhor forma possível, aproveitando cada momento antes da doença seguir o seu rumo. E confesso que desde o início da leitura, eu gostei de saber que estamos de fato, lendo um diário. Já que é essa a forma que a Sammie escreveu para dizer a ela (no futuro) quem ela é, e o que aconteceu desde que entendeu a sua condição. 

"Você sou eu, Samantha Agatha McCoy, em um futuro não muito distante. Estou escrevendo para você. Dizem que minha memória nunca mais será a mesma, que vou começar a esquecer as coisas. Só um pouco no início, depois muito. Então, estou escrevendo para lembrar."

Sammie é portadora de uma doença genética rara: Niemann- Pick Tipo C (NPC), e a causa, é o armazenamento ou o acúmulo anormal de gordura, inclusive do colesterol dentro das células dos órgãos. Sendo assim, quase todas as pessoas com NPC têm o baço e/ou o fígado aumentado e em alguns casos, entretanto, o aumento do baço e/ou do fígado não ocorre por meses ou anos. Ele ocorre lentamente com o tempo. E este aumento não causa geralmente maiores complicações, o que pega mesmo são os problemas neurológicos. Esses sim, pioram com tempo e são o maior problema da NPC.
Então, agora imagina uma adolescente, descobrindo e vivenciando, gradualmente os problemas neurológicos dessa doença, sabendo que seu corpo vai definhar aos poucos e  mesmo assim, lidando de uma maneira lógica e racional enquanto ela ainda pode. Enfim... eu posso dizer que a real é que ela lida com a parada toda de uma maneira excepcional, incluindo novas experiências e um livro de memórias para completar o pacote.

"Eu realmente preciso superar tudo isso até chegar à NYU. Se sou a única da família a acreditar que posso me recuperar, então tenho que me afastar da negatividade dos outros... Eles estão se preparando para o pior. Como o Sr. Chomsky diz, o otimismo gera responsabilidade. Não estou me iludindo: sei que estou doente. Mas não vou me preparar para o fracasso."

E esse livro de memórias, construído com uma narrativa leve e ao mesmo tempo intensa, mostrando o fato dela saber que um dia irá perder tudo o que aspirava, como a faculdade, amigos e claro, seu futuro. Que seu corpo está falhando e os sintomas são catastróficos, mas mesmo assim ela continua seguindo, é o que torna a história tão poderosa.  

Para Sammie a perda da memória é a sua maior preocupação e eu posso dizer que eu a entendo, uma vez que no decorrer da nossa vida, os momentos vividos, são momentos que não voltam mais, e as lembranças são a única forma de guardar esses momentos. Independente se são dolorosas ou não. Pois em geral, as lembranças são reflexos de saudades, de ausência, de pessoas ou momentos especiais. Assim é a vida, e a Sammie entende isso. Sendo assim, suas experiências e seu humor irônico  enquanto vivencia cada uma delas, é a cereja do bolo. E você acompanhar a trajetória de Sammie, descobrindo junto com ela suas vontades, seus desejos, esperanças e, seu primeiro amor, e finalmente a realidade dos acontecimentos, e ainda ver o que seus amigos estavam dispostos a fazer por ela durante os momentos, é emocionante demais.

Se vocês tiverem com algum receio quanto a ler esse livro, achando que vai ser triste do começo ao fim e que vai deixar você com uma ressaca literária fenomenal, já vou avisando que a parada aqui não é essa. Sério! Esse livro foi uma surpresa agradável, uma vez que temos uma história que toca o nosso coração ao mesmo tempo que abre a nossa mente, em relação a nossa vida e nos faz questionar em como estamos conduzindo-a.

Quanto a autora, não a conhecia, mas gostei bastante da sua narrativa e a forma como construiu seus personagens. Então é isso coleguinhas, titia Grá recomenda esse livro e deseja mesmo, que coloquem na lista de vocês. 



Essa é a capa americana, e confesso que gostei bem mais. =P

"Se continuarmos estudando a história de nossos obstáculos, temos a oportunidade de banir o que há de tóxico no mundo. Teremos um propósito. Sejam os obstáculos pessoais, como uma doença, ou algo maior, como a injustiça social. Uma vez que passamos por cima deles, abrimos lugar para a esperança."


Título: O Livro de Memórias
Título Original: The Memory Book
Autora: Lara Avery
ISBN-13: 9788555340178
ISBN-10: 8555340179
Ano: 2016
Páginas: 392
Editora: Seguinte
Gênero: YA
Compre aqui: Americanas, Amazon
Skoob | Goodreads
Classificação:


Sobre a autora:



Lara Avery nasceu em Topeka e estudou cinema no Macaleter College. Autora de livross infantis e de mais duas obras de literatura jovem adulta - Anyting But Ordinary e A Million Miles Away. Atualmente mora em St. Paul, Minnesota.
@LaraAvery


Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    O que posso dizer? O livro parece ser realmente incrível. Parece ser aqueles livros que destroem o coração. Como acabei de sair de uma ressaca literária nem vou procurar ele pra ler. Fiquei realmente curiosa para saber o final do livro. O que vai acontecer com ela.
    Beijos é parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  2. Oi. Já tinha visto esse livro e me interessei muito por ele.. Estou curiosa e ansiosa para ler. Só preciso ter mais tempo para ler outros livros..

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvidas a capa americana é bem mais bonita que a nacional, não conhecia o livro e confesso que atualmente não estou muito na pegada para ler esse tipo de livro.

    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir