Resenhas

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

:: Resenha 206 :: "Novamente Você", Juliana Parrini


Sinopse: Miah Madsen precisa voltar para o lugar que fez questão de esquecer por doze anos e encarar sua família, seus amigos e, inclusive, seu ex-marido. Tudo o que ela não queria era ser novamente a Maria Rita. Mas, ao colocar os pés naquela ilha, ela percebe que aquele lugar seria o seu maior pesadelo. Porém, essa era a sua única opção.
Leonardo Júnior ou Léo, como é chamado por todos, era um caiçara típico que foi abandonado pela esposa de um dia para o outro. Porém, em vez de se entregar ao sofrimento, ele descontou sua mágoa e sua decepção no trabalho árduo, sendo recompensado com o sucesso. Léo se tornou um empresário bem-sucedido, dono da melhor pousada de Ilha Grande, o lugar onde nasceu. O que ele não imaginava é que Maria Rita, sua ex-esposa, voltaria e faria seus alicerces balançarem novamente.
Será que podemos nos apaixonar novamente pela mesma pessoa após tantos anos? Afinal, uma mágoa pode mesmo durar para sempre?

Oi, oi! Hoje trago a resenha de um livro que eu não pensei duas vezes em pedir  quando chegou o email de opções com os lançamentos do Grupo Companhia das Letras. Por que não pensei? Porque eu adorei a duologia de estreia da Ju, composta por: Depois que aconteceu (resenha) e Antes que aconteça (resenha). Eu só não sabia que o livro seria tão Sessão da Tarde... Ou uma coisa estilo Mulheres de Areia só que transmitida pelo SBT. O.o

Calma, vamos começar a resenha que eu explico.

Com apenas dois capítulos lidos eu já estava agarrada no ódio pela Miah/Maria Rita. Ela saiu de Ilha Grande deixando tudo, família, amigos e o marido. Partiu com um gringo, diretor de cinema, e foi para os States. De gente boa ela se tornou uma criatura fútil, metida e arrogante. E aquelas palavras em inglês toda hora no meio de suas falas eram irritantes! Ô criatura desagradável!

Doze anos depois, sem nunca ter entrado em contato com ninguém, sem nem ao menos dizer o porque de ter partido, ela volta para Ilha Grande. E como todo mundo pode esperar, ela não é bem recebida por ninguém, apenas pela doce Maria Flor, sua irmã mais nova. A mãe, a irmã do meio e principalmente o pai, a tratam muito mal, visivelmente magoados e indignados por ela ter ido embora.

O mesmo acontece com Leonardo. O pobre do ex marido que também fora abandonado foi o personagem que mais gostei no livro. Ao invés de se afundar e se entregar a tristeza de ter sido abandonado, ele se ergueu e de um simples pescador ele se tornou dono de toda frota de barcos dos pescadores e de uma pousada. Mas claro, ela tinha sido a mulher da vida dela, o grande amor e mesmo com raiva desse retorno, ele fica mexido, muito mexido e como o ditado diz: a carne é fraca.

A trama se desenrola e a gente vai lendo pra descobrir porque ela foi embora e porque ela voltou. A única coisa que a gente sabe é que tem algo errado, que ela volta como se estivesse fugindo de algo e aos poucos a gente vai descobrindo o que de fato aconteceu. Dá até pra ir com a cara dela depois de saber de tudo, só não dá pra entender porque ela ficou todos esses anos sem falar com ninguém. Isso eu acho bem absurdo, mas enfim.

Em meio a isso tudo nós vemos como é difícil a relação dela com a família e com Leonardo, vemos que os dois acabam se envolvendo por tudo o que eles tiveram anos atrás.

Pra completar essa confusão toda, temos Duda, Maria Eduarda, a irmã do meio que é completamente louca pelo Leo. Ela é daquele tipinho oferecido que tenta todos os absurdos, mesmo o cara dizendo não e fugindo o tempo todo.

Por sorte, não é só de personagens irritantes (Miah, Duda e a mãe delas) que vive essa história. Como falei, Flor é um doce de mulher, Téo, o sobrinho de Léo que ele cuida após a morte do irmão e da cunhada, é um fofo, e temos também Juan, um argentino malandrão amigo de Léo, e Carina, uma antiga amiga de Maria Rita que fica super feliz com a volta dela, mesmo não merecendo.

Assim, a escrita da Ju é super leve e gostosa, você não tem dificuldade alguma em ler. Tem personagens que te cativam e tem até pontos que te prendem porque te deixam curiosa pra saber o que aconteceu e o que acontecerá. Mas mesmo assim eu achei um livro fraco em relação a duologia anterior, que tem uma história linda e é um drama bem tocante e emocionante.

É um livro bom? É. Não é aquela coisa “Ooohhh que livro maravilhoso, meu Deus do céu!” Não, é um livro bom e ponto. Uma leitura leve e despretensiosa, que você pode ler talvez entre um livro muito pesado e outro. A capa é linda, a diagramação está ótima e a Ju sempre ganha pontos comigo quando cita músicas colocando trechinhos e tudo.

O lance que eu falei lá no início sobre a novela Mulheres de Areia, é porque você inevitavelmente lembra por conta da praia, dos pescadores, da irmã boa e a irmã má e gananciosa. E o lance do SBT é porque era tanto Leonardo Junior pra cá e Leonardo Junior pra lá, tanto Maria Rita aqui e Maria Rita ali, que me lembrava as novelas exibidas no SBT onde falam o tempo todo o nome inteiro dos personagens. Chegava a ser cômico! XD


Título: Novamente Você
ISBN: B00OV0LWJI
Ano: 2014
Páginas: 362
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Saraiva
Classificação:


Sobre a autora:


Juliana Parrini é carioca, web designer e se define como leitora compulsiva, cinéfila, amante de rock e mãe coruja. Sua paixão pela escrita teve início ainda na adolescência, quando começou a escrever histórias nos cadernos em sala de aula, tendo os amigos como leitores.
O romance Depois do que aconteceu, sua estreia no mundo literário, emplacou o 1º lugar no ranking da revista Veja como livro digital mais vendido do Brasil.
Juliana é casada e mora com o marido e os dois filhos no Rio de Janeiro.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Oi Bianca,
    a sua resenha sobre o livro me fez pensar em uma novela mexicana também rs
    Mas a Juliana é uma fofa e com certeza darei uma chance para esse lvro que já está na minha estante, as vezes é bom um livro que não te afete tanto, para cura de ressacas literária.Fora que preciso saber os motivos dela, a curiosidade não me permite não saber rs

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Quando li a resenha, não me interessei muito pela história.
    Com sua resenha deu essa sensação de novela mexicana... E lembrei da Ruth/Raquel da novela Mulheres de areia. Kkkkk
    Anotei a dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adorei a resenhas suas observações sobre os personagens ficaram muito boas. Mas não é um livro que leria, esse jeitão novela mexicana não me agrada mais faz tempo, talvez, se fosse naquela época, eu leria.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Adorei sua resenha você explicando o por que de ter chamado de novela me fez imaginar como é (sshuashuas) provavelmente depois disso vou fugir desse livro odeio as novelas do sbt.
    Mentira eu vou ler sim pois pretendo ler alguns livros da Juliana e por coincidência eu acabei comprando esse kkkkkkk.
    Espero que minha experiencia com esse livro seja melhor ou igual a sua já que foi uma leitura gostosa mesmo sem nenhuma surpresa.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Essa é a primeira resenha do livro que leio e Mulheres de Areia só que transmitida pelo SBT Foi ótimo kkkk.
    A premissa do livro é bem legal, mas uma pena que não tenha te agradado taaaaaanto como esperava, acho que leria o livro sim por conta de ser um livro bem rapido.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Dei muitas risadas com sua comparação em relação as novelas do SBT e acho que realmente deve ter ficado bem cômico os personagens toda hora sendo chamados pelo nome composto!
    A premissa é bem interessante e fiquei curiosa para saber porque Miah foi embora e depois voltou! E quero bater no Leonardo por ainda assim ficar mexido!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Hahahahaha... Esses nomes compostos me lembrou minha avó, só o último filho escapou, e ela até hoje faz questão de falar sempre os dois nomes de cada um... Rs... Nunca li nada da autora,mas se for ler acho que escolherei a duologia que ela lançou antes, que você gostou bem mais.

    ResponderExcluir
  8. Oie
    muito legal sua resenha, parece ser um livro muito gostoso de ser lido e espero poder ter oportunidade de ler em breve, gosto muito desse tipo de romance para ler ás vezes

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!

    Eu não tenho muita curiosidade em conhecer a escrita da autora. Por mais que tenha muitos fãs, a maioria da resenhas são sempre dizendo que a obra é mediana. No meu atual momento não é o que eu busco, mas não descarto para mais para frente. Quem sabe?
    Gostei da resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Hello! Tudo bem?
    Ai que linda essa capa do livro novo da Juliana Parrini, conheci ela na bienal e gostei mto dela.
    A historia me deixou bem curiosa com tudo, quero saber os rumos dos personagens.
    Uma leitura leve, mas que é bom para passar o tempo.
    Com certeza vou ler.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  11. Eu curti a resenha, não conhecia o livro, mas no momento não sei se o leria.
    A história parece ser interessante, mas estou com tanto livro acumulado para a leitura que no momento estou adiando tudo haha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir