Resenhas

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

:: Resenha 218 :: "O amor nos tempos do ouro", Marina Carvalho




Sinopse: "Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele?"
Cécile Lavigne perdeu todos os que amava e agora está sozinha no mundo. Ela, uma franco-portuguesa que ainda não completou vinte anos, está sendo trazida ao Brasil pelo único parente que lhe restou, o ambicioso tio Euzébio, para casar-se com o mais poderoso dono de terras de Minas Gerais, homem por quem Cécile sente profundo desprezo. Após desembarcar no Rio de Janeiro, Cécile ainda precisará fazer mais uma difícil viagem. O trajeto até Minas Gerais lhe reserva provações e surpresas que ela jamais imaginaria. O explorador Fernão, contratado por seu futuro marido para guiá-la na jornada, despertará nela sentimentos contraditórios de repulsa e de desejo. Antes de enfim consolidar o temido casamento, Cécile descobrirá todos os encantos e perigos que existem nessa nova terra, assim como os que habitam o coração de todos nós. Com o passar dos dias, crescerá dentro dela a coragem para confrontar todas as imposições da sociedade e também o seu próprio destino.




Olá, pessoal!! 
É com muita alegria que hoje me apresento a vocês como a nova colaboradora do Viciados. Sou uma apaixonada pela vida literária, e espero compartilhar com vocês essa paixão.
Como minha primeira resenha, escolhi O Amor Nos Tempos Do Ouro, da Marina Carvalho, um livro lindo (tanto a capa quanto o conteúdo), sensível, com uma riqueza de detalhes impressionante, sério, havia momentos em que me sentia vivendo naquele ano, com personagens de tirar o fôlego e um romance lindo e puro.

  Seremos teletransportados para o ano de 1700, séc. XVIII, no Brasil colonial. Conheceremos Cécile Lavigne, uma linda jovem aristocrata francesa, de família abastada, filha de mãe Portuguesa e pai Frances e que possuía dois irmãozinhos. Ela tinha a vida perfeita, amava sua família, tinha uma liberdade bastante incomum para garotas daquela época. Até que após um trágico acidente, ela perdeu toda sua família, restando apenas ela de sobrevivente. Tendo como único parente próximo seu Tio Euzébio, o qual se tornou seu tutor e que morava no Rio de Janeiro, Cécile foi obrigada a sair de sua terra natal, pois seu Tio já tinha planos para a moça. Um casamento arranjado com um fazendeiro velho e muito rico, dono de muitas minas de Ouro e Senhor de muitos escravos. Um homem que Cécile já desprezava mais que tudo.

  Cécile teria que sair do Rio de Janeiro e percorrer todo o Caminho Novo por muitos dias até chegar a Vila Rica, nas Minas Gerais, local onde residia seu futuro marido. E para acompanhá-la, foi contratado Fernão, um homem forte, com impressionantes olhos azuis, que enriqueceu ao explorar o ouro e fazer  favores a ricos fazendeiros. Fernão e toda uma comitiva de escravos e índios protegiam Cécile de todos os perigos da viagem. A travessia foi longa, com muitos perigos, e um fato que impressionou Fernão, foi que a francesinha de nariz arrebitado não tinha nada de medrosa, ou frescuras. Ela conversava com os escravos, não demonstrava superioridade, comia a comida deles, tudo isso sem reclamar. Com os percalços do caminho, eles foram se aproximando, mas nada poderia acontecer entre eles, pelo fato dele ser prometida a Estevão. No caminho, Cécile ainda faz amizade com dois escravos de seu futuro marido, o que achei bem bonito, porque ela não mostrou momento algum ser melhor ou desprezá-los, como muitos faziam em relação aos negros.

  Ao chegarem à Vila Rica, Cécile implora a Fernão que a ajude a fugir, que ela não queria se casar com um asqueroso homem, mas Fernão nada faz, e Cécile parte para sua nova casa. Lá ela conhece seu futuro marido, um homem frio, grosso, que se acha superior a qualquer ser e acima dele só Deus.  Depois de sua chegada é que começa a acontecer o desenrolar de fato, então para não soltar nenhum spoiler vou parando por aqui.

  A saudade que Cécile sente de casa e de seus familiares é muito tocante. E achei maravilhosa a forma em que ela trata a todos, com bastante igualdade, sem diminuir e agredir a ninguém. E a adaptação a uma nova terra, novas culturas e transformá-la em seu novo lar, me deixou bem emocionada.

  Uma coisa que me impressionou neste livro, foi o quão rico ele é. Ele te descreve perfeitamente o sofrimento dos escravos, o medo que os brancos tinham dos indígenas, a vida nos quilombos, a exploração do ouro. Tudo detalhado com perfeição. O verdadeiro retrato da colonização do nosso país. Tudo isso, sem contar com um lindo romance para fechar com chave de ouro. No inicio do livro, a autora colocou uma nota falando sobre a linguagem dos personagens, um fato que achei muito interessante, escravos, portugueses, índios.... Todos com suas próprias linguagens. Para quem gosta de romance histórico, este está super recomendado.

Título: O Amor Nos Tempos do Ouro
ISBN-13: 9788525062055
ISBN-10: 8525062057
Ano: 2016
Páginas: 328
Editora: Globo Alt
Compre aqui: Amazon
Classificação: 


Sobre a autora:


Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e ficava esperando ansiosamente pela chegada delas todos os meses.
Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Mora em sua cidade natal com o marido e os dois filhos.

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Oie
    Adorooooooo os livros da Marina Carvalho. E esse está lindo, da capa à diagramação, a história então? Maravilhosa.
    Gostei muito da sua resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Acho a Marina Carvalho parecida com a Paula Fernandes... kkkkkkkk
    Li muitas criticas positivas sobre esse novo lançamento dela e já o desejo há um tempo. Amo romances de época, mas não tive a oportunidade de compra-lo. Tenho outros livros dela na estante que eu ainda não li também.. rs.. então, espero poder criar vergonha na cara em breve e poder gostar tanto quanto vc da leitura desse livro.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Não sou fã de romances, e a maioria dos conflitos não me anima, mas adorei a parte histórica, adoro ler livros com esse tipo de conteudo, ainda mais quando o autor faz isso com competencia.

    ResponderExcluir
  4. Oi... admito que me surpreendi ao ver que o livro é da Marina...
    Me frustrei muito com Simplesmente Ana... a linguagem e o texto do livro foram bem fracos, na minha opinião... e a personagem principal parecia não pensar em nada que fosse mais importante que escolher bem uma lingerie...

    Claro que tem gente que adorou e respeito isso. Mas, me surpreendi por ela ter escrito um romance de época, e pela forma que você descreveu o livro. Fiquei bastante curiosa. :D

    bjs - Papierllon

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Adorei a escolha que fez como primeira resenha. Ainda não li a obra, mas já vi críticas bem positivas e isso me deixa bem feliz e curiosa para conhecer a escrita da autora.
    Não li nada que tratasse do tema e isso me deixa ainda mais intrigada. Suas impressões só aumentaram minha vontade de lê-lo e acho que vou pular algumas leituras.
    Gostei bastante da resenha e mal posso esperar para ver quais serão as próximas surpresas que você nos trará.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mariana!

    Já me apaixonei só pelo livro ser um romance! Tenho um tombo por esse gênero, haha! Adicionei à minha lista, obrigada pela resenha e pela dica maravilhosa!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    EU comprei esse livro recentemente, mas não tive a oportunidade de ler ainda. Espero fazer isso em breve.
    E a cada resenha que estou lendo, fico ainda mais curiosa para conferir, pois sempre ótimos comentários sobre a história.
    Bjks!
    histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Sou louca para ler algo da autora, mas a oportunidade ainda não surgiu. Acompanhe através da fanpage da editora a escolha da capa e pelo que li de sua resenha, acredito que combinou com a história. Sua opinião sobre a obra me deixou muito curiosa, pois foi a primeira resenha desse livro que li. Estou curiosa e empolgada para fazer esta leitura *----*

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Curto romances históricos e esse é mesmo bem rico, foi uma leitura que me encantou e com a qual aprendi bastante. Não tem como não admirar a protagonista, esse se tornou um dos meus livros preferidos da Marina.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Adorei a capa do livro e a sinopse é encantadora, acho que é uma história bem construida, pelo que descreveu e os pontos fortes do livro são diferentes e reais. Eu super leria se tivesse a oportunidade, ótima resenha!

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Já li um livro da Marina e amei. E adorei a premissa deste. E sua resenha ficou muito linda, ainda não me aventurei nos romances de época. Mas adorei a proposta e fiquei com vontade de ler. A capa também é linda. <3

    ResponderExcluir
  12. Eu amo esse livro, é o melhor romance histórico nacional e ainda por cima fala sobre o Brasil e nos mostra com riqueza em detalhes, momentos importantes da nossa história. E essa capa? Linda

    ResponderExcluir