Resenhas

sábado, 8 de outubro de 2016

TAG #20 . Príncipes da Disney






Olá pessoal, hoje vim trazer para vocês a TAG Príncipes da Disney.

Pra quem não sabe, eu fiz anteriormente a TAG Princesas da Disney, deem uma olhada também :) 

Não sei vocês, mas eu gosto muito do mundo Disney, como vocês devem ter percebido. Então, vamos ver quais livros escolhi para essa TAG.









1 - Phillip [A Bela Adormecida]

Um livro onde o HERÓI rouba a cena.

                                         

Não é segredo pra ninguém que eu amo essa série e a autora, e dos livros que já li até agora, esse foi um dos meus xodós. Para muitos, o queridinho é Anthony (Visconde que me amava), mas para mim o Benedict se saiu muito melhor que a encomenda. Embora o livro conte a vida de Sophie e os maus bocados que ela passa, Benedict simplesmente roubou a cena. Em alguns momentos tive raiva dele e em outros suspirei de amores. Sem dúvidas Um perfeito cavalheiro.

2 - Eric [A Pequena Sereia]

Um livro onde a música tenha uma grande relevância para a história.
                                                         
Não poderia escolher outro livro, Collen Hoover é uma das minhas autoras favoritas e o que essa mulher faz em questão de inovação não tá no gibi. Talvez um dia tem uma playlist oficial que surgiu da "parceria" da autora com o compositor Griffin Peterson. Ler e ouvir as músicas foi uma experiência maravilhosa, pois nunca havia conseguido fazer as duas coisas juntas. As músicas são encantadoras e o enredo desse livro mexeu comigo. Resumindo: foi mágico.


3 - Fera [A Bela e a Fera] 
                         
"Nunca julgue um livro pela capa". Ou seja, um livro que você nunca tinha dado uma chance por culpa de uma péssima capa, mas acabou amando. Ou um livro que comprou pela capa e odiou.


Bem, resolvi falar dos dois casos. Primeiramente o livro cuja capa não é muito convidativa, que é o caso de Quarto. No geral não é uma capa feia, mas não tem muitos atrativos, e eu gosto de capas que encham os olhos, sabe? Mas confesso que adiei a leitura porque sabia que iria me emocionar, estava fugindo de uma possível ressaca. O que realmente aconteceu, chorei, torci pelos personagens, fiquei nervosa, mas por fim, amei demais essa leitura.


Já um livro que tem uma capa bonita, mas me decepcionou, foi O reino das vozes que não se calam. Juro pra vocês que antes de ter esse livro em mãos não me toquei que a autora era aquela atriz Sophia Abrahão e muito menos que era ela na capa. O livro tem uma diagramação impecável, de dar gosto de ver, a escrita também não é tão ruim, encontrei quotes lindinhos. Entretanto, a história em si deixou a desejar, podia ter sido uma história mais intensa, acho que ficou meio superficial. Mas eu tenho uma estranha vontade de comprar a continuação, não pra ler, só pra colecionar essas lindezas. Me julguem.

 4 - Alladin [Alladin]

 Um livro narrado somente pelo homem.


Eu poderia escolher Sem esperança da CoHo, ou Desastre Iminente da Jamie McGuire, que são meus queridinhos, porem escolhi A playlist de Hayden, pois é um livro único, ou seja, não faz parte de uma série. Esse livro seria um "Eric" também, pois possui uma playlist, não especialmente feita pra ele, mas de músicas que já existiam e foi encaixada no contexto. É um livro que fala de suicídio, dúvidas na adolescência e várias outras coisas que torna uma leitura obrigatória para jovens.

5 - Flynn Ryder [Enrolados] 

Um livro onde o personagem finge ser outra pessoa.


Pensei muito em um livro que encaixasse e só me veio a mente Princesa Adormecida. Embora a personagem não saiba quem é de verdade (o que vemos em muitos livros). É um livro muito gostoso de ler, curtinho, terminei em um dia. Mas é uma história única, cheia de reviravoltas que te deixa super empolgada pra saber o desfecho. Adoro as recontagens de contos de fadas que a Paula Pimenta cria.

6 - Kristoff [Frozen]  

Um livro que tenha um protagonista atrapalhado.
                                                                    

Hadley é uma garota bem atrapalhada, mas se não fosse os pequenos incidentes que ela causara não teria descoberto qual A probabilidade estatística do amor à primeira vista. Há tempos eu queria ler esse livro, então quando resolvi pegá-lo para ler (em uma viagem), percebi que aquele era o momento certo. Foi meio que coincidência do destino, como o livro mesmo fala .É um livro curtinho e cheio de frases que te fazem refletir profundamente. É uma narrativa bem envolvente e fácil de acompanhar, apesar do título te cansar ao lê-lo, a história é diferente.

Espero que tenham curtido a TAG, comentem quais livros, dos quais eu citei, vocês já leram. E fiquem a vontade para responder a TAG também. Um beijo, xuxus :*

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Olá Brena!!!
    Tb sou louca na Disney!!!
    Dos livros q vc citou, só li Julia Quinn...e acho q se encaixa perfeitamente no tema...o Bennedict é um perfeito cavalheiro mesmo, mas preciso te dizer, q meu preferido dos Bridgertons é o Colin <3
    Os outros não posso opinar, mas gostei bastante do q vc falou...O da atriz, só reparei q era ela, pq vc contou kkkkkkk...
    Parabéns pelo post...Bjs :-*

    ResponderExcluir
  2. Olá Brena!!!
    Tb sou louca na Disney!!!
    Dos livros q vc citou, só li Julia Quinn...e acho q se encaixa perfeitamente no tema...o Bennedict é um perfeito cavalheiro mesmo, mas preciso te dizer, q meu preferido dos Bridgertons é o Colin <3
    Os outros não posso opinar, mas gostei bastante do q vc falou...O da atriz, só reparei q era ela, pq vc contou kkkkkkk...
    Parabéns pelo post...Bjs :-*

    ResponderExcluir