Resenhas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

:: Resenha 238 :: "Deus do Submundo", Gisele Souza


Sinopse: O amor seria capaz de suportar a maldição do tempo?
Desde o início dos tempos, deuses e imortais foram presenteados com poderes capazes de incitar guerras e vencer os fios do destino. Três irmãos foram fadados aos maiores poderes que a humanidade já havia visto. Seriam seres divinos e indestrutíveis se não fosse a ganância pelo poder.
Com a alma marcada pelo sangue dos condenados, Hades, o deus do submundo, viveu sua vida cercado de escuridão e maldade. Traído por seu irmão, que lhe tirou tudo, até mesmo a única mulher que amou, o príncipe das trevas jurou vingança e a buscou a qualquer custo.
Capaz de fazer o que precisasse, a cada ato de maldade ele manchava ainda mais sua alma para alcançar seu objetivo de destruir Zeus. Cego pelo orgulho, aguardava a chegada de sua mulher que estava a caminho do inferno para libertá-lo. Só que Hades era um homem muito rancoroso para aceitá-la de volta. 
Com a ameaça de Cronos pairando sobre suas cabeças, Hades precisará juntar forças para destruir qualquer um que se interpuser em seu caminho. 
O segundo livro da trilogia trará uma história de poder, força, amores, mágoas e muita mitologia grega.

Primeiramente: minha primeira resenha de 2017!!! Aewww *Vai Tali! Vai Viciados!*
Voltando... Tem um tempo que eu fiz a resenha de Deus do Rock da Gisele Souza, autora nacional que é nossa parceira. E quando eu terminei o livro do Apolo e da Angélica, estava super mega ansiosa para o livro seguinte, ainda mais com o final do primeiro livro, que vem com um capítulo no ponto de vista do Hades e a história dela é bem conturbada, bem problemática, cheia das treta do jeito que a gente gosta! Antes de mais nada, vou repetir o aviso de sempre quando vamos conversas sobre um livro dentro de uma série: infelizmente é impossível segurar alguns spoiler do livro anterior, porque os fatos sempre se ligam e acabamos precisando falar de um detalhe ou outro. Recomendo fortemente que se você AINDA não leu Deus do Rock, pare o que está fazendo, vá na Amazon e compre logo o seu exemplar e comece a ler o quanto antes e depois volte aqui para entender melhor a minha resenha!

Agora, se você continuou lendo é porque não liga para spoiler ou já leu Deus do Rock! Nesse caso, vocês lembram das maldições que o Zeus, também conhecido como capeta desgraçado, lançou por aí atrapalhando o amor dos outros e elevando o conceito de empata foda para outro nível? Pois é, ele fez uma dessas maldições com o Hades, seu próprio irmão, quando descobriu que o maninho dava umas escapadas do submundo para ir para Terra e lá teve um filho com a doce Yasmin. E a gente descobre isso em Deus do Rock, e é no livro um que descobrimos que a maldição prendeu Hades no submundo sem chance de sair e fez a Yasmim esquecer o tempo em que viveu com o Hades.

Meu nome é Hades, sou filho de Cronos e Reia. Um ser temido, venerado, derrotado e castigado. Em minhas veias correm lavas de ódio e em meu coração só me resta a dor. Não tenho sentimentos bons, sou o príncipe das trevas, sou o rei das sombras, sou o deus do submundo.

Corta para o livro 2. Vamos descobrir que o Hades ficou muito amargurado nesses 20 anos em que passou preso no submundo, acreditando que o amor da Yasmin não foi forte o suficiente para que ela lembrasse dele. Hades ficou magoado, machucado, amargurado e ressentido e agora só pensa em vingança. Já a Yasmin se viu sozinha no mundo, com um menino de 5 anos com poderes nem um pouco normais e pasmem, ela lembra do Hades, mas Zeus, aquela coisa ruim, fez a maldição dela ser diferente. Para ela, Hades a abandonou cruelmente e nunca mais voltou para ela e o filho. Obviamente ela sofreu horrores, mas por amor ao filho, teve forças para seguir em frente.

Sinceramente, não saberia dizer se alguma vez eu tive bondade dentro de mim. Já em sua primeira batida, meu coração era escuro e triste. Já nasci cheio de malícia, desejos e não obtive as noções de certo e errado.

Resumindo, temos todos os ingredientes para treta, e treta das boas! Porque agora precisamos para salvar a humanidade do Titã Cronos, que Hades saia do submundo com a chave do tempo e para ele sair de lá, precisa que a Yasmin vá busca-lo e ainda entregue parte da alma dela para ele! Mas como ele vai receber ela, se acha que a mulher não o amou suficiente para libertar ele antes, e assim, o sentenciou a 20 anos em um lugar horrível? 

Todos lutam por alguma coisa, e todos têm monstros dentro de si que batalham para que eles fiquem escondidos, longe de prejudicar qualquer um. O ser humano já nasce propenso ao bem e ao mal, o que diferencia um do outro são as escolhas que fazemos na vida...

Hades só pensa em vingança e acaba metendo os pés pelas mãos. Ele mais parece um menino perdido que não sabe o que fazer com sentimentos diferentes do ódio e vingança, que lhe são familiares porque é o que mais tem no submundo. E o principal, não sabe como agir perto dela. A Yasmin é uma mulher muito forte, a gente percebe logo que ela é a força que levanta aquele homem e por isso ele ficou tão perdido longe dela. Eu não vou entrar em detalhes, você vai ter que ler para saber, mas em um dado momento do livro, algo acontece com ela que faz todo o sentido.

Tínhamos uma guerra iminente e tínhamos que juntar todas as forças que conseguíssemos, para isso precisávamos de nossos guerreiros fortes, meu irmão tinha sede de vingança e queria vencer.

Agora duas pequenas observações: Quando o livro acaba, fica uma dúvida se o terceiro e último livro será sobre o Hércules (que eu acho mais provável) ou sobre o Adriano (filho do Hades e da Yasmin). Os dois terminam com a história em aberto, com muito pano para manga para ser desenvolvido, mas como a série é uma trilogia, vamos ter só mais um livro, então de quem vai ser eu não sei. Eu espero ver a história do outro personagem em outra série, porque honestamente, precisa, especialmente se for o Adriano que eu não gostei de como ele terminou e o que ele está fazendo, deu vontade de gritar com esse menino!

Essa sou eu lendo o Adriano!

Olhando o livro como um todo, Deus do Submundo é o típico livro do meio de uma trilogia. Embora feche algumas questões, ele também deixa outras abertas e levanta mais algumas para que tudo se resolva no terceiro e último livro. A escrita da Gisele correu bem ao longo do livro, teve alguns momentos em que parecia que a trama daria uma travada, mas quando virava a página o ritmo voltava ao normal e eu ainda fico fascinada com a criatividade que a Gisele tem ao adaptar e mudar a mitologia grega/romana para esse universo novo criado por ela. Só acho uma pena o fato de ser uma trilogia, a Série Deuses tem fôlego para muito mais que apenas três livros!

Título: Deus do Submundo 
Série: Deuses #2
Autora: Gisele Souza
ISBN: B01N1OEAAR
Ano: 2016
Páginas: 300
Editora: Independente
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre a autora:

Gisele Souza é uma taurina teimosa, sonhadora, fascinada pela vida e apaixonada por sua família. Romântica incurável e encantou-se pelos livros aos quatorze anos. Começou sua carreira em 2013, tornando-se best-seller na Amazon com a série “Inspiração”. Desde então não parou mais. Com um gosto literário bem eclético, sonha em escrever histórias de vários gêneros, colocando no papel o seu amor pela escrita.
Nascida em Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, leva uma vida simples ao lado do marido e filho.

Comente com o Facebook:

12 comentários:

  1. Genteeeeee, eu amei essa resenha! Morri de rir com a descrição do Zeus. Muito feliz que gostou Taliii! Sobre o terceiro livro, hummmmm, será que conto de quem é? kkkkk Mas se preocupa não, vou fazer uma série paralela a trilogia. O mundo dos deuses vai continuar. Obrigada de coração, amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maldade!!! Solta só uma letra, tipo tem A no nome? Dica super difícil ahhahahaha
      E sobre a série paralela: TE ADORO!!! Adorei o livro, reforço tudo que falei, você criou um universo que não cabe só em três livros, merece e muito ter continuidade! Parabéns Gi! Essa série já tem um lugar reservado no meu coração!

      Excluir
  2. Oie
    Eu já tinha ouvido falar de Deus do rock.
    Confesso que tenho uma queda (tombão) por livros que tenham algo de mitologia.
    Vou ler o primeiro e depois esse.
    Tb com uma resenha dessas, como resistir heheh
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Tenho um certo receio com livros que usam seres mitológicos, acabo ficando emburrada com muitas mudanças, mas sua resenha foi tão gostosa que fiquei com vontade de conferir

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu comprei esses dois primeiros livros, mas ainda não consegui ler.
    Espero que eu goste dessa história, mas acredito sim que vou curtir essa leitura. Já fiquei interessada nessa leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Estou doida com essa capa!!! Linda demais e me deixou super intrigada.
    Adorei a forma como descreveu Zeus e suas características, sou apaixonada por obras que apresentam mitologia e lendo os comentários já fiquei super feliz que a autora fará uma paralela porém com esse mundo continuando! Acredito que vou gostar muito de acompanhar essa trilogia e a paralela também!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, estou muito interessada na série, mas ainda não consegui ler! Adoro tramas com referências na mitologia grega e sua resenha me deixou ainda mais curiosa! Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Talita.
    Que ótimo que o livro corresponde ao lugar que está ocupando na trilogia. Que ele responde o que o outro livro deixou no ar e no entanto não fecha tudo de uma vez que é para o terceiro encerrar com chave de ouro!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro já está nainha lista e acabei não lendo suas impressões por causa do spoiler. Quero curtir casa frase dele no "escuro". Mas espero curtir a leitura e me aventurar nessa mitologia.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  9. Não li Deus d Rock, mas me arrisquei na resenha, mas sei que para entender melhor sobre uma historia ou resenha precisa conhecer o todo, quem sabe conhecendo o primeiro livro, fique mais facil e interessante o segundo.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  10. Oi Talita, sua linda, tudo bem?
    OMG!!! Estava super curiosa sobre essa série da querida Gisele. Eu vi divulgações no face, mas essa é a primeira resenha que vejo. Ainda não li Deus do Rock, mas depois da sua resenha, quero a trilogia inteira!!! To chocada, é muita maldade o que ele fez, cada um deles pensa que foi abandonado pelo outro. E agora??? Como eles irão ficar juntos? Já vi que irei me apaixonar por todos eles. Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Li o primeiro livro dessa serie, esperava que me prendesse mais, mas não foi isso o que aconteceu.
    Quem sabe quando eu tiver mais tempo, afinal conciliar a vida pessoal, com a vida profissional e as parcerias estão me deixando bem atarefada e com as leituras estritas, sabe como é, né?

    Livros & Tal

    ResponderExcluir