Resenhas

quarta-feira, 29 de março de 2017

:: Resenha 270 :: "Salva por um Cavaleiro", Stephanie Laurens

Sinopse: Londres, 1829.
Impetuosamente sequestrada do baile de noivado de sua irmã Heather Cynster com o Visconde Breckenridge, Eliza desperta em um coche estranho a caminho de Edimburgo… Após passar 3 dias e 3 noites sedada, ela fará de tudo para escapar — nem que precise fingir estar desacordada para enganar seus algozes ao longo do percurso. 
Enquanto percorre os prados escoceses pensando em pergaminhos a serem decifrados e em uma esposa com quem possa compartilhar a vida, o erudito Jeremy Carling é pego de surpresa ao ver uma mulher gritando desesperada de dentro de um coche. Parecia alguma conhecida… Alguém a quem fora apresentado em um salão londrino… Mais precisamente… Eliza Cynster!
Apesar de não ser nenhum herói, e sim um especialista em hieróglifos de grande prestígio, seu código de cavalheiro jamais permitiria ignorar uma dama aflita! Mas o perigo os espreita sorrateiramente na forma de um lorde misterioso que insiste em se apoderar de uma das irmãs Cynster. Um confronto à beira do penhasco colocaria um ponto final aos ardis do vilão oculto? Ou seria o momento certo para Eliza e Jeremy ousarem assumir um amor que nasceu em meio a tantos percalços? 
Em “Salva Por Um Cavalheiro”, Stephanie Laurens presenteia seus leitores com a apaixonante história de Eliza, a segunda irmã Cynster, e Jeremy. Ao longo das estradas, vales e montanhas que ligam Edimburgo a Londres, a autora desenvolve uma narrativa audaciosa com personagens sedutores em uma trama de mistério capaz de prender a atenção até a última página.

Lembra lá no começo do mês quando eu postei a resenha de Conquistada por um Cavalheiro, da Stephanie Laurens? Eu comentei lá que recebemos graças a Frini Georgakopoulos e a Harper Collins Brasil e por sorte, recebemos logo os dois livros dessa trilogia (já quero o terceiro!) e se eu já curti muito o primeiro livro desse trio de irmãs, vou só falar que amei o segundo. E por incrível que pareça, mesmo depois de ler tantos romances de época na sequência, não fiquei saturada e curti muito essa leitura, na realidade, eu amei… de novo!
Em Salva por um Cavalheiro, vamos voltar a Londres de 1829 e conhecer Eliza Cynster, a irmã do meio, aquela considerada a mais diferente das três irmãs. Enquanto Heather era a teimosia em forma de mulher, Eliza é mais delicada, doce, não gosta de longas caminhadas, não sabe andar a cavalo e é a primeira a ser chamada quando precisam de alguém para cantar ou tocar harpa! Ou seja, tudo que Heather e Anglica, a irmã caçula, não são, Eliza é! E vamos acrescentar que ela é muito ingênua, só assim, para descrever uma pessoa que cai na armadilha que ela caiu!! Mas existe algo que ela e as irmãs tem em comum, o sonho de encontrar o seu herói destinado, o homem de suas vidas!

Logicamente, elas chegaram à conclusão de que tais heróis, os cavalheiros certos para elas, não seriam encontrados dentro da órbita na qual deveriam circular, então, elas seguindo a mesma lógica, decidiram estender a busca para aqueles lugares onde os membros da sociedade mais ariscos, mas ainda assim adequados e elegíveis, se reuniam.

Com o desfecho feliz do sequestro de Heather, todo o clã Cynster está empenhado em proteger as irmãs mais novas e elas agora só andam com escolta. E mesmo assim, ao receber um bilhete não assinado de alguém dizendo ser o seu héroi, o que a Eliza faz? Desconfia? Avisa aos irmãos mais velhos? Lembra que a irmã foi sequestrada e o aristocrata misterioso ainda está a solta e querendo levar uma das irmãs Cynster para a Escócia? Nãoooooo! Ela vai até uma sala deserta e é sequestrada! 

Por sorte, no meio do caminho do seu sequestro ela acaba passando por um conhecido da família. Jeremy Carling é um estudioso, um erudito mais conhecido por sua habilidade de se perder em livros antigos e ser distraído, mas que acaba percebendo (na real, ele demora a perceber) que a mocinha que lhe grita socorro na estrada é ninguém menos que Eliza Cynster, e cabe a ele ser o seu cavalheiro em armadura brilhante e resgatar a mocinha das garras do aristocrata misterioso, em uma nova fuga pela Escócia!

Ela mesma teria de se salvar.
O pensamento a fez estremecer. Aventuras não eram o seu forte. Deixava essas coisas para Heather, e ainda mais para Angélica; ela, por outro lado, era a irmã mai calma. A irmã do meio. Aquela que tocava piano e harpa como um anjo e que realmente adorava bordar.

Verdade seja dita, é difícil perceber as diferenças entre os dois livros dessa série se a gente olhar só as sinopses. Novamente temos uma irmã Cynster fugindo pela Escócia com o cavalheiro que vai, fatalmente, demonstrar ser o amor da sua vida, o tal herói que elas tanto sonham encontrar. Não se engane, os livros são sim diferentes! Stephanie consegue fazer personagens tão diferentes que mesmo o mote dos livros serem super parecidos, eu não tive a sensação de repetição, na realidade ficou tão diferente, a fuga, o cenário, que eu até achei esse livro melhor que o anterior!

Os lábios de Eliza se firmaram contra os dele lenta e deliberadamente enquanto o beijava.
Intencionalmente.
Ele correspondeu ao beijo.
O tempo parou. Simplesmente.
Jeremy não conseguia ouvir; não conseguia pensar.

E isso é muito mérito da Stephanie. Como eu disse na resenha do outro livro, ela é considerada uma das grandes damas desse gênero e infelizmente, demorou muito para chegar no Brasil e estamos pegando a família Cynster pelo meio. Pelo que andei pesquisando, esse livro é na realidade o 18º livro da série como um todo e o Jeremy é conhecido de outra série dela chamada Bastion Club. Apesar de isso não atrapalhar na leitura, deixa um gosto de quero mais que é impossível de satisfazer, até porque ainda vai levar um tempinho para o livro da Angelica e eu já estou querendo ele para ontem! 

Nome: Salva Por Um Cavalheiro
Série: As Irmãs Cynster – Nova Geração #2
Autora: Stephanie Laurens
ISBN-13: 9788569514688
ISBN-10: 8569514689
Ano: 2017
Páginas: 352
Editora: HarperCollins Brasil
Compre aqui: Amazon Saraiva
Classificação: 

Sobre a autora: 


Stephanie Laurens é autora número 1 do The New York Times. Ela é uma cientista que começou a escrever romances como forma de fugir da rotina estressante que sua profissão impõe. Logo, o hobby se transformou em carreira. Seus romances, que têm como cenário a Inglaterra do período regencial, se tornararam um grande sucesso em todo o mundo.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Eu quero ler esse livro :( Eu preciso ler!!!!

    Tô te seguindo amor.

    https://lavimoreira.blogspot.com.br ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá Tali!!!
    Amei a resenha!!!
    Quando coloquei na lista, o primeiro livro dessa série, já acrescentei esse... pois já sabia, pela forma q vc falou, q tb série ótimo... Quando souber do próximo, já vou por na lista tb ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir