Resenhas

quarta-feira, 3 de maio de 2017

:: Resenha 284 :: "O Pistoleiro - A Torre Negra vol.1", Stephen King

Sinopse: Este livro é o primeiro dos sete volumes de série A Torre Negra, obra mais ambiciosa do escritor Stephen King. "O Pistoleiro" apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam "seguiu adiante". Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá- lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet - ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu. Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada. Na verdade, sua aventura se estenderá para outros mundos muito além do Mundo Médio, levando-o a realidades que ele jamais sonhara existir. Inteiramente revista pelo autor, esta primeira edição brasileira de "O Pistoleiro" traz também prefácio e introdução inéditos de King.


Olá pessoal,

Eu sou o Bruno e essa é a minha primeira resenha como integrante do time do "Viciados em Leitura". Sim, eu sei, só tem eu de homem aqui e isso não é engraçado. ('#_#')

Então, deixando de lado esse preconceito de vocês, fui inicialmente escalado para falar sobre uma série da qual gosto muito e que com certeza me influenciou muito a começar a escrever fantasia e ficção.

Vou falar um pouco sobre o livro "O Pistoleiro" (original: The Gun Slinger), que é o primeiro livro da série "A Torre Negra" que na minha opinião e também na dele, é a maior e mais ambiciosa obra do "Sr. Stephen King".



Existem várias curiosidades sobre o início da trama e como ela se desenvolveu ao longo de 34 anos. SIM, eu disse TRINTA E QUATRO FUCKING ANOS! ('O_O')

Antes de prosseguir, gravem o número 34, eu gravarei-o na minha perna, em breve. ('^_^')

O Sr. King começou a escrever as histórias do Pistoleiro "Roland Deschain" em 1978 e os cinco capítulos do livro foram primeiramente publicados na revista "The Magazine of Fantasy & Science Fiction":

"The Gunslinger" (Outubro de 1978)
"The Way Station" (Abril de 1980)
"The Oracle and the Mountains" (Fevereiro de 1981)
"The Slow Mutants" (Julho de 1981)
"The Gunslinger and the Dark Man" (Novembro de 1981)

Este livro e seus subsequentes foram inspirados no poema “Childe Roland to the Dark Tower Came”, (Childe Roland à Torre Negra Chega), do escritor Robert Browning, além de conterem inúmeras referências, como por exemplo, às lendas Arthunianas e diversos elementos da cultura pop. Grande parte da história se passa nas Terras Médias, o maravilhoso mundo de J. R. R. Tolkien.

Sim, o Sr. Tolkien de "O Senhor dos Anéis" e de "O Hobbit". 

A primeira publicação do texto integral de "O Pistoleiro" ocorreu em 10 de junho de 1982, mais precisamente, 79 dias antes do nascimento deste que vos fala e 35 dias após o nascimento da minha amada ... 79-35=34. ('$_$')

Foi lançado como uma edição limitada, tendo sua publicação em massa ocorrido apenas em 1988.

Desde então, o livro foi lançado em vários formatos diferentes, incluindo caixas (box temático) contendo os demais volumes da série. Em 2003, o Sr. King revisou a versão original de "O Pistoleiro", acrescentando ou retirando algumas passagens, a fim de manter o primeiro volume coerente com o restante da série que foi escrita ao longo de 34 anos, com pausas MUITO grandes, papo de quase 10 anos entre um livro e outro.

A aventura de Roland começa neste livro, com o pistoleiro seguindo ao encalço do "Homem de Preto", este misterioso homem de preto cruza um deserto nas terras médias e o pistoleiro segue atrás dele, sempre perto, sempre muito próximo de pegá-lo, você chega a sentir o fedor do maldito homem de preto, trazido pelos ventos escaldantes do deserto.

Na minha opinião, a história se inicia com o eterno confronto do bem contra o mal, sendo o homem de preto, obviamente o vilão, a figura que representa o mal e o caos e o pistoleiro, consequentemente, sendo o herói, a figura que representa o bem e a ordem.

O pistoleiro Roland Deschain é o último de sua ordem/linhagem, diferente dos pistoleiros que conhecemos em diversas outras histórias. Nosso herói é uma espécie de cavaleiro andante, como mencionado antes, elucidando a atmosfera "Arthuriana", Roland seria um cavaleiro de uma távola redonda composta por pistoleiros, que foi totalmente extinta, restando apenas ele.

Este homem é um pistoleiro e faz isso muito bem, porque foi treinado para tal, desde a mais tenra idade, todas as coisas que ouviu, aprendeu e treinou incessantemente, levaram-no a tal destino.

Ao longo desta primeira aventura, veremos como Roland encara a vida, através dos olhos de um pistoleiro, conheceremos outros personagens, torceremos por Roland, xingaremos o homem de preto e TALVEZ, eu disse TALVEZ, alguns fãs do Sr. King consigam, assim como eu consegui, pegar no ar vestígios, algumas pistas e entender que este FILHO BATUTA, deste homem de preto já esteve em várias outras obras do mestre, inclusive em filmes que foram adaptados de obras do Sr. King.



Nossa, eu podia falar tanto sobre este livro, mas prefiro aguardar que leiam-o e possamos debater depois, pois ainda teremos outros 6 livros pela frente, fora outros livros de contos sobre a saga da Torre Negra, onde a história começa a tomar proporções gigantescas e maravilhosas. Tenha este livro como o ponto de partida para uma aventura fantástica, o trabalho de uma vida, de um mestre da escrita.

Compreendam como o Sr. King escreve nas Terras Médias, como um verdadeiro fã do Sr. Tolkien, sem plagiá-lo em nada, apenas utilizando um ambiente vasto e maravilhoso que não teve tempo de ser devidamente explorado pelo seu criador.

Tomem partido da história, escolham o lado certo e mantenham suas armas prontas para serem sacadas, não mirem apenas com os olhos e não disparem apenas com os dedos.



Roland acredita que é o último pistoleiro, sim, mas ele não conhece nenhum de nós, ele não conhece ainda, como diria O GAROTO, "Vá, então. Existem outros mundos além deste." Um destes mundos com certeza é o nosso e podemos ser pistoleiros todos os dias, podemos representar o bem e a ordem, nem que seja só pra nós mesmos e para os mais próximos. 

WE CAN BE HEROES!

Algumas observações que gostaria de fazer:

Existem 5 HQs que contam a história antes deste primeiro livro.

O filme que será lançado sobre a Torre Negra é uma continuação da saga inteira, se você ainda não leu o livro e quer assistir o filme, fique a vontade, não vai ter spoiler ou mind fuck.

Eu como "KINGUETE" estava MUITO preocupado pelo pistoleiro ser interpretado por um cara que não tem nada a ver com o personagem descrito nos livros e por alguns personagens não aparecerem, mas depois que fiquei sabendo que na verdade seria uma CONTINUAÇÃO que nunca foi escrita, fiquei bem tranquilo, depois que você ler a saga inteira vai concordar comigo.

Outra coisa, nas versões traduzidas, em determinados momentos falarão sobre "VAGOS" mutantes que na verdade seriam "VAGAROSOS" mutantes, pois são: "The Slow Mutants" (Julho de 1981). Eu li como vagos mutantes e foi algo que eu não entendia muito bem, fiquei achando que eram "vagos" porque apareciam vagamente, mas na verdade são vagarosos, slow, lentos, isso pode ajudar a entender melhor as coisas na primeira vez que lerem.

Bom, essa foi a minha primeira resenha e eu espero que gostem, por favor, sintam-se a vontade para contribuir com a minha evolução resenhística com críticas construtivas. ('^_"')

LONGOS DIAS E BELAS NOITES! 

Título: O Pistoleiro
Título original: The Gun Slinger
Série: A Torre Negra # I
Autor: Stephen King
ISBN-13: 9788581050218
ISBN-10: 8581050212
Ano: 2012
Páginas: 221
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Saraiva
Classificação:



Sobre o autor:


Stephen King era um leitor fanático dos quadrinhos EC's horror comics incluindo Tales from the crypt, que estimulou seu amor pelo terror. Na escola, ele escrevia histórias baseadas nos filmes que assistia e as copiava com a ajuda de seu irmão David. King as vendia aos amigos, mas seus professores desaprovaram e o forçaram a parar. De 1966 a 1971, Stephen estudou Inglês na Universidade do Maine em Orono, onde ele escrevia uma coluna intitulada "King's Garbage Truck" para o jornal estudantil, o Maine Campus. Ele conheceu Tabitha Spruce lá e se casaram em 1971. O período que passou no campus influenciou muito em suas histórias, e os trabalhos que ele aceitava para poder pagar pelos seus estudos inspiraram histórias como "The Mangler" e o romance "Roadwork" (como Richard Bachman).

Comente com o Facebook:

24 comentários:

  1. Oi Bruno, também sou nova por aqui e vou começar a acompanhar o blog, e não, não tenho preconceito por você ser menino haha e vou ficar feliz de acompanhar resenhas como esta por aqui. Não li o livro, não sou uma fã de King, mas senti tua empolgação com a história e fiquei curiosa. O livro parece ser um clássico do autor e toda essa disputa do bem contra o mal, pistoleiro ( que é cavaleiro de uma távola redonda) x homem de preto, torna tudo muito interessante. Acho que essa leitura me tiraria completamente da minha zona de conforto e surpreendentemente pode ser positiva essa mudança de gênero pra mim. Ótima resenha, anotei a dica ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, sejamos então, ambos bem vindos.
      Que bom que gostou da resenha, isso mesmo, saia da sua zona de conforto e venha conhecer esta aventura fantástica. Abraço.

      Excluir
  2. Olá Bruno!!! Bem Vindo!!! Gostei bastante da resenha!!!
    Vai ser bem divertido, ter resenha de um menino no blog e espero q vc fale de outros gêneros tb, seria bem legal!!!
    Nunca li nada do tio King, pq rola um medinho (tá bom, um cagaço forte) dos livros dele, pois sou "menininha de romances", me julguem kkkkkkkk
    Falando do livro...Cara, uma série com 34 anos "GZUIS" "MISERICÓRDIA" é pra matar os fãs de desespero!!! Não aguento esperar meses, imagina décadas...e pra piorar, ainda faltam "6" livros pra acabar...esse homem não poderá morrer, antes de terminar isso, senão a galera q tá esperando, é capaz de morrer junto (de raiva) kkkkkkkk
    Pela empolgação da resenha, parece certeza de coisa boa ;-) ...Vou indicar e quem sabe, quando estiver mais corajosa, embarco nessa tb :-D
    Abraço ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van,
      Vou me aventurar por outros gêneros sim.
      A série já terminou, já foi toda escrita e publicada, inclusive os livros de contos sobre ela, mas foram longos 34 anos desde o início até o "fim?" ... nunca se sabe se foi mesmo o fim.
      Obrigado pela recepção calorosa. E não tema, pra quem acha que o King só escreve terror e suspense, O Pistoleiro é uma ótima oportunidade de conhecer o lado aventura e fantasia do autor.
      Abração querida.

      Excluir
    2. Ufa, q bom q já publicaram...as sequências sempre podem acontecer sim...os fãs já ficam espertos...e posso dizer, q gostei bastante do trailer do Pistoleiro, sei q o filme não chega aos pés do livro, mas pra mim q nunca li nada dele, já é um começo :-D

      Excluir
    3. Só vem pro grupo dos pistoleiros, só vem (^_^)

      Excluir
  3. Já conhecia um pouco desses livros por ver um blog que fazia uma maratona deles, algo assim. Mas não sabia muito da história da criação. Esse é velho heim! 34 anos pra desenvolver uma história e tudo mais é um baita trabalho!
    Confesso que quando conhecia a história não me chamou muita atenção pra ler no momento, mas tenho vontade de ler alguma hora. Tem tanta coisa! Acho legal a ideia de acompanhar a vida do personagem, o que ele aprende ao longo da jornada e também as pistas que vão sendo soltas na trama. Ahh mas adoro isso de ficar ali procurando vestígios, coisinhas que podem se encaixar mais pra frente e etc.
    E não sabia também que aquele personagem aprece em várias outras obras do autor. Gosto muito quando algum autor faz isso. Acho que pra quem é fã e acompanha o trabalho dele é uma das coisas mais legais que um autor pode fazer com suas obras.
    Fiquei interessada em ver o tal filme também. Quem saber não dá aquela vontade de ler que me falta né, o bendito impulso da curiosidade. Vamos ver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiane,
      Quando começar a ler não vai querer parar até terminar de ler os sete livros, os 3 livros de contos e os 5 quadrinhos que contam a história antes do primeiro livro ^_^
      Meu conselho é, LEIA rsrsrs com certeza vai gostar muito.
      O segundo livro é melhor que o primeiro, o terceiro é melhor que o segundo ... dá pra imaginar?
      Um abraço.

      Excluir
  4. Bom dia! Que interessante essa resenha, foge muito do que costumo ler. Apesar de ser blogueira literária e sempre estar lendo, eu nunca li nenhum livro dele.
    Foi diferente apesar da base herói/vilão. Depois vou pesquisar mais sobre essa série. Quero conhecer. E o filme eu pretendo ver, bom que não está vinculado aos anteriores, rs.
    Obrigada pela dica e resenha, a única ressalva é que eu achei longa, mas é uma coisa minha. Se seu jeito de escrever é assim, ótimo! ��
    Que venham mais e mais aventuras no mundo literário. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fernanda Corrêa,
      Achei até que ficou curta, poderia ter falado muito mais, mas é melhor lerem primeiro para depois termos bastante o que debater.
      Abraço.

      Excluir
  5. Boa noite, Bruno!
    Achei muito interessante e dinâmica sua resenha. Gostei de conhecer mais sobre a história dessa série que já tinha ouvido falar, além de ficar por dentro de várias curiosidades sobre a mesma. Até agora, só li um livro do Stephen King, Joyland, e posso dizer que gostei bastante da escrita do autor, fiquei curioso para ler o livro resenhado. Toda a história envolvendo os pistoleiros e o Homem de Preto me deixaram curioso para lê-lo logo.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Dan Igor,
      LEIA rsrsrs Leia todos eles, vai gostar muito e vou ter com quem conversar a respeito ^_^
      Abraço.

      Excluir
  6. Seja bem vindo, e posso te dizer que fiquei feliz em saber que teremos muitas resenhas por aqui na visão masculina, porque na maioria das vezes são feitas por meninas, garotas, mulheres, enfim, vamos poder ter oportunidade de conhecer novos autores, e gêneros. Tenho interesse em alguns livros do autor, porém essa obra em contra partida não me interessou tanto, talvez seja por aborda um gênero que não costumo ler, e não me despertou interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Lana,
      Só pra colocar uma pontinha de uma curiosidade, tem "pistoleira", sim mulher, no decorrer da história.
      Abraço.

      Excluir
  7. Oi Bruno.
    Primeiramente seja bem-vindo, desejo muito sucesso para você nessa nova fase de sua vida.
    Eu sempre tive muita curiosidade sobre ler os livros do Stephen King, mas sempre fui meia medrosa e quando leio livros assim, costumo não dormir muito bem.
    Entretanto tenho que dizer que amei essa premissa e fiquei bastante curiosa para ler.
    P.S. 34 anos é muita coisa hem.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marlene,
      Então, este livro é uma das obras do King que podemos dizer que tem muito mais aventura e fantasia do que suspense e terror. Talvez seja a oportunidade de ler o mestre do terror navegando em águas um pouco diferentes e volto a lembrar que segundo ele mesmo, esta é "a obra de sua vida".
      Abraço.

      Excluir
  8. Oi Bruno!
    Seja bem vindo guri! Apesar de ainda não ter lido nada do mestre King (estou com o livro Mr Mercedes para começar a ler), já o considero pakas haha.
    Você falou com tanta paixão desse livro que me sinto obrigada a ler também (kkk).
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Priscila,
      LEIA SIM *___*
      Eu sou suspeito para falar, mas o mais importante é que o segundo livro é melhor que o primeiro, o terceiro é melhor que o segundo e eu estou ansioso para a próxima resenha.
      Abraço.

      Excluir
  9. Oieeee, um homi no blog genteeee!!! rsrsrsrs
    Bruno bem vindo a blogosfera!!! Agora vamos ao que interessa.... Mr. King!!!
    Esse homem é danado demais, muito difícil alguma coisa dele que não seja boa, apesar de nem tudo me agradar 100%. Agora vamos a Heresia da noite: Não li A Torre Negra.
    Mas já estou me preparando para assistir a adaptação cinematográfica. Idris Elba, pra mim, já é garanti de filme bom. Se eles acertarem na dose, tenho certeza que o filme será excelente.
    Sua dica está anotada, ok?!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca Anastacia, 500 anos depois vim aqui responder. Sorry. Preciso configurar isso aqui pra me enviar email quando houver algum comentário. Mas então, só volte a falar comigo depois de ter lido toda a saga ... kkkkkkk sacanagem. Tenho certeza que um dia tu vai ler e vai se amarrar. Honrado por ter anotado minha dica. Beijos.

      Excluir
  10. Oi!
    Já tinha visto esse livro antes, mas realmente não conhecia a historia por trás desse livro, só espero que esse moda de lançar livros de serie de anos em anos não pegue, quando tenho que esperar um ano pelo lançamento, já fico toda ansiosa para saber como vai ser a continuação, imagina esperar anos, mas achei bem interessante todo esse enrendo do livro e fiquei muito curiosa para conhecer essa serie do King !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzana, neste caso todos já foram lançados, então não vai precisar ficar esperando, aproveita (^_^)

      Excluir
  11. Oi Bruno, tudo bem? ;)
    Parabéns pela primeira resenha no blog!
    Infelizmente nunca li nada do Stephen :/
    Queria começar lendo Carrie, que já está na lista de leitura faz um tempo.
    Vou ver se consigo ler A Torre Negra antes de ver a adaptação!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabela, tudo ótimo!
      Carrie é bem bacana, todos os livros do King estão ligados de alguma forma e os poderes da Carrie seriam uma espécie de "toque", assim como os pistoleiros tem, "o toque" pode vir de várias formas diferentes, no caso da Carrie, é uma telecinésia MUITO forte e descontrolada. Mas na saga da Torre veremos o toque de diversas outras formas, como clarividência, hipnose e telepatia. Leia sim, você vai adorar, tenho certeza. Desculpe a demora na resposta, estamos na maior correria com mudança em casa e no trabalho também.
      Beijos.

      Excluir