Resenhas

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

:: Resenha 313 :: "A chama dentro de nós", Brittainy C. Cherry



Sinopse: Logan Silverstone e Alyssa Walters não têm nada em comum. Ele passa os dias contando centavos para pagar o aluguel, sofrendo com a rejeição dos pais e tentando encontrar um rumo para sua vida caótica. Ela, por outro lado, parece ter um futuro brilhante pela frente. Um dia, porém, um simples gesto dá origem a uma improvável amizade. Ao longo dos anos, o sentimento que os une se transforma em algo até então desconhecido para os dois. Alyssa e Logan não conseguem resistir à atração que sempre sentiram um pelo outro e finalmente descobrem o amor. Mas uma tragédia promete separá-los para sempre. Ou pelo menos é isso que eles pensam. Seriam as reviravoltas do destino e as feridas do coração capazes de apagar para sempre a chama que há dentro deles.


Depois de uma longa ressaca literária, onde eu pegava diversos livros mas a leitura não rendia, finalmente peguei A Chama Dentro de Nós (segundo livro da série #Elementos) e a leitura fluiu espontaneamente. Esse é um dos dons da escrita da Brittainy C. Cherry. A mulher sabe como criar uma estória envolvente, com personagens cativantes, independente de quem seja, com diálogos fluidos e interessantes.



De cara conhecemos Logan e Alyssa. Dois jovens que se conhecem no supermercado e diante da coincidência que, seus irmãos namoram, criam um vínculo bonito, e começam uma amizade muito firme. De antemão já lhes apresento duas situações que podem ser um obstáculo para sua leitura:

Amizade entre homem e mulher. Se você não acredita que seja capaz acontecer uma amizade entre homem e mulher, sobretudo dois jovens, que aparentemente sentem atração um pelo outro, estão sempre juntos (dormem até na mesma cama às vezes ), durante uns 3 anos sem que role nada… você pode ficar um pouco incomodado com o começo da leitura desse livro.

Se você está enjoado de ler livros New Adult, onde os protagonistas tem pais negligentes, idiotas e ferrados, então nem comece essa leitura. Acredite, eu gosto disso. E creio que esse seja o gás do livro. Afinal, é romance jovem, quem gosta já sabe que se trata de várias problemáticas além de romance.

 " Ela ia a igreja, enquanto eu fumava maconha na esquina. Ela acreditava em Deus, enquanto eu, enfrentava meus próprios demônios. Ela tinha um futuro, enquanto eu, de alguma forma, parecia preso no passado" (Pag.: 19)


Alyssa é uma jovem pianista cheia de sonhos que tem tudo pra ser feliz, mas sua felicidade não está completa porque sua mãe é uma chata de galocha e seu pai é um mala sem alça, como ela mesmo chama. Já Logan tem uma vida um pouco mais complicada, além de ser ferrado de grana, é viciado em drogas, por influência dos pais. Sua mãe é uma dependente química que apanha constantemente do pai de Logan que é uma espécie de chefão da máfia.

 " Ele tinha medo de que alguém descobrisse seu amor, porque a vida lhe havia ensinado que esse sentimento não era um prêmio, mas uma arma. E ele estava cansado de ser ferido." Pag.: 83

Em O Ar Que Ele Respira, primeiro livro da série, Elizabeth e Tristan (você encontra a resenha aqui) dividem a mesma dor de perder as pessoas que amam, já nesse livro, os personagens dividem os traumas familiares. Daí você já tem uma boa ideia do que vem pela frente. Na primeira parte do livro vemos a amizade se transformando em amor. Já não posso falar dos rumos que a estória toma, pois seria spoiler. Só posso dizer que acompanharemos os personagens mais maduros.


É incrível como essa autora nos tira suspiros, lágrimas, sorrisos e a paciência, tudo no mesmo livro. Às vezes acho que mais de uma pessoa escreveu o referido livro. Por que não pode ser, gente!

" - A casa não precisa de tantos reparos assim - argumentei.
  - Aly - resmungou Lori, levando as mãos ao rosto. - A última vez que fui até sua casa para beber com você, usei o banheiro e não fechei a porta. Sabe por quê? porque não tinha porta!." (Pag.: 155)


 Algo que eu adorei acompanhar foi a relação de Logan com seu irmão Kellan, e a relação de Kellan com Erika, irmã de Alyssa. A autora encaixou a estória de ambos tão bem, que na minha opinião, roubou a cena.

Assim como em O Ar Que Ele Respira, senti um pouco o empoderamento masculino. Como assim Brena? Os personagens masculinos estão lá sendo os tremendos idiotas, mas as mocinhas estão lambendo o chão que eles pisam. Realmente espero que nos próximos dois livros o jogo vire um pouquinho.


A serie é composta por quatro livros. O Ar Que Ele Respira, A Chama Dentro de Nós, The silent waters e The gravity of us. Os dois últimos ainda não foram lançados no Brasil.


A Chama Dentro de Nós de fato é um livro grande, porém, gostoso de ler. O final foi um tanto corrido. Acho que a autora deveria ter esclarecido melhor algumas coisas que ficaram meio que no ar. Mas não deixo de recomendar a leitura.

Título: A Chama Dentro de Nós
Série: Elementos # 2
Autora: Brittainy C. Cherry
Faixa de preço (Skoob): R$ 17,90 até R$ 32,90
ISBN-13: 9788501109484
ISBN-10: 8501109487
Ano: 2017
Páginas: 322
Editora: Record
Compre aqui: Saraiva
Skoob
Classificação:



Sobre a autora:


Brittainy C. Cherry é formada em artes cênicas, com especialização em escrita criativa pela Carroll University, em Wisconsin. Quando não está escrevendo, adora brincar com seus bichinhos de estimação. Ela mora com a família em Milwaukee, Wisconsin.

Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. Oi Brena, eu amei O ar que ele respira, pois consegui me conectar com ambos os protagonistas e achei a leitura super fluida, mas o mesmo não aconteceu com A chama dentre de nós, a leitura ainda é fluida, mas Logan me irritou demais haha, contudo é uma boa história, e mesmo não tendo amado o protagonista achei uma leitura super válida e quero muito dar continuidade a série.

    P.S: Primeira vez que escuto o termo "empoderamento masculino" kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili! Também gostei mais de O Ar que ele respira. Mas como você mesma falou, esse livro é fluido e super facilita. Empoderamento masculino foi o que veio na minha cabeça haha ;) :*

      Excluir
  2. Olá Brena!!!
    Adorei a resenha!!!
    Esse eu já li e posso dizer q gostei muito, mas não amei...e sobre o final ser corrido, concordo plenamente!!!
    O casal de O Ar q ele respira, me prendeu mais e acho q por isso amei, não sei se pelo drama, ou pela história...Mas como eu Amoooooo a escrita da Brittainy, seu q vou gostar muito, ou amar os outros dois q estão vindo por ai...não gostar, nem passa a ser cogitado kkkkkkk
    Q venham os próximos <3 <3
    Bjs :-*

    ResponderExcluir