Resenhas

domingo, 17 de setembro de 2017

XVIII Bienal Internacional do Livro Rio



E a Bienal Internacional do Livro Rio acabou. Buáááá!!! Ela acabou domingo passado e eu passei a semana inteira num bode só, na maior DPB - depressão pós Bienal! ó__Ò

A edição deste ano aconteceu entre os dias 31 de agosto e 10 de setembro, ou seja, foram oooonze dias intensos que bateu o record de público, recebendo 680 mil fanáticos por livros, superando a estimativa da organização que era de 600 mil visitantes.

Este ano - com credencial garantida - eu fui nos dias 01 sex, 02 sáb, 03 dom, 06 qua, 07 qui e 08 sex. E se pudesse e tivesse disposição, teria ido toooodos os dias!!!!

Neste post eu conto pra vocês como foi a minha XVIII Bienal Internacional do Livro Rio. ;)

Esse ano, ir para a Bienal estava mamão com açúcar! Eu pegava o BRT na porta de casa e descia na boca do Rio Centro, uma coisa linda de meu Deus! Pena eu sentia do povo que ia de carro, que pegava aquele trânsito louco que só a Barra tem, e ainda tinha que morrer em 25 contos pra pagar o estacionamento. E já que eu toquei no assunto valores... cara, 25 reais de estacionamento e 24 de ingresso é fogo, hein? Esse ano eles pegaram pesado! Aliás, a organização, passa ano, entra ano, eles não aprendem, ainda tem muita coisa pra melhorar, principalmente a questão das senhas para pegar autógrafo dos autores. Gente, segue o esquema de senhas online e antecipadas como a Bienal de SP! Isso vai evitar tanto estresse! 

Falando nisso, esse ano eu estava bem preguiçosa, vou confessar. Queria muito pegar o autógrafo da Abbi Glines, mas esse ano eu não estava disposta a acordar cedo, madrugar pra chegar lá e sair correndo feito uma louca pra pegar senha. Simplesmente não estava na vibe. O bom é que mesmo sem enfrentar essas loucuras, eu consegui foto com várias autoras e até autógrafo. Weeee! \o/

Eu e Cristina Valori (foto 1), Ziraldo, Bruno e eu (foto 2), Eu e Jenny Han (foto 3), Paula Hawkins, eu e Frini (foto 4), Eu e Danilo Barbosa (foto 5), M.S. Fayes e eu (foto 6), Eu e Abbi Glines (foto 7), Bruno e Abbi Glines (foto 8). 

Dia 01, sexta, estava bem tranquilo. Assim que eu cheguei eu encontrei as minhas queridas amigas, Iris, do blog Fadas Literárias e a Anastacia, do Notas Literárias, que estava com a talentosíssima diagramadora, preparadora de textos e tradutora, Cristiane Saavedra. Aí a Ana e a Cris foram comer e eu fui dar um rolézinho com a Iris. Deu pra tirar várias fotos legais nos cenários que as editoras criaram em seus estandes. Deu até pra tirar foto no trono de ferro, coisa que eu nuuuunca consegui em Bienal alguma por conta das filas imensas.

Eu encontrei a nossa parceira linda Cristina Valori, que estava lançando o seu mais novo trabalho, Notas de Amor - que eu até indiquei para o desafio literário deste mês por ter uma playlist maravilhosa! 

Nós conhecemos a Jô Ribes, que veio mostrar o catálogo da Editora Melhoramentos e falar um pouquinho do Instituto Pró-Livro, que abriu inscrição para a 2ª edição do Prêmio Retratos da Leitura. O Retrato da Leitura no Brasil é o maior e mais completo estudo sobre o comportamento leitor do brasileiro. Motivado pela missão de transformar o Brasil em um país de leitores e pelo compromisso de investir em ações para melhorar os indicadores de leitura revelados pela pesquisa, o IPL lançou a Plataforma Pró-Livro, com o objetivo de mapear, valorizar e difundir as iniciativas de incentivo à leitura que acontecem nos diversos rincões Brasil afora.

A Jô também nos deu a grande oportunidade de no sábado, dia 02, entrevistar nada mais, nada menos, do que o grande Ziraldo. Foi incrível e vocês vão poder conferir aí no vídeo:


Fica aqui o nosso muuuito obrigada à Jô por esse momento inesquecível!!!

Bem, com a baita oportunidade de estar na sala dos autores - e que sala maravilhosa, minha gente - eu nem preciso dizer o quanto eu surtei quando de repente entra Paula Hawkins e minutos depois, Jenny Han. Foi aí que eu consegui tirar as selfs com essas duas grandes autoras, e também com a Frini Georgakopoulos que estava conversando com a Paula - sente o nível de intimidade hahaha. Olha ela falando que eu ri dela falando "Eu faço parte dessa história":


Uma graça, né? Hahahah! ^__^=

Ainda na sexta rolou um evento muito bacana no estande da The Gift Box, sobre Sensation, da Kimberly Knight, apresentado pela Anastacia, que arrebentou! E em seguida rolou o Encontro de Blogueiros da Universo dos Livros. Foi bem legal porque ficamos por dentro dos futuros lançamentos da editora - vai ter Vanir da Lena Valenti, genteeeeeee - ganhamos brindes incríveis e ainda rolou sorteio de vários livros.


Novidades Universo dos Livros

No sábado dia 2 foi a vez do Encontro de Blogs Parceiros da Editora Arqueiro. Tivemos sorteios, ficamos sabendo dos próximos lançamentos e o LACRE MASTER - sim, em maiúsculas gritantes - foi a presença da diva Abbi Glines. Não rolou autógrafo para os parceiros - buááá -, mas rolou um bate papo super legal e cada um pôde tirar foto ao lado da diva. O coração ficou como? Muita emoção nessa Bienal, minha gente!

Domingo foi um dia mais tranquilo, meus pais foram, minha cunhada e afilhada também, então eu fiquei mais com eles e não me prendi aos eventos. O único que eu resolvi encarar, foi já no final do dia, pra ver a linda e simpaticíssima, Leisa Rayven.

Mamis, Aline Sant'Ana e eu (foto 1), Eu e Gisele Souza (foto 2), Eu e Leisa Reyvan (foto 3), Cinthia Freite e eu (foto 4), Raiza Varella e eu (foto 5), Babi A. Sette e eu (foto 6), Camila Moreira, Eu e A.C. Meyer (foto 7), Lucy Vargas e eu (foto 8), Eu e J.C. Ponzi (foto 9).

Quarta dia 6 também foi um dia bem tranquilo, cheguei lá no meio da tarde até porque eu só tinha compromisso às 18h. Fui convidada pela nossa parceirona, Universo dos Livros, pra mediar o Encontro de Fãs de Midnight Breed, no es-tan-de da e-di-to-ra!! Sente o lacreeeee! Foi muito legal, apesar do meu nervosismos hahaha, mas foi uma experiência e tanto, e a presença dos amigos deixou tudo melhor ainda. Valeu, galera, pela força sempre!

Encontro de Fãs Midnight Breed - Universo dos Livros


Como eu comentei lá no começo, a organização sempre dá uns moles. Os valores estavam altos demais, há sempre aqueles funcionários que em nada ajudam, e nesta edição a chamada Arena #SemFiltro que estava dentro do Pavilhão Verde, atrapalhou muuuito os estandes próximos. Quando rolava evento dentro da arena e ao mesmo tempo algum evento num estande de fora, não se ouvia nada por conta de toda a gritaria dentro da arena. É um caso a se pensar para as próximas edições. Esse tipo de arena é melhor ficar do lado de fora, ou talvez, quem sabe, se for pra manter dentro do Pavilhão Verde, que seja afastada dos estandes, deixando a praça de alimentação entre eles, talvez assim já dê um jeito.

Mas eu preciso dizer que essa Bienal foi diferente e foi muito especial. Arrisco dizer que, para mim, foi a melhor dos últimos anos. O Bruno esteve comigo todos os dias, fiquei com minhas amigas, pude me aproximar de amigos blogueiros que tinha mais contato somente pela internet, pude rever autores nacionais queridos, parceiros ou não do blog. E mesmo que você não esteja querendo gastar muito, como foi o meu caso esse ano hehehehe, a Bienal por si só é um lugar mágico para nós, viciados em leitura. A possibilidade de estar cercada de livros, de editoras que a gente adora, de autores que a gente admira, ter aquela sorte de encontrar edições que muitas vezes não encontramos em livrarias ou até mesmo pela internet, tudo isso, só a Bienal nos proporciona. E pode ser cansativo pra caceeeete, mas é bom demais ir em vários dias. Teve dias que eu fui e não comprei nada, juro, mas só de estar com os meus amigos, só de encontrar autores que hoje eu considero amigos, só de trocar abraços, papos, risadas, tirar fotos, ficar largada no chão batendo papo, nossa, vale muito a pena, é bom demais!! Quando termina bate até uma dor no coração, porque temos que esperar um ou dois anos até a próxima. Sim, um, porque o vício é tanto que a gente já pensa em ir pra São Paulo.

Sim! ❤

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Amei as fotos Bianca *__* A Bienal parece ter sido super divertido pra ti e fico feliz, deve ser maravilhoso, encontrar autores, amigos e se divertir no evento e 680 mil é muito gente, é bom ver como a bienal faz sucesso ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sim, Lili. É sempre muito bom, mas esse ano foi a melhor, com certeza. ;)

      Excluir
  2. Ahhhh Bia que postagem linda!! A Bienal realmente foi sensacional.
    Estar com os amigos foi a melhor parte com certeza.
    São Paulo nos aguarde em 2018 rsrsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amore!!! Foi bom demais, né? A DPB ainda ta aqui rsrsrs.
      E bora pra Sampa!!!!! \o/
      Bjo

      Excluir
  3. Ainnn, adorei!!! Bienal é muito mágica mesmo! Os dias pós-Bienal foram tão estranhos, hahaha. E até quando a gente se desgasta, qnd passa horas na fila pra pegar um autógrafo, por exemplo, vem aquela sensação no final de "valeu a pena". Essa Bienal foi muito especial e sim, fazemos parte dessa história. Que orgulho!!! <3

    ResponderExcluir
  4. Olá Bia!!!
    Queria Mais q Muitooooo ter ido :'-( ...esse é o problema de estar longe!!!
    Ameiiii essa postagem!!! Só vi amor nessas fotos <3
    Espero q consiga ir na de SP e q esteja tão boa quanto a do Rio ;-) e q consigamos nos encontrar <3 <3
    Bjs :-*

    ResponderExcluir