Resenhas

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

:: Resenha 330 :: “1+1 - A Matemática do Amor”, Vinícius Grossos e Augusto Alvarenga




Sinopse: Lucas e Bernardo são dois garotos, melhores amigos um do outro de toda a vida. De repente, recebem a notícia de que Bernardo irá se mudar com a família para outro país. Nesse momento, cada um a seu modo, percebe como valiosa era aquela amizade, algo que não queriam perder. Bernardo reage mal e se revolta. Lucas tenta transformar cada dia que resta com o amigo na melhor experiência de suas vidas. Ele escreve uma lista de coisas para fazer e pretende cumprir uma por uma, em todos os detalhes. Mas, a cada dia, o fantasma da separação os assombra com um cronômetro lembrando que o tempo se esgota e, ainda assim, os dois passam por grandes momentos juntos. Então os meninos percebem que há algo mais entre eles... um sentimento profundo, que não conseguem explicar e tornam todas aquelas experiências ainda mais intensas. Mas o que fazer com tudo isso quando se tem apenas 16 anos?






Oi, oi, oi! Hoje venho falar sobre um livro muito amorzinho que eu acabei de ler. Ele é diferente de tudo o que eu tenho costume de ler e no começo da leitura eu confesso que fiquei com medo de achar ele bobo e não curtir, mas eu suuuper me enganei, graças a Deus. Cheguei ao final do livro rapidinho porque ele me conquistou e me prendeu. Cheguei ao final me debulhando em lágrimas e querendo ser amiga de Lucas e Bernardo. <3

Em 1+1 - A Matemática do Amor, Vinícius e Augusto trazem pra gente a história de Lucas e Bernardo. Eles são amigos a vida inteira, pois seus pais são grandes amigos e as mães deles ficaram grávidas praticamente na mesma época. Hoje, eles são dois rapazes de 16 anos, iniciando aquele período maravilhoso chamado FÉRIAS! Só que tem um probleminha aí… No final dessas férias, Bernardo se mudará para Portugal!

Tanto Lucas quanto Bernardo se veem desesperados, porque eles simplesmente não se imaginam separados e longe um do outro. Lucas resolve então que esses últimos dias serão únicos e maravilhosos, bolando uma lista de coisas para os dois fazeres, aproveitando ao máximo o tempo que terão juntos. Bernardo, como qualquer adolescente dessa idade, se vê revoltado, puto na verdade, chamando os pais de egoístas por irem para tão longe fazendo ele largar toda a sua vida aqui.

Então a gente vai acompanhando esses últimas dias que eles passarão juntos, vamos ver essa amizade linda, forte e profunda que eles têm, e vamos, claro, descobrindo que tem muito mais ali, além daquela bonita amizade. Há um amor enorme, ao qual eles nem se dão conta.

Narrado em primeira pessoa, alternando os capítulos entre os dois, a gente vai curtindo todos os momentos com eles, mas também vamos passar certos momentos de tensão e vamos até chorar. Bom, pelo menos eu chorei um bocado na reta final do livro. Em certos momentos eu tive até que parar de ler, dar aquela respirada, pra só depois retornar à leitura.

Infelizmente, a gente sabe, ainda há muito preconceito no mundo, e as coisas pelas quais esses meninos passam é de tirar qualquer um do sério. É um misto de sentimentos, porque você tem pena, tem raiva, você se sente impotente até. Não é fácil, não.

Esse foi o primeiro livro dos meninos que eu li e achei bem gostosinha a escrita deles. Também foi o primeiro livro da nossa parceira Faro Editorial que eu li, e eu adorei a diagramação. As ilustrações dão todo um charme ao livro, eu achei uma graça.

1+1 - A Matemática do Amor é um belíssimo livro sobre amizade, respeito ao próximo e às diferenças, amor, cumplicidade e descobertas, que vale muito a pena ser lido por todos, principalmente pelos que precisam aprender que o amor é maior que pensamentos pequenos, maior que o preconceito, maior e mais importante do que tudo.

"Eu nunca fizera nada de ruim a ninguém. Nunca briguei com ninguém, nunca gritei ou desrespeitei. Na escola, andava com o Bernardo e com algumas meninas que queriam minha companhia. Na rua, nem mesmo olhava para os lados com maldade ou impaciência. Jamais ofendi ninguém, nunca roubei, nunca matei. Meu crime fora o amor. Quando foi que amar se tornou um crime? Quando foi que deram permissão para pessoas comuns julgarem as diferenças e condená-las a sentir a violência de suas mãos e pés? Quando a vida daquela gente se tornara tão desinteressante a ponto de começarem a reparar em mim? E quando repararam, por que nunca viram as coisas boas que existem em mim? Quer dizer, existem coisas boas em mim, certo? Tem que existir, caso contrário, qual o propósito de eu estar neste mundo?"

E aí, alguém já leu esse livro ou ficou com vontade de ler??? Agora pra quem leu... Só eu vi o Bernardo no Vinícius Grossos e o Lucas no Augusto Alvarenga? rsrsrs Gente! Inevitável! rsrs


Título: 1+1 - A Matemática do Amor
ISBN-13: 9788562409691
ISBN-10: 8562409693
Ano: 2016
Páginas: 256
Editora: Faro Editorial
Compre aqui: Americanas, Amazon
Classificação:

 Sobre os autores:


Vinícius nasceu no estado do Rio de Janeiro e quando pequeno, tinha o sonho de trabalhar em uma livraria apenas para poder ler tudo o que fosse possível. Aos sete anos, escreveu e ilustrou seu primeiro livrinho e desde então não parou mais. Já participou de algumas antologias e concursos audiovisuais, sendo Sereia Negra seu primeiro livro publicado. Atualmente mora em Juiz de Fora, Minas Gerais, onde estuda jornalismo.


Augusto tem 22 anos e seis livros publicados – quatro próprios e duas antologias. Nascido em João Monlevade no interior de Minas, mora hoje em Belo Horizonte e é viciado em histórias – lidas, escritas, vistas ou contadas. Apaixonado por romances e por histórias encorajadoras, seu maior desejo é conseguir tocar, cada dia mais, o coração das pessoas com suas palavras e páginas.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Oi Bia, ainda não tive a oportunidade de ler esse livro mas curti a resenha super positiva dele e pra o primeiro livro dos autores e da editora em parceria que você lê começou com o pé direito rsrs. Pelo que vi na resenha o livro é simples mas desperta muitas emoções e livros que conseguem fazer o leitor oscilar entre o riso e o choro são muito bons. Ótima resenha *__*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lili! Ele é isso tudo sim, se tiver a oportunidade de ler, leia! Vale muito a pena. ;)

      Excluir
  2. Oii. Que livro lindo. A história parece ser muito boa e real.
    Essa sinopse já me deixou muito curiosa. Adoro ler livros nesse estilo.
    Mesmos sendo uma leitura leve e simples parece que desperta muitas emoções.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bia!!! Fiquei mega curiosa para ler esse livro. Adorei sua resenha Bia, e minha vontade e sair agora mesmo e comprar esse livro!!! Quero pra ontem, kkkkkkk.
    Obrigada pela dica Bia 😘😘😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah compra sim pq vale a pena a leitura. Vc vai gostar. <3

      Excluir
  4. Confesso que tenho um certo receio de ler livros com essa pegada.
    Mas ando vendo diversos comentários positivos e quem sabe leia algum em breve.
    Fiquei interessada por esse título. Parece ser uma história muito bem construída.
    Sua resenha me deixou curiosa!
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, eu super entendo o seu receio, mas pode ficar de boa pq a maneira como eles contaram a história deixou o livro muito tranquilo de ler. E são coisas que a gente vê muito nos dias de hoje, tanto o lado bom quanto o ruim. Tenta ler sim. :)

      Excluir
  5. Olá Bia!!!
    Ameiii a resenha!!!
    Não li nada desse genero, desses autores e tb é a primeira vez q vejo falar neles, acho q por estar pouco tempo no mundo da leitura e tb, por ver mais autoras do sexo feminino...Mas desejo muito, ler alguma escrita do sexo masculino tb (estou gostando de sair da zona de conforto)...Fiquei mega curiosa com essa história e essa frase no final, já apertou meu coração, como sou manteiga, já sei q vou me emocionar quando ler, pq sim/com certeza, esse livro vai pra imensa lista <3 ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  6. Eu acho essa capa a coisa mais fofa desse mundo! Só por ela dá a maior vontade de ter o livro *-*
    Pela sua resenha me pareceu um livro gostoso de ler - mesmo com a parte que leva as lagrimas - e bem o meu estilo de livro. Não sei se faz sentido ou não, mas me lembrou um pouquinho dos livros do Levithan (que eu adoro!) então por isso, entrou para a lista infinita de 'quero ler'.
    É tão revoltante pensar que em pleno 2017 ainda temos tanto preconceito nesse mundo... Já era para o ser humano ter evoluido um pouco mais, né? Acho super relevante e importante livros que tocam nesses assuntos!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro. Não é o tipo de història que leio e ao meu ver parece muito parado e para mim o livro tem que ser mais dinâmico para eu não dormir.

    ResponderExcluir