Resenhas

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

:: Resenha 367 :: "O Bebê de Bridget Jones - Os Diários", Helen Fielding


Sinopse: Depois de muita pressão dos amigos e familiares (e do seu próprio relógio biológico), Bridget está grávida! Como não poderia deixar de ser, esse não era exatamente o seu plano. Agora, ela vai ter que enfrentar os mil conselhos das amigas solteiras (e frequentemente bêbadas), assim como os de mães esnobes e cheias de regras. E, entre aulas de maternidade, toques de romantismo, batatas gratinadas, ondas de hormônios e muita felicidade, ainda vai precisar encontrar a resposta para a pergunta que todos parecem fazer: “Quem é o pai?”.

Oi amores, enfim chegamos ao último livro da série Bridget Jones, o mais recente deles, aquele que virou o filme que estava nos cinemas no final de 2016! Mas não se engane, o livro é o filme possuem algumas diferenças e por isso eu fiz questão de não ver o filme até agora para poder resenhar somente o livro. Bridget continua sendo Bridget! Ou seja, atrapalhada, inconsequente, enrolada e compulsiva por comida (em especial batata recheada) só que agora ela se meteu em uma confusão sem tamanho!! Quer saber qual? Então vem aqui, clica no Leia Mais e vamos de resenha de chik-lit!

Essa história é contada em pedaços, é a própria Bridget que está separando alguns pedaços do seu diário para que o seu filho os leia no futuro. Temporalmente falando, essas passagens acontecem mais ou menos 5 anos depois de No Limite da Razão, e mais uma vez um mal entendido entre Bridget e Mark, envolvendo Daniel, faz o caminho dos três se separar. Bridget, agora com quase 40 anos, é uma produtora de Tv com uma certa estabilidade no emprego, madrinha de várias crianças das suas amigas casadas e ainda boa companhia para as amigas solteiras. E é justamente em mais um batizado onde Bridget vai ser madrinha que a nossa história começa a se movimentar.

A caminho da igreja a nossa protagonista descobre que o padrinho será ninguém menos que Mark Darcy e ele está recentemente divorciado. Alguns muitos drinks e vinhos depois, os dois acabam no mesmo quarto de hotel em uma noite louca só para terminar de uma maneira nada agradável para Bridget. E como o destino tem das suas, alguns dias depois quem reaparece na vida da Bridget?

A verdade é que, assim como existe uma diferença entre como as pessoas pensam que deveriam ser e como de fato são, existe uma diferença entre como acham que deveriam viver e como de fato vivem.

Sim, Daniel Cleaver está na área e também não está mais casado… Já fez as contas? Pois é, a combinação drinks e rejeição levam Bridget direto para os braços de Daniel! O problema? Semanas depois Bridget está surtando com a possibilidade de ter entrado na menopausa mais cedo quando uma amiga sugere um teste de gravidez. É claro que a Bridget não pensou nessa possibilidade, afinal ela estava usando camisinhas. Camisinhas biodegradáveis (para salvar os golfinhos) e adivinha só? VENCIDAS! Ela usou camisinhas fora da data da validade e agora se encontra grávida de… Mark ou Daniel? Quem é o pai do bebê de Bridget Jones? Para descobrir só lendo!

"Sexo com ex não conta", ela decretou.
"Foi exatamente o que Miranda falou! Por quê?"
"Porque é uma relação que já está cagada."
"Então eu já sei que não passei na prova?"

Olhando lá no final da resenha vocês vão ver que esse livro só tem aproximadamente 200 páginas, ou seja, foi um livro bem curto e muito rápido de ler. Eu comecei e terminei ele no mesmo dia, tudo bem que esse dia foi algo atípico e eu não trabalhei e estava com a manhã sem fazer nada além de ler, mesmo assim, é um livro rápido e isso conta muito a favor da história. Como ela passa rápido não dá tempo de focar nos pontos que mais me chatearam no livro anterior, como a falta de maturidade da Bridget, e sim, mesmo grávida ela segue enrolada, imatura, carente e precisando que o pai dela lhe diga que agora é hora dela pensar no bebê e nela e não nos amigos! Esperava mais maturidade dela, não pela gravidez e sim pela idade, mas pelo menos ela conquista isso durante o livro, já é muito!

"Pênis? Ela tem pênis? Minha menininha tem pênis?"
Por algum motivo, eu estava absolutamente convencida de que era uma menina. Sabe aquela intuição materna?
"Sim, está vendo? É bem grande." (...)
"Não quero um pênis dentro de mim!"
"É a primeira vez que ouço você dizer isso, Jones."

Fazendo uma analise mais longa e pensando na série como um todo, foi uma jornada longa, com altos e baixos, mas um saldo final positivo. Foi ótimo poder ler um livro tão emblemático para a literatura feminina, um título que muitas vezes serve de sinônimo para todo um gênero, o chick-lit. Só que a imaturidade da Bridget bate no meu nervo. Por muitas vezes eu me vi perguntando que mulher real teria aquelas dúvidas, aquelas atitudes ou falas e isso provocou um afastamento entre o meu eu leitor e a personagem. Talvez isso seja culpa da geração diferente, ou algo mais cultural (sim, somos mulheres, mas uma mulher criada no Rio de Janeiro tem culturas sociais diferentes de uma londrina de 20 anos atrás!). Colocando isso de lado, encontrei um livro que é extremamente divertido, personagens marcantes, alguma dose de questionamento (bons e ruins) e tudo isso justifica o fato dessa série ser um ícone há mais de 20 anos.



Nome: O Bebê de Bridget Jones. Os Diários
Série: Bridget Jones # 04
Autora: Helen Fielding
ISBN-13: 9788584390502
ISBN-10: 8584390502
Ano: 2016
Páginas: 208
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre a autora: 

Nasceu em Yorkshire, Inglaterra. Trabalhou muitos anos em Londres enquanto jornalista de imprensa escrita e televisiva, viajando para África, Índia e América Central. Escreveu três romances: "Cause Celeb" (1994), "O Diário de Bridget Jones" e "O Novo Diário de Bridget Jones". Actualmente é argumentista, trabalha a tempo inteiro nos seus romances e vive em Londres e Los Angeles.

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Olá Tali!!!
    Adorei a resenha...ainda não li nenhum livro dessa série...mas tenho muita vontade...adoro livros engraçado!!!Não vi o filme e mesmo se acontecer de ver, vou querer ler o livro, pois sei q vai ser diferente!!! É isso aí, vai pra imensa lista ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir