Resenhas

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

:: Resenha 368 :: "A Traidora do Trono", Alwyn Hamilton




Sinopse: "Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade: a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam."


Certo, coleguinhas, titia Grá voltou com mais uma resenha que é continuação da aventura fantástica e com personagens cativantes em uma trama muito bem desenvolvida e extremamente divertida: A Rebelde do Deserto, da autora Alwyn Hamilton.


Então, pra começar, vou deixar o link aqui para quem quiser dar uma conferida na resenha do primeiro livro. Ok... A primeira coisa que preciso falar é que a dona Alwyn ainda continua mandando bem. Sério! Nesse segundo livro vamos ver, além de toda a intriga, muita magia, suspense, tensão e lutas.

E a parada começa quase um ano depois das dificuldades em que os rebeldes viveram. Amani e toda a "quadrilha" venceram a épica batalha de Fahali. E Ahmed, o tal príncipe rebelde, agora controla parte de Miraji e quer liberar seu povo da dominação estrangeira e também do governo injusto e violento do seu pai. Por outro lado, Amani também está preocupada principalmente com a sua situação atual, já que ela sobreviveu e descobriu a verdade sobre si mesma. Dessa forma, ela não é apenas uma garota comum com um tiro assassino. Ela agora entende sobre seu poder recém descoberto e qual o seu lugar no mundo. Tornando-se assim, uma guerreira versátil e imprescindível nas batalhas contra o tal exército do sultão. 

E claro, para a nossa alegria hahahaha, porque a vida é feita de reviravoltas, em um determinado momento uma traição daquelas menos esperada, acontece, e Amani acaba tendo sua vida mais uma vez virada de cabeça para baixo. E assim, totalmente impotente, ela precisa recorrer aos seus instintos para sobreviver às armadilhas futuras. Ah, sem contar que ela ainda segue tentando não pensar em Jin, o jovem por quem ela é apaixonada... ê laiá. 

Confesso que essas reviravoltas me divertiram e muito, onde conheci os tais vilões e os novos personagens, me fazendo mergulhar cada vez mais na leitura. Além dos caminhos que aparecem e as decisões que Amani faz como consequências, que acabam sendo a cereja do bolo. 

Dessa forma, coleguinhas, A traidora do Trono é uma ótima continuação de uma história fantástica, onde acabamos entendendo mais sobre o mundo de Miraji. Com todas as suas traições e espionagens, novos personagens, personagens vulneráveis ​​que não desistem, sacrifícios e pessoas que lutam pelo o que acreditam. Sendo assim, amei essa continuação e recomendo com certeza. 


Lendas nunca são o que se espera delas, e eu não era exceção.
Ele não devia estar ali, segurando uma arma daquela maneira. Mas era isto que o deserto fazia. Transformava as pessoas em sonhadores armados.


Confesso que gosto muito mais dessa capa... *.*




Para a minha ansiedade, vi na Amazon que o terceiro livro tem o título de Hero at the Fall e será lançado provavelmente em 6 de março de 2018 nos Estados Unidos. E olhem essa capa! Amei também...



Título: A Traidora do Trono
Título original: Traitor to the  Throne
ISBN-13: 9788555340291
ISBN-10: 8555340292
Ano: 2017
Páginas: 440
Editora: Seguinte
Compre aqui: Amazon
Skoob 
Classificação: 



Sobre a autora:


Alwyn Hamilton nasceu em Toronto, no Canadá, e já morou na França e na Itália. Estudou história da arte no King’s College, em Cambridge, e atualmente vive em Londres. Tem o péssimo hábito de comprar livros demais para alguém que está sempre mudando de casa.

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Oi Grazi, ainda não tive a oportunidade de começar a ler os livros dessa trilogia e como o terceiro vem esse ano e eu espero que não vá demorar pra chegar por aqui tô aqui pensando em esperar e adquirir os três mais a frente pra ler, pois essa parece ser aquela história que não temos vontade de largar até ver o final <3 Eu curti sua resenha, que é mais uma positiva em meio a outras tantas haha e só me resta ler e me encantar pelos personagens ;)

    ResponderExcluir
  2. Olá...

    Uma coisa que quero fazer em 2018 é ler mais fantasia.
    E gostei bastante dessa indicação , os personagens parecem ser bem construídos. E a escrita da Alwyn me parece boa também. Espero conseguir incluir nas minhas leituras desse ano.
    Sobre a capa: Eu prefiro as nacionais. A original está muito sombria, mas acredito que combine com o deserto né.
    Mas essa edição está uma lindeza só, se fosse capa dura então...

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Grá!!!
    Adorei a resenha!!!
    Tenho muita vontade de ler mais livros desse gênero, mais de luta e tal... ainda estou engatinhando, pra sair da minha zona de conforto, mas como vontade/curiosidade, são meus nomes do meio kkkkk, vou anotar na minha imensa lista sim/com certeza ;-)
    Tb gostei mais da capa gringa e a do terceiro tb...o chato é q vai vir diferente, com certeza :-( ...fazer o q né? Vamos focar no conteúdo ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  4. Tenho o primeiro livro mas eu ainda não o li, porque não tive a oportunidade de adquirir a continuação. Fiquei super entusiasmada por saber que a continuação segue o ritmo do livro anterior, e nos prende a leitura, onde nos deparamos com ação, espionagem, e novos personagens que deixam a trama ainda mais intensa e envolvente.

    ResponderExcluir
  5. Olá Grazi!!!
    Eu tinha um certo receio de ler esse livro, porém depois acabei me empolgando quando li a resenha do segundo e estou louca para ler essa história.
    Acho as capas lindas e todo mundo que ler diz que é maravilhosa a história.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Grazi, tudo bem?
    Tenho os dois livros aqui em casa e ainda não li nenhum. Já ouvi muitas coisas boas sobre esta trilogia, a Tamirez do Resenhando Sonhos super elogia, e eu estou bem curiosa para conhecer. Fiquei contente em saber que esse segundo livro continua sendo bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A Rebelde do Deserto tá na minha lista faz tempo; eu pretendia esperar o terceiro para ler tudo de vez, mas acho que lerei esse logo, parece ser tão legal! As duas capas são lindass, mas acho que gosto mais da que foi lançada aqui kkk

    ResponderExcluir
  8. Oi Grazi.
    Ainda não ler essa série, mas quero muito ler. Vi várias resenhas positivas sobre os dois livros.
    É ótimo saber que a continuação seguiu num ritmo bom e que tem várias reviravoltas que tornam a leitura envolvente.
    É bom saber que o último livro vai ser lançado daqui a pouco. Assim não se precisa esperar tanto para saber o desfecho.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Graziela.

    Com certeza a Amani é uma mulher forte (principalmente após as descobertas sobre sua vida e o poder consequente disso), por fazer parte desse grupo de rebeldes que estão a disposição para ajudar quem precisa e está à mercê do pai do príncipe, em meio a ação e a traição também.

    Espero ler em breve essa série, após ela ficar completa e lançada aqui, no Brasil!

    ResponderExcluir