Resenhas

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

:: Resenha 378 :: "Cretino Abusado", Penelope Ward e Vi Keeland





Sinopse: Após ser traída pelo ex-namorado - chefe da firma de advocacia em que trabalhava - Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida. Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos. Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.





Olá, pessoal!! Tudo bem com vocês?
Quando vi esse livro, de cara amei a capa. Adoro quando tem esses homens com cara de mau, rsrsrsr, e a sinopse me fez crer que seria uma história incrível, e por fim vi quem eram as autoras, então sabia que vinha coisa boa, já que conheço a escrita das duas e elas nunca decepcionam. Percebi que ele estava à venda no IBooks, comprei de cara. =D

Vamos conhecer Audrey, uma advogada (que não queria se tornar advogada), que vê sua vida indo pro espaço quando descobre que seu namorado, dono do escritório no qual ela trabalhava, a estava traindo com uma estagiária. E assim ela decidiu largar tudo em Chicago e atravessar o país de carro, com todas suas coisas dentro em direção a Califórnia, onde ela arrumou emprego em uma startup.

Aproximei-me lentamente, esperando que ele não me notasse. Não tive essa sorte. Em vez disso, quando me viu, ele abriu um sorriso exagerado e acenou.
Enquanto eu procurava freneticamente as chaves do carro, revirei os olhos e murmurei:
-Você de novo.
Ele riu.
-Acabou comprando senso de humor?
-Não. Usei o troco para comprar boas maneiras para você.

O que ela não esperava era que, no meio do caminho ao parar em um posto, se depararia com um motoqueiro super gato e super cretino. Chance teve um probleminha com sua moto Harley e quando descobriu que Audrey estava seguindo o mesmo caminho que ele, pediu a ela uma carona, em troca de ajudá-la com o pneu do seu carro que tinha furado. Audrey extremamente irritada com ele, resolve dar carona a Chance. O que ambos não esperavam, era que essa viagem mudaria suas vidas.

Chance é um australiano super gato, que após sofrer uma fratura no joelho, viu sua carreira de jogador de futebol ir água baixo e acabou fazendo várias propagandas de cueca, tornando-se como Audrey fala: Modelo de bunda. Audrey se encanta por essa espécime de homem, grande, forte e com um sotaque que deixa os pelinhos do braço em pé.

Durante o caminho, Audrey e Chance brigam o tempo inteiro, ele faz questão de irritá-la, só pra poder vê-la perder a pose de menina certinha. Mas Audrey não é uma menina ingênua, ela é bastante independente e forte. E Chance se vê encantado com sua autenticidade. 

-Afinal o que é C.B?
-São minhas iniciais.
-Deixe-me adivinhar... Cretino Babaca?
-Olha eu teria dito o meu nome, mas, como você é tão esperta, acho que vou te deixar adivinhar.

Durante todos os dias do percusso eles arrumam mais uma companhia com eles no carro (não vou contar quem é! rsrs), e Audrey e Chance não podem mais negar a atração que sentem um pelo outro, a tensão sexual é tão grande que você a sente lendo o livro. Audrey dá várias indiretas, mas Chance nunca da abertura a ela, tem algo em que ele esconde e não se abre com ela.
Até que um desvio para Las Vegas muda tudo!!

-Jesus Cristo. A comida está boa. Ma não tanto assim.
Minha boca estava tão cheia que era até nojento.
-O que você quer dizer?
-Quando foi a última vez que que pegou alguém?
-Peguei? O quê?
-Transou princesa. Quando foi a última vez qu você transou de maneira satisfatória?
-O que isso tem a ver?
-Você não teria essa reação a comida a menos que estivesse na seca.

Bom, esse livro me surpreendeu muito e positivamente, comecei a ler sem pretensões, mas ele é muito bom. Audrey e Chance formam um casal extremamente engraçado, ele é super sexy e ela muito sarcástica. É um ótimo livro para você ler em um domingo, super leve, sem suspenses e só com um pouquinho de drama. Apesar que na metade a historia da uma virada, mesmo assim, muito bom. Essa não é uma história que mudará sua vida, mas te garanto que você dará muitas gargalhadas. Lembrando que é um livro bem picante e super sensual, o que complementa com chave de ouro o enredo.

Beijinhos ;*


Título: Cretino Abusado
Autora: Penelope Ward e Vi Keeland
ISBN-13:  9788542211443
ISBN-10: 8542211448
Ano: 2017
Páginas: 272
Editora: Essência
Compre aqui: AmazonSaraiva
Skoob
Classificação: 





Sobre as autoras:  

Penelope Ward: Cresceu em Boston, nos Estados Unidos, com mais cinco irmãos. Ela se tornou escritora de romances, muitos eróticos, após deixar a carreira de apresentadora de tv para se dedicar mais à família. Vários de seus 11 livros estiveram nas listas de mais vendidos dos prestigiados jornais The New York Times e Wall Street Journal. Penelope mora com o marido e os filhos, de 11 e 9 anos, em Rhode Island.
Vi Keeland: é uma nova-iorquina, mãe de três filhos, que ocupam a maior parte do seu tempo livre, o que ela reclama muitas vezes, mas não trocaria por nada nesse mundo. Ela é uma leitora ávida e é conhecida por ler em seu Kindle ao parar em semáforos, salões de beleza, enquanto limpa a casa ou durante suas caminhadas, em eventos esportivos e frequentemente, enquanto finge trabalhar. Ela é uma advogada chata de dia e uma emocionante autora best-seller do New York Times e USA Today à noite!

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. E quem não se encantaria por esse espécime de homem?!! kkkk Também achei a capa desse livro linda e quero lê-lo sim mais a frente, já tá entre os desejados e fico mais animada a cada resenha positiva que leio dele. Esse tipo de livro, leve, divertido, com pouco drama me agrada e amei a resenha, espero que não demores pra que eu possa ler essa história também ;)

    ResponderExcluir
  2. Eu babo por esses musos da capa, mas confesso que não curto capas nesse estilo.
    Não conheço a escrita de nenhuma das duas...
    Acho muito legal quando o casal tem esses diálogos irônicos e cheios de farpas.
    Parece uma história bacana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Mari!!!
    Otima resenha!!! Ameiii esse livro!!! <3 <3 <3
    Ainda não tinha lido nada das autoras, mas adorei a junção delas <3
    Me acabei de rir, com a "companhia extra" deles(tb não vou contar)kkkkkkkk
    E pra completar o comentário, só digo q quero um Chance, pra mim ;-) kkkkkkk
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  4. Oi Mariana.
    Ainda não li nada da Penelope Ward, então estou curiosa para conhecer a sua escrita.
    Achei a trama bem clichê com o cenário de road trip por trás, mas acho que serve para uma leitura leve e descontraída.
    Vou tentar ler e espero gostar bastante como você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. A capa e realmente muito bonita, e já nos proporciona uma visão dos Deuses. Ultimamente tenho lido muitos elogios a respeito deste livro, mas agora lendo em detalhes sua resenha, e opinião vejo que uma história de romance, envolvente, sexy, e muito diverto. Mesmo que não seja uma trama que vai mudar minha vida, mas só o fato de me proporcionar uma leitura agradável com muitas risadas, e personagens cativantes, já foi suficiente para me interessar pela leitura.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu vi vários blogs falando muito bem sobre esse livro e pelo que eu vi esse não é o primeiro livro de sucesso da escritora mas eu não sei se eu vou ler ele até porque eu não gosto desse gênero com pegada Hot eu sempre acabo pulando muitas parte do livro que muitas vezes são essenciais para a compreensão da Leitura mas vamos ver né

    ResponderExcluir
  7. Ahh Penelope sempre faz umas histórias simples, mas cativantes. Já queria ler o livro, agora então quero mais, pois adoro um casal que vive as turas, brigando, se mordendo kkk uma mocinha que não leva desaforo pra casa, esse livro parece ser bem divertido

    ResponderExcluir
  8. Já imaginei um filme em minha cabeça com essa história. Acho uma boa pedida colocar situações engraçadas com uma mescla de drama. Quero saber esse segredo que Chance guarda,espero que ele consiga superar e fique com a Audrey!!

    ResponderExcluir