Resenhas

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

:: Resenha 379 :: "Três Sombras", Cyril Pedrosa




Sinopse: Joachim e seus pais levam uma vida tranquila em uma pequena casa no campo. A aparição de três sombras no alto de uma colina, no entanto, corrói a harmonia da vida em família e enche os pais de dúvidas. Seriam viajantes? Por que estão rondando a casa? A cada tentativa de aproximação, as figuras misteriosas desaparecem. Logo, eles percebem que as sombras estão ali para buscar Joachim. Recusando-se a aceitar esse fato, o pai foge com o filho em uma viagem febril e desesperada, sempre com as sinistras sombras em seu encalço. Joachim deixa assim seu mundo idílico pela primeira vez para viajar por terras hostis em um navio precário, onde conhecerá um mundo cercado de adultos trapaceiros e imorais. Três Sombras é um romance de aventura, com contornos épicos, e que explora sutilmente questões de ordem filosófica e moral.



"Até onde você iria para salvar seu filho?"

A partir desta premissa aparentemente simples, Cyril Pedrosa nos apresenta uma incrível fábula para crianças e adultos que, diante da difícil tarefa de agradar a ambos, nos surpreende por respeitar a inteligência dos pequenos e por despertar emoções nos adultos.

Fala aê, bando de viciados em leitura ^__^

Hoje venho lhes falar a respeito de uma fábula bem desenvolvida, que gostei muitíssimo.
Três sombras é uma Graphic Novel de um cartunista franco português, que eu ainda não conhecia.
Com um traço simples e bem humorado, Cyril Pedrosa nos traz uma obra fantástica de fantasia.
Joachim é o filho único do casal - Louis e Lise. Eles vivem distantes do resto do mundo.
A vida dos três é tranquila e repleta de pequenos prazeres na casinha rodeada por colinas.
O sabor das frutas frescas colhidas na hora... os banhos ao ar livre, nos rios e lagoas...


Tudo vivia na mais perfeita paz, até que, três sombras surgem no horizonte.
Sombras montadas a cavalo, usando capas escuras, com seus rostos cobertos por capuzes.
Esses desconhecidos, do nada, começam a se tornar onipresentes na vida dessa família.
Sempre aparecem, não se aproximam muito, nem somem completamente, estão sempre observando.
Parecem aguardar algo ou a hora exata para agirem, de alguma forma.

Não querendo mais ser refém daquele sentimento de impotência, Lise resolve buscar respostas.
Procurando o auxílio de uma velha conhecida, a mãe descobre o inevitável.
É praticamente certo que aquelas três sombras tenham vindo "buscar" Joachim.
Lise volta para casa com o coração partido, tendo como única certeza, a futura perda do filho.

Mas Louis, o pai, nega-se a aceitar tal destino.
Partindo com o filho numa jornada de fuga, Louis só pensa em levar seu filho o mais longe possível.
Inicia-se então, uma aventura de pai e filho em busca de um local seguro para o menino viver.
Uma jornada épica, por locais inusuais e repletos de gente estranha à seus costumes do campo.

Conseguirá Louis salvar seu filho da ameaça das sombras?

Eu gostei MUITO desta Graphic Novel, que não é de capa dura, mas é feita de material excelente, tanto capa quanto conteúdo. Como pai, foi uma história que me despertou sentimentos de proteção e zelo. Gostei tanto que li as mais de 260 páginas em menos de uma hora e meia, numa viagem de ônibus, da Tijuca à Praça Seca.




Título: Três Sombras
Título original: Trois Ombres
Autor: Cyril Pedrosa
ISBN-13: 9788535918328
ISBN-10: 8535918329
Ano: 2011
Páginas: 268
Compre aqui: Amazon
Classificação:

Sobre o autor: 

Nasceu na cidade francesa de Poitiers como filho de pais portugueses. Trabalhou como animador nos estúdios da Disney em Paris, onde participou na criação de filmes como O Corcunda de Notre Dame (1996) e Hércules (1997). Em 1998 começou a colaborar com David Chauvel em quatro episódios da série Ring Circus. Com ele, criou a série infantil Brigade Fantôme e a partir de 2004 a série Les Aventures spatio-temporelles de Shaolin Moussaka. Em 2006 lançou Les Cœurs solitaires, o seu primeiro trabalho com desenhos e letras só dele. Em 2007 segui-se Trois ombres que lhe trouxe reconhecimento internacional como autor de banda desenhada. A obra foi lançada em várias línguas, e teve a edição em português sobre o nome de, "Três Sombras".

Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Primeiro contato que tenho com essa obra e achei interessante e super positivo você ter conseguido ler 260 páginas em menos de uma hora e meia, imagino que a história envolva bastante o leitor e gostei dos desenhos, são simples mas bem trabalhados e bonitos e deu vontade de visitar o lugar repleto de pequenos prazeres que ele vivia com os pais <3 Curti a dica e espero que tudo termine bem pra Joachim ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma leitura muito empolgante e dinâmica, na verdade, acho que esse é o propósito maior de uma graphic novel, quando fica massante não flui. Também fiquei com vontade de visitar o local, mas será que é seguro, com as sombras por lá? Fico feliz que tenha curtido.

      Excluir
  2. Nunca li graphic novel, mas me parece bem interessante.
    Gostei das ilustrações, da maneira como a história é contada.
    Achei legal ser uma aventura com pai e filho.
    Me parece uma obra repleta de simplicidade mas com conteúdo interessantíssimo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca é tarde pra começar.
      São leituras rápidas e muito interessantes.
      As ilustrações são magníficas, mesmo.
      Leia e não se arrependerá.

      Beijos

      Excluir
  3. Oi Bruno.
    Ainda não li nenhum graphic novel, mas pretendo ler esse ano.
    Achei a premissa bem interessante. Parece que o pai e filho se aventuram bastante e deve ter alguma moral a ser retirada depois da leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pamela,
      Essa seria uma excelente primeira impressão.
      Essa é uma graphic novel média para grande, normalmente costumam ser menores.
      Sim, existe uma lição nessa fábula, aliás, existem várias.
      Bjs

      Excluir
  4. Estou vendo que a Cia entrou para a briga das boas HQs e GNs junto com a Nemo. Que para mim é uma das melhores em termos de qualidade de publicação.
    Adorei saber que teremos mais opções agora 😉
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entrou sim, parceira.
      Teremos, quero cada vez mais quadrinhos e graphic novels kkkkkkk
      E já tem algumas opções aqui pra lermos rsrsrs.
      Bjs

      Excluir
  5. Não sei se fiquei mais empolgada com a história do livro ou com a do autor achei que fosse ser livro em prosa mas não me surpreendi quando vi que era um HQ então com essa sinopse louca esses desenhos lindos e esse autor divino eu realmente preciso começar a ler o livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, com certeza você precisa ler esta graphic novel.
      Tenho certeza ABSOLUTA que vai adorar tanto a história, quanto a qualidade do material.

      Excluir
  6. Além da edição lindíssima, que mesmo que não possua a capa dura não deixou a desejar, pelo menos ao meu ver. A história deve nos despertar muitos sentimentos, já que se trata da relação familiar, entre pai e filho, em não aceitar seu destino final, e querer lutar contra isto, através do zelo, afeto, e vínculo de amor, e proteção. Outro ponto e forma simples da ilustração, mas que diz tanto da trama.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desperta sim, Lana, muitos sentimentos.
      Obrigado pela dica do sorteio.

      Excluir
  7. Olá Bruno!!!
    Adorei a resenha e to surpresa em saber q vc leu mais de 260 páginas em 1h e meia...Muito Show!!!
    Não li nada desse autor e nem esse gênero...mas minha alma curiosa, tá louca pra saber, o q aconteceu durante essa busca desse lugar seguro e se o pai conseguiu encontrar esse lugar, pra salvar o filho!!!(pensando bem,acho q entendo, como conseguiu ler tão rápido kkkkkk)
    Com certeza vai pra imensa lista :-D
    Abraço ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van!!
      É uma leitura muito dinâmica e instigante.
      E pelo fato de ser uma graphic novel, você lê muito mais rápido.
      Aconselho muito a leitura.
      Abraço ;-)

      Excluir
  8. Oi Bruno!
    eu adoro quando história de relacionamento entre pais e filhos são contados com recursos ilustrativos, tem um livro do André Vianco que gosto muito, chamado o caminho do poço das lágrimas que é nessa pegada, talvez você queria dar uma conferida
    Por tanto , amei a premissa dessa HQ, eu nem sabia que existia, mas já quero para ontem, as ilustrações são uma fofura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela,
      Também gosto muito desse tipo de história.
      O primeiro livro do André Vianco que peguei para ler não me prendeu, deixei de lado no segundo capítulo, mas vou dar uma conferida sim na sua dica. Obrigado.

      Excluir
  9. Gostei da premissa da graphic novel, acho que já é instinto do pai e da mãe tentar proteger os filhos independente da idade que tenham, espero que tenham conseguido fazer isso e que essas sombras deixem Joachim em paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, digo isso como pai.
      Joachim é um carinha que se vira bem.

      Excluir