Resenhas

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

:: Resenha 386 :: "Baía da Esperança", Jojo Moyes





Sinopse: Liza nunca conseguiu fugir do passado. Mas nas praias paradisíacas da encantadora comunidade de Silver Bay ela ao menos encontrou a liberdade e a segurança que procurava - se não para ela, para sua filha pequena, Hannah. Até que Mike Dormer se hospeda no hotel que Liza administra com a tia.
Um perfeito cavalheiro inglês, com roupas elegantes e olhar sério, Mike pode significar o fim de tudo que Liza trabalhou tão arduamente para proteger: não apenas o negócio da família e o lugar de que tanto gosta, mas principalmente a convicção de que ela nunca amaria sem seria digna de amor outra vez.







Olá, pessoal!!
Acredito que todos devem conhecer a Jojo Moyes por causa do livro Como eu era antes de você, mas o que muita gente não sabe ou não se interessou, é que ela tem outros livros maravilhosos que foram lançados aqui, então lhes apresento um dos meus favoritos: Baía da Esperança.



 O enredo começa meio devagar, acho que é uma característica da Jojo, pois quase todos livros que li possuem essa característica, mas não desista dele, porque tenho certeza que você irá se apaixonar pelo desfecho. Neste livro cada capítulo é intercalado por um personagem diferente, o que o deixou mais fluído e dinâmico.  Me apaixonei por Silver Bay e todos seus moradores, que possuem um amor tão grande pelo mar quanto aos animais marinhos.


"Quem pode saber o que se encontra por trás das escolhas do coração humano?"

 Neste romance vamos viajar até a pousada Baía da Esperança, que fica em uma bela e preservada baía na cidade se Silver Bay, na Austrália. A pousada foi fundada por Kathleen, uma senhora que na juventude ficou muito famosa por ter pescado um tubarão enorme. Ela, junto com Liza que é sua sobrinha e Hannah, filha dela, administram juntas a pousada.

 Liza é uma jovem triste e que tenta ao máximo se afastar das pessoas devido ao seu passado trágico. Ela trabalha em um barco levando turistas para verem golfinhos e baleias no meio do mar. O único momento em que se vê liberta e tranquila, é quando está no meio do mar com os animais marinhos. E nessa vida pacata, ela cria sua filhinha, Hannah.

 E toda história começa quando Mike, um empreendedor inglês, noivo da filha de seu dhefe, chega a cidade com suas roupas caras e bem passadas e se hospeda na pousada. O intuito dele é conhecer o local, para que se possa ser construído um mega resort de luxo, com vários tipos de esportes aquáticos, então disfarçadamente, ele começa a conhecer os moradores da Baía, suas necessidades, para poder conseguir a licença para começar a construção. E então ele começa a observar Liza, a linda loira, discreta e enigmática.


"Em dois momentos, pessoas cujos rostos eu agora reconhecia - passeadores de cachorros, pescadores - ergueram a mão para me cumprimentar, e, ao retribuir o aceno, me perguntei o que achariam dos meus planos. Para eles, eu não era o inglês desconhecido, peixe fora d'agua, o noivo comprometido, o bisbilhoteiro, o ladrão de mulher alheia. Enquanto repassava mentalmente uma lista de telefonemas urgentes que precisava dar - para Dennis, pra o departamento financeiro, para o Sr. Reilly, a fim de marcar outra reunião -, voltei a pensar naquelas pessoas acenando e me perguntei? para quem elas faziam isso?"

Então, Mike começa a fazer amizade com os moradores da pousada, os baleeiros e começa a ter noção da besteira que estava fazendo ao construir um hotel naquele lugar e em como afetaria a vida de todos, principalmente os animais marinhos. É muito bonita a forma em que irá surgir o relacionamento de Mike e Liza, em como ele vai se redescobrir naquele lugar e em como  Liza  vai tentar abandonar seus fantasmas do passado.


" E agora, passados cinco anos, o que revelaria uma fotografia dela? Uma mulher mais sensata e forte. Alguém que talvez nunca tenha aceitado o passado difícil, mas cujo caráter, contém uma determinação feroz para dele se esquivar com destreza."

 E nesse meio tempo conheceremos mais sobre Hannah, a adorável filha da Liza. Sério gente, estou apaixonada por ela, uma garota inteligente, forte e engraçada, foi sem dúvidas a minha personagem favorita. Temos também Greg, um baleeiro que leva turistas para observar baleias e golfinhos e que é apaixonado por Liza, desde que ela chegou na Baía. E teremos Lance e Yoshi, que também são baleeiros e estão sempre na pousada. O interessante é que são muitos personagens envolvidos, mas cada um tem o lugar certo, tornando o enredo lindo e emocionante.


"Observe o mar por tempo suficiente, seus humores e suas exaltações, suas belezas, seus terrores, e você terá todas as histórias de que precisa, de amor, de perigo e daquilo que a vida nos traz em suas redes. E do fato de que às vezes não somos nós que estamos no leme, e não podemos fazer mais do que confiar em que tudo vai dar certo."

  
 Este é um livro muito delicado, emotivo, que começa devagar como falei no início, mas deem uma chance a ele, é linda a luta pela vida das baleias e a preservação do local, um cenário maravilhoso e bem contextualizado. Quando descobrimos também o segredo que Liza esconde, impossível não se sensibilizar com ela. Não tem como não gostar de todos os personagens e em como a vida deles se encaixa. E o que chama muita atenção é a retribuição do amor, a amizade e coragem para lutarem juntos pela preservação da maravilhosa Baía. Recomendo muito esse livro, espero que ele toque vocês como tocou a mim, e com certeza me fez ver com outros olhos as situações vividas nele.



Beijinhos ;*


Título: Baía da Esperança
Autora: Jojo Moyes
ISBN-13:  9788580578737
ISBN-10: 8580578736
Ano: 2016
Páginas: 301
Editora: Intrínseca
Compre aqui: AmazonSaraivaSubmarino
Skoob
Classificação: 


Sobre a autora:

Jojo Moyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres. Trabalhou como jornalista por dez anos, nove deles no jornal The Independent, de onde saiu em 2002 para se dedicar integralmente à carreira de escritora. é autora de mais de dez livros, entre eles A última carta de amor, Como eu era antes de você, A garota que você deixou para trás, Um mais um, e Depois de você, publicados pela Intrínseca. Como eu era antes de você, seu romance de maior sucesso, vendeu mais de cinco milhões de exemplares em todo o mundo, ocupou o topo da lista de mais vendidos em nove países e foi adaptado para o cinema com Sam Claflin e Emilia Clarck. Uma das poucas escritoras no mundo a ter emplacado três livros ao mesmo tempo na lista de mais vendidos do The New York Times, Jojo mora em Essex com o marido e três filhos.

Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Eu gosto de histórias mais sensíveis e pra se sincera dessa autora eu ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro, vi apenas o filme e acho que esse final compreensível mas triste me deixou meio receosa de que todas as histórias dela sigam essa linha. Mas a resenha desse livro me animou e mesmo com esse inicio um pouco mais lento a história parece envolver e encantar e fiquei até pensando em ler o livro <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari!
    Adorei a resenha!
    Darei mais uma chance p essa história. Talvez quando eu tentei lê-lo não estivesse no clima certo.
    Adoro a Jojo!
    😘

    ResponderExcluir
  3. A Jojo é uma autora incrível, e eu reconheço isso mesmo o romance não sendo meu gênero literário preferido. O livro parece realmente ter uma história linda, mas o que eu mais curti foi a contextualização e ambientação em um lugar tão paradisíaco. Além disso, eu gosto quando o romance entre o casal protagonista se desenvolve devagar, mostrando ao leitor cada passo dos dois rumo ao amor e ao interesse um pelo outro, e acredito que seja exatamente isso que acontece aqui. Achei muito incrível também o fato que tu mencionou: apesar dos vários personagens, cada um deles tem seu lugar e sua função na história, influenciando o desfecho da trama, e isso é bastante importante. A capa tá linda, como sempre!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari.
    Da autora eu só li Como eu era antes de você, mas preciso muito ler outra coisa dela.
    Baía da esperança parece ser uma boa história, com personagens maravilhosos.
    Fiquei curiosa para saber qual é o segredo de Lisa e saber mais sobre a Hannah.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Já havia lido outras resenhas desse livro, porém nunca havia me interessado pela leitura, agora sabendo mais detalhes sobre a histórias, e como os personagens são cativantes, cada um por sua particularidade, e segredos pessoais, cada um encanta o leitor de alguma forma. Além que o fato da narrativa e os capítulos serem intercalados deixando a leitura mais dinâmica foi mais um ponto a favor dessa trama. Mesmo que o livro seja um pouco lenta no começo, acredito que vale a pena dar uma chance.

    Venha participar do Top Comentarista e concorra o livro "O Maravilhoso Bistrô Francês": http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aaaah, eu me apaixonei pela escrita da Jojo antes de Como eu era antes de você.
    Esse também é um dos meus livros preferidos dela. O final foi surpreendente, me emocionei.
    Foi muito legal esse crescimento do Mike e a maneira que ele e Lisa se relacionaram.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oii
    A Jojo tem o dom de emocionar os leitores... A história parece linda, com personagens bem construídos e que conquistam, e gosto quando o romance surge gradativamente. O que me incomodou um pouco foi o fato de Mike ser noivo, espero que isso não seja deixado de lado como algo sem importância, traições sempre me desanimam um pouco... Mais um pra listinha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Mari!!!
    Adorei a resenha!!!
    Concordo com vc, quando diz q o começo é devagar, mas pra não desistir...pq pra mim foi bem arrastado o começo, mas fiquei feliz, em ver q melhora e na parte do segredo, já tava tão empolgada, q não consegui largar, até acabar!!!
    Sobre preservação, a minha opinião é q, o livro aborda de forma clara esse assunto e nos faz pensar, no q não costumamos prestar atenção, como a evolução nas embarcações!!! Tb recomendo esse livro ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mariana.

    O livro nos presenteia com um assunto um tanto quanto tocante e de grande importância, que nos mostra como a insensibilidade do homem pode afetar vidas, principalmente as vidas dos animais.

    Com certeza através de tal dilema e maravilhas daquele lugar, o Mike começou a enxergar tudo de maneira diferente, e obteve uma incrível experiência.

    ResponderExcluir
  10. Ola!
    Já vi muitos livros da Jojo mas não tive ainda a oportunidade de ler, apesar de ter o como eu era antes de você na estante mas já está na lista de leitura para esse ano. Gostei muito do enredo, uma história bem envolvente e muito fofo.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  11. Também senti isso Quando Comecei a ler esse livro da Jojo ele tava muito lento No começo eu pensei que a leitura não fosse engatar Mas acabou engatando e muito o livro tem todas as características da Jojo história divertida e muito fofa

    ResponderExcluir