Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 393 :: "A Garota Do Lago", Charlie Donlea




Sinopse: ALGUNS LUGARES PARECEM BELOS DEMAIS PARA SEREM TOCADOS PELO HORROR...
Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada. Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso.
E LOGO SE ESTABELECE UMA CONEXÃO ÍNTIMA QUANDO UM VIVO CAMINHA NAS MESMAS PEGADAS DOS MORTOS...
E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado...




OMG!!! Que livro foi esse??
Se você, assim como eu, gosta de um bom Thriller, este é o seu livro. A Garota do lago é um dos melhores livros que já li nos últimos tempos. Sem dúvidas uma trama tensa, inquietante, super misteriosa, cheia de reviravoltas e que te deixará angustiado até você ter lido a última linha.



Como pode uma linda garota, estudante de direito, com um futuro brilhante pela frente, cheia de amigos, com uma família importante, estar viva em um momento, e no outro aparecer morta? E como pode ainda não haver nenhum suspeito?

Foi isso que aconteceu com Becca Eckersley, em um certo dia, ela resolveu se refugiar na casa das montanhas, beirando um lindo lago de sua família em Summit Lake para poder estudar para as provas finais de sua  pós-graduação ,e ao chegar em casa, à noite, batem em sua porta, mas o que ela não sabia, era que seria seu fim, e sua morte tinha chegado. 

Duas semanas após a morte de Becca, Kelsey Castle, resolve voltar suas atividades na revista Events. Após um momento trágico em sua vida, ela se afastou de tudo, mas agora se sentindo mais forte e sendo ela a melhor jornalista investigativa da revista, voltou a trabalhar. Assim seu chefe preocupado com ela, a manda a Summit Lake, para poder investigar  e escrever sobre a morte de Becca, e tentar descobrir o que aconteceu com ela.
"Kelsey sabia, porém, que o recreio não duraria para sempre. Viera a Summit Lake para escrever a história do assassinato de uma garota, mas também para sossegar seus demônios interiores. Isso exigiria autorreflexão, algo em que ela não era boa"
Summit Lake, é uma cidade pequena e calma, e que tem um lindo lago de protagonista, a morte da garota foi um marco para o local, e em todos os locais só se falam nisso. Kelsey fica encantadíssima com as ruas e as pessoas do local. E assim ela começa sua investigação sobre o assassinato de Becca. O que ela não sabia, era que ela tinha mais em comum com Becca do que imaginava. Em sua investigação, Kelsey vai fazer amizades importantíssimas, que vão ajudá-la a entender o que aconteceu naquele dia fatídico na vida daquela garota.

Ao descobrirmos mais sobre a vida de Becca, vemos que ela era uma garota cheia de segredos, aprontava algumas coisas, mas era uma garota cheia de vida e sonhos. Com ela, era formado um quarteto de amigos que se juntaram desde o primeiro semestre na Universidade, que compartilhavam com ela os mesmo sonhos. Só que quase ninguém sabia o que ela de fato escondia.

"Ali, no meio da cena do crime, Kelsey soube que não estava apenas escrevendo um artigo para preencher a cota de laudas de sua labuta mensal. Ela estava à procura de respostas, para devolver alguma dignidade a uma garota inocente. Becca Eckersley merecia uma conclusão para esse suplício, e se kelsey conseguisse achar as respostas e fornecer essa conclusão, quem sabe ela se beneficiaria tanto quanto Becca."
Cada personagem desta trama é importantíssimo. Todos se conectam de alguma forma, é surpreendente. Kelsey vai ter alguns percalços no caminho da sua investigação, mas tentará de tudo para afastar seus fantasmas e descobrir o que aconteceu com a garota.

O livro é dividido em quatro partes, sendo que cada capítulo é passado nos meses anteriores na vida Becca, sob perspectiva dela mesma, e nos dias atuais, com Kelsey contando sobre a investigação da morte de Becca.

Como falei no inicio, esse livro me animou demais, estava meio desanimada desse tipo de leitura depois que li alguns livros bem ruinzinhos, mas este, foi sem dúvidas incrível. O Charlie Donlea foi feliz em cada parágrafo, cada frase. Quando você começa a imaginar os suspeitos e pensa: é esse!. Ele vai lá e te mostra que você não sabe é de nada, e você precisa dar uma parada e tomar fôlego de vez em quando, pois certamente, lá vem bomba novamente. Quando as coisas começam a se conectar, você vê que o autor foi um gênio, não parece que foi seu primeiro livro, um enredo brilhante, personagens sensacionais, e um plano de fundo espetacular. Com certeza, a Garota do Lago, é um dos meus livros favoritos da vida. E deixo um alerta de leitura viciante para você ;).
" - Dizem que não é o crime que abala as pessoas. Você sabe disso?


 - Sim (...), É esconder a verdade"
Beijinhos ;*


Nome: A Garota Do Lago
Autor: Charlie Donlea
ISBN-13: 9788562409882
ISBN-10: 856240988X
Ano: 2017
Páginas: 296
Editora: Faro Editorial
Compre aqui: Amazon | Saraiva | Skoob
Classificação:   



Sobre o autor:

Charlie Donlea vive em Chicago com sua esposa e dois filhos pequenos. Um de seus hobbies é pescar em lugares praticamente desertos do Canadá. Essas viagens  por estradas paradisíacas inspiraram o cenário para o seu livro de estreia. ávido leitor, é também apaixonado por música, filmes, seriados e esportes. Quando decidiu escrever seu primeiro livro, ele se preparou para produzir algo com tudo o que gosta de encontrar nos seus filmes e livros prediletos: uma história capaz de deixar o leitor refletindo sobre aqueles acontecimentos por um longo tempo.

Comentários

  1. Aah; eu não gosto de thriller, não tenho estrutura emocional para tal leitura.
    São muitos mistérios, e me parece forte.
    Mas é uma ótima opção para quem curte o gênero.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Mari!!!
    Livro com uma trama investigativa na maioria das vezes prendem a gente e não conseguimos sequer explicar o quão bom eles são.
    Achei o enredo muito bem construído e com as pontas que vão se conectando bem direitinho, e nos mostrando uma investigação que só queremos terminar o livro e ver o que realmente acontece.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Mari!!!
    Adorei a resenha!!!
    Só li um livro do gênero suspense/mistério até agora, q foi do Harlan Coben, q Ameiiii Muitooo!!!
    Se esse livro for o mesmo estilo, to super afim de conhecer essa história e esse autor.
    Já vai pra imensa lista ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir
  4. Esse livro também me animou e também se tornou um dos meus favoritos da vida igual a você mas eu confesso que eu não dava tanto assim pelo livro não principalmente com essa capa acho que poderiam dar uma melhorada nela a escrita da autora me lembrou muito a do Harlan coben

    ResponderExcluir
  5. Um dos melhores livros que já li, mas fiquei sem entender se a criança q Becca esperava viveu?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei