Resenhas

quarta-feira, 25 de abril de 2018

:: Resenha 405:: "Eu Sou Eric Zimmerman", Megan Maxwell





Sinopse: Meu nome é Eric Zimmerman e eu sou um poderoso empresário alemão. Sou conhecido por ser um homem frio e impessoal, que gosta de sexo sem amor e sem compromisso. Em uma as minhas viagens à Espanha, conheci a jovem Judith Flores. 
Ela me fez rir, me fez cantar, até me fez dançar, e eu não estava acostumado com nada isso. Quando percebi que estava sentindo mais do que deveria, achei que era hora de me afastar. Mas acabei voltando. Essa mulher me atraía como um ímã.  
Nosso relacionamento foi desde o início marcado por altas doses de fantasia e erotismo, e eu queria ensinar Judith a curtir o sexo de uma maneira que nunca ela nunca havia imaginado. E você? Se atreveria a descobrir o lado submisso, dominante e voyeur que existe dentro de todos nós?







Olá Pessoal!!

A resenha de hoje, é de um livro muito esperado por mim e por todos apaixonados pela série "Peça-Me O Que Quiser". Minha ansiedade foi tanta por esse livro, que assim que saiu da pré-venda, preferi comprar o e-book a aguardar o livro físico chegar. 😃  


"Ao sentir sua respiração perto do meu ouvido, uma sensação estranha toma meu corpo e dou um passo para trás para me afastar dela e parar de fitá-la. O que está acontecendo comigo? Essa jovem conseguiu me intimidar som sua desenvoltura. Logo a mim? Eric Zimmerman?!"


Amo livros sob perspectiva masculina, eles são mais diretos, e enxergam tudo sob outra perspectiva. E posso dizer que o Eric me surpreendeu, tanto positivamente quanto negativamente. E se você não leu nenhum dos livros, não indico continuar a ler a resenha, pois teremos alguns spoilers, rsrsrs 

Eric Zimmerman é o todo poderoso dono da Müller, uma empresa Alemã de Medicamentos. Em uma de suas viagens para a filial de sua empresa em Madri, na Espanha, ele conhece uma morena, que lhe tirou o chão. Judith Flores, uma maluquinha, que dará outro sentido para sua vida. Judith, cairá de paraquedas em seu mundo de erotismo e sexo, e se tornarão um dos casais mais gato e rato do mundo literário.

"Estar com Judith é diferente, divertido, apaixonante, enriquecedor. Ela me faz ver a vida com outras cores e eu lhe agradeço, porque sei que, quando voltar à realidade, tudo será novamente cinza e monótono."

Eu sou viciada na história da Judith e Eric, já reli a série várias vezes e juro que devorei esse livro em 2 dias. De todas as protagonistas a Judith sempre foi uma das minhas favoritas, sem papas na língua, abandonou tudo em seu país para poder morar na Alemanha com seu amor, e nunca se tonou uma "submissa" dele. E posso dizer que esse livro me chocou um pouquinho, já imaginava a devassidão do Eric, mas o que ele faz e os pensamentos dele muitas vezes me arrasaram. Muitas vezes, desde o início do relacionamento deles, nas vezes que brigavam, ele ia lá e fazia algo que me deixava de boca aberta. Coisas que imaginava de ler o primeiro livro, aconteceram. As mulheres com que ele se relacionava? Mais um choque.

"Eu me tranquilizo na hora e simplesmente respondo: - Desça. estou esperando. Então, afasto-me da portaria e me apoio no carro para que ela goste de minha aparência quando me vir. Conheço meu potencial, sei que as mulheres morrem por mim. Mas, quando ela aparece, os olhos estão completamente arregalados e, ignorando-me, pergunta, fitando o carro: -É seu? Ora, o automóvel a impressiona mais que eu; isso me incomoda. Nunca competi com um carro."

O Eric é um homem frio, extremamente arrogante, soberbo e acha que todos devem fazer o que ele quer, inclusive na cama. Mas ao conhecer Judith, aquela espanhola louquinha, ele se encanta desde o início. Para ele Judith foi como um ar limpo em toda sua vida extremamente regrada. Ela nunca faz o que ele quer, o enfrenta, fala o que lhe vem a cabeça. Para um homem como ele, é inadmissível uma mulher ser assim. E como ele sempre esteve acostumado às mulheres se jogarem a seus pés e fazerem o que ele quer, ele fica intrigado com ela.

"Ela é engraçada, inteligente, e acho que o que mais me atrai nela é que não me dá razão o tempo todo. Quando não concorda comigo em algo, diz, e isso me fascina."

No início ele realmente só quer diversão e sexo, mas ao conhece-la melhor e passando algum tempo com ela, começa a brotar um sentimento naquele coração de pedra. Quando ele começa a perceber isso, começa a fazer coisas erradas, se fecha e tenta ao máximo se afastar dela. Mostra que ele é verdadeiramente um babaca. Mas mesmo assim sempre volta atrás de sua Moreninha. Entre muitas idas e vindas desse casal, pude me apaixonar mais um pouquinho por ele.

"Ninguém fala ou grita comigo, nem me recrimina, nem exige nada de mim como ela fez. Não, não posso permitir que uma mocinha caprichosa e boca suja vire minha vida do avesso. Eu sou Eric Zimmerman, um homem poderoso, e ninguém pode comigo. Nem ela."

Iremos acompanhar toda sua trajetória com a sua doença, suas várias dores de cabeça, que antes eu pensava que eram de mentirinha, rsrs, fiquei com muita dózinha.

A perspectiva dele quanto a seus jogos sexuais, e quando Judith começa a entrar neles, é de prender o fôlego, o que se passa naquela mente, nunca vi igual. E por ele nunca ter se apaixonado antes, é encantador a posse que ele tem sobre ela. Mesmo sendo cabeça dura várias vezes, nós entendemos seu lado, e nos amolecemos um pouquinho também. Uma coisa que me encantei por ele também foi o amor por sua família e pelo Flyn.

"Momentos como esses nos dão vida. Momentos como esses nos encantam. Momentos como esses eu só quero viver com ela."

É um livro com alto teor sexual, não que os outros não fossem, mas mostra um Eric de "antes" e que mal conhecíamos. O que gostei também dessa versão, é que a Megan não ficou enrolando quanto a história. Falou bem resumidamente a visão do Eric dos dois primeiros livros, o que adiantou bastante e me deixou super curiosa para o II volume. Esse spin-off foi feito pensando nos amantes da série, pois os melhores momentos do casal estão lá. Iremos relembrar muitas histórias boas, rever nossos personagens favoritos, (sou apaixonadinha no Björn também, hahaha) e ver como a Jud conseguiu derreter o coração do  Iceman e ele se apaixonou pela primeira vez. Várias vezes me vi dando risada dos absurdos deste homem. De todas as versões masculinas que já li, essa foi uma das que mais gostei.

Aproveite para se apaixonar novamente por nosso Iceman babaca favorito. 😃

"Desmorono. As forças me abandonam e, sem poder conter as lágrimas, choro. Não aguento mais... Não... Aguento... mais... Estou chorando porque sou um babaca, um imbecil e um egoísta. Minha vida é uma merda. Minha vida sem Judith não é vida. Choro. Fico desesperado. Sinto raiva de mim mesmo."

Beijinhos 😘


Título: Eu Sou Eric Zimmerman
Autora: Megan Maxwell
ISBN-13:  9788542212785
ISBN-10: 8542212789
Ano: 2018
Páginas: 464
Editora: Essência
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:  






Sobre a autora: 

Megan Maxwell nascida na Alemanha e radicada na Espanha, se dedica aos romances femininos e eróticos há mais de uma década, tendo publicado seu primeiro livro, Te lo dije, em 2009.
Vencedora de mais de dez prêmios literários, entre eles o prêmio internacional de Seseña- em 2010, 2011 e 2012 - atraiu fãs no mundo inteiro com seus relatos contemporâneos e históricos.
É autora de mais de 20 títulos, entre eles Adivinhe quem sou, Adivinhe quem sou esta noite, Pela lente do amor e a série Guerreiras- publicados no Brasil pela Planeta-, e vive em Madri com o marido, os filhos, o cão Drako e as gatas Julieta e Peggy.

Comente com o Facebook:

6 comentários:

  1. Oi, Mariana.

    Esse é com certeza um presente para os fãs.

    Ler tudo sob o ponto de vista dele, vai ser fascinante, assim como entender seus pensamentos e sentimentos, a maneira como ele vai se sentir afetado pela Judith... E em como ele vai encarar se relacionar com alguém.

    Enfim, estou com altas expectativas para lê-lo! A série ao todo, é uma das minhas preferidas! 😍

    ResponderExcluir
  2. Olá Mariana!
    Já amei pelo título, sinopse e capa...
    Amo esse gênero e nunca tive oportunidade de ler livros da autora, acompanho sobre suas obras e espero mto que surja uma chance um dia...A leitura parece ser boa e flui bem, curiosa pra conhecer esse personagem!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaaah... não li a resenha toda. 🙈
    Ainda não li essa série e nem conheço o trabalho dessa autora, mas vou procurar saber mais.
    Também gosto de narrativas masculinas, ainda mais quando já houve a narrativa feminina. É incrível como a mesma história pode se tornar diferente mudando o ponto de vista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!
    Estou louca p ler e matar a saudade desse alemão gostoso!
    😘

    ResponderExcluir
  5. Oi Mari,
    Também curto livros com a perspectiva masculina, eles são sempre mais profundos.
    Não li nenhum da série, mas por esse estou curiosa, só me incomodou um pouco saber como o protagonista tem um lado machista, mas é algo que já espero em romances hots.
    Imagino que as cenas sensuais são daquelas de tirar o fôlego...
    Já está nos desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Mari!!!
    Adorei a resenha e tô louca pra conhecer, o pov do meu Alemão <3 !!! Tb Amo, quando é narrado pelo boy ;-)
    Esse gif me deixa nas nuvens, pq o Paul Walker é meu Eric Zimmermann Forever <3
    Curiosa pra saber, como a Megan fez pra resumir, mas não tirar a essência da Série e ainda dar a deixa pros próximos!!! Esse foi pra imensa lista, assim q fiquei sabendo da sua existência kkkkkkkk... Ansiosa por aquela promoção marota, pra tê-lo em físico 😍 ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir