Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 414 :: "A mulher entre nós", Greer Hendricks e Sarah Pekkanen



Sinopse: Um livro de suspense que explora as complexidades do casamento e as verdades perigosas que ignoramos em nome do amor. Aos 37 anos, a recém divorciada Vanessa está no fundo do poço. Deprimida, morando no apartamento de sua tia, ela não tem filhos, dinheiro ou amigos verdadeiros. Ao descobrir que Richard, seu rico e carismático ex-marido, está prestes a se casar de novo, algo dentro de Vanessa se quebra. A partir de agora, sua vida irá revolver em torno de uma única obsessão: impedir esse matrimônio. Custe o que custar. Na superfície, Nellie se parece com qualquer outra jovem bela e sonhadora que veio para Manhattan começar sua tão sonhada vida adulta. Mas a personalidade tranquila que ostenta é apenas uma fachada. Em sua mente, perdura um segredo que a fez fugir de sua cidade natal e que a impede de caminhar em paz quando está sozinha. Ao conhecer Richard – bem sucedido, protetor, o homem dos sonhos – ela finalmente começa a sentir-se segura. Ele promete protegê-la de todos os males, para o resto de sua vida. Mas, de repente, ela começa a receber ligações misteriosas. Fotografias em seu quarto são movidas de lugar. O lenço que ela planejava usar em seu casamento desaparece. Alguém está perseguindo a, alguém quer o seu mal. Mas quem?



Olá, pessoal. Quem me conhece e me acompanha aqui no blog, sabe que a maioria dos livros que eu leio, são romances, e que, vez ou outra, aqui e ali eu leio algo diferente, como um suspense e um mistério. Quando a Paralela mandou esse livro pra gente, eu fiquei bem animada até por conta do que veio junto com o livro. Os papéis com nomes e alfinetes pra gente bolar um esquema investigativo como a gente vê em filmes e séries. Então, eu coloquei ele logo no topo dos livros a serem lidos, pulando aquela nossa filinha básica de leitura.


A mulher entre nós é dividido em três partes. Na primeira parte a narrativa se intercala entre duas visões, então nós vamos conhecer Nellie e Vanessa. Vanessa acaba de se separar de Richard. Ela está naquela fase amargurada, infeliz com sua nova realidade, pois Richard é um homem bonito, charmoso, rico, então Vanessa perde tudo isso. Já Nellie, é uma linda jovem que está prestes a se casar com um homem maravilhoso. Ela teve um passado ruim que deixou marcas nela, então ela se vê protegida e amada por seu noivo e esse noivo é nada mais, nada menos, que o ex de Vanessa, Richard.

Então nessa primeira parte do livro, a gente vai conhecendo um pouco da vida da atual, do cara e da ex que está boladíssima com a separação, e por saber que o ex já vai se casar com uma bela jovem. Até que a gente chega no final dessa primeira parte e tudo, tudo vira de cabeça para baixo. Sério, eu fechei o livro e fiquei que nem o John Travolta…

Ué! Como assim? Cadê?
Olhei pra cara do Bruno que estava do meu lado no sofá e falei “Não to entendo mais nada dessa p$%(#*!” Sério, gente, eu tive que voltar e reler alguns trechos porque fiquei perdidinha da Silva! Até peguei o celular pra catar umas resenhas pra saber se isso acontecia com todo mundo, ou se era só comigo por não ter costume de ler livro de mistério kkkkkk. Sorte é que muita gente ficou com essa mesma sensação de ter perdido algo e precisou reler as coisas pra ver se entendia. O que não adiantou muito, mas ok. 

Reler não ajudou, então você precisa seguir com a leitura pra saber o que diabos aconteceu, pois toda a perspectiva da história muda a partir daí. O que faz você devorar a segunda e a terceira parte do livro que se desenrola e te explica quem é quem e quem fez o quê a quem. E aí você é surpreendida, seu queixo cai em certos momentos e você vê que a realidade não é aquela que você vinha imaginando, o que eu achei bacana, apesar de ter sido tudo um tanto quanto confuso. Achei a ideia e todas as viradas que a história deu, muito interessantes, mas a narrativa confusa, torna a leitura um pouco cansativa.

É muito difícil fazer resenha de um livro como esse, só pegando pra ler mesmo. E eu super recomendo pra quem curte suspense e mistério, pois A mulher entre nós é um ótimo livro com personagens super complexos que nos confundem em diversos momentos e que fala sobre violência psicológica e relacionamentos abusivos. Então vale a pena conferir.


Título: A Mulher Entre Nós (Ela não é quem você pensa)
Autoras: Greer Hendricks e Sarah Pekkanen
ISBN-13: 9788584391066
ISBN-10: 8584391061
Ano: 2018
Páginas: 352
Editora: Paralela
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:



Sobre as autoras: 



Greer Hendricks (direita) trabalhou como editora de livros por mais de duas décadas. Já escreveu para o New York Times e para a Publishers Weekly. A mulher entre nós é seu primeiro livro.
Sarah Pekkanen (esquerda) trabalhou como jornalista investigativa antes de se tornar autora de diversos best-sellers. Já escreveu para o Washington Post e o USA Today, entre outras publicações.

Comentários

  1. Oi, Bianca.

    Ainda não o li, mas o livro já chama a atenção por colocar em cheque sentimentos conflituosos, gerados pelo fim de um relacionamento, e o que o mesmo é que capaz de fazer com uma pessoa, beirando à obsessão e loucura.

    Com bastante precisão, podemos dizer que ambas as mulheres, são de suma importância para o desenvolvimento e desfecho da história, pois paralelo à isso, analisando bem, podemos ver que as mesmas irão causar no leitor ressalvas, por ter a oportunidade de ver e tentar entender os dois lados da história... E, até mesmo, podendo fazer descobertas à respeito de tudo e de todos.

    Por ele lembrar "A Garota No Trem", não quero que ele interfira em nada na minha leitura, pois não gosto quando livros são comparados a outros livros, pois já imagino que é um cópia exata daquele livro citado e em questão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Daiane, as duas são imprescindíveis na história, mas não só elas... ;)

      Excluir
  2. Oi Bia, que kit legal esse que você recebeu, eu também o colocaria em primeiro lugar só pra usar esses papeizinhos e alfinetes haha. Sobre a história não costumo ler tantos livros de suspense assim, mas fiquei curiosa e já peguei dicar caso resolva ler, como ler a primeira parte com bastante atenção mesmo achando que vai funcionar tanto quanto a releitura que você fez rsrs.
    A resenha tá ótima, surgindo a oportunidade vou querer ler sim ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha leia sim com muita atenção, mas mesmo assim acho que quando a primeira parte acabar, vc tb ficará como o John hahahahahaha.

      Excluir
  3. Desde lançamento do livro estou super na expectativa, já eu amooo esse gênero!
    E a premissa parecer ser ótima, e as duas personagens me deixaram bastante curiosas.
    Eu ia ficar bem confusa também com a narrativa, ia para e fica olhando pro teto pensando " Que???" hahh

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  4. Olá Bia!!!
    Ai.Meu.Deus "Vanessa"?? Sério?? Uhuhuu...mas espera aí, esse nome não veio nos papeizinhos da foto...será q ela é Má?? Gzuis!!! #Mega Curiosa!!! Sou nova em suspense de livro e to com medo dessa confusão toda, da primeira parte...mas quer saber, a curiosa em mim, tá implorando pra conhecer essa história!!! Já Quero!!! Kkkkkk
    Anotado no começo da "IL" ;-)
    Bjs :-*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei