Resenhas

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

:: Resenha 434 :: “Os segredos de Colin Bridgerton”, Julia Quinn


Sinopse: Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons há muitos anos. E alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.
Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.
ELe, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.
Ao deparar com tamanha mudança, Colin que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.
No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.



Oi, gente! Então… não resisti, quando terminei Um perfeito cavalheiro, não teve como, eu precisava pegar o livro seguinte para descobrir... certos segredos.

Diferente do livro de Benedict, que eu li num dia só, pois não conseguia largar, esse eu já levei mais alguns dias, pois o livro só foi me prender mesmo já chegando em sua metade. Não sei dizer com clareza o que foi, mas Colin demorou a me fisgar, mas também, quando fisgou hahahaha eu não larguei mais e simplesmente amei mais um Bridgerton.

No quarto livro da série, temos o mais divertido, o mais descontraído e carismático dos irmãos, aquele que distribui os sorrisos mais encantadores e travessos. Ele sempre gostou de viajar e aproveita deste seu gosto para fugir das temporadas em Londres e das mães casamenteiras. Agora, após retornar de uma de suas inúmeras viagens, ele sente que falta algo em sua vida, uma razão maior para viver. 

E quem o ajuda a enxergar certas coisas é nada mais, nada menos que, Penelope Featherington, aquela menina invisível para a sociedade, que sempre ficava à beira do salão esperando que alguém a convidasse para dançar. Aquela que só enxergavam para criticar os horríveis vestidos amarelos que não combinavam nada com ela. A melhor amiga de Eloise Bridgerton.

Talvez eu tenha demorado a engrenar no livro, porque Colin se mostrou diferente do Colin que vínhamos enxergando nos livros anteriores, sempre doce, atencioso, dando bons conselhos. Aqui nós vimos, assim como Penelope também descobriu, que ele não era perfeito, que ele tinha defeitos, medos, inseguranças, como qualquer um. E foi difícil ver esse lado dele.

Agora, que Penelope já tem seus 28 anos e é considerada uma solteirona que acompanha a irmã mais nova nos baile e finalmente usa vestidos de cores que a valorizam e combinam com ela, que Colin passa a vê-la com outros olhos. Mas não são só os vestidos que passam a chamar a atenção, ele passa a ver que aquela menina que ele conhecia há anos, se tornou uma mulher incrível, inteligente e bem humorada.

Os dois começam a passar mais tempo juntos, um descobrindo coisas sobre o outro e nós vamos acompanhando essa amizade virar algo mais, algo intenso, forte, apaixonante e quente... bem quente! 

Segredos serão revelados, inclusive aquele mais aguardado por todos os fãs que acompanham a série desde no início, descobrir quem era a melhor fofoqueira que você respeita, Lady Whistledown. E eu confesso pra vocês que eu não fazia a menor ideia de quem era e adorei saber que era ela!

Por fim, o livro que no começo demorou a me envolver, me conquistou em cheio da metade pro final, porque eu fiquei pensando em mim e no Bruno rsrsrs, no apoio que eu dou a ele em escrever e a publicar suas histórias (entendedores entenderão rsrs).

Os segredos de Colin Bridgerton é recheado de diálogos maravilhosos, sarcásticos e intensos. Julia realmente tem o dom! Fico me perguntando se em Os Bridgertons vai ter algum livro que eu vou dar menos que cinco bolinhos/estrelas. Por enquanto eu amei todos e espero que continue assim. E vocês? Também amaram todos ou teve algum que não conquistou tanto assim?

"Ele deu um passo à frente. Foi um passo pequeno, mas quando tocou o queixo dela e inclinou o seu rosto para cima, os lábios dos dois fiaram a poucos centímetros de distância.
Seus hálitos se misturaram e o ar ficou cálido e pesado. Penelope estremeceu, e Colin não pôde ter certeza de que ele mesmo não estivesse tremendo.
Imaginou-se dizendo algo insolente e cômico, como o sujeito brincalhão que tinha a reputação de ser. O que você quiser, talvez, Toda mulher merece ao menos um beijo. Mas, ao eliminar a distância quase inexistente entre eles, percebeu que não havia palavras que pudessem captar a intensidade do momento.
Palavras para a paixão. Palavras para a necessidade.
Não havia palavras para a epifania daquele momento.
E assim, numa sexta-feira que de outra forma teria sido como qualquer outra, no coração de Mayfair, numa silenciosa sala de estar na Rua Mount, Colin Bridgerton beijou Penelope Featherington.
E foi glorioso."

Título: Os Segredos de Colin Bridgerton
Série: Os Bridgertons # 4
Autora: Julia Quinn
ISBN-13: 9788580413076
ISBN-10: 8580413079
Ano: 2014
Páginas: 336
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:

Sobre a autora:


Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons.
O visconde que me amava, segundo título da coleção, foi finalista do prêmio RITA.
É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus romances já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas.
Julia foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America's Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.



Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Depois dessa resenha, só posso dizer que preciso conhecer a escrita da Julia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. AAAh Bia, mais uma resenha linda <3
    Quem não ama Colin?? Mesmo aquelas que não amaram seu livro o amam pela série como um todo, eu amo haha <3
    Colin e Penelope <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahah não tem como, né? É muito amor por esses Bridgertons! <3

      Excluir
  3. Eu conheci a escrita da Julia Quinn atráves do Quarteto Smyth-Smithe e amei! Ainda não li Os Bridgertons, mas quero muito ler antes do seriado sair!
    Adorei a resenha.

    Abraços!

    ResponderExcluir